Publicidade

Publicidade

domingo, 31 de julho de 2016

Magno Recebido com Festa e Francejane Vice de Raimunda Maria


Festa de Magno
Recepção ao ex-prefeito Magno Bacelar superou as expectativas e se transformou em demonstração de força e prestígio.  , pré-candidato a prefeito de Chapadinha ao reunir um público estimado em cerca de 500 pessoas. “O movimento que foi organizado por amigos e simpatizantes do grupo de Magno Bacelar, surgiu através do aplicativo Whatsaap "Grupos" e em questão de minutos reuniu esse grande número de pessoas, o que nós leva a crer que no próximo dia 05 de agosto dia da convenção de Dr.Magno, uma grande multidão se fará presente na Mansão do Forró, no bairro campo velho”, disse o blogueiro Wagner Labareda que esteve presente no local.




Francejane Vice

Também na tarde de sábado a Convenção do PSD lançou a candidata a prefeita de Chapadinha, Raimunda Maria e do professor Francejane que será o vice. , que foi uma escolha do grupo. A Convenção durou o dia inteiro e recebeu simpatizantes da zona urbana e rural.

Fotos e Informações Foguinho e Labareeda

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Sábado: Partidários de Magno Promovem Recepção ao Ex-Prefeito


Os amigos do ex-prefeito Magno Bacelar promovem uma recepção ao pré-candidato na tarde deste sábado. De acordo com comunicado veiculado via redes sociais, os partidários de Bacelar irão comemorar a liberação do nome dele e a definição de unidade da oposição de Chapadinha, num grande ato político.  

“Em comemoração aos obstáculos superados e à confirmação da oposição cada dia mais unida em Chapadinha, os amigos de Dr. Magno realizam uma calorosa recepção a ele na tarde do próximo sábado, dia 30. Venha conosco receber e abraçar o nosso futuro prefeito, às 16 horas, na residência do Dr. Magno, ali na Avenida Gustavo Barbosa, 1051”, diz o chamado dos amigos de Magno Bacelar. 

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Imagem do Dia: Veja Como Ficou o Tablet de Belezinha



Belezinha Manda Arrancar Placas Publicitárias em Represália a Família de Empresário, Justiça Determina Recolocar

DTM Arrancando as Placas Publicitárias 

Um dia após sua família barrar na justiça invasão de sua propriedade pela prefeitura de Chapadinha a pretexto de alargar a entrada da cidade, o pequeno empresário Jean Dennis de Oliveira Moreira, da Midia Plac – M.C.O, sofreu represália com a retirada de placas de publicidade suas pelo Departamento Municipal de Trânsito, a mando de Belezinha.

Em 14 de junho de 2016 Jean foi notificado, pelo Diretor do Departamento Municipal de Trânsito, que no prazo de 24 horas, todas as Placas de Publicidade de sua responsabilidade fixadas nos logradouros desta cidade deveriam ser retirada sob alegação de que estariam dificultando a visibilidade e atrapalhando o trânsito.

Sem chance para defesa junto a prefeitura e sem tempo para promover retirada das peças publicitárias Jean acompanhou angustiado a retirada de sua placas por equipes da prefeitura. “Fiquei sem saber o que fazer ao ver o esforço do meu trabalho retirado daquela forma, ver meu “ganha pão” ameaçado naquele momento, foi uma violência muito grande”, disse o publicitário.

Início da Decisão do Juiz Determinando a Recolocação das Placas

Jean Dennis procurou os meios legais e a justiça entendeu a ação de Belezinha como retaliação, barrou a remoção das placas e deu prazo de 48 horas para a recolocação das que tinham sido recolhidas ao depósito do DMT.

De início a justiça reconheceu que a Midia Plac vinha operando desde 2009 e que em 2012 a própria prefeitura atestou a regularização do serviço. “Vários foram os contratos de prestação de serviços juntados à inicial (fls. 46 a 67), onde demonstram que o requerente (Midia Plac), desde o ano de 2009, pelo menos, exerce tal atividade, sem qualquer oposição do Poder Público. Em verdade, a autorização para assim agir deu-se, por parte da municipalidade, desde o dia 05 de janeiro de 2012, conforme amplamente demonstrado pelos documentos de fls. 32 a 43.”, diz o texto da decisão.

Placas Apreendidas no Depósito da Prefeitura

Em outro momento da decisão o Juiz Cristiano Simas manifesta convicção de que a prefeita Belezinha agiu de forma arbitrária e por vingança. “Em que pese às tentativas da municipalidade em dar colorido de legalidade ao seu ato, aqui me referindo ao ofício de fls. 30 a 31, tenho que o mesmo incorre, numa cognição apriorística, em patente desvio de finalidade”, continua. “Tenho que o Poder Público, antes de notificar o requerente para, peremptoriamente, retirar as placas mencionadas na inicial em tempo tão exíguo e sob pena de apreensão, deveria instaurar, no âmbito administrativo, regular processo, onde lhe seria assegurado o exercício do contraditório e ampla defesa quanto a este ato administrativo, máxime a exigência constitucional”, completa o magistrado.

“De mais a mais, além de inusitada, a conduta levada a termo pelo requerido (prefeitura) ocorreu justamente após ter sido concedido, por este Juízo, pleito liminar em outra ação proposta por Jean Dennis de Oliveira Moreira, representante legal da requerente, onde discutia a invasão, por parte do requerido (prefeitura), de um terreno de sua propriedade”, prossegue o juiz pontuando a retaliação.

Sentença: Recolocação ou Multa Diária contra Belezinha 

Ao final a prefeitura foi obrigada a recolocar as placas sob pena de multa diária. “Caso o requerido já tenha procedido à apreensão das placas de publicidade, nos termos do ofício notificatório de fl. 30 a 31, cuja efetividade suspendo por força desta decisão, fixo o prazo de 48 (quarenta e oito) horas para que o demandado restabeleça a colocação das mesmas nos locais antes ocupados”, finalizou o juiz Cristiano Simas, impondo multa diária de R$ 500,00 à pessoa física de Belezinha em caso de não cumprimento da decisão.


Na manhã de hoje (28/07/16) as placas estavam sendo recolocadas por funcionários da prefeitura.  (veja abaixo)







Fechado: Magno, Levi, Paulo Neto e Talvane Confirmam Unidade para as Eleições 2016


Em reunião que acaba de ser encerrada os líderes Magno Bacelar, Levi Pontes e Paulo Neto e Talvane Hortegal resolveram fechar acordo para o lançamento de candidatura única a prefeito de Chapadinha.

Segundo os líderes a chapa oficial (prefeito e vice) será apresentada na quarta-feira e homologada na convenção que acontecerá dia 5 de agosto.

Mais informações em instantes.  

São Benedito: Wallas Rocha Consolida Candidatura em Convenção dia 04 de agosto


Do Blog do Alexandre Cunha

Ao se aproximar as eleições municipais à cidade de São Benedito do Rio Preto MA vem ganhando destaque o novo nome o jovem vereador Wallas Rocha, pré-candidato a prefeito pelo partido solidariedade 77. De acordo com relatos de lideranças políticas que militam naquele município, o jovem que desenvolveu um grande trabalho durante seu sua legislatura ganhou a confiança dos sambeneditenses e no próximo dia 04 de agosto, domingo, acontecerá à convenção que oficializará sua candidatura a prefeito do município.

Wallas Rochas disputará com o número 77, de acordo com ele “A verdadeira mudança acontece com luta, solidariedade ao mais próximo e trabalho, sempre respeitando os limites dos outros e olhando a quem mais precisa dos serviços públicos de qualidade, esse é nosso objetivo”; disse confiante o pré-candidato a prefeito.

Segurança: Resultados e Reconhecimento



Por: ROBSON PAZ - Radialista, jornalista. Subsecretário de Comunicação Social e Assuntos Políticos.

Policiamento ostensivo, blitzens, barreiras militares, operações de inteligência. É notória a presença mais intensa das forças policiais nos bairros e avenidas de São Luís e na maioria dos municípios.

A política adotada pelo governador Flávio Dino para melhorar a segurança pública alia valorização, capacitação e estrutura necessária aos policiais, além de ações integradas com a população, no Pacto pela Paz, e importantes programas estruturantes e sociais.

A contratação e qualificação de 1500 novos policiais civis e militares, ampliando o contingente; o reconhecimento de direitos negados por décadas aos policiais como as promoções estimulam a tropa e melhoram o desempenho do sistema de segurança. Em apenas 18 meses de governo, mais de 4 mil policiais foram promovidos. A maioria soldados, que ascenderam às patentes de cabo e subtenente.

Tais medidas renderam a Flávio Dino o slogan de “governador dos praças” na corporação. Reconhecimento à postura de valorizar as forças policiais, principalmente aqueles que estão na linha de frente no combate ao crime.

Outras ações comemoradas pelos policiais são a remuneração extra por armas apreendidas; aquisição de centenas de viaturas novas, armamento e moderno sistema de comunicação para as polícias.

Investimentos na segurança, que tem resultado na redução dos indicadores de crimes violentos, maior apreensão de armas e de drogas, além de importante combate ao crime organizado com operações de inteligência. Pela primeira vez, nos últimos doze anos, o Maranhão experimenta curva declinante nos principais índices de violência, especialmente no que diz respeito aos homicídios.

Segundo Atlas da Violência 2016, divulgado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e FBSP (Fórum Brasileiro de Segurança Pública), entre 2004 e 2014, a taxa de homicídios cresceu 244,3%. Em 2015, só na região metropolitana de São Luís houve redução em 12% no índice de homicídios. Este ano, a redução é ainda mais significativa. São 23,3% menos homicídios, comparado ao ano anterior. Digna também de reconhecimento é a redução em quase 20% nos CVLI (Crimes Violentos Letais Intencionais), muito acima da meta de 5% redução estabelecida pelo Ministério da Justiça para os estados.

A dedicação demonstrada nos momentos de maior dificuldade em episódios de ataques a ônibus ou no combate aos assaltos a bancos no interior do Maranhão são exemplos da sinergia existente entre as polícias e o comando do sistema de segurança pública.

“Antigamente as promoções demoravam muito mais tempo. Nesse quesito de valorização policial esse Governo não tem nem comparação com o outro, tanto na questão salarial, como na questão e equipamentos de trabalho está muito melhor agora”. O relato do soldado Ramon Pereira da Silva, promovido a cabo da Polícia Militar, depois de nove anos, simboliza a importância dada pelo atual governo a este que é um dos maiores desafios enfrentados pelo país.


A adoção da meritocracia na relação com as forças policiais do Estado apontam o caminho certo ao exigir resultados, mas também reconhecer aqueles que lutam para garantir a segurança de todos nós.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Grupo de Isaías Fará Convenção Sábado Dia 30


Com apoio de 6 partidos e com candidato a prefeito que será decidido e anunciado durante o evento, o grupo do ex-prefeito Isaías Fortes marcou sua convenção eleitoral para o próximo sábado, a partir das 9 horas.    

terça-feira, 26 de julho de 2016

Belezinha Esnobando e Oposição se Enrolando


Enquanto a prefeita Belezinha continua achando que a eleição tá ganha e esnoba geral (de pastor a governador) com relação à vaga de vice e futuros apoios, as oposições se encontram tão enroladas que até no ambiente familiar do líder Isaías há disputa pela indicação de candidato a prefeito.

Como natural nesta época há comentários e especulações pra todo gostos e os políticos sempre escondem articulações ou plantam informações distorcidas. Mesmo assim o blog faz agora um resumo das últimas movimentações que conseguiu apurar de cada pré-candidato.

Belezinha – Anda com pavor de um áudio bomba que existiria contra ela e Aluízio, mas com o vice-prefeito definido e dando todos os sinais de que não vai mais fazer esforço nenhum para atrair novos aliados, a prefeita tem deixado claro que quem quiser aderir a sua campanha o fará sem maiores exigências.

Magno Bacelar – Sua entrada no cenário modificou a dinâmica da eleição, segundo informações teria alterado inclusive pesquisas de opinião, mostrando altamente competitivo e usa isso para atrair aliados deixando a vaga de vice, apoios futuros e participação em eventual governo à disposição das demais forças de oposição. Suas atenções estão voltadas para a lista do TCE que pode confirmar ou não sua aptidão para disputar o pleito, além disso Magno tem o sério problema da falta de pré-candidatos a vereador dentre os partidos já aliados a ele.

Talvane – Viu sua candidatura murchar com a revelação da não filiação e da não prestação de contas. Não conseguiu modificar a situação jurídica e pediu novo prazo aos aliados para tentar resolver os problemas no TRE-MA, não deve haver surpresa o anúncio da desistência a qualquer momento. Se conseguir improvável liberação é nome capaz de levar uma candidatura com força considerável.

Aldy Júnior – Segue com a pré-campanha mantida por familiares e se não compor com outra força deve manter a candidatura para marcar posição, tendo boa votação, pode colher os frutos no futuro.

Candidato de Isaías – o nome de Marcelo Menezes ganhou força nos últimos dias para substituir Raimunda Maria, mas teria resistência na família e Isamara também ainda não pode ser descartada. 

O clima de incerteza sobre quem irá de fato disputar a eleição deve ficar no ar até o dia 5 de agosto.  

Programa Escola Digna se Destaca com Ações de Transformação da Educação do Estado


Uma política educacional baseada nos princípios orientadores de inclusão social, respeito à diversidade, formação integral e integrada, gestão democrática e participativa, ensino comprometido e aprendizagem significativa e espaços escolares dignos e acolhedores. Essas são as metas definidas na Macropolítica de Educação do Maranhão, o Programa ‘Escola Digna’, implantado pelo governo Flávio Dino, desde o primeiro dia de gestão.
Em artigo publicado neste domingo (24), o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, destacou o Escola Digna como o maior programa educacional da história do Maranhão.
“O programa tem por finalidade desenvolver uma série de ações com o objetivo de aprimorar e transformar o processo de ensino/aprendizagem na Educação Básica, elevando os índices educacionais do Estado. Com eixos estruturantes, norteia a gestão para atingir o que destacamos como os principais objetivos do Governo do Estado para a área educacional, que é a transformação de nossas escolas em espaços dotados de estruturas adequadas, que garantam as condições necessárias para o processo de ensino e aprendizagem; e a valorização e qualificação de nossos professores, para que esses profissionais sintam orgulho em integrar a nossa rede de ensino”, enfatizou o secretário.
No artigo, Felipe Camarão destacou como principal ponto do programa a construção de prédios de alvenaria em substituição a escolas de taipa, palha, galpões e afins que, na contramão da dignidade humana, funcionam como escolas, negando a crianças, adolescentes, jovens e adultos, o acesso a uma educação de qualidade, transformadora e formadora, numa perspectiva de educação cidadã.
Escola no interior do Maranhão
O último dia 15 entrou para a história de 40 alunos do ensino fundamental e dos professores da Escola Pedro Álvares Cabral, no povoado Muriçoca, em Fortaleza dos Nogueiras, no Sul do Maranhão, como o marco de uma educação com mais dignidade.
A comunidade recebeu a primeira Escola Digna, que foi construída em parceria com a empresa Agrosserra. Funciona em um prédio com uma infraestrutura adequada, com carteiras, computadores, quadros brancos, cozinha e campinho para atividades de educação física. A meta é construir outras 302 escolas dignas até o fim da gestão.
Ainda no eixo da infraestrutura das escolas, o Governo do Maranhão, por meio do ‘Escola Digna’, está promovendo a construção, reconstrução e reforma de escolas de nível médio por todo o estado. Nesta primeira fase, 63 unidades escolares estão sendo reconstruídas, em cerca de 40 municípios.

Outras 300 escolas já passaram por serviços de manutenções de suas estruturas físicas, na rede elétrica, hidráulica, sanitária, pintura, entre outros ambientes. Com 1,2 mil unidades escolares na rede pública estadual, nestes 18 meses o Governo já conseguiu alcançar aproximadamente 30% das escolas estaduais, com serviços de melhorias em suas estruturas.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Vargem Grande: Edmilson Carneiro Confirma Aliança com Irandir e Segue Consolidando como Vice


Por Blog do Alpanir Mesquita.

Após disputar as duas últimas eleições para prefeito de Vargem Grande, com expressivas votações, o petista Edmilson Carneiro decidiu acompanhar seu partido em aliança com o grupo do ex-prefeito Miguel Fernandes e deve compor chapa como vice da candidata Irandir Fernandes.

Edmilson lembrou que mesmo em campos opostos sempre houve uma relação de respeito mútuo entre ele e Miguel e que concorda com avaliação do PT de que com as candidaturas colocadas, Vargem Grande corre risco de sofrer retrocesso. “Apesar de termos disputado eleições eu e o Dr. Miguel sempre tivemos respeito um pelo outro – como, aliás, procuro ter com todos na política sendo aliado ou adversário – e é isso que nos permite hoje estarmos juntos”, disse.

“Observando o cenário, notamos que a outra candidatura nunca militou pela oposição, não representa mudança e o nome foi imposto sem debate e muitas vezes atropelando as lideranças da oposição. Nossa posição é uma resposta a tudo isso”, completou Edmilson.

“Durante a campanha nós vamos conversar com o povo e alertar para o risco de Vargem Grande andar pra trás e para evitar que o mal maior aconteça é que estamos superando divergências, unificando propostas boas e viáveis e construindo essa aliança”, finalizou o pré-candidato Edmilson Carneiro.


sábado, 23 de julho de 2016

Belezinha Nomeia Novo Juiz, Delegado e Promotor


Manin Leal caminha para ser derrotado por Alberto Rocha em Santa Quitéria


Do Blog do Minard
Em Santa Quitéria do Maranhão, distante 360 km da capital do Estado, as últimas pesquisas apontam uma larga vantagem do candidato Alberto Rocha ao cargo majoritário do executivo municipal.
A supremacia eleitoral de Alberto Rocha se deve principalmente ao alto índice de rejeição de seu opositor, Manin Leal, que ao longo de duas décadas à frente do município de Santa Quitéria, conseguiu transformar a cidade em uma das mais pobres do Brasil, com o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) igual ou inferior ao de muitos países do continente africano.
Atualmente o prefeito da cidade é o incapaz Sebastião Moreira – vítima de um AVC – mas quem administra de fato o município é Manin Leal.
Problemas recorrentes na educação, saúde, infraestrutura, segurança, saneamento básico, atrasos nos pagamentos das remunerações dos servidores chegam há cinco meses, perseguições políticas, entre outros fatores, fazem com que Manin Leal tenha o maior índice de rejeição político-eleitoral de todos os tempos no município.
Em relação ao atraso dos pagamentos do servidores, muitas famílias quiterienses estão passando fome por não ter dinheiro sequer para comprar alimentos para a própria subsistência. Além disso, muitos comércios estão amargando a pior crise dos últimos tempos por conta da falta de dinheiro circulando na cidade.
Enquanto falta dinheiro para os quiterienses, Manin Leal e a família dele ostentam com a compra de imóveis em regiões valorizadas de São Luís, carros de luxo, viagens, joias e outros…
Por conta disso, Manin conseguiu transferir o seu alto índice de rejeição para a sua candidata à prefeitura de Santa Quitéria, a esposa dele Ivanice Leal.
A vitória do candidato Alberto Rocha já está sendo considerada pela maioria das lideranças políticas de Santa Quitéria e pelas últimas pesquisas realizadas no município, que deverá se concretizar no início de outubro.

Depois de eleito, Alberto terá a missão/obrigação de administrar a cidade com transparência, com uma gestão eficiente, maior distribuição de renda e acabar com os desvios de recursos que ocorrem grosseiramente no município há 20 anos.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Ainda Há Juízes em Chapadinha e em Berlim


A chamada deste texto que adaptei do conto “O Moleiro de Sans-Souci” (de François Andrieux) cai como luva para a Chapadinha destes dias. Resumidamente a estória relata o drama de um moleiro que tinha o seu moinho nas cercanias de um palácio cujo rei não queria o plebeu como vizinho. O súdito se opôs à ordem e o soberano da Prússia quis saber o porquê da resistência. Foi quando o moendeiro disse-lhe a frase: “ainda há juízes em Berlim”, acreditando na justiça e em algum homem com honradez e poder de julgar colocando-o em igualdade até com o Rei.

A Chapadinha real de 2016 imita a literatura alemã dos idos de 1700 quando uma prefeita com rompantes de rainha medieval avança sobre imóveis de cidadãos comuns contando com a passividade destes e com o subjugo da justiça.   

Nos castelos de sonhos da gestora municipal – além do delírio de querer nomear delegados, promotores e magistrados – todas as leis deveriam lhe autorizar a fazer o que bem entender, seja com o patrimônio público ou com a propriedade dos outros.

Colocado em seu devido lugar o discurso de Belezinha não foi mais que provocação arrogante contra a justa limitação de seu poder, desagrado prepotente à observância da lei e lamurias visíveis de seu despreparo para a vida pública.


Na arquibancada dos acontecimentos, mas conscientes de seus direitos, os moleiros de Chapadinha não esperam outra coisa do judiciário além de equilíbrio para que não recaia em armadilhas e firmeza para que não incida em omissão.  

Julgo Sim!


Por: Eduardo Braga – Jornalista  

Nessas horas, sempre aparece o pessoal pra dizer que nós não podemos julgar os outros, que cada pessoa é diferente, que a gente tem que respeitar e não sei o que. Eu não consigo! Julgo mesmo e julgo com rigor qualquer pessoa que, não tendo relação direta com o caso, tenha coragem de apontar o dedo e crucificar essa criança.

Uma empregada doméstica de 14 anos, vinda da zona rural, que engravida e não sabe lidar com a situação. Pronto, a internet vai a loucura para apedrejá-la.

Em nenhum dos comentários dos inquisidores virtuais vejo alguma consideração sobre o pai do bebê, sobre a família da moça, sobre a falta de educação sexual, sobre o tabu em torno dos métodos contraceptivos, sobre a falta de informação, sobre o controle estatal sobre os corpos das mulheres, sobre depressão pós-parto, sobre a burocracia para doar e adotar. Não, nada disso.

Pessoas em condições de vida muito mais favoráveis que a dela se sentem a vontade para julgá-la sem conhecê-la e saber das suas circunstâncias.

Houve até quem misteriosamente tenha conseguido entrar na cabeça da moça para escrever que ela agiu com frieza, sem remorso e tranquilamente.

Faltou dizer que fez por diversão, talvez seja um hobby. Francamente!

As pessoas precisam sair um pouco de dentro de si e enxergar o mundo ao redor. Nós somos nós e as nossas circunstâncias. Uma criança de 14 anos jamais deveria estar na situação que essa menina esteve. Engravidar, ficar sozinha, trabalhando, sem condição de ter e criar a criança, sem acesso ao direito de decisão sobre seu ciclo reprodutivo.

Não pode ser pintada como vilã por errar uma menina a quem não se deu a chance de acertar. Nós, sociedade, precisamos proteger, educar e dar oportunidade às crianças e aos adolescentes para que nunca mais uma menina se encontre na situação desesperadora que essa teve que enfrentar sozinha.

Num país onde mais de 20% dos partos no SUS são de mulheres até 19 anos, ainda há quem queira se fechar no julgamento da conduta individual desta ou daquela moça (e nunca dos moços) ao invés de enxergar os problemas estruturais que nos levam a repetidas manchetes como esta.


Palmas de pé apenas para o casal que se dispôs a adotar o bebê. A humanidade desses dois é um exemplo a ser seguido. Aos demais, guardem suas pedras, envergonhem-se por julgar sumariamente, reflitam mais sobre os valores que carregam em si, sobre a falta de empatia e compaixão. E a todos nós, muita reflexão sobre as razões de tragédias como essa se repetirem e nada ser mudado para evitá-las.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Áudio: Belezinha Critica Juiz e Acusa Empresário de Extorsão


Em um dos discursos proferidos durante o evento político de sua pré-candidatura a prefeita Belezinha criticou a atuação do judiciário, lamentou que autoridades como delegado, promotor e juiz não sejam subordinados ao poder dos políticos e acusa o juiz de Chapadinha de obstruir a construção da rodoviária.

Em determinado momento de sua fala Belezinha lamenta a autonomia da polícia, do ministério público e do poder judiciário. “Hoje a política tá muito judicializada. Antigamente um prefeito tirava delegado e botava, tirava juiz e botava, botava promotor e tirava. Hoje prefeito vive se acocando, se acocando mesmo falando numa linguagem bem popular. Quando se recebe um ofício de um promotor, dum juiz ou de delegado a gente já anda se tremendo”, disse a prefeita. “Antigamente a política mandava nestes órgãos, hoje a política está ai judicializada. Qualquer coisinha prende, qualquer coisinha (termo inaudível) como aconteceu isso ontem com a gente, com a entrada da cidade”, completou Belezinha.

Em outro trecho Belezinha afirma ter reagido à intervenção de um oficial de justiça com críticas ao juiz que teria embargado a obra da entrada da cidade em favor dos proprietários de imóveis que entraram com processo contra a prefeitura. “Ele (o juiz) deu quinze dias pra fazer esse muro (de contenção para proteger um imóvel) eu disse para o oficial de justiça, rapaz o juiz não quer que eu faça nem a rodoviária”, reclamou Belezinha que seguiu contestando a atuação do magistrado em outro o processo, o da desapropriação de um terreno do vereador de oposição Eduardo Sá que a gestora também terminou derrotada.

Belezinha intercala suas reclamações contra o judiciário com denúncias ainda mais pesadas contra proprietários de imóveis da área da entrada da cidade, sugere utilização política do problema pelo deputado Levi Pontes e acusa um empresário local de tentar extorquir dinheiro da prefeitura.

O áudio publicado pelo blog é apenas um pequeno trecho do discurso da prefeita Belezinha que durou 33 minutos e 52 segundos e cujo inteiro teor se encontra à disposição da justiça ou de qualquer leitor do blog que tenha interesse em ouvir a íntegra.     


Veja o Vídeo


Belezinha e Aluísio Ameaçam Processar quem Compartilhar Áudio que Ainda nem Vazou


Preventivamente o secretário Aluísio e a mídia do governo passaram a ameaçar quem vier a reproduzir determinado áudio que até agora não se sabe o conteúdo. Certeza mesmo é o pânico que a possibilidade do vazamento tem causando em Belezinha, Aluísio e seus apoiadores.

A ameaça de processo saiu nos principais blogs ligados ao governo. “Após a realização de análises, constatou-se que o material (áudio) apresenta interrupções detectáveis no fluxo de sua gravação, que permite perceber que se trata de edição no material. O grande problema é que internautas estão repercutindo os áudios através de compartilhamentos e responderão por processos criminais que poderá resultar em prisões. Portanto fique em alerta e denuncie! Não participe do golpe baixo da oposição!”, disseram os blogs governistas.

O editor desta página procurou as gravações nas dezenas de grupos de whatsapp que participa e não encontrou nem sinal delas. Nas redes sociais a pergunta do momento é: “o que tem nestes tais áudios que tanto apavora Belezinha?”. No que respondo: tô tentando descobrir!  

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Magno e Belezinha Confirmam Convenções para Dia 5 de Agosto


Os candidatos Magno Bacelar e Ducilene Belezinha resolveram bater de frente até na data escolhida para a realização das convenções partidárias. Magno e Belezinha anunciaram que farão convenção no último dia de prazo que é a sexta-feira, dia 5 de agosto.

Enquanto Belezinha homologará sua candidatura na casa do secretário Aluísio Santos, que é conjugada à residência da prefeita; Magno fará o lançamento oficial de seu nome no Aldeota Clube. Os dois eventos acontecerão na parte da tarde. 

Dentre os demais pré-candidatos, a vice-prefeita Raimunda Maria ainda não divulgou data nem local de sua convenção e o ex-deputado Talvane Hortegal ainda tenta superar o entrave jurídico provocado pela não apresentação de suas contas de campanha de 2014.   

Aluísio Fala de Desistência e Reclama de Paródias em Entrevista na Mirante


A anunciada entrevista de Aluísio Santos que aconteceu agora a tarde Rádio Mirante serviu para mostrar claramente que o grupo governista já viveu dias melhores no projeto de reeleição de Belezinha.

Aluísio falou que foi pego de surpresa quando aclamado vice pelos partidos aliados e que num gesto de grandeza, pensou direito, e cedeu a vaga para Antonio Odilon. O ex-secretário negou que tenha desistido por rejeição a seu nome e não comentou o fato de ter pedido a própria exoneração há dois meses já com a intenção de ser candidato.

Falando na condição de presidente do PR, Aluísio passou recibo de incomodo com uma música de paródia com alegadas críticas a Belezinha que circula em redes sociais, sem entrar em detalhes denunciou uma suposta armação para desgastá-lo com os evangélicos e criticou o uso de assuntos que considerou particulares no debate político.

De resto o principal articulador governista disse que ainda tava aberto o espaço para aliados do governador e defendeu a chamada “nova política” de Belezinha se revezando no microfone com advogado Almir Moreira que foi vice de Isaías, assessor de Magno, porta-voz de Danúbia e agora auxilia Belezinha.

Positivo mesmo foi abertura do espaço da Rádio Mirante aos demais pré-candidatos, grupo e presidentes de partidos que o apresentador Léo Castro franqueou repetidas vezes.   

Belezinha Diz Que Chapadinha Não Tem Papelaria Capaz de Vender pra Prefeitura


Entre as inúmeras denuncias levantadas por este blog, o superfaturamento do Mais Educação é mais um escândalo que só tivemos um pronunciamento da prefeitura quase dois anos depois e com a prefeita Belezinha declarando oficialmente às autoridades de Brasília que seus diretores de escolas tiveram que se dirigir a São Luís para adquirir produtos, porque – segundo a própria gestora – Chapadinha não possui sequer uma empresa do ramo de papelaria capaz de atender a prefeitura local.

Lembrando o Caso
Em maio de 2014 nosso blog teve acesso a cheques em branco, farta documentação sugerindo direcionamento para uma papelaria de São Luís e planilhas de compras com suspeita de superfaturamento de até 900% e desvio de recursos em grande parte dos recursos do Mais Educação da ordem de R$ 2.574.150,00 (dois milhões, quinhentos e setenta e quatro mim e cento e cinqüenta reais).



Entre os materiais adquiridos chamavam atenção, entre outros, o Atlas Geográfico que na lista da papelaria de São Luis teria sido vendido à prefeitura por R$ 90,00, sendo que pela Internet um exemplar da mesma editora sai por R$ 9,90 e na Papelaria Galvão um similar podia ser comprado por R$ 7,90. Foi constado também a compra de um bolo de sementes por R$ 1.000,00. 

Nenhuma Papelaria de Chapadinha vendeu um centavo dois milhões e meio do programa. Clique aqui para ver a matéria completa.

Chapadinha Não Tem Papelaria
A matéria do blog serviu de base para denuncia do vereador Marcelo Menezes / PRP junto ao Ministério da Educação e Procuradoria Federal e teve resposta da prefeita em outubro de 2015 por meio do Ofício 376/2015, endereçado AP Coordenador Geral de Apoio à Manutenção Escolar Djailson Dantas de Medeiros.

Na resposta, mesmo com toda a documentação e fundamento, Belezinha tratou de desqualificar a denuncia como obra de opositores e alegou que a maior parte dos recursos foram gastos com pagamento de monitores e (também apesar de a matéria mostrar cópia de cheques assinados em branco) negou ter dado ordem à todas as diretoras comprarem na mesma loja da Capital.

Cheques de Escolas para Pagamento do Mais Educação

Esse Bolo de Sementes Saiu por R$ 1.000,00

Já com relação ao fato de não ter adquirido produtos em Chapadinha a prefeita foi bem clara ao menosprezar as lojas que atuam no município. “Informamos que foram feitas pesquisas de preços em vários estabelecimentos comerciais, tanto da nossa municipalidade (Chapadinha) como de outras cidades, dentre elas a capital do Estado. Com relação às empresas locais, não obtivemos êxito, uma vez que ou os preços estavam acima do permitido para aquisição dos kits pedagógicos ou não haviam todos os produtos necessários”, disse Belezinha em seu ofício insistindo que apenas a loja de São Luís reunia condições de atender as escolas da Rede Municipal.

Sobre os preços dos produtos Belezinha confirmou o valor das compras realizadas como o blog noticiou e, embora a matéria tenha sido minuciosa em mostrar os valores bem mais baixos praticados em Chapadinha com endereços dos estabelecimentos locais e fotos dos produtos e seus preços, a prefeita chegou ao cúmulo de dizer que esta página não apresentou documentos dos preços mais baixos.

E o Setor de Material de Construção?

Se para Belezinha nenhuma de nossas dezenas de lojas do ramo de papelaria tem condições de atender um programa da prefeitura, já no setor do material de construção temos padrão de primeiro mundo e o destaque é aquele estabelecimento do número 1.336 da Avenida Ataliba Vieira, chamado de Júnior Construções, fornecedor universal e exclusivo das obras do município, que todo mundo sabe a quem pertence.  

Abaixo o Inteiro Teor do Ofício


Flávio Dino tem 60% de aprovação, revela pesquisa do instituto Exata


Do Jornal Pequeno

O governo Flávio Dino é aprovado por 60% da população maranhense. É o que mostra pesquisa realizada pelo instituto Exata, entre os dias 12 a 17 de julho, em todas as regiões do Estado. Foram realizadas 1.400 entrevistas e a margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos com intervalo de confiança de 95%. De acordo com o levantamento, 36% dos maranhenses desaprovam o governo, enquanto 4% não sabem ou não responderam.

Na última pesquisa do mesmo instituto, a aprovação era de 56%. "Flávio Dino consegue manter um percentual elevado apesar do clima geral de pessimismo gerado pela crise econômica do país", aponta o relatório do Instituto.

O desempenho pessoal do governador Flávio Dino, segundo o Exata, é ainda melhor e alcança 61% dos entrevistados. Com um ano e meio de governo, Flávio Dino mantém praticamente a mesma aprovação que o levou ao Palácio dos Leões em outubro de 2014, quando foi eleito com 63,52% dos votos.

Para 67% dos maranhenses, o governo Flávio Dino está sendo melhor ou igual ao que esperavam. O governo está melhor do que esperavam para 24%, enquanto 43% disseram que Flávio Dino tem feito governo dentro da expectativa. Trinta por cento disseram que o governo está sendo pior que o esperado e 2% não souberam ou não responderam.


"Em meio a muita depreciação da atividade política por conta dos escândalos amplamente veiculados, é de se destacar que o nível de aprovação do governo e de confiança no governador Flávio Dino é muito elevado", destacou o relatório.