segurança

segurança

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Fim da Novela: Aldenir Assume Amanhã em Urbano Santos


A disputa jurídica sobre as eleições de Urbano Santos deve chegar ao afim a amanhã pela manhã. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, terça-feira (30), que o segundo colocado nas eleições de 2008, Aldenir Santana (PDT), deve assumir imediatamente o cargo, conforme noticiou o blog do Gilberto Léda. 

A decisão visa a acabar com uma situação esdrúxula no município: o prefeito eleito, Abnadab Léda, está cassado desde junho, mas, como a Corte entrou em recesso, ele ainda permanece no cargo. O atual prefeito ainda apresentou embargos declaratórios.

Para a posse de Santana, aguardava-se a publicação do acórdão, o que ocorreu dia 18 de agosto.

“Embora seja possível, em tese, que a decisão a ser proferida nos embargos de declaração altere a decisão do julgado, entendo que a execução da decisão deve ser efetivada antes mesmo do julgamento dos declaratórios, uma vez que o Plenário desta Corte assim deliberou expressamente na ocasião do julgamento do REspe 420-50/MA. Isso posto, ante a excepcionalidade do caso, defiro o pedido de execução imediata do acórdão”, diz o despacho do ministro Carlos Ayres Britto, relator da matéria.

Segundo o advogado Carlos Sérgio de Carvalho Barros, que representa Aldenir, o Presidente do Tribunal Superior Eleitoral encaminhou, eletronicamente, o comunicado determinando a imediata execução do acórdão que indeferiu o registro de candidatura de  Abnadab Leda e hoje o Presidente do TRE, Raimundo Cutrim, comunicou a decisão a Juíza da Zona Eleitoral Debora Jansen de Urbano Santos.

Em contato com Blog do Alexandre os advogados de Aldenir, Carlos Sérgio e Eveline Nunes cofirmaram que todos os detalhes para a cerimônia de diplomação e posse imediata foram acertados com a Juíza Eleitoral de Urbano Santos, que garantiu cumprir a decisão do TSE nas primeiras horas desta quinta-feira.

Em Primeira Mão: Ciretran de Chapadinha Tem Novo Diretor



O Diário Oficial de ontem (30) - recorte acima - confirma a nomeação, por indicação do deputado Magno Bacelar, de Benedito Baltazar Filho popularmente conhecido por Bitinho para a chefia da 6ª Ciretran com sede em Chapadinha. Bitinho auxiliou o ex-prefeito Magno em diversas tarefas desde o início de sua gestão em 2001 e atualmente compõe a administração Danúbia Carneiro. 

Mais detalhes em instantes.

Baixaria na Câmara Já Repercute em Todo Estado


A baixaria da última Sessão da Câmara Municipal de Chapadinha ganhou repercussão estadual com a reprodução de matéria de nosso blog e do vídeo do Ações e Destaques pelo blog do jornalista Décio Sá (O Estado do Maranhão). Leiam. 

Baixaria na Câmara de Vereadores Chapadinha. O líder do governo da prefeita Danúbia Carneiro, vereador França Nilo (ambos do PR), e o líder da Oposição, Marcelo Meneses (PSDB), filho do ex-prefeito Isaías Fortes, trocaram acusações durante a sessão desta terça-feira.

Marcelo acusou o colega de comprar petecas de maconhas e não pagar o traficante que lhe forneceu a droga. Já Nilo disse que o adversário desviou verbas públicas, no caso do ICMS, e tem o costume de agredir pessoas na cidade. “Às vezes que eu agredi foi vagabundo”, justificou-se Marcelo.

No final da discussão, o oposicionista fez gestos ameaçando o líder do governo e saiu antes de terminar a sessão. Veja o vídeo nas imagens de Alexandre Cunha e edição de Raimundo Sousa:

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Vereadores Trocam Insultos e Sessão da Câmara de Chapadinha Quase Termina em Pancadaria



O blog Ações e Destaques publicou hoje um vídeo da troca de acusações entre os vereadores Marcelo Menezes(PSDB) e França Nilo(PR).  


De acordo com o jornalista Luis Carlos Jr. “as constantes discussões entre o líder do governo França Nilo e o vereador de oposição Marcelo Meneses, provocaram mais um mal estar para a mesa diretora da casa”, diz a matéria. 


Os parlamentares trocaram acusações, ameaças e até insultos envolvendo a vida pessoal de cada um. Durante a Sessão, os vereadores utilizaram todo o tempo que tinham direito para se agredirem verbalmente. 


Marcelo Menezes falou ainda das acusações de tenha agredido algumas pessoas no passado, admitindo os fatos, mas taxando seus desafetos de “vagabundos”.


No final da sessão o vereador da oposição fez gestos de ameaça contra o líder do governo que saiu antes de terminar a sessão.


O blog disponibiliza o vídeo que tem narração de Luis Carlos Jr., imagens de Alexandre Cunha e edição de Raimundo Sousa, porém alerta que não deve ser assistido na frente de crianças ou pessoas sensíveis.  

Educação Ontem e Hoje...


Achei no Blog do Professor Caio Hostílio uma estória que questiona as atuais regras do ensino. Em que pese meu posicionamento em favor das vagas por quotas, considerei o texto um bom começo de debate. Leiam.   

Leiam o relato de uma Professora de Matemática:

Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80. Dei à balconista R$ 20,00 e peguei na minha bolsa 80 centavos, para evitar receber ainda mais moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer.

Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la.

Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.

Por que estou contando isso?

Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:

Ensino de matemática em 1950:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda.
Qual é o lucro?

Ensino de matemática em 1970:
 Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00. Qual é o lucro?

Ensino de matemática em 1980:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00. Qual é o lucro?

Ensino de matemática em 1990:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00. Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

Ensino de matemática em 2000:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. O lucro é de R$ 20,00. Está certo?
(  )SIM (  ) NÃO

Ensino de matemática em 2009:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

Em 2010 …:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00.  Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00. (Se você é afro descendente, especial, indígena ou de qualquer outra minoria social não precisa responder pois é proibido reprová-los).
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

E se um moleque resolver pichar a sala de aula e a professora fizer com que ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos, pois a professora provocou traumas na criança.

Também jamais levante a voz com um aluno, pois isso representa voltar ao passado repressor (Ou pior: O aprendiz de meliante pode estar armado). 

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Acusações Pessoais e Imputação de Crimes Marcam Confronto de Vereadores



A briga dos vereadores Marcelo Menezes (PSDB) e França Nilo (PR) foi pior do que se esperava. O vereador Marcelo tentou evitar polêmicas dizendo ter sido alertado pra não entrar no jogo do líder do governo e fez um pronunciamento considerado moderado. 


Já França voltou a bater pesado nas gestões do ex-prefeito Isaías, que é pai do parlamentar tucano. Depois disso Marcelo Menezes partiu pra cima de França com várias acusações pessoais e até imputação de crimes comuns. 

França Nilo disse que responderá no mesmo tom em nova contenda marcada para a próxima segunda-feira - dia 5 - e chegou a iniciar alguns assuntos, deixando claro que deve se concentrar mesmo em fatos da vida privada do oponente.  

Ficha Limpa Pode Deixar de Valer em 2012


Lei Volta a Ter Validade Debatida pelo Supremo  

A Lei da Ficha Limpa corre o risco de não valer na eleição municipal de 2012 nem nas que vierem depois. Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) estão pessimistas e preveem que a Corte poderá declarar a regra inconstitucional ao julgar três ações que tramitam há meses no tribunal e que tratam da lei que nasceu de uma iniciativa popular a favor da moralização dos costumes políticos no País.

Em março, o STF decidiu por 6 votos a 5 que a norma não teria validade para a eleição de 2010 porque foi aprovada com menos de um ano de antecedência ao processo eleitoral. 

Há uma regra na Constituição Federal segundo a qual modificações desse tipo têm de ser feitas pelo menos um ano antes. Na ocasião, os ministros somente analisaram esse aspecto temporal da lei. 

Nos futuros julgamentos, eles deverão debater se a regra está ou não de acordo com a Constituição Federal ao, por exemplo, estabelecer uma punição (inelegibilidade do político) antes de uma condenação definitiva da Justiça. 

Os contrários a esse tipo de punição afirmam que ela desrespeita o princípio constitucional da presunção da inocência, ou seja, que ninguém será considerado culpado até uma decisão judicial definitiva e sem chances de recursos. 

O entendimento do Supremo será fixado durante o julgamento conjunto de três processos: duas ações declaratórias de constitucionalidade (ADCs) e uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI). 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Blogueiro Vira Alvo de Campanha Difamatória



Depois que critiquei a Lei que Proíbe o trabalho de barraqueiros na Praça do Povo passei a ser hostilizado em textos de blogs, informativos e sermões em templos da paróquia de Chapadinha. Os adjetivos contra mim são os piores possíveis, inclusive feitos diante de familiares meus presentes às celebrações. Nada disso é novidade e nem vai me calar. Sobre as ofensas a mim dirigidas, responderei quando passar a data máxima dos católicos e meu detrator já não possa covardemente se esconder por trás da aflorada fé de pessoas de bem.