Publicidade

Publicidade

domingo, 31 de julho de 2011

Necessidade do Planejamento Político-Eleitoral


Por: Marcos Lobo - Advogado
Para as eleições que se avizinham (2012), com repercussão em eleições futuras, ter votos não será suficiente para conquistar mandatos eletivos.

Como é de conhecimento de todos, com o passar dos tempos, novas regras, normas, obrigações e restrições têm recaído sobre aqueles que pretendem exercer mandatos eletivos.

Dessa forma, fica cada vez mais evidenciado que ter votos é apenas mais um dos requisitos para obter, com êxito, um mandato eletivo.

Quem pretende ser candidato deve fazer um diagnóstico sobre sua situação pessoal, partidária etc.

O diagnóstico, de outro lado, não se restringe ao candidato e aos componentes do grupo político, pois também deve ser utilizado para identificar eventuais pendências administrativas, partidárias, eleitorais e criminais de todos os adversários, o que poderá resultar na economia de recursos, eliminação de adversários inelegíveis, obtenção de adesão de partidos e lideranças políticas etc.

Ademais, não se pode ignorar que, mesmo antes das eleições, é necessário ter clara compreensão acerca do que é legal aos políticos, partidos e grupos políticos realizarem a título de reuniões, convenções e manifestações públicas.

Mesmo antes do período eleitoral é possível fazer e divulgar pesquisas e divulgar a atuação do partido e dos atos administrativos dos políticos, o que poderá ser essencial para a boa imagem pública de quem pretender obter um mandato eletivo.

E só existe uma forma de fazer tudo isso com qualidade, organização e sem descumprir as leis: planejamento político-eleitoral.

Em suma, para quem projeta a obtenção de mandato eletivo, imprescindível é que no tempo certo realize um “planejamento eleitoral” e, esse tempo, é agora.

É agora por que boa parte do planejamento político-eleitoral deve ocorrer até um ano antes das eleições.

Apenas a título de exemplo, pode-se afirmar que, por cautela, o planejamento político-eleitoral deve ter como objetivo o diagnóstico, no mínimo, dos seguintes elementos:

a. Organização dos partidos para as eleições de 2012 e indicar soluções – Regularidade na constituição do diretório; prestações de contas; lista de filiados; fundo partidário etc.;

b. Situação dos pré-candidatos e indicar soluções – Regularidade da filiação partidária; domicílio eleitoral; mudança de partido; quitação eleitoral; contas de gestor; multas eleitorais; condenações administrativas nos tribunais de contas; condenações nos órgãos de classe; condenações criminais na Justiça Estadual e Federal; condenações cíveis na Justiça Estadual e Federal; julgamento de contas por parlamento; condenações pela Justiça Eleitoral; perda e cassação de mandato; perda de cargo público etc.;

c. Planejamento de pesquisas e do marketing político e de governo; direito de resposta; revisão eleitoral; alistamento eleitoral etc.;

d. Propaganda antecipada; programas sociais pré-existentes; uso da internet; condutas vedadas e indicar sugestões;

e. Suspeição e impedimentos de agentes públicos (Juízes, Promotores, servidores dos cartórios eleitorais).

sábado, 30 de julho de 2011

Danúbia Leva Ações de Governo Para Zona Rural

Danúbia e Equipe Passando Por Ponte Que Será Reconstruída

Centenas de Quilômetros de Estradas Estão Sendo Recuperados em Chapadinha

Cumprindo mais uma etapa de seu governo itinerante, a prefeita de Chapadinha, Danúbia carneiro, acompanhada do vereador França Nilo, do secretário municipal de obras José Almeida, além de assessores, passou o dia todo visitando a zona rural do município.

Pela manhã, a comitiva visitou as localidades São José do Riacho Feio, Centro da Água Branca, Santo Antonio dos Lira e Bom Fim, entre outras.

Em cada localidade, Danúbia conversava com moradores e ouvia as reivindicações. Entre as principais cobranças, estavam melhoramento de estradas, construção e recuperação de pontes e implantação de energia.

Em alguns pontos, as estradas estão quase intrafegáveis. O agricultor Zuza Torres recebeu a prefeita em sua residência e fez o pedido, para que ela construa uma ponte no riacho na localidade Centro da Água Branca. “faz tempo que esperamos uma estrada boa e uma ponte”, disse Zuza.

Danúbia garantiu que irá erguer a ponte o mais rápido possível e, dentro das possibilidades, recuperar a estrada. Ela lembrou que já foi dado início ao PAC – Programa de Aceleração do Crescimento das estradas vicinais de Chapadinha. O lançamento foi feito nas localidades Canto dos Ferreiras, Paiol, e Nambu.

Leia matérias completas com fotos no Blog do William e no Interligado,

Trexto da Matéria William Fernandes  Foto Mauro Queiroz