Publicidade

Publicidade

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Anapurus: Polícia Já Teria Identificado os Três Que Faltam da Emboscada do Fantástico

Testemunha Ouvida Pelo Fantástico 

“Eles tudinho são envolvidos com política, trabalham lá na prefeitura. São de dentro” assim a testemunha da emboscada fala à equipe do Fantástico sobre os participantes da ação, em entrevista exibida no programa jornalístico dominical da Rede Globo.

Ainda no mesmo dia do assalto um envolvido era reconhecido e preso e outros três tinham prisão preventiva decretada, se apresentariam dias depois e permanecem detidos em São Luís. E os outros três? Por que ainda não foram identificados e presos?

Por lógica algo dificulta uma ação imediata da política na identificação ou captura dos três restantes. O relato da testemunha que falou à reportagem da Globo – pelo que sabe até teria declinado nomes e o Fantástico por prudência os omitiu – deixa bem claro tratar-se de pessoas muito conhecidas.


Loja de Peças Agrícolas e Posto de Combustíveis de Onde a Polícia Teria Tirado Vídeos de Segurança 

O titular do blog esteve em Anapurus e também ouviu de testemunhas menção de nomes de figurões e detalhes do crime que pelos mesmos critérios do Fantástico prefere não revelar no momento. Uma fonte ligada ao comando das investigações em São Luís informou que a polícia civil já teria imagens de câmeras de segurança de uma loja de implementos agrícolas e um posto de gasolina no percurso da churrascaria onde se deu a emboscada, o que já teria permitido a identificação de todos os envolvidos com o crime.

Sem informações concretas as pessoas de Anapurus e Mata Roma se dividem entre os confiam que a secretaria de segurança do estado esteja se cercando de cuidados antes de enquadrar os demais participantes do assalto e os que temem - por influência política - que já esteja em curso uma grande operação abafa. Os próximos capítulos desta novela dirão quem tem razão. 

Levi Pontes e Simplício Inauguram Comitê em São Luís


O candidato a deputado estadual pelo Solidariedade, Dr. Levi Pontes,  inaugurou, nessa terça-feira (29), mais um comitê em parceria com o deputado federal e candidato a reeleição Simplício Araújo.

O comitê – localizado em São Luís, no bairro Angelim – será ponto de apoio para que lideranças e moradores da localidade se sintam mais próximos de seus candidatos.

Em discurso, Dr Levi Pontes apresentou um resumo de como anda sua campanha pelo Maranhão e agradeceu os apoios que tem recebido diariamente. “Fico emocionado com cada declaração de apoio que recebo. Isso prova que o legado que meu pai, o ex-deputado Pontes de Aguiar, deixou na política maranhense irá se renovar nesta eleição”, apontou Levi Pontes.

Simplício, em sua fala, agradeceu o apoio dos presentes na inauguração e prestou conta do seu mandato. Conforme disse, muito ainda precisa ser feito e defendido por ele em Brasília, “Em apenas um ano e meio de mandato mostrei o que deve ser feito por um deputado. Espero contar com o reconhecimento de cada maranhense nesta caminhada”, ressaltou Simplício.


Participaram da inauguração lideranças políticas de São Luís. Entre eles, os ex-deputados Pontes de Aguiar, e Zé Orlando, a vereadora de Coelho Neto Cristiane Bacelar, além de suplentes de vereador, presidentes de sindicatos e moradores do bairro.

Belezinha Reúne Assessores e Contratados, Pede Apoio a Seus Candidatos e Detona Paulo Neto e Talvane


Ontem à noite a prefeita Belezinha reuniu funcionários comissionados, contratados e diretores de escolas, na casa do secretário Aluísio Santos (obras), para tratar de política e reforçar pedido de voto para seus candidatos.

Além de exigir manifestações favoráveis aos candidatos Inácio (estadual), Cleber Verde e Chiquinho Escórcio (federais), Belezinha e Aluízio demarcaram bem – entre blogs e candidatos adversários – quem serão os alvos dos ataques governistas.

Entre os blogs nenhuma surpresa: reclamaram dos Alexandres Pinheiro e Cunha e do Foguinho. A queixa principal é que estes blogs se recusam a aceitar a gestão da prefeita Belezinha como a melhor de todos os tempos e insistem em apontar irregularidades em um governo tão honesto.

Com relação aos candidatos adversários enquanto se esperava ataques à oposição tradicional e mais combativa, os detonados foram os antigos aliados Paulo Neto e Talvane Hortegal. Sobre Talvane (apelidado de candidato minhoca) voltaram a falar na famosa suposta proposta de trazer convênio do deputado Lourival Mendes condicionado ao repasse de metade do valor ao médico. Aluísio disse que a proposta era inaceitável é que por isso Talvane não seria merecedor de votos.

Nem os negócios em comum impediram alfinetadas em Paulo Neto. Aluísio teria criticado este Blog por ter ilustrado matéria sobre empresas laranjas com uma foto em que ele aparece ao lado de Paulo Neto e de sua esposa Carmem, prefeita de Mata Roma. O secretário de obras de Chapadinha declarou não achar justa a associação porque  ele faz tudo para que o governo Belezinha faça as coisas com “honestidade e transparência” e que seria por isso que sua prefeita (Belezinha) nunca apareceria num programa como o Fantástico daquela forma, espetou.

Paulo Neto e Talvane Hortegal devem receber o apoio do ex-prefeito Isaías Fortes, mentor da candidatura de Belezinha em 2012 e rompido com a prefeita desde no início deste ano.  

Levi Pontes e Flávio Dino Recebem Agentes Comunitários de Saúde e Reforçam Compromisso


O candidato a governador da Coligação “Todos pelo Maranhão”, Flávio Dino, participou de reunião nesta segunda-feira (29) com agentes comunitários de saúde de 18 regionais do Estado. Durante o encontro, Flávio ouviu as dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores e também reafirmou o compromisso com a categoria. Uma das 65 propostas de seu Programa de Governo é voltada especificamente para os agentes.

“Todos sabem do meu compromisso com a categoria desde quando parlamentar. Na nossa primeira versão do Programa de Governo, garantimos que caso o piso não fosse aprovado até 1º de janeiro de 2015, nós iríamos fazer com recurso estadual. Depois que foi aprovado, consta o compromisso, registrado no TRE, de fazer a contrapartida estadual”, afirmou Flávio Dino.

O candidato convidou ainda todos os presentes para participar do lançamento do “Pacto por um IDH Justo”, que reunirá movimentos sociais nesta quarta-feira (30), no Hotel Rio Poty, na Ponta D’Areia, em São Luís, às 18h.

Flávio reforçou a atuação dos agentes comunitários para melhorar o IDH do Maranhão, revertendo os índices de mortalidade infantil e ampliando a expectativa de vida da população. “Vamos melhorar o IDH com a dimensão de saúde preventiva. Tenho noção exata que para essas metas serem alcançadas é fundamental que estejamos juntos”, considerou.

Anos de Atraso
O presidente da Federação Maranhense de Agentes Comunitários de Saúde (Femac), entidade que representa 17 mil profissionais, avaliou como positiva a reunião, pois a categoria já estava certa de firmar o compromisso de apoiar Flávio Dino. “Nós vivemos há muitos anos no atraso. O Maranhão precisa dessa mudança para que não só os ACS, mas também todas as famílias tenham melhor saúde. Essa esperança está em Flávio Dino”, declarou Raimundo Nonato Barbosa.


A mesma confiança foi reafirmada por Frazão Oliveira, presidente da Força Nacional no Maranhão. Ele reforçou que Flávio Dino tem sido muito bem recebido pelos movimentos sociais; e os movimentos sindicais também têm abraçado a candidatura dele. “A expectativa é que ele dê o tratamento aos trabalhadores que outros governos não deram. Ele é um democrata, um político com visão de futuro, conhece a problemática da classe dos trabalhadores e sabe como resolver com negociação e diálogo”, afirmou.

De Brejo, Marcelo Porto falou da impressão que teve da população da cidade. Citando que o local funciona como um medidor da “opinião pública”, disse que ficou contente com uma declaração que presenciou. “Ouvi de uma pessoa no mercado que o Flávio resgatou nossa vontade de sonhar. Esse é o sentimento dos maranhenses, o povo quer acreditar de novo”, disse.


Compromisso Reforçado
O deputado federal Simplício Araújo (SD), candidato à reeleição, falou de seu empenho para aprovação da PEC que estabelece o piso salarial nacional para agentes de saúde e de endemias. Reforçando o compromisso, disse que ficou feliz com a confiança para continuar defendendo a categoria na Câmara Federal. “Além de a gente ter que lutar pelos direitos trabalhistas, garantindo o piso e depois a contrapartida e as condições de trabalho, é visível que os agentes são importantes para a melhoria dos índices de saúde”, disse.

O médico e candidato a deputado estadual pelo Solidariedade, Levi Pontes, destacou a importância da atividade dos agentes comunitários de saúde e a falta de apoio do governo do Estado. “O que nós queremos é assumir o compromisso com os agentes, pois falta aparelho de pressão, glicosímetro, não tem um material que os identifique, não tem transporte. É preciso garantir a eles equipamentos de trabalho”, elencou.


Levi frisou ainda que a política de saúde deve reforçar as ações preventivas, e não a hospitalização. “Quanto menos hospitais, é sinal que o agente cuidou do diabético para não descompensar, do hipertenso para não enfartar, do AVC”, relatou.


O encontro foi acompanhado pelo candidato a deputado estadual Wellington Reis (SD) e reuniu agentes comunitários de diversos municípios, entre eles, Coelho Neto, Brejo, Barra do Corda, Codó, Bacabal, Açailândia, Caxias, Anapurus, Milagres, São Benedito, Tutoia, Belágua e Chapadinha.

Do Blog do Alexandre Cunha 

terça-feira, 29 de julho de 2014

Fantástico: Laranjas de Mata Roma Faturam Milhões em Chapadinha

Secretário Aluízio, Paulo Neto e Prefeita Carmem 

Pela proximidade entre os políticos de Mata Roma e Anapurus com a prefeita de Chapadinha Ducilente Belezinha já se esperava alguma relação entre empresas mencionadas pela reportagem do Fantástico que escancarou um escandaloso esquema de firmas laranjas e empresas fantasmas, mas o blog encontrou muito mais do que isso.

Levantamentos na prestação de contas de Chapadinha e no Diário Oficial do Estado apontam que a prefeitura manteve contratos com valor acima de 3,7 milhões de reais com pelo menos duas empresas citadas no Fantástico.

"Dona" da Santa Margarida ao Lado de Paulo Neto
Prédio da Construtora Sta Margarida 


Apareceu a Margarida (R$ 3.216.120,15 em Chapadinha)
A Santa Margarida que o Fantástico desconfiou da capacidade de executar serviços de construção civil por suas modestas instalações e cuja proprietária Rejânia Maria Pinheiro dos Santos, se recusou a falar com a reportagem, ganhou três licitações em Chapadinha. A primeira no valor de R$ 1.487.300,00 para melhoramentos de caminhos de acesso junto a secretaria de obras, em 6 de maio de 2013. Outras duas os recursos seriam fruto de convênios e se referem a perfuração de poços artesianos nos valores de R$ 993.083,33 (em 25 de abril de 2014) e R$ 735.736,82 (na data de 23 de abril de 2014).  



Santa Margarida: Três Licitações no Valor de 3,2 Milhões 


Sem Endereço: Premiada Premier
Se a equipe do Fantástico duvidou da capacidade da Santa Margarida, por funcionar numa casa de porta e janela, imagine o que não diria se soubesse que outra empresa bastante ativa no esquema, a Premier, não funciona no endereço que consta de seu contrato social e notas fiscais. A Premier, que tem como proprietário (ao menos no papel) Javé Ferreira da Costa Lima, que de acordo com o Fantástico seria operário concursado da Caema, aquele que saiu de moto, em disparada para não falar com a reportagem da Globo – foi contratada em 2013 pela prefeitura de Chapadinha, para realizar serviços de meio fios, sarjetas e calcamento pelo valor de R$ 580.000,00.

Javé: Operário/empresário Fugindo do Fantástico

Premier: R$ 580 mil em sarjeta e meio fio


Nossa equipe de reportagem esteve em Mata Roma e percorreu a rua Hildenes Garreto de ponta a ponta e não encontrou a sede da Empresa Premier. O número mais perto do endereço declarado (Hildenes Garreto, nº 01) é 225, que não parece abrigar uma construtora de gabarito.

Rua Hildenes Garreto: Premier Não Encontrada

A Premier seria N° 01 a primeira casa da Rua é a 225



Obras  Onde? 
Apesar de constarem nas prestações de contas, notas de empenho e diários oficiais (no papel) os gastos da prefeitura são alvo de indagações e denúncias. Desde 2013, vereadores, imprensa e entidades sociais indagam onde tais obras foram efetivamente feitas em Chapadinha. No caso das sarjetas e meios fios a prefeitura, em setembro de 2013, chegou a apresentar gasto de R$ 286.680,00 (relembre) e questionada, depois negou, dizendo que os gastos elencados por equívoco como sendo calçamento teriam sido aplicados como roço lateral em estradas do interior (reveja). Vereadores de oposição denunciaram, no período, obras fantasmas e possível ocorrência de notas frias.

Prefeitura Admitiu Ter Pago R$ 1.800.000,00 e Diz Que Vai Cancelar Contratos com Santa Margarida
A prefeitura de Chapadinha, por meio do secretário William Fernandes (Comunicação) assumiu ter gasto R$ 1.800.000,00 com as duas empresas suspeitas, sendo que segundo alegam, os pagamento à Premier foram pouco superior a R$ 100 mil porque o município não teve recursos para pagar os R$ 580.00,00, que o contrato se encerrou em dezembro 2013 e que as obras executadas foram de operação tapa buraco, mas não citou as ruas atendidas.

Sobre a Santa Margarida, a prefeitura diz que ela ganhou licitações normais, aberta a todos e que “à época a empresa não tinha essa conotação e não compete ao município acompanhar e fiscalizar documentos de empresas fora do âmbito da prefeitura”, disse William, em nome do secretário de Obras Aluízio Santos.

Ainda de acordo com a prefeitura poços nas localidades Loloya, Riacho Grande e Barro Branco já foram executados. “Todos os poços estão furados, revestidos e limpos; um deles já está com a estrutura” relatou sem deixar claro se já estariam em funcionamento.  

A prefeitura também declarou já haver determinado cancelamento dos contratos com a Santa Margarida. “Baseada em fatos recentes divulgados no noticiário local e estadual, (a prefeitura) acionou a Controladoria e Assessoria Jurídica e já está terminando o processo de distrato, para abrir nova licitação em busca de nova empresa”, finalizou. 

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Concurso Machado de Assis: Lógica Matemática ou Cartilha da Prefeita?


Toda matéria em que questiono o famoso concurso público do Machado de Assis / Prefeitura de Chapadinha – aquele que foi suspenso depois que a candidata e assessora da prefeita passou sem haver ao menos pago a taxa de inscrição – o  professor de matemática Mauro Regis reduz toda insatisfação e reações contrárias ao certame ao número de aprovados ou classificados menor que o de reprovados.  

“A maior “irregularidade” desse concurso é uma simples questão de lógica (e isso não é ilegal, por mais que alguém tente provar o contrário): se o concurso possui 224 vagas para os aprovados e 448 vagas para os classificados, em um universo de 7.210 candidatos inscritos, obviamente 6.538 serão desclassificados, ou seja, menos de 10% dos candidatos obterão êxito. Embora seja um expressivo número de candidatos desclassificados e, consequentemente, insatisfeitos e/ou revoltados, nenhuma ação, de quem quer que seja, mudará essa matemática simples”, disse o professor Regis em texto recente no Facebook. 

Adiantando que – embora estranhe o tom agressivo do professor contra quem questiona o Machado de Assis – não descreio da capacidade do matemático para passar em concurso e ministrar boas aulas de uma ciência cujas minhas noções são assumidamente precárias e, até por isso mesmo, é que peço ajuda ao mestre para um exercício matemático/estatístico mais complexo.

Vamos lá.

Duas candidatas sendo irmãs, quais as possibilidades de ambas terem obtido a mesma pontuação uma da outra, repetindo inclusive os resultados nas mesmas matérias? Explico melhor: as irmãs alcançaram 34 pontos, sendo a Irmã K tirou 4 em normas, 16 em conhecimentos específicos e 14 em português e a Irmã E também obteve os mesmos 4 em normas, 16 em conhecimentos específicos e 14 em português.

Antes que algum maldoso especule que elas tenham trocado conhecimentos durante o teste, adianto que isso é impossível, pois a Irmã K fez a prova na turma 6 do Colégio Manoel José de Santana e a Irmã E na sala 7 da Escola Nossa Senhora Aparecida.

As sintonizadas Irmãs K e E são reais, elas foram aprovadas para determinado cargo, uma em nono, a outra décimo lugar (também não sei qual o critério de desempate). Fiz questão de preservar nomes porque o intuito aqui é elevar o nível científico do debate acerca do concurso e não fulanizar o que seja. (veja recorte abaixo)

Depois de contado o caso, humildemente aguardo o professor Mauro Regis me dizer se a probabilidade de voltar a acontecer tal fraterna e extrema coincidência em outro concurso honesto são maiores que ganhar duas vezes 50 milhões na Mega Sena ou não.  

Sintonia das Irmãs K e E / Clique em Cima para Amplicar

“Acusados de Anapurus Queriam Apenas Conversar com Jornalistas”, Diz Advogado


Depois do policial militar Raimundo Silva Monteles, (que é sobrinho da prefeita de Tina Monteles) dizer que foi ao local do crime, levado por um grupo e sem saber o que iria acontecer, agora é a vez dos outros suspeitos presos confessarem presença na cena da emboscada contra a equipe do Fantástico, mas negarem intimidação e participação no roubo. 

“os pacientes [acusados] não negaram que estavam presentes no local no momento em que o delito ocorreu, mas somente se dirigiram aos repórteres para saber do que se tratava a matéria jornalística e que gostariam de apresentar suas versões sobre a reportagem realizada”, disse o advogado Charles Dias, em pedido de habeas corpus, que foi de pronto negado pelo desembargador Raimundo Barros.

Com quatro dos acusados negando o roubo do equipamento da Rede Globo, não me surpreenderia – em se tratando do Maranhão – se os repórteres do Fantástico terminarem condenados por denunciação caluniosa ou por terem escondido a câmera por maldade e para incriminar os inocentes assessores da prefeita Tina Monteles e correligionários de Paulo Neto.


Abaixo a Íntegra da Decisão que Manteve a Prisão dos Acusados (Publicada Pelo Blog do Luís Pablo)

Domingo, 20 de Julho de 2014
ÀS 23:21:40 – Não Concedida a Medida Liminar Parte: AGNALDO HENRIQUE ALVES; Decisão: Decisão – PLANTÃO JUDICIÁRIO

PLANTÃO JUDICIÁRIO
Habeas Corpus Nº 0331722/2014 – Brejo/MA
Pacientes: MANOEL FRANCISCO MONTELES NETO, JAIRO LISBOA DE SOUSA e AGNALDO HENRIQUE.
Impetrante: ROBERTO CHARLES DE MENEZES DIAS.
Autoridade Coatora: JUÍZO DE DIREITO DA VARA ÚNICA DA COMARCA DE BREJO.
Relator Plantonista: Desembargador RAIMUNDO BARROS.

DECISÃO
Trata-se de habeas corpus preventivo com pedido de liminar, impetrado por ROBERTO CHARLES DE MENEZES DIAS em favor de MANOEL FRANCISCO MONTELES NETO, JAIRO LISBOA DE SOUSA e AGNALDO HENRIQUE ALVES, contra ato do JUÍZO DE DIREITO DA VARA ÚNICA DA COMARCA DE BREJO.
O impetrante afirma que os pacientes estão sendo acusados pela imprensa local de terem participado de uma ação criminosa na cidade de Anapurus/MA em 17/07/2014 por supostamente terem roubado uma Câmera Filmadora, marca Sony, modelo BVW 800. Esclarece que os repórteres da emissora Globo de Televisão estavam se retirando da Churrascaria do Gaúcho e forma abordados por 08 (oito) elementos, e por sua vez a Câmera filmadora foi retirada por um deles, sendo que alguns dos elementos em questão saíram no carro que se encontrava na frente da Churrascaria e os outros em um outro veículo que estava na parte de traz do prédio do referido restaurante.
Afirma que após uma rápida investigação a polícia efetuou a prisão do policial Raimundo Silva Monteles, sendo que o mencionado policial foi ouvido, bem como algumas testemunhas, que afirmaram que os pacientes se encontravam no local, todavia, não lhes imputaram qualquer conduta delitiva típica. Ressalta que os pacientes não negaram que estavam presentes no local no momento em que o delito ocorreu, mas somente se dirigiram aos repórteres para saber do que se tratava a matéria jornalística e que gostariam de apresentar suas versões sobre a reportagem realizada.
Aduz que em recentes notícias pelos meios de comunicação local, inclusive com entrevista concedida pelo Secretário Estadual de Segurança Pública dão conta que os pacientes são tidos como suspeitos do furto e que já foram expedidos mandados de prisão contra eles.

Seguem sustentado que no presente caso não se encontram presentes os requisitos que autorizam a prisão cautelar, eis que o rol do art. 312 do CPP é taxativo, posto que não existe materialidade e indícios suficientes de autoria. Assevera que os pacientes residem no Município de Anapurus/MA, todos possuindo residência fixa e ocupação lícita.
Logo o impetrante justifica que no presente caso inexiste o periculum libertatis, posto que a liberdade dos pacientes não traria qualquer perigo à ordem pública ou ordem econômica, bem como não colocaria em risco a instrução criminal.

Ao final, requerem a liminar para conceder salvo conduto aos pacientes, e por sua vez o recolhimento do mandado de prisão preventiva e no mérito, a confirmação do pleito relativo à tutela de urgência.
Eis o que merecia relato. Decido.
Em um juízo de cognição sumária, devo dizer que não vislumbro, prima facie, a presença dos requisitos do fumus boni iuris e do periculum in mora, imprescindíveis à concessão da liminar vindicada.
Analisando os autos, apesar de ser defensor de uma pronta ação do judiciário para assegurar o direito à liberdade, em um juízo de cognição sumária e no serviço de plantão, verifico que os requisitos para concessão da liminar pleiteada não estão devidamente comprovados, quais sejam, o fumus boni iuris e periculum in mora, posto que não ficou prontamente comprovado a existência de mandados de prisão em desfavor dos pacientes, bem como inexiste documentação que comprove de fato a existência de decisão judicial sobre prisão cautelar, e em sendo muito rápido a ação do serviço judiciário de plantão, não estamos seguro sobre os fatos, necessitando a requisição de informações à autoridade judicial. Devo citar ainda que, assistimos notícias veiculadas na imprensa, especialmente na televisão com entrevista de autoridades policiais e advogados, dando conta que o fato teria ocorrido em suposta emboscada, inclusive o Procurador da Prefeita de Anapurus, falando em nome desta, defendeu com veemência a investigação e punição exemplar dos responsáveis.
Logo, pelo menos neste momento, verifico que não ficou demonstrado atentado à liberdade dos pacientes, que justifique e autorize a apreciação imediata deste Habeas Corpus Preventivo em sede de Plantão, sendo que para a análise das questões suscitadas neste writ se faz necessário requisitar informações do juízo impetrado.
Ante o exposto, INDEFIRO A LIMINAR PLEITEADA e, de modo a agilizar o trâmite processual, de logo determino que seja oficiado ao MM. JUÍZO DE DIREITO DA VARA ÚNICA DA COMARCA DE BREJO, para no prazo impreterível de 03 (três) dias, prestar informações sobre o alegado na inicial, encaminhando-lhe cópia da inicial, bem como dos documentos que a instruem, servindo esta decisão como ofício para fins de ciência e intimação.
Publique-se. Intimem-se. Cumpra-se.
São Luís/MA, 20 de julho de 2014.

Des. RAIMUNDO José BARROS de Sousa
Desembargador Plantonista

domingo, 27 de julho de 2014

Incomodados: Blogs Ligados a Paulo Neto, Edinho Lobão e Belezinha Se Articulam Para Atacar Levi Pontes

Caminhada de Flávio e Levi em Chapadinha

Depois de uma caminhada com a presença de Flávio Dino, da confirmação da liderança de Levi Pontes nas pesquisas e da inclusão do seu nome em todas as listas de favoritos a ocupar uma vaga na Assembleia Estadual, o candidato passou a ser alvo de ataques de blogs ligados ao ex-deputado Paulo Neto, ao candidato a governo Edinho Lobão e à prefeita Belezinha.

Belezinha e Paulo Neto: "Negócios em Comum" 

Os Mentores dos Ataques
Acusado de ser comandante de um esquema milionário de corrupção envolvendo firmas laranjas em várias cidades da região e suspeito de autor intelectual da emboscada contra a equipe do Fantástico, Paulo Neto, acuado, escalou um de seus aliados para desqualificar as chances de Levi Pontes.

Com a segunda maior rejeição entre os prefeitos do Maranhão, também relacionada a vários escândalos e com candidatos a deputados que não chegam a 1% nas pesquisas, Belezinha também revela incomodo com o desempenho de Levi e patrocina ataques ao candidato do Solidariedade e a Flávio Dino, na tentativa de ajudar Edinho Lobão.


Aliados de Paulo Neto e Belezinha Forçando a Barra

O Argumento dos Desesperados
Contra Levi Pontes, que por onde passa reafirma que não responde a processos ou enfrenta investigações, insinuam perda de aliados usando decisão de um grupo de lideranças ligadas a Danúbia Carneiro, que cansaram de esperar por uma definição da ex-prefeita e resolveram apoiar um candidato a estadual da oposição e confirmaram apoio a Nonato Baleco(federal) e a Flávio Dino, num gesto considerado natural por Levi Pontes, que chegou a dialogar com o grupo, mas na impossibilidade de receber apoio, respeitou a decisão democrática dos militantes políticos.

Dois dos Quatro Aliados de Paulo Neto Presos em São Luís

Estratégia Furada
Não se sabe o que Paulo Neto e Belezinha ganharão patrocinando ataques contra o deputado do Solidariedade, o certo é que – além do erro de passar notório recibo de preocupação com Levi Pontes – talvez eles devessem temer novas e bombásticas denúncias que vincularão Paulo e Belezinha em esquemas milionários de firmas laranjas e notas frias, investigações que provarão de forma clara o comando de Neto nas operações e, por fim, deveriam mesmo era se preocupar com os aliados que se encontram  presos e outros que em breve serão.  

sábado, 26 de julho de 2014

Chapadinha Faz Festa Para Flávio Dino, Levi Pontes e Nonato Baleco

Do Blog do Alexandre Cunha

Na manhã de hoje, sábado (26) a cidade de Chapadinha recebeu com grande festa o Candidato a governador do Maranhão, Flávio Dino.
Nas ruas o clima era de festa por onde a caravana da mudança passou.
Flávio Dino e Roberto Rocha candidato a Senador, Dr. Levi Pontes candidato a Deputado Estadual, Deputado Simplício Araújo e o Candidato a deputado Federal Nonato Baleco, participaram de uma grande caminhada ao lado do Povo e grandes lideranças Políticas da Cidade.



 VEJA ALGUMAS FOTOS, E LOGO DEPOIS MATÉRIA COMPLETA NO BLOG.










Concurso: Homologado e Ainda Ameaçado na Justiça


Os blogs ligados ao governo Belezinha anunciaram e os aprovados no concurso público comemoraram a notícia da homologação do resultado final apresentado pelo Instituto Machado de Assis, mas independente da publicação em diário oficial, o concurso continua duplamente ameaçado por ações judiciais e a qualquer momento pode ser suspenso ou definitivamente anulado.

Além do recurso do vereador Marcelo Menezes no Tribunal de Justiça do Maranhão que pede a volta da suspensão do certame, o processo original que corre na 1ª Vara da Comarca de Chapadinha ainda não teve a decisão final.

Caso o recurso de Marcelo seja acolhido em São Luís o concurso volta a ser suspenso e a prefeitura ficaria novamente impedida de nomear ou praticar qualquer ato até a decisão final da justiça local. Já se o resultado de mérito aqui mesmo em Chapadinha for pela anulação a prefeitura terá que realizar novo seletivo para contratação de servidores.


Em tempo: antes que os defensores da prefeita Belezinha reclamem ou os aprovados no belo concurso me joguem pragas, devo lembrar que, por outro lado, pode ser que o recurso (de Marcelo) não seja provido em São Luís e o julgamento final de Chapadinha seja favorável e todos possam assumir seus empregos conseguidos por estudo ou NÃO... Escrevo esse texto apenas para que não comemorem muito cedo e para alertá-los que – na fase atual – o risco que corre o pau, também corre o Machado de Assis! 


sexta-feira, 25 de julho de 2014

Matéria Completa: Suspeitos de Emboscada do Fantástico São Presos



Mais três suspeitos de participar da embocada a dois repórteres do programa Fantástico, em Anapurus, foram presos nesta sexta-feira (25). Agnaldo Henrique Alves, Manoel Monteles Neto e Jaime Lisboa de Sousa teriam participado, no dia 17, do roubo de equipamentos de um repórter e um repórter cinematográfico do programada da Rede Globo. Na manhã desta sexta, o serviço Disque-Denúncia já havia divulgado as fotos dos três suspeitos.

As prisões aconteceram no início da tarde, enquanto o trio prestava depoimento na Secretaria de Segurança Pública (SSP), em São Luís, e foi confirmada pelo delegado Jair Paiva, da Superintendência de Polícia Civil do Interior. “A voz de prisão foi dada porque existe um mandado de prisão preventivo em desfavor deles. Após os trâmites administrativos, eles serão encaminhados para a realização de exames no IML [Instituto Médico Legal], e ao sistema penitenciário”, explicou.

Segundo o delegado Jair Paiva, os detidos Manoel Monteles Neto seria secretário de administração de Anapurus; Jaime Lisboa de Sousa, tesoureiro; enquanto Agnaldo Henrique Alves não teria uma ligação direta com a prefeitura. “Informalmente eles falaram que possuem essas ligações com a prefeitura, mas nos autos essa informação não existe. Estamos apurando e caso isso se concretize, informaremos à Justiça”, acrescentou o delegado.

Com estas prisões, sobem para quatro o número de envolvidos no caso, detidos pelo polícia. No dia seguinte à emboscada e roubo, o cabo da Polícia Militar. De acordo com a polícia, o acusado é sobrinho da prefeita de Anapurus, Tina Monteles. Em depoimento, Raimundo Silva confirmou que esteve na cena do crime a convite a convite de Jairo Lisboa de Sousa, tesoureiro da Prefeitura. O PM foi autuado por roubo e formação de quadrilha e pode ser expulso da corporação.

“Segundo o que foi investigado, são sete 'elementos'. São quatro presos, então agora vamos identificar e prender os restantes. Mas pode ser que mais pessoas estejam envolvidas”, acrescentou Paiva.

Entenda o caso
De acordo com informações da Delegacia Regional de Chapadinha, os profissionais da emissora estavam almoçando no posto de combustível Bom Jesus, em Anapurus, quando foram rendidos por sete homens armados, que levaram seus equipamentos. O grupo interceptou o carro dos repórteres e, à força, lhes tomou uma câmera e equipamentos de gravação. A equipe produzia reportagem sobre obras superfaturadas em cidades do interior do Estado.


O advogado Márcio Endles, que representa a prefeita do município de Anapurus, Tina Monteles, negou que a prefeitura tenha qualquer participação na emboscada. "A Prefeitura de Anapurus é a terceira vítima desse crime. A primeira foi a equipe de reportagem e a segunda é a liberdade de imprensa. A prefeita é a mais interessada na apuração desse caso, que é um caso de polícia. A ordem é que se investigue tudo. Não sabemos a motivação desse crime, mas não existem motivos para que o município esteja envolvido porque não há nenhuma investigação contra o órgão, não há provas. Só  polícia poderá dizer o que aconteceu", declarou o advogado em entrevista à TV Mirante. 

Clique e veja a reportagem completa da TV Mirante abaixo:

Protesto! Populares Interditam Avenida Ataliba Vieira


Incomodados com a poeira e cansados de esperar o asfaltamento prometido pela prefeitura, moradores e comerciantes da principal Avenida de Chapadinha, a Ataliba Vieira de Almeida, perderam a paciência e resolveram interditar a via e realizar queima de pneus usados em protesto.

A interdição teve início às 17 horas e reuniu um grande número de populares que participaram do protesto ou observavam o movimento. Segundo um manifestante, que preferiu não se identificar: “a ação de hoje é apenas a primeira de muitas, caso a prefeitura não resolva logo o problema”, disse.

“Nos próximos dias vamos escolher um momento sem avisar e interditar novamente a Avenida e caso a prefeita Belezinha não resolva o problema asfaltando aqui, vamos fazer umas duas crateras para cortar tudo de vez”, revelou o mesmo manifestante.


Até o momento em que nossa reportagem permaneceu no local, ninguém da prefeitura havia chegado, nem havia presença de policiamento na área.  

Mais Fotos do Protesto

Início do Protesto

Paliativo: Carro Pipa da Prefeitura Impedido de Molhar a Via 



Populares Observando a Manifestação