segurança

segurança

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Governo do Estado Fiscaliza Convênios com Prefeituras


O governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) está realizando supervisão técnica em obras contratadas por meio de convênios firmados entre o governo do Estado e municípios, nos exercícios de 2013 e 2014. Dentre os convênios fiscalizados estão obras como pavimentação, serviço de abastecimento de água, construção de praças entre outros.
Por determinação do governador Flávio Dino e da secretária de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Flávia Alexandrina Moreira, a equipe técnica da Secid, que é composta por arquitetos e engenheiros, realizou um levantamento das informações sobre os 543 convênios celebrados nos respectivos anos.

A Secretaria das Cidades já realizou 306 vistorias em 107 municípios e de acordo com o secretário adjunto de Desenvolvimento Urbano, Alfredo Costa, a fiscalização tem como finalidade constatar o cumprimento de todas as exigências contidas nos contratos e projetos de engenharia apresentados na celebração dos convênios.

terça-feira, 28 de abril de 2015

Deputado Levi Pontes Esclarece Mortes em Hospital de Coroatá e Lamenta Postura da Oposição


O deputado Levi Pontes (Solidariedade) ocupou a tribuna, na manhã desta terça-feira (28), para prestar esclarecimentos acerca da notícia de que teria havido pelo menos quatro mortes na UTI do Hospital Macrorregional de Coroatá. De acordo com notas publicadas na imprensa, as mortes poderiam ter sido ocasionadas pela interrupção no fornecimento de oxigênio, decorrente de uma queda de energia elétrica no hospital.

Levi Pontes informou que já está em suas mãos o relatório preliminar sobre o episódio, que desmente que as mortes denunciadas ocorreram todas em meia hora. “Nós temos um relatório assinado por uma médica, que não ia assumir a responsabilidade de assinar atestados de óbitos mentirosos. Eu não posso admitir que uma colega médica tivesse inventado um horário, um diagnóstico médico, porque assim ela seria penalizada pelo Conselho Regional de Medicina”, afirmou o deputado.

Ele explicou que o relatório preliminar diz que todos os quatro casos eram de alta mortalidade e morbidade e que houve um espaço de mais de dez horas entre a morte de um e a morte de outro. Levi Pontes frisou que teve a preocupação de acessar o site do Ministério da Saúde, no programa chamado SIM Web, que significa Sistema de Informação de Mortalidade.

De acordo com este site, em Coroatá, no primeiro trimestre, o índice de mortalidade neonatal foi de 11 crianças e neste trimestre de apenas três crianças. “Estes dados são dados matemáticos que estão lá no sistema. Como é que pode alguém aqui já chegar dizendo que estão matando crianças em Coroatá, quando a gente tem os índices com 50 e 76% de melhora nos índices de mortalidade neonatal e infantil?”, questionou Levi Pontes.

Ele lamentou que parlamentares da oposição, em diversos casos, estão tentando se valer da distorção da realidade. “Aqui, neste caso, é algo como a busca de um factoide, e isso não é possível dentro desta Casa. Eu lamento profundamente que alguns nobres deputados se utilizem de expedientes duvidosos, renegando tão nobre missão que receberam do seu povo, mas isso a gente não pode aceitar. Eu gostaria de pedir a esta nobre oposição, que é importante para este Parlamento e por não dizer vital para as nossas atividades, que fizesse uma oposição mais crítica, que fizesse denúncias e não afirmações vazias e sem sentido algum”, ressaltou o deputado Levi Pontes.

Lei Falsa: Gratificação de Servidora Que Assumiu Culpa e Intervenção de Sindicato Movimentam Caso

Belezinha e Maria Célia

A descoberta de que a servidora que assumiu a responsabilidade pela Lei Falsa foi “punida” com dispensa do trabalho e aumento de salário e a habilitação do Sindicato dos Servidores Públicos pedindo a condenação da prefeita e da servidora por crime de improbidade e a devolução de recursos trazem o Escândalo da Lei Falsa de volta ou noticiário.

Histórico do Caso
Em maio de 2014 a Câmara Municipal tomou conhecimento de que a prefeita Belezinha tinha usado uma lei não aprovada pelo legislativo para renegociar débitos com o INSS e obter certidão para realizar convênios. Diante das provas apresentadas pelo vereador Nonato Baleco que abriu processo contra Belezinha, a defesa da prefeita reconheceu o uso da lei falsa, mas colocou a culpa em cima da servidora Maria Célia Lima Almeida, que assumiu ter levado uma lei não aprovado para a prefeita assinar. Ainda no curso do processo a prefeitura se comprometeu em punir a servidora.

O juiz determinou a anulação de todos os atos praticados pela prefeitura utilizando a lei comprovadamente falsa e o processo continua para averiguar responsabilidades.

SINDCHAP Entra no Processo
No dia 26 de março o SINDCHAP pede ao juiz sua habilitação e entrada na Ação Popular contra Belezinha como parte interessada, solicita uma série de correções no processo, a inclusão das pessoas físicas de Belezinha e Maria Célia como rés.

Funcionária Punida com Salário de 3 mil e Gratificação de 2,2 mil

Caiu Pra Cima: Funcionária Punida com Aumento de Salário e Dispensa de Trabalho
Após assumir a culpa por Belezinha ter assinado e usado a lei falsa, a funcionária Maria Célia sofreu a severa punição de ser dispensada do expediente normal, enquanto continua a receber todas as gratificações, tendo inclusive aumento de salário, segundo informa o Sindchap.

Pedidos
Além do envio de cópia do processo para a Procuradoria Federal e Receita, o SINDCHAP quer a devolução de recursos, depoimento do ex-presidente do IPC Aldy Saraiva e do atual Dian Carlos e a condenação de Belezinha, Maria Célia e demais envolvidos a com a falsificação da lei. 

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Chapadinha Pede Leitos Emprestados na Região Para Tentar Trazer Faculdade

Secretário Allan e Gestores de Cidades da Região

Como mais uma tentativa de trazer uma faculdade particular de medicina para Chapadinha a prefeitura anuncia assinatura de acordo para utilização de leitos de municípios da Região, para alcançar o mínimo exigido. “Na manhã desta sexta-feira (24) o secretário de Saúde, Allan Monteles, e os secretários municipais que compõem a Regional de Saúde ( Água Doce do Maranhão, Araioses, Brejo, Magalhães de Almeida, Milagres do Maranhão, Santa Quitéria do Maranhão e São Bernardo) assinaram um Termo de Parceria que garante importantes passos para a vinda do curso superior de medicina para Chapadinha e que também beneficiará várias cidades da região” diz a matéria da SECOM.

Ainda de acordo com a prefeitura, “o Termo de Parceria viabiliza os leitos, que serão base do ensino, para a faculdade de medicina, dos hospitais públicos da região, além dos que já disponíveis em Chapadinha, totalizando 338 leitos. A Instituição Superior vencedora da Chamada Pública poderá utilizar dos espaços dos municípios para atividades práticas de alunos do curso de medicina”.

Sem dizer o número de leitos que Chapadinha possui no único Hospital da rede pública, o acordo só explicita as carências do sistema de saúde do maior município da região e sugere que além de pagar caríssimo (algo em torno de 7 mil reais) os alunos da faculdade particular terão que se deslocar para cidades como Araioses (219 km) e Água Doce (193 km) para ter aulas práticas.   

PF! Roseana e Lobão Devem Depor na Quarta


Alvos das investigações da Operação Lava Jato, a ex-governadora Roseana e o senador Edison Lobão, ambos do PMDB, devem prestar depoimentos à Polícia Federal e a membros da Procuradoria Geral da República no próximo dia 29, quarta-feira, em Brasília
De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, a defesa da ex-governadora do Maranhão entrou com um novo pedido de arquivamento do inquérito aberto contra Roseana no Supremo Tribunal Federal. Um outro pedido de arquivamento do inquérito já havia sido apresentado pelos advogados de Roseana em 12 de março, logo após a abertura das investigações.


Roseana Sarney é investigada em inquérito do STF por ter supostamente recebido R$ 2 milhões para sua campanha ao governo do Estado, nas eleições de 2010. O pedido de abertura de inquérito apresentado pela PGR ao Supremo é sustentado com base em depoimento do ex-diretor da Petrobrás dizendo que foi procurado por Lobão para fazer um repasse à campanha de Roseana. (Marrapá)

sábado, 25 de abril de 2015

Governo do Estado Confirma Hospital de Chapadinha e Cogita Ampliação para 100 Leitos


Durante apresentação do resultado da licitação para prestação de serviços nas unidades de saúde, o secretário estadual de saúde Marcos Pacheco confirmou a continuidade da obra do Hospital Regional de Chapadinha e reafirmou possibilidade de ampliação para 100 leitos. Veja vídeo. 

video

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Rádio Cultura: Um Oásis Democrático


Numa cidade onde as emissoras de Rádio e TVS são proibidas de noticiar qualquer fato desfavorável ao governo, vetam programas de sindicatos e negam espaço à oposição, a postura da Rádio Cultura mostra que não se precisa curvar tanto para manter contrato com a prefeitura de Chapadinha.
Além de transmitir as Sessões da Câmara onde os vereadores debatem temas importantes e levam ao conhecimento da opinião pública graves denúncias, a Cultura FM acompanhou o drama do povo da Travessa Coelho Neto, transmitiu ao vivo a reunião que encerrou o protesto e depois entrevistou o deputado Levi Pontes ao vivo e livremente.
A Rádio Cultura que fez tudo isso sem romper contrato com a prefeitura e sem causar chilique na cúpula do governo, mostra a força que a mídia tem, ensina um caminho para não se engessar pelo capricho do prefeito de plantão e colhe credibilidade.

O poder imperial de Belezinha na mídia tradicional que já afastou profissionais, segue humilhando apresentadores e retirando programas do ar, tem na Rádio Cultura FM um oásis democrático num deserto de censuras compradas. 

Lucro da EMAP Cresceu 11.000% no Governo Flávio Dino


No primeiro trimestre do governo Flávio Dino, o lucro da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) cresceu 11 000%, saltando de 100 000 reais no primeiro trimestre de 2014 para 11 milhões de reais este ano.
Dino atribui o crescimento ao corte de gastos e de privilégios que eram pagos pelos cofres da estatal.

Por Lauro Jardim

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Ôba! Vou Ser Doutor da Medicina



Vereador Marcelo Denuncia Ameaça e Reage a Tentativa de Intimidação


O vereador Marcelo Menezes / PRP denunciou na manhã de hoje ameaças e tentativas de intimidação por parte de seguranças particulares, funcionários da secretaria de obras e até uso de policiais civil e militar que estariam a serviço da prefeita Belezinha. Segundo Marcelo a tentativa de intimidação aconteceu quando ele fiscalizava o prédio onde hoje funciona a garagem da prefeitura. 

O vereador Marcelo relata que quando chegou ao prédio, na tarde de ontem, o funcionário Geovane da Silva (o mesmo que foi preso por tentativa de homicídio contra o fotógrafo Juvenal Neres) e um motorista do secretário de Obras Aluízio Santos tentaram impedir sua entrada. “Ia dando confusão feia porque o Geovane e o motorista do Aluízio não queriam deixar entrar (na garagem da prefeitura)”, disse Marcelo, que acabou entrando mesmo assim. “Mandei eles chamarem a polícia e disse que eles não eram homens para me tirar de onde eu estava. Perguntaram se eu tinha tirado foto, eu disse que fotos e vídeos”, completou o vereador.

Marcelo disse que houve tentativa de tomar a câmera de um fotógrafo que o acompanhava, mas que teria se metido no meio para não permitir que os equipamentos fossem recolhidos. “Aquela garagem é um prédio público e como vereador eu tenho todo o direito de entrar livremente”, afirmou o vereador.  

Ainda de acordo com Marcelo Menezes, o policial civil Itamar Macedo, o PM Nunes e o Sargento Nonato (PM aposentado) foram chamados ao local por Geovane via telefone, mas até sua saída nenhum deles havia chegado ao local.


O vereador Marcelo tirou fotos de veículos oficiais sucateados ou abandonados e fez o registro de placas e carros alugados pela gestão municipal para fundamentar a denúncia que pretende fazer nos próximos dias. Veja fotos abaixo.   




Expectativa de Sessão Incendiária na Câmara


Nesta quinta-feira a expectativa é de uma sessão pra lá de quente na Câmara Municipal por conta de três assuntos, dois assuntos relacionados ainda ao protesto da Travessa Coelho Neto, o não comparecimento da mesa diretora e dos vereadores governista e o corte dos microfones durante tentativa de realizar a sessão e o áudio em que supostamente o vereador Manin Lopes / PT acusa vereadores de participação no bloqueio da via pública. Outro tema é uma ameaça e tentativa de intimidação sofrida pelo vereador Marcelo Menezes / PRP durante uma fiscalização que ele realizava (ontem) na Garagem da Prefeitura (o blog traz detalhes em instantes).

A presidente Márcia Gomes / PR (foto) deve ser cobrada inclusive por conta da ausência de funcionários da Câmara naquilo que seria indício de que teria havido boicote à realização da sessão.

Já o vereador Manin Lopes teve ser questionado sobre o a autenticidade do áudio, local, circunstancia da gravação, se ele teria feito uma especulação ou teria se deixado gravar para ajudar a prefeita Belezinha na tentativa de desmoralizar o manifesto da população da Travessa Coelho Neto.  

Marcelo também deve apresentar fotos e citar nominalmente os envolvidos em ameaças graves e tentativas de intimidar sua atuação parlamentar.  

ASA-Maranhão/Brasil Distribui Sementes Crioulas em Parceria com STTR de Chapadinha

Dirigentes do STTR e Juvenal Neres

Uma parceria da Articulação do Semiárido Brasileiro ASA, COOPRAMA, Governo Federal e Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Chapadinha está levando sementes crioulas para agricultores do município.

Juvenal Neres, representante da ASA Brasil no estado do Maranhão, fala sobre a importância das sementes crioulas: "as sementes crioulas chegaram aos dias atuais pela prática da agricultura tradicional, na qual os lavradores conservam, selecionam, melhoram e as trocam entre si. Também chamadas de sementes “da paixão”, “da fartura”, “da resistência” e “da gente” elas permitem uma agricultura mais equilibrada ecologicamente e diminui o poder das grandes empresas do ramo de semente e dos transgênicos”, disse Juvenal.

Maurício Coordenador da Chapada Limpa Levando as Sementes

“As comunidades vêm se organizando para a criação de bancos de sementes crioulas, que podem ser familiares, comunitários ou regionais. Esse trabalho vem sendo desenvolvido pela ASA. A COOPRAMA em parceria com a EMBRAPA e ASA-BRASIL traz algumas destas sementes crioulas até Chapadinha com apoio do STTR e assim iniciamos este trabalho que pode render bons frutos para nossa agricultura familiar”, completou Neres.

Ainda de acordo com Juvenal Neres nesta primeira fase do programa estão sendo distribuídos cerca de 840 quilos (feijão) e além de Chapadinha apenas os municípios de Pastos Bons e Codó foram incluídos na distribuição de sementes. 

Maconaria Lamenta Morte de Padre Neves

O Venerável Mestre da Loja Loja Maçônica Oliveira Roma Jose de R. da Silva – Zé Baleco, emitiu nota de pesar pelo falecimento do Padre Manuel dos Santos Neves, ocorrido no domingo (19) em Portugal.  

Por estar viajando quando do falecimento do Padre Neves, o venerável não pôde se manisfestar antes.

Veja abaixo a integra da nota:

NOTA DE PESAR

A Loja Maçônica Oliveira Roma recebe, com profundo pesar a noticia do falecimento do Padre Manoel dos Santos Neves, ocorrido na manhã de domingo dia 19/04/2015.

Em todas as atividades que exerceu, Padre Neves sempre se mostrou zeloso e dedicado, revelando seu autentico amor pela igreja.

Ao manifestar seu pesar pela morte de padre Neves, a loja Oliveira Roma, presta sua solidariedade fraterna aos seus familiares e aos irmãos e irmãs da Paróquia Nossa Senhora das Dores a qual dirigiu e fez prosperar de forma inigualável por muitos anos. Eleva, ao mesmo tempo sua prece de esperança a Deus em favor deste apóstolo que tanto se dedicou as causas sociais e espirituais, na construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

Descanse em Paz “Padre Neves”.  Sua presença entre nós será sempre lembrada como o marco maior dos últimos cinqüenta anos de nossa historia.    

Jose de R. da Silva – Zé Baleco
Venerável Mestre

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Curso de Medicina: Mensalidade de 7 Mil Reais e Dificuldades de Implantação


Ao noticiar o papel da prefeita Belezinha no esforço pelo curso de medicina em Chapadinha a imprensa governista deixou de mencionar os critérios que em tese tornam improvável a implantação e que a faculdade seria particular, portanto, inacessível para a ampla maioria dos chapadinhenses.

Não Custa Sonhar
Apesar das dificuldades a prefeita fez certo em cumprir as formalidades porque por mais improvável a instalação e excludente o acesso dos estudantes chapadinhenses ao estudo de medicina nestes moldes, um curso de medicina não deixaria de trazer benefícios para a cidade - ainda que muito menos que os divulgados - e, por certo, ela seria cobrada se assim não o fizesse.

Os Critérios
De acordo com o MEC, os municípios interessados em receber as novas vagas de medicina precisam ter número de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) igual ou maior que cinco; número de alunos por equipe de atenção básica menor ou igual a três; leitos de urgência e emergência ou pronto-socorro; aderir ao Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica; ter centros de atenção psicossocial; e pelo menos três programas de residência médica.

Após a adesão dos municípios interessados, serão realizadas visitas técnicas in loco, entre 11 de maio a 26 de junho, para verificar se a estrutura da rede de saúde atende o mínimo necessário para comportar as atividades práticas do curso de medicina. As cidades escolhidas farão parte do edital de seleção de instituições. Os municípios que não obtiverem conceito satisfatório na verificação presencial serão excluídos do processo ou ficarão em lista de espera até a solução das pendências. O resultado final, após as visitas e avaliações, será divulgado em 31 de julho.

Para tratar com seriedade o tema a prefeitura deveria esclarecer o nível de exigência e o prazo impossível para qualquer correção para não vender ilusão de que a vinda do curso já esteja garantida.

Curso de Medicina Privado: Entre 4 e 7 Mil Reais a Mensalidade
Contra os comentários de que agora os jovens de Chapadinha terão a oportunidade de cursar medicina em seu próprio município, vem a declaração do ministro da saúde Arthur Chioro: “O Ministério da Educação informou nesta quinta-feira (2) que 22 cidades de oito estados das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste foram pré-selecionadas para receber novos cursos de medicina em instituições particulares por meio do programa Mais Médicos”, diz matéria do Portal G1.

Mensalidade do UNICEUMA Quase 7 Mil Reais 

Só para se ter ideia a mensalidade do curso de medicina do UNICEUMA, em São Luís, custa de RS 6.990,10 e na prática não há FIES, PROUNI ou Bolsa de Estudos. Com este valor, pouquíssimas famílias em Chapadinha poderiam manter seus filhos estudando durante os seis anos de duração do curso.

Educação Pública e de Qualidade
Sem excluir a eventual vinda de faculdade particular, os governos (do município e do estado) deveriam era concentrar seus esforços no modelo de educação pública, trazendo os cursos pela UFMA ou UEMA, lutar pela conclusão do Hospital Regional e que ele seja de 100 leitos e, ainda, estabelecer metas conjuntas pela melhoria dos SUS, não só para atrair curso, mas para garantir atendimento de qualidade para os usuários que continuam sofrendo na rede pública como um todo. 

Levi Pontes Prestigia Posse da Nova Gerente da CAEMA de Chapadinha

Na foto, Rosânjala recebendo o ato de nomeação.   
Por: Alexandre Cunha

A solenidade de posse da nova gerente da CAEMA/Chapadinha aconteceu na tarde da última segunda feira (20), no auditório da companhia, com a presença do Deputado Estadual Levi Pontes (solidariedade) Nelson Cavalcanti – Diretor de Operação e Manutenção - CAEMA, de funcionários da companhia, vereador Nonato Baleco, os gestores regionais do Baixo Parnaíba: Dr. Alex Marinho (saúde), Eney Pontes (Diretora da 6ª), Marcelo Porto (Indústria e Comércio) e Irmão Gomes (superintendente de articulação Política do Baixo Parnaíba).

No início da solenidade ao usar a palavra  Dr. Nelson Cavalcanti falou da proposta da CAEMA na busca de melhoria na prestação dos serviços.

Nelson Cavalcanti
Dr. Nelson Cavalcanti“É um desafio que todos nós temos a prestação de nossos serviços que segue de uma forma muito intensa, uma missão que não é fácil sabemos disso, tendo em vista a situação que CAEMA se encontra ela vem passando por um processo continuo de desestruturação e sucateamento de todo seu quadro, mas estamos reiniciando na reestruturação”; disse.

Nelson Cavalcanti destacou ainda o ato de transmissão de cargo como sendo um marco diferencial, a proposta do novo Governo Flávio Dino, uma nova forma de gestão e essa forma têm forte compromisso com a população que é melhorar a qualidade de vida dos maranhenses.

Durante sua fala o Deputado Levi Pontes começou destacando o novo momento em que o Maranhão vivencia na política lembrou também uma das principais propostas do Governo Flávio Dino, que é, água para todos.

Levi Pontes “Como Deputado representante dessa região, eu só tenho agradecer a presidência da CAEMA o Governo por terem escolhido uma pessoa de Chapadinha que já conhece os problemas dessa nossa região, uma funcionária de Carreira que tem conhecimento de causa, é de pessoas qualificadas que o governo precisa, é preciso fazer em quatro anos aquilo que não foi feito em 40, estamos fazendo um Governo democrático, republicano, um governo voltado para a comunidade”.

Rosânjala Portela Chagas é natural de Chapadinha, funcionária de carreira da CAEMA, a nova diretora é Graduada em: Administração de Empresas eFilosofia com Especialização em Psicopedagogia. 
Rosânjala Portela Chagas 
EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS: CAEMA
Chefe da Agência Metropolitana Vinhais  –  São Luis - 1999
Chefe da Agência Metropolitana Cidade Operária – São Luis -  2000
Chefe da loja de atendimento da Cohab – São Luis -  2001 a  2003
Chefe da Divisão Comercial Cohab  – São Luis - 2003 a  2005
Chefe da Divisão Administrativa e Financeira – Chapadinha -2005 a 2008

Mais fotos do evento: 




13 Horas: Belezinha Desconta Salário de Professores Que Cumprem Lei

Belezinha e Maria Coelho


O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Chapadinha está denunciando o desconto no salário dos professores que estão exercendo o direito de permanecer 13 horas em sala de aula, deixando o restante da carga horária para atividades fora da sala de aula, como prevê a Lei Federal 11.738/08, cuja legalidade foi confirmada pelo Supremo Tribunal Federal.

Indignada com os descontos a presidente do SINDCHAP, Jane Andrade, divulgou um vídeo em redes sociais criticando o fato de Chapadinha ser o único município a não cumprir a lei das 13 horas e lamentando a postura da secretária municipal de educação que é ex-sindicalista.

“O município de Chapadinha é o único no estado do Maranhão a não respeitar a lei das 13 horas e quer obrigar os profissionais a trabalharem muito mais tempo em sala de aula e isso, além de não trazer benefício para o município, isso prejudica o servidor que já trabalha em péssimas condições”, declarou Jane Andrade.

“E o que me deixa mais triste e revoltada é que essa punição parte de uma sindicalista, de uma pessoa que dedicou a vida a defender esses profissionais, hoje persegue, desconta salário e assiste calada enquanto os professores são condenados porque estão apenas buscando seus direitos. A professora Maria Coelho (Secretária de Educação), ela viu o salário do saudoso professor Axixá ser descontado por um ano e o que foi que ela fez pra defender esse amigo de luta? Agora desconta de professores e professoras colegas de sala de aula. A professora Maria Coelho dizia em discurso: 'sou do chão da sala de aula'. Não é mais, hoje ela é do chão da prefeitura. Tenho muito a lamentar, tenho muito a repudiar”, desabafou Jane.


O desconto variou entre 200 e 250 reais de cada professor. O SINDCHAP tem uma ação na justiça local para garantir em Chapadinha a Lei das 13 que já realidade em todo o território nacional.  

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Imprensa da Capital Destaca Atuação de Levi Pontes na Assembleia



Os blogs Maranhão de Verdade, Monica Alves, Clodoaldo Correa, Domingos Costa e Renato Júnior destacaram a atuação de Levi Pontes na Assembléia. Leia abaixo trechos das matérias.
“Para quem ainda se questiona “quem é o deputado Levi Pontes”, ou é por que não quer saber (de propósito) ou ainda não sabe que o deputado, que também é médico, é aquele deputado eleito nas eleições de 2014 e que vem se destacando e conquistando espaço no legislativo estadual e no meio da população maranhense, com discursos fortes e combatentes, dos quais, pelo visto, tem incomodado quem diz não o “conhecer”.

No ultimo dia 16 o deputado Levi Pontes usou a tribuna da assembleia legislativa para fazer uma defesa lucida a cerca dos atos do governo do estado maldosamente atacados pelos seus colegas parlamentares que compõem o grupo de oposição, mas precisamente os deputados Edilazio Jr e a deputada Andrea Murad. Esses deputados acusaram o governo de fazer contratos irregulares no Detran, os mesmos intentaram uma ação na justiça para impedir o bom andamento do serviço publico.


O deputado Levi Pontes ao usar tribuna foi categórico e didático ao explicar a forma de gestão do governo Flavio Dino, a lisura dos contratos do Detran e ainda deu uma aula de direito aos colegas, mesmo sendo um profissional conceituado da área médica.
“Eu estive lendo os fundamentos da decisão do juiz que fala, senhor presidente, de um valor excessivo na substituição dos sócios e alteração recente do contrato social. Apesar de não ser advogado e nem jurista, eu gostaria que o deputado Edilázio entendesse que essa decisão do eminente juiz é uma decisão liminar e que por sua própria natureza a decisão liminar ela é precária e ela pode ser revista a qualquer momento pelo próprio juiz e aí sim só depois de transitado e julgado, ela será uma decisão em caráter sentencial.” – disse o deputado Levir Pontes se dirigindo ao deputado Edilázio Jr.
No dia 17 o tribunal de justiça do Maranhão publicou decisão que julgou correta a contratação emergencial feita pelo Detran, derrubando assim as alegações da “turma do contra” na Assembleia Legislativa, uma vez que o contrato gera economia ao erário público e foi recomendado pela Procuradoria Regional do Trabalho (16ª Região), que autorizou a contratação emergencial de outra empresa, em caráter excepcional, relativo ao fornecimento de pessoal suficiente para o bom funcionamento do Detran.”


domingo, 19 de abril de 2015

Luto! Padre Neves Morre em Portugal


O missionário Severino Morais Filho, acaba de noticiar o falecimento do Padre Manuel Neves às 11 horas da manhã deste domingo (horário de Portugal). Veja abaixo o comunicado. Voltamos logo com mais informações.

P. Manuel dos Santos Neves nasceu na Vila de Cucujães no dia 01 de Agosto de 1941. Entrou no nosso Seminário de Tomar em 01 de Outubro de 1952. Fez o seu Probandato em Cucujães, findo o qual fez o seu Juramento (30 de Julho de 1961).

Fez o seu Juramento Perpétuo em Cucujães, no dia 15 de Agosto de 1964. Em 10 de Junho era ordenado Presbítero pelo então Núncio Apostólico em Lisboa, no Santuário de Fátima, juntamente com outros nove Diáconos da Sociedade Missionária.
Depois de ter sido Vice-Prefeito, Prefeito e Professor nos nossos Seminários de Cucujães e Tomar, partiu para Moçambique (Diocese de Pemba) em Dezembro de 1967.

Em Julho de 1974, participou, como Delegado da Região de Pemba, na nossa 3ª Assembleia Geral. E ficou em Portugal, sendo nomeado Prefeito e Ecónomo no Seminário Valadares, Director do Ano de Formação (1975 1976) e Professor.

Em 14 de Outubro de 1978 partiu para o Brasil, indo trabalhara para a Paróquia da Chapadinha, Diocese do Brejo (Maranhão).
Tomou parte também na 5ª Assembleia Geral (1986), como Delegado do Brasil. Igualmente na 6ª Assembleia Geral, onde foi eleito 3º Assistente Geral, ficando em Portugal como responsável pela Animação Missionária e Promoção Vocacional.

Em 16 de Julho de 1995 regressou a Chapadinha.

Em 1998 participou, como Delegado do Brasil, na 8ª Assembleia Geral, regressando à Chapadinha. Em Janeiro de 2001 foi operado às coronárias (2 by pass) em São Luís (Maranhão).

Os últimos tempos já os conhecemos: a sua “via Crucis” no Hospital de Santa Maria da Feira. Depois de muitas semanas internado, regressou ao Lar de Cucujães.
No passado dia 16 de Abril voltou novamente ao hospital, com pneumonia. Esta manhã Deus-Pai “precisou” dele na Sua Casa.

Paz à sua alma.

Termino com a notícia dada pelo P. Jerónimo:
Cumpro o dever de comunicar que, pelas 11 horas, faleceu no Hospital de S. Sebastião, Santa Maria da Feira, o sr. P. Manuel dos Santos Neves. Fora internado por causa de uma pneumonia. Ontem à tarde estive com ele. Falava baixinho e estava sempre inquieto por não encontrar posição confortável.

sábado, 18 de abril de 2015

Aluízio ou Belezinha, Quem é Mesmo o Prefeito de Chapadinha?


Enquanto a prefeita Belezinha agradeceu a intervenção do governador Flávio Dino e do deputado Levi Pontes pelo encerramento do protesto da Travessa Coelho, o secretário de obras parte para o ataque contra Levi e Flávio Dino.

Demonstrando profundo desconforto pelo fato de Levi ter colocado fim ao impasse, o secretário de Belezinha – que no dia anterior cobrava da Polícia Militar uma medida de força para acabar com o bloqueio da via – criticou  o deputado e deixou implícito que a prefeitura pode colocar dificuldades para que a obra seja feita pelo governo estadual.

Em sua fala Levi sinalizou que pretende manter diálogo institucional e de cooperação com a prefeita Belezinha em benefício da população. “Poderia ter chegado aqui e simplesmente anunciado a realização da obra pelo governo do estado, mas não poderia ser deselegante e passar por cima da prefeita Belezinha, com quem pretendo manter um bom relacionamento a bem da cidade, deixando as disputas eleitorais para o seu momento devido”, disse Levi Pontes.

Mas Aluízio não percebeu o nível nem a importância de um trabalho em conjunto ou da relação republicana entre a prefeita e deputado e da majestade do seu cargo de secretário de obras se rebela e veta qualquer entendimento.

Resta saber o que a cidade tem a ganhar com essa briga e quem seria mesmo o prefeito de Chapadinha se a Belezinha eleita ou o Aluízio que aparenta mandar mais que ela.  

Deputado Levi Pontes Garante Asfalto e Moradores Encerram Protesto da Coelho Neto

Deputado Levi Falando à População da Travessa Coelho Neto

Uma reunião, na manhã de hoje, em que o deputado Levi Pontes (Solidariedade) levou o compromisso de que o Governo do Estado, por meio de emenda de sua autoria, realizará a obra de asfaltamento da Travessa Coelho Neto, pôs fim ao protesto de já durava nove dias.

Os moradores questionaram prazos, reafirmaram que vão cobrar a realização da obra, decidiram encerrar o movimento e começaram de imediato a tapar a vala aberta durante o protesto.


Matéria completa em instantes no Blog.  



Moradores Tapando a Vala Aberta no Protesto