segurança

segurança

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Flávio Dino em Brasília: A Quebra do Poder Oligárquico em Sua Raiz

Blog do Clodoaldo
dilmaflavioA grande dificuldade dos poucos anos em que a oposição ao grupo Sarney esteve no governo (dois de Zé Reinaldo e dois de Jackson Lago) foi justamente na essência de onde Sarney nutre o poder que sempre utilizou para manter a dominação de quase 50 anos no Maranhão: a força política em Brasília.
José Sarney chegou ao poder no Maranhão com a apoio da Ditadura Militar em 1965 quando se elegeu e quebrou anos de Vitorinismo (ciclo de domínio da Oligarquia Vitorino Freire). Desde então, aprendeu que o poder nacional é a grande fonte de manutenção do poder local e exerce isso da maneira que for preciso para manter seu domínio através das relações coronelistas e patrimonialistas.
As utilizações de seu poder em Brasília foram feitas de forma mais contundentes e escandalosas nos últimos anos. Nos governos Zé Reinaldo e Jackson, o entrave proporcionado por Sarney para que os recursos federais chegassem ao Maranhão. Em 2009, o julgamento político que cassou o governador Jackson Lago com todos os dedos do ex-presidente. Em 2010, Sarney provocou a intervenção no PT do Maranhão para ter o apoio da legenda à Roseana, constrangendo Lula no estado. O constrangimento em 2014 foi repetido com Lula pedindo votos para Edinho Lobão e a presidente Dilma teve muita resistência de não ceder à pressão e se “queimar” pedindo votos para o candidato do grupo Sarney.
Assim, o governo Flávio inicia quebrando justamente o entrave ao Maranhão quando o governo não era favorável ao Clã: o Palácio do Planalto. O governador foi pessoalmente à Brasília e articulou o andamento de convênios que estavam parados por simples desinteresse do governo anterior e a discussão para celebrar novas parcerias.
O novo governo mostra a preocupação que faltou nos governos de oposição anteriores (sim, este governo deve ser de oposição ao modelo de política, economia e relação institucional adotado nos últimos 50 anos no Maranhão): acabar com a influência negativa da Oligarquia em Brasília para prejudicar o Maranhão e manter privilégios.
O governador do Maranhão vem destravando convênios parados e obtendo conquistas importantes em Brasília. Isto significa a quebra principal do poder que atrasa o Maranhão e deixa o Estado com os piores indicadores sociais do país. Isto é transformação.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Outra? Isso mesmo! Belezinha Inaugura Terceira Maquete em Dois Anos




Levi Pontes Debate Situação da Refinaria e Esclarece Posição do Governo



O deputado Levi Pontes / Solidariedade usou a tribuna para debater a situação da refinaria Premium e para esclarecer a posição do governador Flávio Dino a respeito do tema. Levi Pontes fez questão de explicar o teor de uma entrevista concedida pelo governador Flávio Dino à revista IstoÉ, que teria sido distorcida pela oposição maranhense.

“Acredito que ninguém que esteja me ouvindo possa crer que o nosso governador tenha algum problema de sanidade mental. Porque, deputado Adriano (Sarney), não conheço um governador que não queira um projeto de tamanha significância, que não queira um projeto para o seu estado, de tamanha importância e envergadura para o desenvolvimento”, declarou. “Quando o governador foi questionado (na entrevista) sobre o cancelamento das obras da Refinaria Premium, ele lamentou profundamente tudo o que estava acontecendo e disse dos grandes prejuízos que a parada dessas obras iria trazer para o Maranhão”, completou Levi.

Ainda no tempo do grande expediente, o deputado Levi Pontes observou que o governador Flávio Dino “esperou o momento oportuno, deixando passar a turbulência em torno da Petrobras, para poder criar um ambiente favorável para se reunir com a presidente da República e apresentar um novo projeto no valor de R$ 8 bilhões em substituição àquele projeto de 20 bilhões que antes fora gerido no governo anterior”, enfatizou o deputado, que criticou o projeto original de construção da refinaria, que teria sido superestimado.

O parlamentar lembrou sua participação como ativista político no Rio de Janeiro, na luta contra a ditadura no país e que mantém a mesma disposição em defesa do Maranhão. “E agora estarei também não só nesta tribuna, mas nas ruas em qualquer ambiente defendendo os direitos do povo maranhense contra essa atrocidade, que foi a tentativa mal feita de instalar esta Refinaria sem os devidos cálculos, sem o devido planejamento, sem agendamento e sem saber a saúde financeira da Petrobras, que há mais de 30 anos se desconfiava que haveria grandes problemas de ordem de gestão nesta empresa”, afirmou Levi Pontes, defendendo que a Refinaria seja construída como um projeto mais adequado à atual conjuntura do país.

Elogios dos Colegas 
O pronunciamento de Levi Pontes foi considerado equilibrado e oportuno pelos deputados que lhes apartearam. “Gostaria de parabenizar Vossa Excelência pela forma equilibrada com que traz de volta o tema da Refinaria Prêmio para ser debatido nesta Casa”, disse o deputado Eduardo Braide / PMN. “Gostaria de lhe parabenizar pelo discurso que faz hoje nesta Casa, um discurso  sereno e ponderado.  Eu acho que essa deve  ser a linha do Estado do Maranhão”, destacou Max Barros / PMDB. 

Foto: JR Lisboa/Agência AL

Impeachment Tem Regra e Ditadura Não É Brinquedo


Votei na presidenta Dilma por três motivos principais presentes em sua primeira gestão, na exata ordem: distribuição de renda e valorização das camadas mais pobres; inclusão de regiões esquecidas como o nordeste na estratégia de desenvolvimento nacional; e contraponto à onda de intolerância e fundamentalismo comportamental.

Logo nos primeiros lances vejo concessões ao mercado financeiro, fraqueza do governo e guinada a direita. Posso dizer que sinto dificuldade em me sentir representado por quem ajudei a eleger. Mesmo assim há mais em jogo do que garantir um governo que agora só é esquerda no papel e tanto se afastou do povo.

Entre o revanchismo irracional dos derrotados de outubro e o pragmatismo astucioso dos eternos golpistas de plantão, nossa democracia fundamentada na Constituição de 88 e conquista de várias gerações, corre risco.

Verdadeira e pertinente a insatisfação contra o governo federal, nem precisava tanto para criar expectativa de volumosos os protestos marcados para o mês de março, basta a divisão nacional patente nos votos dados ao candidato tucano. Se legítimas as manifestações, o mesmo não se pode dizer da pretensão de afastar a presidenta. Só é possível falar em Impeachment mediante crime de responsabilidade, o que nem de longe materialmente se observa.  Se alguma prova de participação e beneficiamento direto surgir contra Dilma, serei o primeiro a defender sua saída, ainda que lamentando a ascensão do vice, Michel Tamer. (Muitos desavisados pensam que Aécio assumiria a presidência)

Impedimento de Presidente da República tem regras definidas e propor a destituição de Dilma sem o devido processo não é outra coisa senão GOLPE!

Não me admira que o submundo da intolerância latente em nossa sociedade vocifere por intervenção militar, retorno de ditadura, execução de esquerdistas e outras loucuras. Estranho é a presença, entre eles, de personalidades que combateram o último período de exceção e a sedução de biografias ditas democráticas pelos chocalhos da tirania.  

Nossa democracia é jovem, a história tem pendor golpista e todo cuidado é pouco, pois qualquer brincadeira pode ensaiar “o cântico lúgubre das liberdades perdidas”, como alertou Mário Covas, dias antes da edição do AI5, em 1968. 

Flávio Dino Articula Defesa Constitucional de Dilma Rousseff

 O governador do Maranhão, Flavio Dino, durante entrevista no Palácio do Planalto (Foto: Filipe Matoso / G1)
O governador do Maranhão, Flavio Dino, durante entrevista no Palácio do Planalto (Foto: Filipe Matoso / G1)

Filipe Matoso, do G1, em Brasília
O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou nesta quarta-feira (25), após reunião em Brasília com Dilma Rousseff, que procurará os demais governadores do Nordeste para pedir que eles façam a “defesa constitucional” da presidente.
Segundo Dino, “não é razoável” o pedido de impeachment de Dilma “por vozes de oposição” e em redes sociais na internet. De acordo com o governador, a presidente “passou muita calma, muita serenidade” ao abordar o assunto.
“Fiz questão de trazer o tema porque não acho saudável para a democracia no Brasil que a polarização política chegue a um nível em que não seja mais possível o entendimento das forças políticas no Congresso Nacional”, afirmou.
Ele disse ter o “compromisso” de conversar com os demais governadores do Nordeste “para que que estreitemos” a parceria com o governo federal.
“Em primeiro lugar, vou propor que façamos a defesa constitucional dela [Dilma]. Em segundo, a defesa da Petrobras. Em terceiro, a defesa pela preservação de investimentos no Nordeste e a necessidade de procedermos ao ajuste fiscal que os estados têm de participar, preservando, porém, o núcleo das políticas sociais”, completou.
Refinaria
De acordo com o governador, o encontro com Dilma também serviu para apresentar à presidente proposta que será levada à Petrobras para a construção de uma refinaria no município de Bacabeira (MA), estimada em R$ 8 bilhões.
Segundo Dino, uma refinaria, orçada em R$ 20 bilhões, está com as obras paradas no Maranhão, embora a Petrobras, disse, já tenha investido R$ 1,6 bilhão no projeto.
O governador informou que nas próximas semanas procurará o presidente da estatal, Aldemir Bendine, para apresentar projeto alternativo.
O objetivo, disse Dino, é construir uma refinaria “menor”, em Bacabeira, no valor de R$ 8 bilhões. “A construção dessa refinaria não significa desistir da outra, mas é preciso entender que houve um adiamento e que o projeto tem de ser retomado de algum jeito, e um caminho pode ser retomá-lo em menor porte”, afirmou.

HAPA: Paciente Transportado na Carroceria do Carro da Guarda Municipal

Paciente na Carroceria do Carro da Guarda

O dia-a-dia do HAPA segue desmentindo a propaganda do governo Belezinha de que hoje temos uma saúde de primeiro mundo em Chapadinha. Ontem um paciente recebeu alta após ser medicado, mas não tinha condições de ir pra casa no transporte que sua família dispunha: uma moto. Segundo informações, não havia ambulância no hospital e os motoristas estavam com os celulares desligados e por isso não teriam sido localizados.

Ainda de acordo com informações, sem ambulâncias disponíveis, os familiares ligaram para a Guarda Municipal que disponibilizou a viatura para transportar o paciente até a sua residência, utilizando um colchão do hospital na carroceria, pois o paciente não conseguia sentar no banco traseiro da camioneta.

Secretário Nega Falta de Ambulâncias
Ouvido pelo blog o secretário de saúde Allan Monteles, estranhou o fato, pois segundo ele o HAPA estaria a 52 horas sem precisar transferir pacientes e as ambulâncias se encontram no pátio do Hospital. O secretário garantiu que o episódio não aconteceu por falta de ambulância e prometeu averiguar o caso.


Imagem Vale Mais...
Sendo verdadeira a declaração do secretário Allan (e não há porque dele descrer) a remoção do paciente na forma como ocorreu, transfere o problema da esfera da ausência de estrutura para a falta de gestão, afinal se tinha ambulância e não havia quem as dirigisse o que tá faltando mesmo é competência administrativa.  


quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Vereador Eduardo Sá Emite Nota Sobre Fotos Vazadas


A respeito de fotos íntimas vazadas na imprensa, venho a público me manifestar conforme segue:

1 – Lamento profundamente que a impensada atitude do passado, do registro de um momento íntimo, tenha me mostrado um erro de forma tão dura e implacável para minha família;

2 – As imagens hora levianamente divulgadas fazem parte de um momento da minha vida que só não pretendo esquecê-lo para não mais repeti-lo. O fato aconteceu em 2006 e os arquivos estavam em um celular que foi perdido meses depois, o que por certo possibilitou o vazamento;  

3 – Ainda que não tenha sido minha intensão divulgar algo que somente diz respeito a mim e a minha parceira a época, peço desculpas a todos a quem possa involuntariamente ter ofendido ou chocado;

4 – Deploro a exploração por adversários políticos que sempre colocam o ódio que cultivam por mim acima da minha condição de ser humano, de cristão e de pai de família. Reafirmo, contudo, não me permitir abalar e que manterei o meu mandato com toda dignidade;

5 – Às pessoas que repudiaram a divulgação e solidarizaram-se comigo, deixo meu agradecimento de coração. Reitero, por fim, que assim como busquei em Deus inspiração e força pra mudar a minha vida, recorro a ele para superar mais este momento difícil.   

Vereador Eduardo Sá     

Belezinha Confirma Nomeação das Filhas e Desdenha da Justiça


Saiu na quarta-feira de cinzas uma das declarações mais esperadas e sintomáticas da prefeita Belezinha: a confirmação da nomeação das próprias filhas para o gabinete municipal. No dia 18 de fevereiro Belezinha admitiu – via Facebook – que as filhas ocuparam cargos na administração municipal e que receberam  salários durante o ano de 2013, pelo menos.  “Minha filha Karol foi nomeada como chefe de gabinete sim, apenas nos primeiros meses de 2013, até porque fez parte da transição, mas logo teve que retornar aos seus estudos na Capital”, alegou a prefeita. (veja a íntegra do comentário na imagem acima)

“Ai veio a Kelly que assumiu o posto e que ficou mais tempo no setor RH auxiliando nas folhas de pagamento, isso até o final de 2013, pois também teve que retomar seus estudos na UFMA” completou a prefeita admitindo que substituiu uma filha por outra.

Ainda no comentário Belezinha confirmou a informação de que seria Karol Pontes a responsável pela contratação das bandas e shows artísticos pagos pela prefeitura e que ela também atuaria junto a secretarias e órgãos representando a prefeitura de Chapadinha, mas sem receber nada por isso. “Nenhuma delas (as filhas) recebe um centavo da prefeitura, mas mesmo assim de longe a Karol continua ajudando dando sua opinião principalmente na seleção das bandas a serem contratadas para eventos de Chapadinha e protocolando projetos nas secretarias e outros”, disse Belezinha.

Nepotismo Explícito
Apesar de a prefeita tratar da colocação das filhas como natural a conduta é claramente definida como nepotismo e de acordo com a súmula vinculante nº 13, do Supremo Tribunal Federal, é ato expressamente proibido. “A nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de servidor da mesma pessoa jurídica investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou de confiança ou, ainda, de função gratificada na administração pública direta e indireta em qualquer dos poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, viola a Constituição Federal”, diz a súmula. Filhos são parentes em linha reta de primeiro grau. 

Confissão de Improbidade
A situação da prefeita Belezinha se agrava pelo fato das filhas estudarem em São Luís e nunca terem exercido efetivamente as funções pelas quais receberam (ou recebem), o que – em tese – configura crime de improbidade administrativa e pode até ser alvo de pedido de cassação.

Confiança e Desdém
Em seu comentário a prefeita de Chapadinha parece apostar na impunidade e chaga a caçoar das autoridades. “Pois bem, quanto às milhas filhas: será que tem alguém pra se confiar em primeiro lugar do que na própria filha?”, desdenhou Belezinha.



terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Márcia Surpreende e Deve Manter Transmissões das Sessões Via Rádio



Pelas últimas declarações na imprensa e por informações de bastidores a presidente da Câmara Municipal, Vereadora Márcia Gomes / PR, tem tudo para dignificar sua gestão e garantir independência do legislativo.

Um claro sinal neste sentido é a transmissão das sessões pelas emissoras de rádios locais que a presidente Márcia estaria trabalhando para trazer de volta já a partir da semana que vem.  No final da sessão desta segunda-feira, 23 a presidente antecipou que pretende comandar a casa respeitando as iniciativas dos vereadores e acatando a decisão da maioria: “na condição de presidente da Casa estou aqui para acatar o que for de indicações, requerimentos, projetos e denúncias, estamos aqui para fazer nosso trabalho”, afirmou Márcia Gomes em entrevista ao Blog do William Fernandes.

Na mesma entrevista Márcia defendeu a união de todos os parlamentares. “Eu sempre peço o apoio de todos os vereadores, que eles estejam sempre unidos porque de certa forma somos uma família e a gente tem que passar lá fora uma mensagem de muita unidade”, ressaltou a presidente.

Segundo informações, a presidente Márcia Gomes já teria contratado uma empresa de comunicação para viabilizar legalmente o pagamento das emissoras que transmitirão as sessões.

Para quem considera as transmissões das sessões um avanço democrático em Chapadinha, além de acreditar na palavra e nas manifestações da presidente Márcia Gomes, não resta outro caminho além de apoiá-la. Isso vale para a sociedade civil, formadores de opinião e, principalmente, os vereadores de oposição ou não.       

Foto: Chapadinha Site

Por Unanimidade: TJMA Mantém Eduardo Sá na Câmara

A quarta Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão acaba de manter o mandato do vereador Eduardo Sá / PRTB. Em julgamento unânime e de acordo com parecer do Ministério Público, que opinou pela manutenção do vereador no cargo, a Corte Suprema do Estado deu provimento ao recurso que garantiu o Eduardo Sá na Câmara Municipal. (Veja recorte ao lado) 

Eduardo Sá teve o pedido de cassação formulado por advogados da prefeita Belezinha em nome da suplente Graça Nunes / PV, em função do titular (Eduardo Sá) haver assumido cargo no governo do estado em 2014.

A decisão de hoje não encerra o processo, mas com duas derrotas por unanimidade entre os desembargadores e parecer do Ministério Público favorável a Sá, as chances de Belezinha conseguir cassar o oposicionista são cada vez mais remotas. 

Deputado Levi Pontes Defende Melhorias no SUS


O deputado Levi Pontes / Solidariedade (foto) ocupou a tribuna na sessão de hoje para apoiar um projeto de autoria da deputada Graça Paz / PSL, que prevê o agendamento telefônico de consultas médicas para grávidas, idosos e portadores de deficiência, previamente cadastrados nas unidades de saúde do Estado do Maranhão. Levi aproveitou para defender melhorias no Sistema Único de Saúde.

“Resolvi me manifestar para dar apoio à deputada Graça Paz no seu Projeto de Lei, porque esse Projeto de Lei – embora ele contemple uma parcela da sociedade, mas isso está contido na Lei do SUS. O SUS tem no seu bojo, na sua lei, um sistema de marcação de consultas à distância, por telefone, via internet e a grande maioria dos Estados já tem esse sistema de marcação de consulta dentro de uma igualdade e de uma hierarquia, portanto, o projeto de lei da deputada Graça Paz se o Brasil tivesse um sistema de saúde digno, que cumprisse as leis do SUS, com certeza, não haveria necessidade de um projeto de tamanha envergadura” ressaltou o parlamentar. 


Levi defendeu ainda a prioridade para os mais necessitados e para as ações preventivas de saúde. “Nós temos que proteger os desiguais, aquilo que o SUS chama de equidade, tratar as nossas gestantes, os nossos idosos, aqueles que não têm condições nem de transporte, possam alcançar e ter o direito a uma consulta médica, até porque o ‘X’ do problema do SUS está nas gestantes onde não havendo pré-natal, consequentemente, vamos ter partos prematuros, vamos ter crianças necessitando de UTI e onerando todo o sistema de saúde do país, e, mormente, do Maranhão. E o outro lado da ponta, os nossos pacientes, idosos, a grande maioria com deficiência de locomoção, a grande maioria aposentados e mal aposentados, sem direito e sem recurso para se locomover e marcar uma consulta. E a gente sabe das incidências dessas doenças crônicas levando a grande maioria das vezes à hospitalização e mais uma vez onerando o sistema. Por isso defendemos a Medicina Preventiva”, finalizou o deputado Levi Pontes. 

Brasília Descobre que o Maranhão Agora tem um Governador

Flávio Dino apresenta projeto ao secretário nacional do PAC, Maurício Muniz

Do Blog do Garrone

Ao contrário da ex-governadora Roseana Sarney que não descia do seu pedestal, o governador Flávio Dino arregaçou as mangas e faz desde a segunda-feira uma verdadeira peregrinação na Esplanada dos Ministérios em Brasília em busca de recursos para o Maranhão.

Uma atitude de governador que faltava ao nosso Estado, antes dependente dos interesses familiares e empresariais dos Sarneys, por onde de maneira enviesada conseguiam abrir as portas do governo Federal sem a necessidade da então governadora Roseana Sarney se dignificar a bater de porta em porta para defender o Maranhão.

Seria humilhante para a filha de um ex-presidente da República!

O resultado não poderia ser outro com o Maranhão relegado a favores políticos ao ex-senador Sarney, transformando-se  em um dos estados mais pobres da Federação.

Em dois dias, Flávio Dino visitou os ministérios da Educação, Integração Nacional, Relações Institucionais, Saúde, Casa Civil e o Banco Mundial.

Muitos dos funcionários dessas instituições nunca tinham visto um governador do Maranhão, e quando ouviam falar era sobre as denúncias de corrupção, como no caso do precatório da Constram e as propinas do doleiro Alberto Yousseff, preso pela Polícia Federal em um hotel em São Luís durante a Operação Lava Jato.

Soluções para infraestrutura logística e de produção para as diferentes regiões do estado estiveram na pauta de Flávio Dino em Brasília, com apresentações de projetos apresentados pelo próprio governador.

A retomada dos projetos de produção e irrigação no Estado, por exemplo, foi o ponto central da reunião com a equipe técnica do Ministério da Integração Nacional., onde foi tratado a operacionalização dos diques da Baixada maranhense, que encontram-se paralisados a vários anos devido a inoperância do antigo regime.

A ida de Flávio Dino e  equipe à Brasília foi programada para destravar investimentos e garantir novos projetos em parceria com o governo Federal e entidades para destravar investimentos e garantir novos projetos em parceria com entidades para fazer com que o Maranhão entre em um novo ciclo de desenvolvimento, tendo como matriz a busca pela Justiça social e o combate às desigualdades.

O Maranhão agora sim tem governo e um governador que trocou a pompa e as regalias e colocou os pés no chão para pessoalmente defender os interesses do estado em reuniões técnicas nos ministérios, sem a necessidades de encontros fechados nos gabinetes da Esplanada.

Essa é a diferença entre um  governo republicano, e um monarca que dominou o Maranhão por mais de 40 anos.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Secretário de Mata Roma Teria Beneficiado Parentes com Bolsa Família


Do Blog Marrapá
Na cidade de Mata Roma, a 281 km de São Luís, familiares do secretário de Assistência Social, Abednego Oliveira Sousa (foto), estão entre os beneficiados pelo programa Bolsa Família.
Responsável direto pela distribuição dos recursos destinados a famílias de baixa renda, Abednego tem pelo menos quatro familiares contemplados pelo programa do Governo Federal. São eles: Valdemir Pereira dos Santos, Catarina de Sena Ferreira dos Santos, Jorama Garreto Rodrigues e Miridan Meneses Sobral, que não atendem aos critérios exigidos para ser incluído no Bolsa Família.
De acordo com o Portal de Transparência da Controladoria Geral da União, somente no ano passado, os parentes do secretário desfalcaram os cofres públicos em quase R$ 30 mil, dinheiro que deveria ser destinado a ajudar famílias carentes de Mata Roma, considerado um dos municípios mais pobres do Maranhão.
Filho do ex-prefeito Antônio Garreto, Abednego negociou o apoio ao grupo político do deputado estadual Paulo Neto (PSDC), em 2011, em troca do comando da pasta de Assistência Social. 

O blog (do Alexandre Pinheiro) tentou ouvir o secretário Abednego Garreto, não conseguiu contato, mas mantém espaço para manifestação posterior. 

Eduardo Luiz Lança Livro Sobre Idoso


Eduardo Luiz da Silva convida a todos os cidadãos e amigos de Chapadinha para o lançamento do seu livro que ocorrerá no dia 28 de fevereiro no auditório da loja maçônica Oliveira Roma com início às 08:00hs. A programação irá contar com café da manhã, música ao vivo e autógrafos. 

O livro será vendido pelo valor de 30 reais e a renda da venda dos livros será destinada a aquisição de cadeiras de rodas para os idosos com mobilidade comprometida. Agradeço o seu comparecimento e generosidade. (Eduardo Luiz da Silva)

Programação


Vídeo: Duas Ambulâncias "Atolam" em Ruas de Chapadinha

Do Blog do Alexandre Cunha


O blog recebeu um vídeo de duas ambulâncias que ficaram impedidas de saírem da Rua Norte da Aldeia, no centro de Chapadinha. 

O vídeo que tem mais de dois minutos de duração, foi registrado por um internauta, que flagrou o momento, a ambulância modelo Fiorino da secretária de saúde de Chapadinha, teria ido deixar um paciente em casa, na rua citada acima,  ao retornar não conseguiu subir uma pequena ladeira devido a falta de infra estrutura no local, um reforço foi chamado e uma outra ambulância foi acionada para rebocar a Fiorino,  mas também ficou atolada, sem conseguir sair.

Um dos motoristas chega a descer  do veículo e tentar calçar com pedras as
rodas da ambulância, mas sem sucesso, a pequena ladeira que está em péssimas condições, com pedras solta, e esburacada dificulta o acesso de veículos, moradores pedem uma melhoria no local.   

Ainda de acordo com o internauta que é morador da rua e pediu para não ter a identidade revelada, os dois veículos só conseguiram sair depois de muito tempo.    

Obs. Já pensou se fosse um caso de emergência? Como ficaria a situação de pacientes?

É público e notório o desleixo da administração pública de nossa cidade para com as ruas e avenidas.

  Veja o vídeo:  

Romim Mata (de Vergonha)



Flávio Dino Corta Gastos com Jatinho e Economiza 15 Milhões


Coluna Esplanada – Num Estado que figura entre os lanternas do País no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), com escolas de ‘barro e palha’ nos rincões, revela o governador, Flávio Dino está estupefato com a lista de gastos desnecessários que herdou da antecessora Roseana Sarney.

Além de colocar à venda uma casa de praia, palco de banquetes para empresários e políticos, o governo acaba de cancelar um contrato com táxi aéreo que, só em 2014, consumiu R$ 15 milhões dos cofres públicos.

O jatinho era usado pela ex-governadora e o primeiro escalão para viagens – investiga-se se todas a trabalho.


‘Eu viajo de avião comercial, neste momento. Depois faremos contrato em outros termos, que não consuma R$ 15 milhões’, explica o governador.

*Imagem Ilustrativa

domingo, 22 de fevereiro de 2015

HAPA: Usuários Criticam Atendimento e Denunciam Falta de Medicamento

O Hospital Antonio Pontes de Aguiar, único de urgência e emergência de Chapadinha e que atende boa parte da Região do Baixo Parnaíba, voltou a causar revolta em usuários e a ser alvo de críticas da população. Na sexta-feira, uma paciente denunciou falta de um medicamento vital e no sábado o bancário Antonio Marcos apontou demora no atendimento por falta de médico.

“Solicito com veemência que os blogueiros de nossa cidade façam uma reportagem a respeito do atendimento no HAPA (Hospital Antônio Pontes de Aguiar). Aquilo ali é uma vergonha! Estou com ojeriza daquilo! Nunca vi tanta falta de respeito com o ser humano!”, desabafou Antonio Marcos.

Antonio Marcos chegou a ser questionado pelo secretário de obras e articulação política, Aluízio Santos que retrucou criticando o atendimento da instituição onde Antonio Marcos trabalha, o Banco do Brasil e obteve o seguinte como resposta: “Aluízio, o que você acha de chegar em um hospital público, por voltas das 20h00min, com uma pessoa passando mal e esperar cerca de 1 hora para ser atendido porque não tinha médico plantonista? Estamos tratando de vidas ou de papel-moeda? O que é mais importante pra você? A vida de um ente familiar ou R$ 5000,00? A saúde e a segurança em Chapadinha são medíocres (um termo bem chulo e apropriado). E falando em "não generalizar", desculpe-me, não tenho como especificar algo que é ruim no todo!”,  contrapôs Marcos.

Na tarde da sexta-feira, dia 20, uma paciente denunciou a falta do medicamento Fenergan, um antialérgico essencial e cuja falta pode colocar vidas em risco. Segundo a paciente, que o blog vai preservar o nome, por volta das 13 horas ela procurou o HAPA com o corpo empolado e sentido dores, foi atendida pelo médico que receitou uma ampola de Fenergan, mas chegando no local de aplicação foi informada que o remédio não estava disponível e que deveria comprar fora, o que foi feito e a tirou da crise.

Secretário Pede Mais Informações

Procurado pelo blog, o secretário municipal de saúde Allan Monteles disse que só poderia se pronunciar sobre os casos com a informação dos nomes dos pacientes e horários específicos de cada atendimento.   

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Promotor Arquiva Processo Que Belezinha Movia Contra Vereador Marcelo


Em decisão datada de 10 de dezembro de 2014, o promotor de justiça Douglas Nojosa determinou arquivamento de uma representação que a prefeita Belezinha movia contra o vereador Marcelo Menezes / PRP por calúnia e difamação.

Em sua denúncia a prefeita Belezinha se disse ofendida e prejudicada por pronunciamento do vereador que a teria acusado publicamente de ser mandante de um crime de homicídio. “A suplicante (Belezinha) foi surpreendida no dia 20 de outubro de 2014 (durante sessão da Câmara Municipal de Chapadinha) com pronunciamento em plenário do suplicado (Marcelo Menezes), na condição de vereador deste município, em que o mesmo de forma leviana, maldosa e irresponsável, entre outros impropérios grotescos sem nexo e parciais, afirma que a prefeita foi mandante de crime e que tinha destacado uma pessoa para intimidar e agredir Marcelo Menezes”, diz a denúncia de Belezinha, reproduzindo, adiante o trecho da fala do parlamentar.

“O povo da Chapadinha não lhe conhece, vai lhe conhecer mais na frente porque eu tenho um podre de você, ridículo. Que até gente você mandou matar. Você pode ter certeza disso e bombas virão para frente e eu não tenho medo de você. Você mandou uma pessoa me intimidar, ir atrás de mim pra me dar uma pisa. Dê por trás, porque se ficar aleijado essa pessoa pode preparar o caixão dela”, declarou Marcelo em pronunciamento.    
     
Em sua decisão o promotor de justiça reconheceu a imunidade parlamentar e considerou a reação de Marcelo dentro do contexto de eventual ameaça por ele sofrida. “Analisando os autos, verifica-se que a ação parlamentar, inclusive dos Vereadores, ao omitirem opiniões, palavras e votos, no exercício do mandato e na circunscrição do município, está acobertada pela imunidade parlamentar, conforme insculpido no artigo 29, VIII da Carta Magna”, disse. “Ademais, observa-se que reação do parlamentar decorreu de suposta ameaça à sua integridade física por parte da Representante (Belezinha). Portanto, sem razão as argumentações da Representante (Belezinha). Diante do exposto, resolvo promover o arquivamento de plano desta representação”, finalizou o titular da 1ª Promotoria de Justiça de Chapadinha.

Ao comentar a decisão Marcelo reiterou que não fala contando com a imunidade parlamentar e tem prova do que disse em discurso. “Embora eu tenha direito de dizer o que penso sem obrigação de comprovar, vou voltar a este assunto nas sessões de 2015, apresentarei prova da denúncia séria que fiz com documentos e vou desmascarar essa prefeita pra toda a cidade saber quem é ela”, garantiu Marcelo.    

Adicionar legenda



Carnaval Fraco e Outras Notas

Bom Público Apenas na Praça do Povo / Foto Kim Pereira

Carnaval de Chapadinha Fraco
Sobre o carnaval nada a acrescentar. Como o adiantei em texto anterior estamos apenas escapando e ficando acima da média da região. Apesar da insistência da comunicação da prefeitura em taxar o carnaval de Chapadinha como o melhor do estado, andou foi longe de repetir anos anteriores, basta ver o público bem menor nos mais variados pontos de festas.

Carnaval de Chapadinha Fraco 2
A prefeitura até tentou e as atrações foram melhores que ano passado, mas fazer um bom carnaval depende de fatores econômicos, conhecimento cultural, estratégias publicitárias... Voltaremos ao assunto para contribuir com o debate.  

A Vida não se Resume ao Carnaval
Antes de entrar na loucura de dizer que fizemos o melhor carnaval do Estado, os estrategistas de Belezinha devem atentar para um detalhe fundamental. Danúbia talvez tenha feito o melhor carnaval em décadas em 2012 e nem candidata conseguiu ser no mesmo ano. Pessimamente avaliada por vários motivos Belezinha precisa melhorar muito para ser competitiva e não seria salva nem pelo carnaval de Salvador isoladamente.  


Governo do Estado na Folia
Mesmo com as ruas da Capital lotadas e festas com ajuda do governo estadual em várias cidades o governador Flávio Dino não ficou satisfeito e prometeu melhorar ano que vem. “Começamos a recuperar o carnaval do povo e em 2016 vamos fazer uma festa ainda maior. Será o melhor carnaval da história do Maranhão”, informou o governador Flávio Dino, durante conversa com a imprensa na Passarela do Samba, na segunda-feira de carnaval.



Volta dos Blocos
O vereador Marcelo Menezes / PRP antecipou que em 2016 o carnaval poderá ter de volta um grande bloco: trata-se do bloco Global que já é sucesso em Pedreiras. “Parabéns Kaieno, sucesso Global em Pedreiras e outras cidades, Chapadinha vai voltar a ser feliz com o Bloco Global” declarou o parlamentar em sua página do Facebook.



Sessões da Câmara
Passada a folia, o ano político começa com a volta das sessões da câmara. A dúvida é quanto ás transmissões das sessões via rádios. A prefeita Belezinha nunca escondeu o incomodo com a palavra dos vereadores de oposição ecoando pela cidade e pela Zona Rural. Apesar de ter dado a palavra ao vivo em favor da manutenção das transmissões a presidente Márcia Gomes / PR deve sofrer pressões em sentido contrário.



Levi Pontes é Destaque

Ao comentar sobre deputados que mantém tradição familiar na política, o blog do Antonio Martins destacou a boa estréia do aniversariante do dia de hoje, deputado Levi Pontes na Assembleia Legislativa. “Outro exemplo da ‘política de pai pra filho’ é o deputado Levi Pontes (SD), herdeiro do ex deputado Antônio Pontes de Aguiar. Estreante na política, Levi é um dos novatos com maior bagagem para representar a cidade de Chapadinha e adjacências” concluiu o blogueiro.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Belezinha Paga Educação e Deixa Demais Funcionários Fora da Antecipação


A prefeita Belezinha anunciou na tarde de hoje a antecipação do pagamento dos aposentados e dos servidores da educação que também receberão 1/3 de férias a quem têm direito. Já os servidores da Saúde e demais secretarias não terão o mesmo privilégio.

No momento em que a prefeitura tenta impor 16 horas de trabalho semanal, contra as 13 que o SINDCHAP defende como direito dos professores, a bondade de Belezinha é avaliada como uma forma de diminuir a resistência dos servidores da educação às medidas que pretende adotar contra direito da categoria.

“Inadmissível um professor que é formador de opinião se submeter a manobras deste tipo simplesmente por medo e por não conhecer seus direitos”, disse o professor Rubenilson Lima, defendendo a jornada de 13 horas.

Neste momento ocorre uma Assembleia Geral do Sindicato, o assunto deve ser tratado e uma posição oficial deve ser tomada nas próximas horas.  

Foto SECOM