Publicidade

Publicidade

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Promotoria Repete Argumentos Superados para Pedir Cassação do Diploma de Magno e Talvane


O promotor de Chapadinha Douglas Nojosa (foto) repete argumentos já rejeitados pela 42ª Zona e pelo Tribunal Regional Eleitoral para pedir a cassação do diploma do prefeito eleito Magno Bacelar e do vice Talvane Hortegal.

De acordo com o pedido do promotor, “os políticos (Magno e Talvane) utilizaram os mais diversos artifícios para obter o registro de suas candidaturas, fazendo desaparecer o nome de Magno Bacelar da lista de gestores inelegíveis e com contas rejeitadas, elaborada pelo Tribunal de Contas da União e enviada ao Tribunal Superior Eleitoral”, diz a matéria do site do MPE sem especificar os artifícios.

Em outro momento o Ministério Público eleitoral volta a alegar a matéria vencida do erro do TCU na exclusão da lista dos supostos inelegíveis. “Mesmo com contas julgadas irregulares, por vício insanável e com decisão irrecorrível, Magno Bacelar ingressou com recurso na Justiça Federal e obteve liminar favorável para suspender os efeitos da decisão do TCU até o julgamento do mérito da ação. Em seguida, o Tribunal retirou o nome do político da lista de gestores com contas irregulares. Entretanto, ao cumprir a decisão, o TCU cometeu um erro, pois suspendeu não apenas os efeitos atinentes ao processo TC 019.149/2011-5, mas também do TC 015.666/2002-8, este último não foi objeto de qualquer questionamento judicial”, insiste o MPE.

De acordo com especialistas ouvidos pelo Blog, ao se limitar repetir argumentos superados pelas instâncias que já apreciaram a matéria como o juízo da Zona Eleitoral e TRE-MA e não mostrar fato novo, seriam praticamente nulas as chances do Ministério Público ter sucesso na intensão de cassar o diploma de Magno Bacelar.


Os advogados do prefeito eleito Magno Bacelar devem divulgar nota nas próximas horas.   

Magno e Belezinha na Gangorra dos Mortos e dos Vivos


Na última eleição o povo de Chapadinha não buscou um salvador da pátria, tampouco procurou um santo para comandar seus destinos – oposto disso –, relevou defeitos de Magno Bacelar, pois queria porque queria era tirar Belezinha da prefeitura.   

Belezinha perdeu a eleição em outubro e não fez outra coisa em novembro e dezembro a não ser piorar sua imagem e se enterrar mais fundo.  Nos derradeiros pronunciamentos de Belezinha e Aluísio quem não acompanhou a apuração chega a pensar que a atual gestora ganhou com folga de tão exitoso seu período, na avaliação da delirante dupla.

Enquanto gabava os próprios feitos, colocava culpa pela derrota ao povo que não entendeu a perfeição de seu governo e acusava os mais de 25 mil eleitores contrários de quererem emprego sem trabalho, Belezinha realçava em palavras e ações sua soberba, o espírito vingativo, a perseguição e outras pequenezas rejeitadas pelos chapadinhenses.  

Porém e apesar da cretinice de pregar sua volta para o mês de março, nem tudo está perdido para Maria Ducilene. Afinal, vale lembrar, em dezembro de 2012 Bacelar morto estava e talvez nem Danúbia acreditasse em sua volta triunfante. 

Daqui uns poucos dias Magno terá quatro anos para não repetir velhos erros e mostrar um pouco mais de respeito ao povo que a adversária, do contrário em 2020 Belezinha – com todas as mazelas – fica forte para alternar seu lugar na gangorra dos mortos e dos vivos da política.              

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Exata: 61% dos Maranhenses Aprovam Flávio Dino e 86% Reprovam Temer


O governo Flávio Dino é aprovado por 61% da população maranhense. É o que mostra pesquisa realizada pelo instituto Exata entre os dias 12 a 17 de dezembro. Foram realizadas 1.408 entrevistas em todas as regiões do Estado. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos com intervalo de confiança de 95%.

Na última pesquisa do mesmo instituto, em julho de 2016, a aprovação era de 60%. De acordo com o novo levantamento, 34% dos maranhenses desaprovam o governo, enquanto 5% não sabem ou não responderam.

Segundo a Exata, o desempenho pessoal do governador Flávio Dino é ainda melhor e alcança 63% dos entrevistados. Com dois anos de governo, Flávio Dino mantém a mesma aprovação que o levou ao Palácio dos Leões em outubro de 2014, quando foi eleito com 63,52% dos votos.

Mesmo em meio à grave crise econômica e política nacional, que tem gerado diminuição dos repasses federais a todos os estados brasileiros e desgaste de políticos, Flávio Dino tem índices altos de representatividade, já que mais da metade dos entrevistados considera a imagem do governador como muito positiva ou positiva.

“Governador Flávio Dino demonstra uma capacidade muito grande de resistência ao clima geral que há no país e contamina a avaliação dos governos. Os níveis de aprovação do governo e de confiança no governador são muito elevados considerando a conjuntura”, destacou o relatório.

Maioria dos maranhenses desaprova Governo Temer

A mesma pesquisa também aferiu o desempenho do presidente Michel Temer, que tem a gestão reprovada por 86% dos maranhenses. Apenas 10% aprovam e 4% não sabem.

Jornal Pequeno

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Moto 0 km! Magno Bacelar Anuncia Sorteio de Prêmios no Réveillon 2017

Arquivo: Magno e Danúbia Sorteando Carro em 2007

Retomando uma tradição que virou marca de sua trajetória política, o prefeito eleito Magno Bacelar confirma sorteio de prêmios na festa da virada do ano em Chapadinha.

Além do show com a cantora Monique Pessoa (ex-vocalista da Banda Sacode) o prefeito Magno anuncia uma série de prêmios que serão sorteados no Réveillon na Praça do Povo.

A premiação está sendo definida pela comissão organizadora da festa, mas já se sabe que o prêmio principal será uma Moto zero quilômetro e várias cabeças de gado também já foram confirmadas entre os presentes para a população que comparecer à Praça Irineu Galvão (Praça do Povo).

“Vivemos um momento de dificuldade, mas nem por isso vamos deixar de comemorar este grande momento para Chapadinha. Eu, o meu vice Dr. Talvane com os deputados Levi Pontes, Paulo Neto e Ana do Gás e outros amigos, estamos – com recursos próprios – oferecendo essa grande festa e esse show de prêmios ao povo de Chapadinha para começarmos 2017 com muito otimismo e alegria”, declarou Magno Bacelar.   

Promotoria Comprova Compra de Votos e Pede Condenação de Aluísio Santos

Aluísio e Belezinha Respondem Processo por Compra de Voto

Denunciado em primeira mão por este blog, o áudio do secretário Aluísio Santos comprando votos para a prefeita Belezinha começa a surtir efeito na esfera judicial, de acordo com matéria do site do Ministério Público do Maranhão que publicamos abaixo. Voltamos com comentários em outra postagem.

Devido à prática de compra de votos no período das eleições municipais, o Ministério Público Eleitoral ofereceu Denúncia contra Aluísio Sousa Santos, ex-secretário de Obras do município de Chapadinha. Formulou a manifestação ministerial o promotor eleitoral Douglas Assunção Nojosa.

Consta nos autos que o denunciado teria aliciado familiares de MCS (que por questão de sigilo vamos tratar por Maria) para votarem em sua candidata ao cargo de prefeita, Maria Dulcilene Pontes Cordeiro, conhecida como Belezinha.

No dia 24 de setembro de 2016, Aluísio Santos compareceu no bairro Fonte do Mato, para fazer campanha para Maria Dulcilene Cordeiro. Ele trabalhou todo o seu mandato como secretário de Obras, sendo seu assessor mais próximo.

Ao chegar na casa de ICS, mãe de Maria, o denunciado teria oferecido ajuda financeira para que a família votasse em Maria Dulcilene Cordeiro.

Pediu ainda para que os moradores da residência cooptassem outros eleitores para votarem na referida candidata, oferecendo em troca dinheiro ou materiais de construção.

Ao chegar à casa de sua mãe e perceber a intenção do denunciado, MCS resolveu gravar a conversa por meio de um aparelho celular. Dessa forma, foi possível ouvir Aluísio Santos oferecendo ajuda para reforma da casa de ICS, em troca de votos.

Na ocasião, ficou acertado que ele entregaria para a família dois mil tijolos, dez sacos de cimento e cinco barras de ferro. O denunciado efetivamente cumpriu o prometido e mandou deixar na casa de Maria, no dia 28 de setembro de 2016, todo o material oferecido em troca de votos.

Vale frisar que os materiais foram entregues por um veículo e por empregados da empresa Meneses & Pontes Ltda (cujo nome de fantasia é Júnior Construções), de propriedade da família da candidata Maria Dulcilene Cordeiro.

“Consta que a família de Maria é muito influente no bairro, pois ela é professora; sua mãe trabalhou 16 anos como técnica de enfermagem; e seu pai exerceu o ofício de comerciante por vários anos no local”, ressaltou, na Denúncia, o promotor eleitoral.

O MPMA comprovou a ilegalidade por meio de declarações prestadas por MCS; pelo áudio gravado da conversa do denunciado com sua mãe; pela filmagem da entrega do material; além da nota de entrega deixada pelos empregados da empresa Júnior Construções.

PEDIDOS
O Ministério Público solicita à Justiça que proíba, pelo prazo de dois anos, Aluísio Santos de frequentar boates, casas noturnas e estabelecimentos similares, salvo se em serviço; de ausentar-se da comarca por mais de 15 dias sem autorização judicial.

Também requer o comparecimento pessoal e obrigatório do denunciado a juízo, bimestralmente para informar e justificar suas atividades.

Igualmente foi solicitado o pagamento de multa a ser fixada pela Justiça.

Sindicato Denuncia Pagamento por Sorteio e Atraso em Salários de Funcionários da Prefeitura


 “É a novela em relação ao pagamento dos Servidores Contratados ainda não acabou e parece que eu me precipitei ao parabenizar a atual prefeita ontem, quando achei que todos os contratados estavam recebendo os salários de dezembro. Acabo de ser informada que nem todos os Servidores Contratados de Chapadinha receberam seus proventos”, assim começa uma nota do SINDICHAP que veio a público denunciar o caso ironizando se seria a volta dos sorteios de salários.

“De acordo com alguns servidores, não teriam sido pagos ainda, os servidores da Secretaria de Assistência Social, alguns vigias e auxiliares de serviços gerais também. Já estamos na segunda metade do mês de Dezembro e a prefeita Ducilene Pontes só autorizou parte do pagamento dos contratados referente ao mês de novembro, ninguém sabe informar se receberão os procedimentos referentes ao mês de novembro”, prossegue a nota assinada pela presidente Jane Andrade.

Ainda de acordo com a nota, “os Servidores Contratados que não receberam seus vencimentos ontem temem ficar sem receber os salários referentes aos trabalhos prestados nesses dois últimos meses. O prefeito eleito Magno Bacelar já manifestou preocupação em relação ao possível débito que a atual prefeita Ducilene Belezinha possa deixar com esses servidores para serem pagos na próxima gestão”.

“É lamentável que os Servidores  Contratados pela administração da atual prefeita, que prestaram um serviço de qualidade e foram leais a prefeita durante sua campanha eleitoral estejam sendo penalizados dessa forma. A prefeita Ducilene Pontes sempre foi conhecida por cumprir seus compromissos financeiros, será que agora no final de seu mandato ela não irá manter essa fama?”, continua a professora Jane.


A nota encerra fazendo um apelo à prefeita Belezinha. “Prefeita seja leal com quem lhe ajudou. Seja a administradora comprometida que muitos acreditam que você seja, pague os trabalhadores. É direito deles e obrigação sua”, finalizou a professora Jane Andrade. 

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Magno Bacelar Manifesta Preocupação com Calote em Servidores


O prefeito eleito Magno Bacelar usou as redes sociais para manifestar preocupação com a ameaça de calote no pagamento dos servidores municipais no final da gestão da prefeita Belezinha.   

“Com preocupação recebo informações de que a prefeita que vou suceder deixará de honrar compromissos com o funcionalismo nestes meses finais de 2016”, disse Magno. “Embora recebendo os repasses federais rigorosamente em dia, tenho notícia de que os contratados não recebem deste novembro e agora neste mês a falta de pagamento ameaça atingir efetivos e comissionados”, completou o prefeito eleito.

No auge de uma crise sem precedentes e na iminência de receber a prefeitura devendo os servidores, Magno alerta que a prefeitura – tão cedo – não deve ter condições de pagar atrasados. “Não tendo certeza se o calote visa gerar dificuldade para o início de nossa gestão ou qual motivo justificaria tal fato, tenho dever de deixar claro que o município de Chapadinha dificilmente terá condições de suportar o pagamento de 2 ou 3 meses de atraso com os servidores”, alertou Magno Bacelar.

O prefeito eleito ressaltou o compromisso da ex-prefeita Danúbia em manter o salário em dia e pagar abono apesar da derrota de 2012. “A lembrança de que a ex-prefeita Danúbia não deixou atraso de salário e pagou até abono no último mês de sua gestão, mesmo nosso grupo tendo perdido aquelas eleições, torna ainda mais injustificável o que se passa agora", lamentou.

Ao encerra o comentário Magno reafirmou empenho por salários em dia logo a partir de janeiro e pediu providências para evitar o calote contra os servidores. “Assumindo o compromisso de pagar integralmente a folha de janeiro de 2017, clamo às autoridades fiscalizadoras providências que possam garantir os salários dos servidores e a manutenção dos serviços essenciais”, finalizou o prefeito eleito Magno Bacelar.


Confirmando o calote, os funcionários prejudicados poderão entrar na justiça contra a prefeitura para receber os montantes devidos, depois de arrastado processo, por meio de demorados precatórios.

Levi Pontes diz que são inegáveis os avanços conquistados pelo Governo do Maranhão


O deputado Levi Pontes (PCdoB) ocupou a tribuna, na sessão desta terça-feira (20), para rebater críticas de parlamentares oposicionistas contra o governador Flávio Dino. Ele foi enfático ao afirmar que, mesmo com o agravamento da crise econômica em todo o país, o Governo do Maranhão está conquistando avanços inegáveis em todas as áreas da administração pública.

“É preciso lembrar que à frente do Governo do Estado do Maranhão há um gestor que mantém as contas equilibradas, que mantém as finanças adequadas e que age como bom administrador, e são as pesquisas de opinião pública que dizem isso. Portanto, o governador merece o apoio desta Assembleia na correção da parte econômica do seu governo com medidas talvez que não sejam de alcance popular, como é o aumento de tributos, mas que são necessárias”, afirmou Levi Pontes, na tribuna.

Em seu discurso ele frisou que houve avanços na área da saúde com a inauguração de cinco hospitais de média e alta complexidade e, na Segurança Pública, houve a entrega de mais de 40 viaturas novas para as polícias, além do aumento do contingente de policiais e da aquisição de diversos equipamentos bélicos e armamentos.

Levi Pontes contestou o argumento da oposição de que o projeto que ajusta alíquotas do ICMS irá inibir a economia e reduzir a oferta de empregos no Maranhão: “Não vai haver aqui maior desemprego do que existe no país. E isto porque a maior política do nosso governador é aumentar o número de empregos e distribuir melhor a renda”, declarou. 

Ao defender o governador Flávio Dino de críticas da oposição, Levi Pontes citou também avanços na área da educação, com o Programa Escola Mais Digna: “Nós estamos vendo a transformação das escolas que, num passado recente, mais de mil escolas de palha no Maranhão estão tendo agora instalações físicas adequadas. Os professores já tiveram aumento, concurso está havendo e vai haver mais, como houve para a Polícia Militar com mais de mil e quinhentos homens que adentraram e aumentaram o efetivo. Isso é uma boa gestão, que investe também em programas sociais com a envergadura do Viva Cidadão e do Restaurante Popular, que se espalharam por todo o Maranhão”, ressaltou.


Ele acrescentou que, mesmo enfrentando grandes dificuldades, o governo do Estado está levando à frente programas sociais que vão atingir a comunidade menos favorecida, mais humilde e que necessita realmente de políticas públicas. “Portanto, que a gente faça aqui, neste final de ano, uma exaltação a esta Casa, um agradecimento a todos os deputados. Entendo que a qualidade, a honra, a dignidade e a capacidade de cada um dos deputados, com os quais eu tenho o prazer de conviver, são da mais alta estirpe possível. Portanto, esta Casa e o povo do Maranhão estão muito bem representados na Casa do Povo”, ressaltou Levi Pontes, ao encerrar seu pronunciamento.

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Governador garante que não haverá aumento do seu salário, do vice-governador e dos secretários


Na noite desta segunda-feira (19), o Governador Flávio Dino e o secretário de Comunicação e Articulação Política, Márcio Jerry, desmentiram os boatos divulgados por blogs e em redes sociais de que haveria aumento salarial para os cargos de governador, vice e secretário de estado.

“É absolutamente mentirosa notícia de aumento de salário de governador, vice e secretários de estado no Maranhão. Uma invenção criminosa”, declarou o governador.

O boato se refere ao projeto de lei nº 226/2016 que dispõe sobre o subsídio dos cargos do executivo. Como explicou o secretário Márcio Jerry, o encaminhamento de projeto com essa finalidade deve ser feito anualmente e, na matéria citada, os valores expressos para o ano de 2017 são os mesmos fixados desde 2014.

“A Assembleia Legislativa do Maranhão anualmente define os salários do governador, vice e secretários, que continuam com o mesmo valor de 2014”, declarou.

O governador alertou ainda para a importância da não divulgação de boatos. “Peço respeitosamente que ninguém se deixe pautar por pessoas que usam a mentira como meio de vida. Fico indignado em como há gente especializada em fazer o mal. Por essas e outras, que muita gente séria não quer saber de política”, declarou.


A íntegra do Projeto de Lei 226/2016 em que constam os valores que serão praticados em 2017 pode ser conferida no Diário Oficial desta segunda-feira (19).

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Magno Fala Sobre IPC, Recadastramento e Pagamento Dia 20


Em entrevista exclusiva ao blog, o prefeito eleito Magno Bacelar falou de algumas iniciativas relacionadas ao funcionalismo público como auditoria e gestão compartilhada no Instituto de Previdência de Chapadinha, recadastramento de todos os servidores e do pagamento de todos os funcionários públicos municipais na mesma data.

IPC
Sobre o IPC que virou notícia por conta de um projeto que modifica critérios de escolha do presidente Magno lembrou que em sua gestão a autarquia foi tão bem administrada que deixou vultosos recursos em caixa. “Quando sai da prefeitura deixei mais de 5 milhões em caixa no IPC. Isso é uma demonstração de que é possível fazer uma boa gestão e é o que vamos fazer a partir de janeiro. Com meu acompanhamento de perto vamos reorganizar o Instituto e garantir a aposentadoria dos servidores do município”, garantiu Magno.

O prefeito disse ainda que pretende fazer uma auditoria no IPC e ampliar a participação de representantes dos servidores na administração previdenciária de Chapadinha. “Logo no início do mandato vou determinar uma auditoria no IPC para ter um diagnóstico da realidade e traçar metas para o futuro”, destacou. “Nada mais justo que os servidores como principais interessados tenham conhecimento de todo o que acontece com a sua previdência e também tome parte nas decisões e gerenciamento do órgão. Por isso também a partir de janeiro vou criar uma comissão com a participação do SINDCHAP para realizar estudos e propor medidas para efetivar a gestão compartilhada do IPC”, adiantou o prefeito Magno.

Recadastramento
O prefeito Magno também anunciou que os servidores públicos municipais de Chapadinha serão todos recadastrados em janeiro. “Por orientação do Tribunal de Contas do Estado vamos promover o recadastramento de todos os servidores da prefeitura.  Precisamos saber tudo sobre os servidores para corrigirmos distorções, retirar os chamados funcionários fantasmas e valorizar os que realmente trabalham servindo o povo de Chapadinha”, declarou Magno.

Pagamento Dia 20

“O pagamento dia 20 é marca de meus governos e compromisso antigo que tenho com os servidores e com o comércio de nossa cidade”, frisou o prefeito eleito Magno Bacelar. “Em janeiro até por conta do recadastramento não sei se será possível pagar todos já no dia 20, mas seguramente em 20 de fevereiro quero pagar todos os servidores do município de Chapadinha”, finalizou Magno Bacelar.       

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Em Contundente Discurso Juiz Cristiano Simas Enquadra Belezinha e Faz Alerta a Futuros Gestores


Pela força das palavras, escolha do momento e alerta para os agentes públicos que assumem mandatos, o discurso do juiz Cristiano Simas foi o fato mais importante da cerimônia de diplomação de ontem. O blog reproduz texto do Eduardo Braga sobre a fala de Simas e depois volta, em outra postagem, comentando os bastidores e as articulações políticas em torno do evento da diplomação.


Por - Eduardo Braga - Jornalista

A cerimônia de diplomação dos eleitos na 42ª zona eleitoral foi aberta com um discurso histórico do juiz titular, Dr. Cristiano Simas.

Se dizendo honrando por comandar a terceira eleição consecutiva da região, Dr Cristiano lembrou, sem citar o nome da prefeita Belezinha, que são os mesmos que o elogiaram no processo eleitoral de 2012 que agora espalham mentiras para confundir a opinião pública. 

Acusado de interferir no resultado eleitoral por aliados da prefeita, o juiz deixou bem claro: "O eleitor é livre! Ele quem decide a eleição". Lamentou ainda encontrar gestores "que dizem sentir saudade da época em que podiam tirar e colocar o juiz, o delegado e o promotor" e emendou: "Para essas pessoas que buscam exercer o poder atrás da intimidação, da perseguição daqueles que pensam de forma diferente fiquem certos que jamais a Justiça irá se acovardar ou deixar de cumprir com seus deveres. Não percam seu tempo acusando ou tentando intimidar a Justiça. Jamais teremos medo de enfrentar aqueles que se acham acima da lei. O resultado das urnas foi soberano e se há algum responsável esse é o povo que democraticamente escolheu seus representantes pelos próximos quatro anos".

Dr. Cristiano lembrou que as críticas que tem recebido não passam da boca miúda. Até agora nenhum dos seus críticos apresentou qualquer reclamação formal aos órgãos de controles aos quais ele está submetido.

Cada frase do discurso era acompanhada de efusivas palmas dos presentes no auditório e da multidão que acompanha a cerimônia em frente ao Fórum.

Será?

Apesar de não ter sido nominalmente citada, será que a prefeita Belezinha vai deixar o cargo sem responder o juiz? É bom lembrar que pode até não haver processo contra ele, mas ela sim responde a processo por compra de votos e adivinha quem vai julgar a ação? 

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Urgente! Suspeita de Retirada de Material de Obra da Creche do Areal

Pisos Cerâmicos Sendo Retirados 

Para completar o mesquinho quadro de política de terra arrasada e a suspeita de desvio de recursos públicos até a última gota no governo Belezinha, o blog recebe imagens de duas caçambas retirando material de construção que já se encontrava na obra da Creche que a prefeitura toca com recursos do governo federal no Bairro do Areal.

De acordo com filmagens e fotos enviadas ao Blog materiais como canos e pisos cerâmicos já adquiridos pela prefeitura estariam sendo retirados do local.

Ainda conforme apurou o Blog, um encarregado declarou que a retirada de material teria sido ordenada por uma pessoa de nome Jurdinho da Construtora com sede em Caxias e o local de destino do material não foi informado. 

Mais Imagens da Retirada 




terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Magno x Eternos Governistas: As Investidas e o Corte Rente


Sabem aquelas figurinhas carimbadas – que chamo de “malévola trindade”, formada por um comunicador, outro já quase ex-vereador e um advogado - que têm conseguido permanecer no estafe da prefeitura desde o primeiro governo de Isaías (1989) até os atuais estertores da Belezinha? Pois é... Por mais incrível que possa parecer eles já estão se articulando em busca de vagas no novo governo de Magno Bacelar.

As mais recentes investidas foram duas: prometeram votos da base eleita por Belezinha para Magno fazer o presidente da Câmara e se ofereceram para manobrar a aprovação de contas de gestões anteriores do prefeito eleito, em troca seriam agraciados com cargos no executivo e legislativo, como sempre.

Esperto e lembrando o quanto sofreu por obras destes, Magno pulou fora. Ao que se sabe, cortou rente deixando claro que a escolha do presidente da Câmara compete aos vereadores e que não pretende influir. Sobre a arapuca da aprovação das contas, lembrou o prefeito Magno que elas sequer chegaram ao parlamento municipal e que disso vai tratar no tempo devido.

Embora frustradas nas tentativas até agora, não creio que parem por aqui, no que me pergunto: sob que sugesta mágica retornarão essas almas renitentes e sebosas?

Agricultura: Joana Leal é o Segundo Nome Confirmado por Magno Bacelar

Joana ao lado de Marcelo Tavares e Flávio Dino

O prefeito eleito Magno Bacelar acaba de anunciar a ex-vice-prefeita Joana Leal como segundo nome confirmado no primeiro escalão do seu governo. Joana Leal vai comandar a secretaria de agricultura com foco especial no desenvolvimento da agricultura familiar de Chapadinha.

Esposa do falecido líder político Raimundo Leal, Joana foi companheira de chapa de Magno no ano 2000 e 2004, vice-prefeita por 8 anos e aliada política de primeira hora do governador Flávio Dino e do deputado Levi Pontes.


De acordo com Magno Bacelar Joana entra com a experiência política, sua vivência na Zona Rural de Chapadinha e com o prestígio com governo do estado para promover o que chama de revolução em favor do pequeno agricultor de Chapadinha. 

“Além de toda experiência como vice-prefeita e conhecimento da situação do interior, Joana é sogra do secretário Marcelo Tavares (Casa Civil) e pessoa de confiança do deputado Levi e do governador Flávio Dino. Tudo isso faz dela a secretária certa para promover uma verdadeira revolução na agricultura familiar de Chapadinha”, finalizou o prefeito Magno Bacelar. 

Com 3,9 Milhões: Chapadinha Entra na Lista do Escândalo da COOPMAR

Busca Durante a Operação do GAECO

A COOPMAR - Cooperativa Maranhense de Trabalho e Prestação de Serviços, empresa contratada por Belezinha com indícios de superfaturamento, burla à regra do concurso púbico e manobra para nomeações eleitoreiras acaba de envolver a prefeitura de Chapadinha em escândalo de desvio de dinheiro público que pode alcançar 230 milhões de reais de 17 prefeituras maranhenses.

O Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU), a Polícia Civil e o Ministério Público do Maranhão (MPMA) revelaram, em coletiva na manhã de hoje (13), quais são as 17 prefeituras investigadas na Operação Cooperare por supostas fraudes em licitações e desvios de recursos a partir da contratação da Cooperativa Maranhense de Trabalho (Coopmar), que terceirizava mão de obra às gestões.

Segundo os órgãos de fiscalização, a cooperativa tinha estrutura de empresa comum e alguns cooperados dirigentes receberam, diretamente ou por meio de suas empresas, cifras milionárias, enquanto a maioria dos trabalhadores recebia um salário mínimo mensal.

Em Chapadinha a empresa Coopmar tem contrato com a gestão da prefeita Belezinha no valor de R$ 3.428.472,00.



Durante a operação de busca apreensão realizada em São Luís e Paço do Lumiar, foram bloqueados R$ 38 milhões de pessoas ligadas à cooperativa. Além disso, foram aprendidos 11 veículos e R$ 27 mil reais e sete imóveis foram tornados indisponíveis.

Depois dos responsáveis pela empresa, prefeitos das cidades relacionadas e servidores públicos devem ser alvo da ação do GAECO/Ministério Público. 

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Câmara Reduz Salários de Prefeito e Secretários e Reajusta de Vereadores


Por indicação do prefeito eleito Magno Bacelar, a Câmara Municipal aprovou – na sessão de hoje – a redução de 30% nos vencimentos do prefeito, vice e secretários municipais e aproveitou para reajustar o salário dos futuros vereadores de acordo com o acumulado da inflação dos últimos 4 anos.

O valor percentual do aumento dos salários dos vereadores não foi divulgado, mas levando em conta o IPCA acumulado de 2013 a 2016, os subsídios dos parlamentares deverão sofrer reajuste entre 30 e 35%. Com aumento, o valor dos vencimentos dos vereadores de Chapadinha sobe dos atuais R$ 5.200,00 para pouco mais de R$ 7,000,00 a partir de janeiro de 2017. 

Imagem de Arquivo

Magno Confirma Aldy Jr na Pasta da Administração


O prefeito eleito Magno Bacelar aproveitou visita de agradecimento à família Saraiva para anunciar o nome do advogado Aldy Júnior como futuro secretário municipal de administração.

Aldy Saraiva Júnior é advogado, foi vereador de 2001 a 2004 e chegou a disputar a prefeitura de Chapadinha este ano, tendo desistido para compor a frente de apoio a Magno Bacelar.

Além de Aldy Júnior, o prefeito Magno Bacelar também anunciou que o ex-vereador Aldy Saraiva, pai de Aldy Júnior, vai comandar o Instituto de Previdência de Chapadinha – IPC. 

Foto e Informações: Júlio Foguinho

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Exclusivo! Magno Fala Sobre Transição e Futuros Secretários

Magno e Danúbia Visitando o Sistema de Educação do Paraná em Novembro


Direto de São Paulo – onde se encontra acompanhando a ex-prefeita Danúbia, que passa por tratamento de saúde – o prefeito eleito Magno Bacelar conversou com o titular do blog e falou da transição e da montagem de sua futura equipe de governo.

Com relação à transição, Magno Bacelar lamentou a demora do início dos trabalhos, declarou confiar na equipe indicada por ele, que espera receber todas as informações necessárias para começar bem o seu governo e apontou a paralisação de serviços essenciais como principal preocupação no momento.

“Apesar do atraso da transição tenho confiança na nossa equipe, torço para que todas as informações sejam repassadas e que a prefeita que encerra seu mandato não penalize a população pelo resultado da eleição ou tente boicotar o início da nossa gestão para tirar proveito político”, disse Magno. “Neste momento mais do que apontar erros ou irregularidades do passado, queremos evitar que serviços essenciais como a saúde e os benefícios do Bolsa Família, por exemplo, sofram problemas de falta de continuidade. A prioridade é garantir a normalidade dos serviços públicos”, completou o prefeito eleito.

Sobre a formação do secretariado o prefeito Magno considerou natural a ansiedade e a expectativa, mas – lembrando de sua experiência de 3 mandatos anteriores como prefeito, pediu paciência adiantando que seus secretários serão escolhidos levando em conta critérios técnicos e políticos.

“É natural a expectativa, mas quero garantir que escolherei bem os meus auxiliares. Ouvindo os aliados e a sociedade, no momento certo anunciarei os nomes que levarei em conta a formação técnica para cada área, lealdade política ao nosso grupo e sensibilidade para ouvir o povo”, finalizou o prefeito Magno.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Urgente! Suspeita de Desvio de Equipamentos Públicos da Casa de Saúde em São Luís


O blog recebeu a imagem acima de um usuário da Casa de Saúde mantida pela prefeitura de Chapadinha em São Luís, na foto um carro particular é utilizado para retirar do local móveis e equipamentos que estavam no órgão.

A suspeita é de estariam sucateando a Unidade e retirando indevidamente equipamentos que foram adquiridos pela Secretaria de Saúde, mas que permanecem sem tombamento patrimonial.

O blog entrou em contato com o secretário de saúde Alan Monteles, mas até agora não teve resposta.    

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Com 1,2 Milhão de Alunos Governo do Estado Aumenta em 18% Número de Atendidos pelo Bolsa Escola


O Governo do Maranhão vai atender aproximadamente 1,2 milhão de crianças e adolescentes, na segunda etapa do programa Bolsa Escola (Mais Bolsa Família), que inicia no dia de 17 de janeiro. A ação, que visa promover mais dignidade ao ensino de alunos matriculados regularmente na rede pública, é realizada por meio da transferência de recursos para a compra de materiais escolares que lhes garantam condições mais adequadas de aprendizado.

Para atender a demanda de comprar dos beneficiários do ‘Bolsa Escola’, o Governo do Maranhão aumentou em cerca de 60% o número de estabelecimentos comerciais habilitados à venda dos materiais escolares contemplados pelo Programa Bolsa Escola (Mais Bolsa Família), para a segunda etapa da ação.

O número de estabelecimentos comerciais aptos a venderem os materiais escolares passou de 834 para 1.413 habilitados à comercialização dos produtos, a partir de janeiro. Também foi acrescido o número de estudantes atendidos pelo programa, foram 982.681 alunos beneficiados em 2016, número que chegará a 1.161.514 em 2017.

Para a execução do ‘Bolsa Escola (Mais Bolsa Família), em 2017, o Governo do Maranhão disponibilizou recursos da ordem de R$ 59,2 milhões, beneficiando aproximadamente 610 mil famílias maranhenses com a iniciativa. O valor do repasse também foi acrescido de R$ 46,00 para R$ 51,00 por filho matriculado regularmente em escola pública.

“É um programa de grande alcance social que, além de promover mais dignidade aos alunos da rede pública, eleva também sua autoestima porque eles passam a adquirir materiais escolares que, na grande maioria das vezes, não teriam condições de comprar”, afirmou Neto Evangelista, titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), órgão responsável pela execução do Bolsa Escola (Mais Bolsa Família).

A transferência do recurso aos beneficiários é disponibilizada em cota única, no início de cada ano, para a compra de material escolar. A retirada do benefício é feita por meio de um cartão de débito que, à medida que forem recebidos pelos beneficiários, são desbloqueados pelo órgão executor do programa. Os beneficiários têm até 90 dias para realizar a compra dos produtos nos estabelecimentos habilitados pelo Governo do Estado, nos municípios. Podem ser adquiridos todos os produtos com finalidade escolar.

A iniciativa é destinada a crianças e adolescente de 4 a 17 anos, contribuindo para a permanência dos alunos em sala de aula, e, consequentemente, a redução dos índices de abandono e evasão escolar.

Desenvolvido com recursos oriundos do Fundo Maranhense de Combate à Pobreza (Fumacop), o Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) concede uma espécie de 13º do Bolsa Família e amplia a rede de favorecidos do programa, já que não impõe limites de filhos por família.

sábado, 3 de dezembro de 2016

Levi Pontes e Flávio Dino Prestigiam 2º Dia da AGRITEC em Chapadinha.


Blog Alexandre Cunha.
O deputado Estadual Levi Pontes participou na manhã desta sexta-feira (2), da Feira da Agricultura Familiar e de Agrotecnologica do Maranhão (Agritec) que acontece em Chapadinha, desde ontem, dia 01, e se estenderá até amanhã, sábado (3).
Ao lado do Governador Flavio Dino e demais autoridades politicas Levi visitou estandes montados no pátio onde está sendo realizado o evento. 
Região do Baixo Parnaíba recebe a nona edição do evento, realizado desde 2015, que encerrou o calendário de atividades deste ano.
Ao fazer uso da Palavra o deputado Levi Pontes falou um pouco da mudança em que o setor da agricultura vem passado no Maranhão. “Com um país que se encontra em crise, e o Maranhão não se faz diferente disso, mas mesmo assim todas as atividades da sociedade o governo do Estado do Maranhão encontra se presente. E o que me encanta governador é saber que há poucos anos passados havia um desmonte na agricultura do Estado do Maranhão e agora tem um olhar todo diferenciado com o programa “mais produção” que envolve diversas secretarias em prol desse benefício”; destacou o Deputado. 
Que completou sua fala “O governador e sua equipe sabem que, sem a agricultura familiar, agricultura de subsistência não se pode desenvolver o estado do Maranhão, e por isso que damos as boas vindas e o povo de Chapadinha está de parabéns por receber mais essa feira”.
Vídeo: Levi fala ao público presente no evento:  
A Feira se consolida, cada vez mais, como principal espaço para troca de experiências e ampliação do conhecimento tecnológico em benefício dos agricultores familiares do Maranhão e já tem garantida mais cinco edições para o ano de 2017.
O governador visitou os espaços tecnológicos montados na megaestrutura da Agritec e constatou técnicas como o sistema de dessalinização que será utilizado no Programa Água Doce e as cisternas do Programa Segunda Água, além do funcionamento das casas de farinha.  As vitrines atraem muitos visitantes em busca de informações de como utilizar tecnologias de baixo custo, mas de grande eficiência para a geração de renda e desenvolvimento da agricultura familiar.
Em seu discurso, Flávio Dino enfatizou que a cidade de Chapadinha foi escolhida pela importância para a Região do Baixo Parnaíba. “A Agritec é importante porque significa que nós estamos aqui reunindo produtores para ter a oportunidade de tecnologia, de nós tratarmos experiências, cursos, eventos que são importantes para a capacitação da produção familiar”, destacou.
Durante o evento, o Governo do Estado entregou 18 kits do programa ‘Mais Feiras’, 260 forragedeiras para agricultores familiares beneficiários do ‘Mais Produção’ na cadeia produtiva da ovinocaprinocultura, mais de 1300 toneladas de sementes – por meio do programa ‘Mais Sementes – além de 11 carros que serão utilizados para dar apoio aos serviços de assistência técnica e extensão rural e fortalecer a infraestrutura da Agerp/MA, beneficiando os municípios do Baixo Parnaíba. 

De acordo com o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, a Agritec é uma política iniciada em 2015 e que leva conhecimento acerca de programas como Segunda Água e Cisternas, que durante décadas teve recursos garantidos para a implantação no estado mas, por falta de interesse de governantes do passado, nunca chegou a ser implantada de fato no Maranhão. “Nós cumprimos nossa meta de realizar 5 Agritecs em 2016. É uma política que veio para ficar porque leva conhecimento. Sempre digo com muito otimismo, fé e esperança: nós avançaremos”, sublinhou.
Novas edições
Flávio Dino falou dos investimentos milionários que estão sendo implantados para o desenvolvimento da agricultura familiar em todo o Maranhão e garantiu que em 2017 o Governo do Estado realizará mais cinco Agritecs em 2017 nas cidades de Paraibano, Barra do Corda, Santa Luzia, Itapecuru e Cururupu. “Para que esse trabalho continue, porque é um trabalho que está dando resultado”, enfatizou o governador.
O presidente Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Estado do Maranhão (Fetaema), Chico Miguel, destacou que as Agritecs são espaços democráticos onde os agricultores familiares trocam conhecimentos em tecnologia e vedem sua produção. “Hoje o estado está se aparelhando para o futuro, para que a gente possa, em breve, tirar o Maranhão do atraso, fazendo dele um grande celeiro da agricultura familiar para possamos deixar de ser dependente de outros estados no consumo”, realçou.
“Hoje a gente tem a Agritec que não existia, tem distribuição de sementes que nunca teve no nosso estado, tem tecnologia a disposição. E assim a gente vai melhorando a produção para que tenha mais comida e haja emprego, oportunidade de trabalho, que esse é o caminho principal para desenvolver o Maranhão. É a soberania popular em favor dos que mais precisam se traduzindo em políticas públicas para quem mais precisa com esse grande foco de elevação da produção”, completou o governador Flávio Dino.
Veja maias algumas fotos do evento, registradas pelo Blog Alexandre Cunha: