segurança

segurança

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Maura Jorge e Outros: Prefeitos Não São Donos dos Municípios

Barraco de Maura Jorge com Raimundo Louro

Em outro barraco protagonizado por Maura Jorge, no momento da assinatura de ordem de serviço para obras de pavimentação da MA-245, a prefeita se dirigiu ao então deputado Raimundo Louro da seguinte forma: “aqui você não discursa, aqui você não discursa, quem manda aqui sou eu”, disse a prefeita Maura Jorge, em evento realizado, fevereiro de 2014, quando ela queria que apenas seu genro, deputado Neto Evangelista, fizesse uso da palavra.

Em diversas passagens de sua vida pública a Maura Jorge que virou musa das viúvas de Sarney na mídia e nas prefeituras municipais nunca passou de uma liderança autoritária que em seu município apenas reproduziu o que aprendeu com os oligarcas abrigados no Palácio dos Leões.

O constrangimento vivido em Lago da Pedra segue o roteiro comum em várias cidades do interior do Maranhão: prefeitos convocam claque formada por secretários, funcionários comissionados ou contratados e outros dependentes do poder municipal para desempenhar qualquer função ordenada. Foi disso que Flávio Dino foi vítima em boa hora.

A reação da prefeita tem tudo a ver com a fiscalização e transparência nos convênios entre Estado e Prefeitura e com a dificuldade de os prefeitos tirarem dividendos eleitoreiros de outras de outras esperas administrativas.

Poucos dias antes de completar um ano de governo, Flávio Dino não foi autoritário ou vingativo, é alvo de chantagem de prefeitos que ajudaram – na base da corrupção e incompetência – a formar os indicadores sociais que tão negativamente ostentamos.

Agora que viu (de perto) a cara feia do clientelismo e o desespero da corrupção quase generalizada nas gestões municipais, só resta a Flávio Dino resistir aos chiliques, manter a seriedade no tocante aos convênios e ajudar o Maranhão a se livrar da péssima safra de prefeitos que temos hoje.  

PT Oficializa Apoio ao Governo Flávio Dino


Em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (30), a cúpula estadual do PT oficializou o apoio ao governo Flávio Dino. O partido endossou a condição do apoio visando as eleições de 2016 e 2018 e sem vínculo com cargos no governo neste momento.

A posição de Flávio em favor da presidente Dilma foi o principal fator para a adesão dos petistas. Apesar de afirmarem que cargos não estão em discussão, não descartaram a possibilidade de discutir caso o governo faça uma minirreforma administrativa no início de 2016.

O deputado Zé Inácio destacou o fato de ser a primeira vez em mais de 20 anos que o partido está unido em torno de uma única visão política. Ele concordou que agora não é o momento de discutir cargos e afirmou que o partido já é bem representado pelos militantes que estavam na campanha de Flávio. Petistas do gabarito de Francisco Gonçalves, secretário de Direitos Humanos e Participação Popular.

sábado, 28 de novembro de 2015

Detran-MA: Relatório Aponta Redução Número de Acidentes Este Ano


De janeiro a setembro deste ano, caiu em 22% o volume de indenizações pagas por mortes no trânsito no Maranhão, em relação ao mesmo período do ano passado. Foi a segunda maior redução ocorrida entre os nove estados do Nordeste, ficando abaixo apenas da taxa registrada em Sergipe, que apresentou uma queda de 32,09%. A redução de indenizações por mortes no trânsito no Maranhão superou, inclusive, a queda de 17,48% verificada na região Nordeste.
Os números foram apresentados esta semana pela Seguradora Líder, empresa responsável pela gestão do DPVAT, seguro obrigatório pago a vítimas de acidentes de trânsito ocorridos em todo o país.
De acordo com o mesmo levantamento, no Brasil, o total de indenizações por mortes no trânsito, pagas de janeiro a setembro deste ano, caiu 17% em relação ao ano passado. O Maranhão, comparativamente, registrou assim uma redução bem maior que a média nacional.
“Esse balanço do seguro DPVAT relativo a este ano, ainda que seja parcial, é o reflexo na prática da política de segurança pública implantada a partir de janeiro pelo governo Flávio Dino, especialmente a política voltada para a prevenção de acidentes de trânsito”, aponta o Diretor Geral do Detran-MA, Antonio Nunes. Para Antonio Nunes, o fortalecimento das campanhas educativas de trânsito e das operações de fiscalização da Lei Seca, tanto na capital quanto nas cidades do interior maranhense, é um dos principais fatores responsáveis pelo recuo das indenizações pagas a vítimas de acidentes no Maranhão.
Segundo dados da Coordenação de Educação para o Trânsito do Detran-MA, de janeiro a novembro deste ano, o órgão desencadeou 111 operações (39 em São Luís e 72 no interior) de fiscalização da Lei Seca, em parceria com a Companhia de Polícia Rodoviária Independente (CPRV Ind.) e Secretarias municipais de trânsito. Em 2014, ao longo de todo ano, apenas oito operações semelhantes foram realizadas pelo governo passado.
Nas operações Lei Seca realizadas este ano, mais de 10 mil veículos, entre carros e motos, foram abordados. Paralelamente, as ações de fiscalização abordaram também mais de 11 mil pessoas. Ao todo, as blitzen da Lei Seca passaram este ano por 37 cidades maranhenses. À exceção de São Luís e São José de Ribamar, todos os outros 35 municípios nunca haviam recebido operação de fiscalização com a estrutura atual.
Fiscalização e Educação
É importante ressaltar que as blitzen da Lei Seca no Maranhão não se restringem às fiscalizações. Em paralelo ao trabalho feito por policiais militares e agentes municipais de trânsito, equipes de educação do Detran-MA, durante as operações, abordam os motoristas, entregando a eles e aos passageiros, folhetos educativos com os mais diversos temas relacionados à prevenção de acidentes de trânsito.
O Detran-MA tem buscado também a adesão de entidades públicas e privadas ao trabalho preventivo de acidentes de trânsito, a fim de potencializar a conscientização de condutores sobre os riscos da combinação álcool e direção. Ministério Público, Polícias Militar e Rodoviária, Secretaria de Estado da Saúde, Maçonaria, Prefeituras municipais são algumas das instituições parceiras na realização das blitzen de fiscalização e educação para o trânsito, coordenadas pelo governo do Estado.        
“É essa combinação entre fiscalização efetiva e educação para o trânsito a grande responsável pela redução significativa de acidentes, destacada nesse balanço de indenizações pagas este ano pelo DPVAT”, avalia o diretor do Detran-MA, Antonio Nunes. “Esses números sinalizam que estamos na direção certa”, finaliza.  
Assessoria de Comunicação do Detran-MA
Texto: Walland Silva        


quinta-feira, 26 de novembro de 2015

A Passagem do Tempo e a Escolha das Fotos


Ele Usou a Foto de Cima... Mas Poderia Ter Colocado a de Baixo!  


Escândalo: Prefeitura Gasta 234 Mil Tirando Goteira e 314 Mil Pintando Logomarca em Escolas de Chapadinha

Telhado da Escola Sebastião Rodrigues Lobo

O período chuvoso se aproxima, você precisa ajeitar o telhado, tirar goteira. Chama um profissional para fazer o serviço e ele cobra a bagatela de R$ 6.060,35; R$ 12.756,54; 17.366,38; 21.260,90 ou R$ 25.771,39. Gostou dos preços? 

Isso mesmo de 6 a 25 mil reais pra tirar goteira sem colocar uma telha nova. Do menor ao maior preço, não há como não achar os valores absurdos, mas foram estes os montantes gastos pela prefeitura para tirar goteira de algumas escolas da Rede Municipal de Chapadinha, num total de R$ 234.613,59 em 19 prédios, alguns com duas ou três salas.

A constatação é dos vereadores Manin Lopes / PT, Eduardo Sá / PRTB e Nonato Baleco / PDT que, de posse das planilhas de pagamento, visitaram algumas escolas na manhã de hoje, preparando um relatório que deve ser apresentado na sessão que acontece logo mais a tarde.

Em todas as escolas supostamente reformadas, no item 5.1 – Cobertura, se verifica a seguinte descrição de serviço: REVISÃO DE COBERTURA SEM SUBSTITUIÇÃO DE PEÇAS, que no popular nada mais é do que tirar goteira sem colocar uma telha nova que seja. Veja abaixo a relação das escolas e os gastos com goteiras e pintura.


Paredes Internas sem Pintura

As planilhas – de acordo com levantamento dos parlamentares – indicariam também pagamento no valor de R$ 314.788,38 com pinturas enquanto a maioria das escolas visitadas estariam com paredes sujas e sem sinal de terem sido efetivamente pintadas.

Vereadores Sá. Baleco e Manin: Fiscalizando Escolas 
Segundo adiantou o vereador Eduardo Sá, os gastos com a retirada das goteiras são escandalosos e o aspecto geral das escolas é péssimo. “A Pintura que houve foi na parte externa de algumas escolas, apenas para colocar a marca da gestão, incluindo as cores do partido da prefeita e dentro das escolas não existe sinal de que tenham recebido sequer uma mão de cal”, declarou o vereador.

O relatório com as indicações medidas devem ser apresentadas na sessão de hoje que começa às 16 horas.  

 

Caso Delcídio: Roberto Rocha Vota com Corajoso e Sensatez


O senador maranhense Roberto Rocha (PSB) deu uma prova inconteste, ontem, 25, que um homem público pode exercer seu mandato popular com firmeza e convicção sobre aquilo que acredita, sem cair na sedução da conveniência de “jogar para a torcida”.
Durante a sessão histórica do Senado Federal que apreciou a matéria sobre relaxamento ou não da prisão do senador Delcídio do Amaral (PT/MS), Roberto Rocha não somente votou pela votação aberta da matéria, como também votou contra a permanência da prisão do senador petista decreta pela Supremo Tribunal Federal(STF).
O que fará o STF após as 24 horas do ‘flagrante’? Relaxa a prisão mediante Habeas Corpus ou converte em prisão preventiva? Ocorre, Robert, que o Senado tirou o pino da granada e devolveu para o STF. Não se surpreenda se o próprio STF, que prendeu o senador Delcídio, relaxar sua prisão via Habeas Corpus”, disse.
Confira o voto pedagógico, corajoso e sensato do senador Roberto Rocha não a favor do colega Delcídio Amaral, mas a favor da Constituição:
Do Blog do Roberto Lobato (que assino em abaixo) 


Relatório da PF Revela Tentáculos da ‘Orcrim’ de Ricardo Murad na Imprensa do MA


O relatório da Polícia Federal que fundamenta a Operação Sermão aos Peixes mostra que a organização criminosa comandada pelo ex-secretário Ricardo Murad (PMDB) também tinha ramificações na imprensa maranhense.
No documento, os investigadores detalham como a quadrilha acusada de saquear R$ 1,2 bilhão da Secretaria de Saúde do Maranhão tentava manipular a opinião pública por meio de blogs, jornais e discursos na Assembleia Legislativa do Maranhão, com o objetivo de desestabilizar o governo Flávio Dino e atrapalhar a moralização na saúde pública do estado promovida pela gestão do PCdoB.
O relatório descreve Ricardo Murad como “grande mentor de uma organização criminosa que tem por finalidade não só desviar verbas públicas, mas estabelecer uma estrutura de poder e de domínio político”. A partir daí os agentes federais listam nominalmente os tentáculos da “Orcrim” na imprensa.
“Ricardo se mostra como um articulador que tem trânsito em todos os poderes e instâncias administrativas; pauta os discursos de sua filha Andrea Murad na Assembleia; tenta manipular a opinião pública e desestabilizar o atual governo por meio dos blogs de Gilberto Leda, Marco d’Eça, Luís Cardoso, Zeca Soares, Luís Pablo e do Jornal O Estado do Maranhão”, diz o relatório.
Relatório da Polícia Federal descreve como a quadrilha comandada por Murad atuava na imprensa.
Relatório da Polícia Federal descreve como a quadrilha comandada por Murad atuava na imprensa.
Os delegados usam como caso concreto a licitação para a escolha das instituições incumbidas de administrar os hospitais da rede pública estadual, realizada pelo Governo do Maranhão no início deste ano. O resultado foi contestado pela deputada Andrea Murad, com ampla repercussão nos veículos de comunicação da oligarquia, mas a Justiça acabou por reconhecer a legalidade das contratações.
“Ricardo mobilizou uma estrutura com o fim de impugnar a licitação da Secretaria de Saúde. Utilizou-se de uma ação popular movida pela Assembleia, encabeçada por sua filha Andrea Murad; usou sua influência para tentar impugnar a licitação também pelo Tribunal de Contas do Estado e, por meio de um mandado de segurança movido por uma das concorrentes da licitação, a IDAC – Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania, no qual o proprietário Antônio Augusto Silva Aragão tem estreitas relações com o investigado. Tentou manipular a opinião pública por meio de informações publicadas na imprensa e nos principais blogs”, descreve o texto enviado à Justiça Federal.
O relatório não deixa claro a que custo jornalistas, blogueiros e o jornal da família Sarney cumpriam as ordens do cunhado da ex-governadora Roseana, no entanto, dá a entender que estes eram peças fundamentais para o funcionamento da organização criminosa desbaratada na semana passada.
Do Blog Marrapá

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Promotoria Pede Sequestro Bens da Ex-Prefeita Danúbia


O Ministério Público do Maranhão (MPMA) requereu, liminarmente, em 10 de novembro, o sequestro de bens da ex-prefeita de Chapadinha, Danubia Loyane de Almeida Carneiro, da secretária de Saúde e Saneamento, Maria José Pereira Coutinho, e de outros três réus, até o limite de R$ 1.982.267,43.

O valor refere-se ao prejuízo causado pela não execução de obras de sistemas de água e abastecimento, no ano de 2012, em nove povoados do município.

Também constam como réus a ex-tesoureira da secretaria, Terezinha de Jesus Cunha Almeida; o empresário Maurício Reis Louseiro Silva e sua empresa, M & B Construções e Serviços LTDA.

De autoria do titular da 1ª Promotoria de Justiça de Chapadinha, Douglas Assunção Nojosa, a ACP é baseada nas apurações no Inquérito Civil nº 05/2013, instaurado em junho de 2013, após representação da atual prefeita, Maria Dulcilene Pontes Cordeiro (mais conhecida como Belezinha).

SEM OBRAS
Entre julho e dezembro de 2012, o Fundo Estadual de Saúde transferiu R$ 1.999.999,91 ao Fundo Municipal de Saúde de Chapadinha (FMS), para viabilizar a construção e implantação de sistemas de abastecimento de água.
Divididas em três lotes, as obras beneficiariam os povoados Prata dos Cardoso; Vila Isamara; Pé de Ladeira; Formiga; Saquinho/São José; Juçaral; Mangabeira; Terras Duras e Retiro dos Oliveiras.


Após a transferência dos recursos, foi realizada a Concorrência Pública nº 001/2012-PMCH, vencida pela empresa M & B Construções e Serviços Ltda, de Maurício Reis Louseiro Silva.

Os contratos firmados, em agosto de 2012, entre o Município de Chapadinha e a empresa, previam prazo de conclusão de 180 dias. Portanto, as obras seriam encerradas após o fim do mandato da ex-prefeita e da gestão da secretária de Saúde.

DESVIO
Mesmo assim, Danubia Carneiro e Maria José Coutinho autorizaram e efetuaram o pagamento das obras à empresa. Entre setembro e dezembro de 2012, foram, efetivamente, transferidos R$ 1.285.886.887,89 à M & B Construções e Serviços Ltda.

"As obras dos nove sistemas jamais chegaram a ser executadas. Nenhum dos projetos de implantação foi concluído e a maioria sequer chegou a ser iniciado", destaca o promotor, na ação.

Essa foi a mesma constatação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instalada pela Câmara de Vereadores de Chapadinha em abril de 2013.

"Os valores foram desviados em favor de terceiros ou, provavelmente, em prol das próprias gestoras, haja vista que não houve quaisquer dispêndios ou despesas pela empresa M & B Construções e Serviços Ltda, que justificasse o recebimento de tais verbas públicas", afirma Nojosa.

PEDIDOS
Na ação, o MPMA requer que seja a reconhecida a ilegalidade dos pagamentos à empresa M & B Construções e Serviços Ltda.

Além do pedido liminar, também solicita a condenação dos réus ao ressarcimento integral dos danos causados ao Município.

Os pedidos solicitados incluem, ainda, a suspensão dos direitos políticos dos réus, pelo período de três a cinco anos, e o pagamento de multa de até cem vezes o valor da remuneração recebida pela ex-prefeita, ex-secretária e ex-tesoureira à época dos fatos.

No que se refere a Maurício Reis Louseiro Silva e sua empresa a sanção requerida é a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais pelo prazo de três anos.

Para garantir a reparação dos danos e o pagamento da multa, o MPMA solicita, também, a indisponibilidade de novos bens incorporados ao patrimônio dos réus.

DANÚBIA SE DEFENDE
Ouvida pelo blog a ex-prefeita Danúbia Carneiro disse foi citada na semana passada, negou ter praticado irregularidades e que pretende “usar o processo para provar que não houve desvio de recursos, conforme demonstrará minha defesa”, declarou.


SINDCHAP Promove Cursos, Palestas e Manifestação

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Chapadinha realiza uma série de atividades durantes dos dias 26 e 27 de novembro. Na programação há formação para a juventude, palestras e manifestações. Veja a programação abaixo.


FETRAM/CUT-MA – Regional II

26 e 27 de Novembro de 2015

Chapadinha – MA




PROGRAMAÇÃO



26/11 (Quinta-feira)
Matutino


-07h: Credenciamento

-Abertura com o Mestre de Cerimônia Zé Carlos ou Elivaldo Ramos -Cerimonial -Mesa de Abertura

-Abertura Oficial Falas (Convidados):

•Jane Andrade/SINDCHAP

•Osmar Aguiar/FETRAM

•Vereadores

•Juiz Cristiano Simas

•Promotor Gustavo Dias

•CMDCA

•Presidentes de Sindicatos 




Palestrantes

•Oseias Lopes - Manim da Associação Real Brasil

•Adilio - Associação de Jovens de Buriti


Vespertino


Palestras



•Jociedson Aguiar / FETRAM: Políticas Públicas para a Juventude

•Wallison - Renovação Carismática

•FONAJUNE - Extermínio da Juventude Negra

• Thiago Jansem – Movimento Levante - Oficina com os Jovens

- Relatório

Noite Cultural



- 20h30min: Coffee break 

- 21h: Atividade Culturali - Apresentação Grupo de 
Jovens e Grupo Musical - Rafael bezerra e Jade Lima.


Movimento contra a Corrupção e Pelo Respeito aos Direitos Servidores Públicos de Chapadinha.


Dia 27/11 (Sexta-feira)

- 08:00 - Concentração SINDCHAP e Manifestação pelas principais ruas de Chapadinha.




Todos e todas estão convidadas a participar junto conosco.

Maisa Não Precisa Morrer Mil Vezes


Por: Jacqueline Heluy – Jornalista

Mataram Maisa, uma garotinha de seis anos, no município de Urbano Santos, a 262 Km de São Luís. Ela foi sequestrada, estuprada e, possivelmente, torturada. No domingo, a garota foi encontrada em um matagal, por alguns populares, em estado de choque e agonizando.

Maisa poderia ter sido abraçada, carregada, aquecida por um lençol. Poderia ter recebido, naqueles últimos momentos de vida, carinho, afagos e palavras de conforto que pudessem acalmar o estado de choque em que se encontrava.

Mas, a primeira reação das pessoas que encontraram a menina foi gravar um vídeo mostrando o seu rostinho aterrorizado e o corpo trêmulo agonizando no chão daquele matagal. Imediatamente foi postado em blogs e compartilhado em grupos de whatssapp.

Os estupradores assassinos tiraram a vida de Maisa, mas os frios espectadores que filmaram o seu estado agonizante sem demonstrar nenhum tipo de sentimento e todos aqueles que compartilharam as imagens nas redes sociais também são criminosos porque feriram de morte a dignidade da menina e desrespeitaram a dor da sua família.

E, para estes dois tipos de criminosos, realmente não há perdão. Que seja feita Justiça. É o que a sociedade espera!

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Telhado e Portas: Prefeitura Paga por Reforma Fantasma na Aldalina Machado

Janela da Escola Aldalina Incluída na Reforma


Como resposta à crise da Escola Aldalina Machado a prefeita Belezinha demitiu a diretora, nomeou novos gestores e manteve o mais profundo silêncio sobre o caso. Em meio a rumores de desvios de recursos da Caixa Escolar e Programa Dinheiro Direto na Escola – PDDE que beiram a 100 mil reais e notórios indícios de desvio de dinheiro de reforma não realizada – como veremos adiante – a diretora foi escolhida como bode expiatório e deve pagar sozinho por erros que não seriam só dela.

Se desde as denúncias sobre o “Mais Educação” se sabe que as diretoras não têm autonomia para gerir os recursos que vêm pra cada escola – o que evidencia que a ex-diretora Lidiane Aguiar pode complicar muita gente se resolver falar  agora, o blog teve acesso a documentos da Secretaria Municipal de Educação pagando R$ 33.906,71 por obra supostamente não realizada.


Situação do Telhado (acima) e Planilha com Gasto de 13 mil com Teto

De acordo com o que atesta a prefeitura, a escola passou por reforma entre fevereiro e maio de 2014. Na planilha que a prefeitura jura que a obra foi realizada tem, no item 1.5 (cobertura), o gasto de R$ 13.014,85, em telhas de cerâmica, que contrastam com o estado lastimável do teto em foto mandada por alunos.

2 mil Pagos por Portas como Esta 

Também na contra mão da realidade mostrada em fotos, a prefeitura diz que gastou R$ 2.0008,76 (item 1.3) em portas e janelas e R$ 18.0008,14 (item 1.13) com pintura. Nas imagens nota-se que faz muito tempo que o colégio não ver uma demão de cal e as portas e janelas estão dispensam comentários.

18 mil com Pintura e a Estado das Paredes

Planilha: 33 mil por obras não realizadas 

O total da verba destinada às escolas recebe o nome de Serviços Prestados na Manutenção Predial Continuada nas Escolas da Rede Municipal de Ensino de Chapadinha, custou ao todo R$ 1.587.900,00, incluiu 31 unidades de ensino e foi tocada pela Delta Projetos e Construções de Caxias, empresa que tem todos os sinais de ser laranja.

1,5 Milhão Seria o Total Pago por Obras Fantasmas


Outras Escolas
Além da Aldalina Machado, as escolas Almada Lima, Nossa Senhora Aparecida e Manoel José de Santana também foram denunciadas pelo blog, com base em documentos e planilhas, como integrantes da lista de escolas que “passaram” por reformas pagas, porém inexistentes. Reveja aqui.

Controladoria Autoriza Pagamento por Obras Fantasma


Atestado Suspeitos
Para efetivar os pagamentos a legislação exige que alguém confirme oficialmente a realização das obras, no caso de Chapadinha – apesar dos fortes indícios em contrário – os engenheiros da prefeitura e Controladoria Geral do Município, atestam por meio de documentos a realização das melhorias que não se comprovam. “Abrigam os presentes autos do Pregão Presencial Nº 042/2013, cujo objeto é a medição dos serviços de Manutenção Predial continuada em escolas da Rede Municipal de Ensino do Município de Chapadinha. Autorizo o pagamento à empresa DELTA PROJETOS E CONSTRUÇÕES LTDA, no valor de R$ 681.640,35 referente à nota fiscal NFS-e Nº 28”, diz o então controlador Antonio Guedes de Paiva Neto.

Obras Fantasmas, Desvios Reais
Com uma empresa com todas as aparências de ser de fachada, planilhas atestando serviços notoriamente não executados e escolas cujo abandono salta aos olhos, não há como não desconfiar que estes 1.587.900,00, tenha ido direto para a boca do funil de Belezinha. Com a palavra os órgãos de fiscalização.    
       


Eduardo Sá Cobra Ação do PROCON e MP Contra Preços de Combustíveis em Chapadinha


O vereador Eduardo Sá (PRTB), cobrou da tribuna, na sessão desta segunda-feira,23, investigação do Ministério Público e do PROCON sobre os elevados preços de combustíveis e a prática de cartel com preços iguais em todos os postos. Segundo Eduardo Sá, “estão explorando com os preços abusivos em cima do consumidor, tanto faz comprar combustível em Posto “A” ou Posto “B” o preço é o mesmo”, disse o parlamentar.

Em resposta ao questionamento de Eduardo Sá, o vereador Samuel disse que em Chapadinha está instalado um “cartel” que abusam do consumidor em combustíveis e gás de cozinha.

A presidente da casa, Márcia Gomes, acatou o pedido de Eduardo Sá e disse que vai encaminhar um ofício ao Ministério Público e ao Procon com sede em São Luís, solicitando a vinda do órgão para fiscalizar e notificar os donos de postos que estão ferindo o direito do consumidor com o alto preço do combustível cobrado.

Eduardo Sá adiantou ao blog que pretende manter contato com o presidente do PROCON-MA, Duarte Júnior, para tratar do assunto.

Com Informações do Blog do Foguinho 

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Deputado Levi Pontes Prestigiado em Conferência Estadual do PC do B


Após ser convidado a compor a mesa ao lado do governador Flávio Dino e do secretário Márcio Jerry, que foi reeleito presidente estadual da legenda, durante a Conferência Estadual do Partido Comunista do Brasil, realizada na noite de sexta-feira, 20 de novembro, o deputado Levi Pontes / Solidariedade sentiu-se honrado a muito a vontade ao lado dos companheiros do PC do B.
Como vice- líder na Assembleia Levi Pontes vem exercendo defesa dos programas do governo Flávio Dino e propondo iniciativas para melhorar os indicadores sociais do Maranhão.
Durante a solenidade o convite para o ingresso de Levi Pontes no PC do B foi reforçado.

De acordo com o calendário eleitoral, Levi Pontes tem até abril de 2016 para definir seu futuro partidário rumo a eventual candidatura a prefeito. 

Pressão das Mil Casas e Escola Aldalina Faz o Belezinha se Mexer


Como sóis na tempestade do conformismo geral e da falta interesse de nossa população em lutar por seus direitos, acabamos de ver dois animadores exemplos de que a mobilização e a pressão popular continuam sendo os melhores remédios para combater governos inoperantes e corruptos.

Falo dos moradores das Mil Casas que aos trancos e barrancos vêm conseguindo avançar a obra da duplicação da avenida na base da ameaça de interdição da via e dos estudantes da Escola Aldalina Machado (foto) que denunciaram descaso na escola numa mobilização que já começa a produzir resultados.

Foi só os moradores anunciarem novo bloqueio para esta segunda-feira, para a prefeitura iniciar a fase de imprimação (colocação de queimado) na obra que promete concluir desde 2013.

Abandono da Escola Aldalina 

Também na última sexta-feira os alunos da Escola Aldalina Machado divulgaram fotos mostrando a precariedade do prédio e falta de material didático, limpeza e consumo e resolveram ir à sede da Secretaria de Educação. Após o protesto chegam informações de que a prefeita Belezinha esteve na escola, a secretária Maria Coelho (educação) deu expediente e a diretora teria sido demitida.

Nos dois casos – do absurdo de passar mais de três anos tentando concluir a avenida ao desleixo de permitir que a situação da escola chegasse a ponto tão dramático – se a prefeitura tem muito o que fazer para cumprir seu papel, ao menos se moveu sob pressão. Já as comunidades envolvidas, romperam o comodismo e deram uma lição de cidadania a ser seguido por toda a cidade. 

domingo, 22 de novembro de 2015

Diários de Maria Belezinha – “Há Males que Cortam o Bem”!

Não é Montagem, Foto do Alexandre Cunha

Segunda-feira,  16 de novembro – Eita, eita, eita... Aquele almoço que penetrei no Kid rendeu né? Inacinho me achou cara dura e o pobre ainda quase apanha do Marcelo Menezes. Eu disse pra ele não encarar... Avancei no “subricú” da caipira para fazer raiva ao Zazá e não deixei o Alexandre Pinheiro pegar fígado, moela e coração. Só de mal ainda mandei o blogueiro Antaenor dizer que fui eu quem paguei a conta #soquenão. Ai como sou bandida!    

Terça-feira, 17 de novembro – E o Araújo de Deus, hein. Começaram a descobrir nossos esquemas. Juro! Fiquei com pena por ele, aqui todo mundo já sabe que o funil é meu. Olha que na cidade do lado ele ainda é um empresário bem sucedido que não vai roubar porque não precisa. Percebeu, querido diário, a semelhança comigo quatro anos atrás? Já pensou se lembrarem da Rapina. Ui, arrebenta, desse jeito Mata Roma não aguenta.

Quarta-feira, 18 de novembro –  Não sei o que eu faria sem o Alberto Carlos. O bichim começou botando aquele grupo no Face, dizendo que era independente e que não queria nada e... Paaah, é meu chefe de gabinete. Menino danado só ele sabe me defender. No dia que botar um blog eu dobro o salário e abro um crédito pra ele na Júnior Construções.  

Quinta-feira, 19 de novembro – Sabe o dia que a gente acorda ver que tem tudo de bens materiais que se pode ter na vida e ai cai a ficha que falta uma coisa importante, algo que você precisa mais do que tudo para viver em paz... Já sai. Vou comprar uma Usina de Asfalto. Amém!  

Sexta-feira, 20 de novembro – Consciência? De que mermo? A tá Consciência Negra. Não entendo nada disso, mas acho o máximo o concurso da Beleza Negra, aquelas meninas lindas recebendo prêmio de chapinha e uma sacola de Blondor das mãos da secretária de igualdade racial. Negritude das meninas louridão da Chiquinha. Viva a diversidade.

Sábado, 21 de novembro – Aldalina Machado. Há males que cortam o bem. Vou jogar toda a culpa na diretora e não tô nem ai se o pai se zanga. Estou amarela de ódio, onde já se viu deixar alunos irem reclamar na frente da SEMED, devia ter trancado os pestinhas. Sabe nem educar, não vai ficar. “Faça como o velho Marinheiro que durante o nevoeiro leva o barco devagar” 

Domingo, 22 de novembro – Inácio mandou eu me acalmar que o Palácio dos Leões não tá de todo perdido. Aluísio não gostou, mas tive aquietar minha blogueirada. Mandei o Ené deixar Dilson e não tem mais charge contra o “homi”, seu Léo não é mais pra chamar “Chefão do Comunismo” e assim vai. Só o William que não me atende... disse que vai bater até ser chamado pela SECOM, ele pensa que o Flávio sou eu... É o vai!! 

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Prefeitura Suspende Atividades do Ginásio e Culpa o Vento por Derrubada do Teto


Após matéria do Blog sobre o desabamento de parte do teto do Ginásio de Esportes, a prefeitura - por meio da página do secretário de comunicação -  responsabilizou o vento pelo estrago e resolveu suspender as atividades na praça esportiva.

“Por volta de meio dia desta quarta-feira (18), fortes rajadas de vento arrancaram pelo menos 12 telhas de zinco, da cobertura do ginásio de esportes Nonato Vale, em Chapadinha. De acordo com o secretário municipal adjunto de Esportes, Herasmo Nunes, moradores vizinhos ao ginásio relataram que se assustaram com a força do vento. A rajada de vento foi tão forte, que algumas telhas foram parar a mais de 300 metros do ginásio. Uma delas caiu perto da sede da Caema. Ninguém se feriu”, disse a matéria.

“Assim que soube do problema, a Secretaria Municipal de Esportes manteve contato com a de Infraestrutura, que fez um levantamento para providenciar a recuperação da cobertura. Por medida de segurança, a secretaria de Esportes suspendeu os treinos, que serão retomados assim que o telhado estiver pronto”, finaliza.

O que a matéria não consegue explicar como, pelas informações que temos até agora, só o ginásio de esportes foi danificado por este vento fora do como e nem responde o que pode comum e o que será se outro vento destes acontecer em horário de evento no local.  Sobre laudos de vistorias que o bom senso recomenda nenhuma palavra e o receio continua.