Publicidade

Publicidade

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Levi na Saúde e os Falsos Moralistas

Bastaram as primeiras especulações em torno de sua aproximação com Magno Bacelar e eventual indicação para a secretaria municipal de saúde para o médico Levi Pontes virar alvo de ataques da oposição ligada ao ex-prefeito Isaías. Sem confirmação do acordo político, aliados de Isaías e outros opositores da prefeita Danúbia mudaram de opinião com relação a Levi Pontes, os que antes vibravam com suas críticas foram os mais rápidos em condená-lo.


Se os boatos caminhassem em sentido contrário e Levi estivesse perto de entendimento com o grupo de Isaías (que, diga-se de passagem, está inelegível por condenação no Tribunal de Contas da União) ele seria tratado como herói da luta contra a corrupção.

As insinuações contra Levi realçam o velho sestro daqueles que se acham exclusivos proprietários do “bem” e passam a satanizar quem não se submete a seus falsos moralismos.

domingo, 29 de janeiro de 2012

Prefeitura Começa a Receber Máquinas de Asfalto

 

Conforme a prefeita Danúbia Carneiro havia anunciado, em entrevista da semana passada à Rádio Cultura, as máquinas que trabalharão no asfaltamento de ruas e avenidas começaram a chegar esta manhã. A usina de asfalto já se encontra na localidade Três Palmeiras, que fica no município de Vargem Grande, as margens da BR 222, cerca de 42 quilômetros de Chapadinha.

Segundo informações da prefeitura, a usina asfáltica ficará baseada em Três Palmeiras porque a empresa ECOVIAS, pertencente ao grupo EDECONSIL, já dispõe de licença ambiental naquela área.

Entre as vias que deverão receber pavimentação as mais importantes são a Avenida José Caetano, Avenida Ataliba Vieira de Almeida e Presidente Vargas. O programa ainda prevê melhorias em várias outras vias do Centro e alguns Bairros.

Ainda de acordo com a prefeitura a empresa precisa de pelo menos três dias para instalar seu maquinário completo o que sinaliza que as obras propriamente começarão ainda nesta semana. 

Foto: Antenor Ferreira

sábado, 28 de janeiro de 2012

Caso do Pastor, Entrevista de Padre Neves e Outras Notas


Novas Especulações
O suposto envolvimento de um Pastor Protestante de Chapadinha com abuso ou assédio sexual contra menor de idade voltou a ser assunto em blog da capital, com repercussão em sites locais. Como novamente não foram citados nomes do religioso nem da alegada vítima (ou família) a matéria nada esclarece e só aumenta especulações, este blog só volta a abordar o tema quando e se nomes foram relacionados aos personagens da trama.  

Juvenal na ASA-MA
Um dos militantes sociais mais ativos de Chapadinha, o petista Juvenal Neres, acaba de alcançar mais uma vez sucesso na sua empreitada. Ele foi eleito coordenador-executivo da representação maranhense da Articulação do Semi-Árido (ASA-MA) para a gestão 2012-2014. Mostrando entusiasmo com o novo desafio, Juvenal afirmou que estamos passando por um longo processo de fortalecimento das Organizações Não-Governamentais (ONG's) do Maranhão e os benefícios serão das sociedades que convivem com o semiárido.

Maluco Beleza
Finalmente o Bloco Maluco Beleza anuncia as suas atrações para o Carnaval 2012: bandas  Chicana, Furacão do Forró e Forró Saborear serão puxadas pelo trio BABY. Os abadás deverão custar R$ 40,00 (quarenta reais) e a comissão organizadora do Bloco deve divulgar os pontos de venda na próxima semana.

Entrevista Padre Neves
O padre Manuel Neves (foto) concedeu entrevista a site de Portugal, republicada pelo Chapadinha Site. Neves fala dos 34 anos a frente da paróquia de Chapadinha, relembra problemas que teve com políticos e latifundiários locais, analisa fatos ligados à luta pela reforma agrária, conta como aumentou o número de capelas e templos e compara no modo de vida do agricultor local com os europeus num importante registro de um Padre que foi testemunha e participe da história de Chapadinha. Para ler a íntegra da entrevista clique aqui.

Urgente: Desaparecido


O funcionário Cesar Augusto da Conceição (foto) da empresa telefônica oi e um amigo, funcionário da CEMAR saíram ontem para trabalhar e até agora não retornaram para casa.

Os dois foram visto pela última vez na localidade Placas.

Os familiares já foram no Hapa e na Delegacia mas não tiveram nenhuma informação.

As famílias estão aflitas: qualquer informação ligar: 91224394 ou 91434927

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

PT Organiza Festa de 32 Anos de Existência


O Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores realiza no dia 10 de fevereiro, em Brasília, ato comemorativo dos seus 32 anos de fundação. A festividade ocorrerá durante o encerramento do Encontro Nacional de Prefeitos/as e Deputados/as Estaduais do PT. O evento, que será realizado no Centro de Eventos Brasil 21 (Plano Piloto), contará com a participação de dirigentes, militantes, ministros, parlamentares, prefeitos, lideranças sindicais e populares, além de representantes dos movimentos sociais e de partidos aliados.

Na comemoração do 32º aniversário de fundação, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, reafirma a posição do PT na defesa intransigente do povo brasileiro.

“Nestes 32 anos, o PT ajudou o Brasil a passar por grandes transformações, desde a luta pelo fim da ditadura, passando pelas Diretas Já, e contribuindo para a organização dos trabalhadores através da criação e construção da CUT. Depois, com a eleição de Lula e de Dilma, que fizeram com que o Brasil entrasse em um novo ciclo de transformação social e econômica. Podemos destacar os programas sociais que tiraram milhões de famílias da miséria, a geração de emprego e renda e a nova política para o salário mínimo, entre tantos avanços que ajudam o Brasil a ser hoje reconhecido e respeitado no cenário internacional”.

Rui Falcão também conclama os petistas a comemorarem a data com mobilização e alegria. “Por tudo isso, é importante celebrar essa história de 32 anos de lutas. Conclamamos toda a militância a realizar atos pelo país inteiro e os nossos parlamentares a usarem as tribunas para fazerem pronunciamentos em homenagem ao Partido, mobilizando assim a sociedade brasileira para que esse processo de transformação tenha continuidade na vida social e política do nosso País”, enfatiza o presidente do PT.

Durante as comemorações dos 32 anos de história, o PT também irá comemorar o Centenário de Apolônio de Carvalho, ativista histórico que assinou a primeira ficha de filiação ao Partido em 1980.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Bandeirantes Continua Como Escola e SEDUC/URE Anunciam Outras Mudanças na Educação

Professor Jânio Ayres com Gestores de Outras Regionais de Educação

Uma reunião ampliada de gestores regionais, secretários municipais de educação, técnicos e secretários adjuntos da SEDUC, coordenada pelo secretário de educação do estado, João Bernardo Bringel, debateu os destinos da educação do Maranhão e decidiu algumas questões de caráter prático com relação ao início do calendário escolar de 2012. 

Entre as medidas anunciadas, ficou deliberado que Ensino Fundamental deverá ser separado do Ensino Médio. Pela medida cada escola ficaria apenas com estudantes do mesmo nível de ensino. As escolas em que funcionam os dois níveis deverão se reorganizar. 

Com relação a Chapadinha ficou decidido que o Colégio Bandeirantes não será transformado em Centro de Convenções. Segundo o gestor Jânio Ayres a sociedade se manifestou contrária à ideia. Depois de ouvir a direção do Bandeirantes foi definido que a escola atenderá alunos do ensino de nível médio, com isso os alunos do ensino fundamental passarão para o Colégio Paulo Ramos, no turno matutino e os alunos do ensino médio do Paulo Ramos serão deslocados para o Bandeirantes.

A SEDUC informou ainda que os municípios que aceitem receber alunos do Fundamental da Rede Estadual de Ensino poderão fazê-lo já agora em 2012, devendo apenas ser formalizado o ato. A proposta da SEDUC prevê concessões de prédios, professores, vigilantes e servidores estaduais, enquanto os municípios se estruturam para assumir plenamente o total de alunos.

De acordo com a SEDUC/URE, em Chapadinha as escolas estaduais com previsão de passar para o município são: UI Oliveira Roma (no bairro Corrente), UI N. Sra. das Dores (no bairro Mutirão) e o CAIC (no bairro Areal).

O gestor Jânio Ayres esclareceu que os professores da Rede Estadual não serão obrigados a permanecer ou a mudar de escola. “Eles (os professores) serão consultados a esse respeito, sendo consideradas as suas preferências”, explicou Jânio.

Conforme outra mudança anunciada, a sede da URE (Unidade Regional de Educação) de Chapadinha funcionará na escola Raimundo Araújo. “O setor de engenharia da SEDUC já está providenciando para que as 6 salas de aula do último pavilhão sejam adaptadas para receber a URE”, disse o professor Jânio Ayres, acrescentando “que com a medida, a SEDUC economizará cerca de 30 mil reais ao ano com aluguéis e estrutura extra, o que a médio prazo trará ganhos para os cofres públicos, sobrando recursos para novas carteiras e melhores condições dos espaços escolares”.

O professor Jânio Ayres falou ainda de planos para melhorar a escola que dividirá espaço com a sede da URE: “o CE Raimundo Araújo, por estar intrinsecamente ligado à URE, receberá investimentos a partir da ideia da criação de uma "Escola Modelo" na região”, finalizou.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

As Impressões Digitais das Empresas de Reflorestamento



Por: Mayron Régis – Territórios Livres do Baixo Parnaíba 

As impressões digitais das empresas de reflorestamento estão por toda a parte, seja no Baixo Parnaíba maranhense ou por outras regiões do estado do Maranhão. Quando uma empresa quer botar a mão nas terras alheias como faz a Suzano em Bracinho, Urbano Santos, Formiga e Buritizinho, Anapurus, e Pólo Coceira, Santa Quitéria, outra quer tirar as suas digitais das terras alheias e repassá-las para outro ator de menor importância no cenário econômico como faz a Margusa em Capão do Besta, Urbano Santos. Segundo seus informes publicitários, a Suzano segue a risca toda a legislação do país e prima pela responsabilidade socioambiental nas regiões onde se insere. Portanto, a própria perfeição em forma de gestão empresarial. 

No fundo, no fundo, a imagem que se passa é fictícia porque nos interiores do Maranhão tanto a Suzano como a Margusa se valem de expedientes grosseiros e até burlescos como a falsificação de documentos de compra e venda de terras para obterem êxito nos seus intentos e quando a derrota é inevitável as duas empresas e suas terceirizadas agem com terrorismo e com má-fé contra as comunidades. Acusam-nas de invasoras e pouco produtivas e ateiam fogo em suas áreas de extrativismo.

A Suzano Papel e Celulose, certamente, em suas ações judiciais, quer mandar pro espaço as comunidades agroextrativistas que encontra pela frente como a comunidade de Formiga, município de Anapurus, Baixo Parnaiba maranhense.  Os advogados da empresa exercitam seu arsenal jurídico em ações de reintegração de posse em que os agricultores familiares despontam como seus adversários de “maior peso”. Quanto mais “pesado” o adversário, mais rapidamente a Justiça resolve agir.

Pelas razões da Suzano apresentadas e acolhidas por um juiz interino, os moradores de Formiga se configurariam como verdadeiros bandidos travestidos de agricultores que invadiram 148 hectares. Nem morariam lá, pelo que a Suzano informara.  O juiz acolheu tão bem as razões da Suzano que além de agraciar a empresa com uma liminar condenou a família do senhor Francisco Rodrigues do Nascimento a pagar uma multa diária caso reincidisse em cercar a área. Tudo bem escrito para que a comunidade de Formiga admitisse a derrota e largasse de mão da herança do senhor Francisco. Bem que a Suzano queria os 148 hectares de mão beijada sem que nenhuma disputa judicial a atarantasse. 

Com uma liminar dessas, a Suzano se consagraria como campeã da moralidade fundiária visto que disputa áreas em Urbano Santos, Santa Quitéria, Anapurus e São Bernardo com comunidades de agricultores familiares. Uma estratégia para sufocar os redutos de resistência aos seus propósitos, como se passasse um recado de que a Justiça recairia sobre as cabeças dos moradores todas as penalidades para quem descumpre a lei. E ela permanece de olho em Bracinho, Urbano Santos, Pólo Coceira, Santa Quitéria, e Enxu, São Bernardo, onde a câmara de vereadores derrubou a lei que proibia as monoculturas.

Onde não houve resistência, a Suzano arrasa as áreas de Chapada como as próximas ao rio Preguiças, na Barra da Campineira, em Anapurus.