segurança

segurança

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Dois Textos Sobre o PT de Chapadinha



Decisão do PT Local em Sintonia Com Direção Nacional

Por: Jânio Ayres – Professor  

A decisão do Diretório Municipal do PT de Chapadinha-MA reflete uma tendência nacional de fortalecimento do partido e de articulação política para a continuidade das ações que tanto têm melhorado a vida das parcelas mais pobres da população brasileira.

Em trechos a seguir, pode-se perceber o clima amplo de articulações para 2012 e que já se faz presente no meio político em nível nacional:

"Durante a sua participação no Jornal Nacional, da TV Globo, a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, defendeu nesta segunda-feira (9) as alianças do PT com antigos adversários políticos, como o presidente do Senado, José Sarney, o senador Renan Calheiros e o ex-presidente Fernando Collor de Mello, nesta candidatura. "Eu acho que o PT acertou quando percebeu que para governar um País com a complexidade do Brasil implica em construir uma aliança ampla. (..) O PT não tinha muita experiência de governo e agora tem. Nós não erramos”, justificou."
"O senador Aloizio Mercadante, candidato do PT ao governo de São Paulo, afirmou neste sábado (10), em Guarulhos, que o projeto que o PT implantou no Brasil vai além do presidente Lula. "As obras do governo Lula você abre a janela e vê. As obras do PSDB só se vê na televisão", afirmou. "Vamos implantar em São Paulo tudo o que deu certo no Brasil. Estamos mais preparados e amadurecidos para fazer um grande governo no Estado. O projeto que deixamos vai muito além do presidente Lula"."

Legendas começam a se movimentar e políticos que foram bem nas urnas no dia 3 de outubro são fortes concorrentes.

No mundo da política profissional, o resultado de uma eleição não determina apenas quem vai ocupar cada cargo: define também quais são as candidaturas possíveis para as próximas eleições. Assim, quem saiu fortalecido das urnas no dia 3 já vai pensando na disputa na corrida pelas prefeituras em 2012 – os próximos mandatos que estarão em disputa no país." 
 
 
Poder e Hegemonia

Por: Almir Moreira – advogado

A luta pelo poder em sociedades complexas como a nossa se dá em todos os campos, como o da cultura, da política, dos movimentos sociais e outros. E por complexa entenda-se são aquelas sociedades onde a estrutura do poder coexiste com uma sociedade civil mais robusta, pois, mais organizada e apoiada em instituições com ares de independência. É a conquista da hegemonia por estes espaços a estratégia dos democratas e os dos que querem efetivamente mudanças. Participar do parlamento, dos aparelhos do poder, estar presente na luta social, atuar na cultura constitui tarefa dos que pensam a política grande. Respeitar as diferenças e perceber os momentos de se efetivar alianças é a missão dos que batalham pelas melhorias sociais e políticas. Perceber as etapas históricas a serem vencidas faz parte da boa estratégia e da tática a ser seguida.

O povo brasileiro foi formado ao longo de 5 séculos por ondas imigratórias, somadas à população nativa, isso por si só resume o quanto essa complexidade é real, tudo isso sem se falar no caráter autoritário de nossa formação política.

O melhor da esquerda brasileira ou do campo democrático há muito percebeu, que a luta pelo poder não se dar solitariamente, mas em comunhão, nem que para isso em alguns instantes históricos seja preciso se aliar com o pensamento contrário. Os exemplos de que a luta pelo Poder se dar pela conquista da hegemonia, e esta pressupõe a realização de políticas de alianças, se sucedem a partir do processo de redemocratização nacional, tendo num primeiro momento a utilização das frentes políticas como o MDB e num outro mais recente, por exemplo, a atuação do PT, por ter tido este a capacidade de reconhecer isto no momento certo. Neste sentido, deve ser visto com louvor a atuação do PT municipal, não por apenas apoiar ou compor com o atual governo, mas por promover sua inserção no mundo real da política. Quem supõe que a grandeza nasceu com ele é um parvo, no sentido etimológico do termo.

sábado, 29 de janeiro de 2011

Campus de Chapadinha Forma 27 Alunos e Solidifica Ensino Superior na Região


Ontem e hoje o reitor Natalino Salgado e a administração superior da UFMA se encontram em Chapadinha para a Cerimônia e Baile de Colação de Grau das primeiras turmas formadas pela instituição nesta nova fase. São 27 graduados dos cursos de Ciências Biológicas, Agronomia e Zootecnia que recebem o diploma hoje.

Da inauguração em 1983 até hoje a história do Campus IV de Chapadinha é marcada por idas e voltas de uma luta dura em favor da educação superior pública na Região do Baixo Parnaíba.  

Criado pela Resolução nº 08/81, do Conselho Universitário, o Campus IV teve as primeiras reivindicações de curso superior voltadas para o curso de agronomia, integrante da área de conhecimento agrária e ambiental, não sendo possível naquele momento histórico atendimento dessa demanda regional, por requerer grandes investimentos de políticas públicas. Em resposta, a UFMA implantou uma turma do curso de Licenciatura Curta em Estudos Sociais, integrada ao Programa de Formação Especial de Professores. 

Essa experiência teve um caráter inovador por permitir que pessoas da comunidade pudessem cursar disciplinas da graduação, preenchendo vagas disponíveis e recebendo certificação de extensão universitária teve apoio do município de Chapadinha, durante a administração do ex-prefeito José Almeida. Pessoas como as ex-vereadoras Nenem Coelho (já falecida) e Cleide Brito e o professor Antonio Souza foram alguns dos formandos da época. 

Depois de mais de uma década sem apoio da gestão municipal, durante o período do ex-prefeito Isaías Fortes, quando o prédio do Campus foi abandonado e a maior parte da área da Universidade invadida, o sonho de construir aqui um centro de ensino universitário parecia cada vez mais distante. 

A antiga aspiração da juventude de Chapadinha só foi retomada depois de 2001, quando o ex-prefeito Magno Bacelar começou a primeira de suas duas administrações e incluiu a vinda da UFMA entre suas metas. Além de Magno Bacelar, o Campus de Chapadinha também contou com o apoio do deputado federal Gastão Vieira que fez inúmeras gestões junto ao governo federal pela implantação da Universidade.  Os pleitos de Gastão e Magno só foram ouvidos por Brasília depois que Luis Inácio Lula da Silva chegou à presidência.  No dia 29 de novembro de 2010, o professor Jocélio Santos, Diretor da Instituição, recebeu a placa oficial de inauguração do Campus das mãos do presidente Lula. 

Atualmente o corpo docente do Campus de Chapadinha conta com o quadro fixo de 52 professores, dividido entre 48% de mestres e 52% de doutores.  A estrutura física do Campus de Chapadinha tem salas de aula, bibliotecas e laboratórios onde foram aplicados 3,1 milhões – na construção do novo prédio de três pavimentos – há ainda uma fábrica de rações, um centro de estudos biológicos. 

As festividades da formatura destes 27 alunos é um marco na história de Chapadinha, um símbolo da saída de um passado obscuro para a entrada numa era de conhecimento e desenvolvimento. Uma esperança a ser cultivada e ampliada a cada dia das presentes e futuras gerações.   

Antonio do Nilo Fará Duas Pontes de Safena



O Secretário Municipal de Agricultura, Antonio do Nilo, que na quinta-feira passada sofreu um infarto, terá que se submeter a duas cirurgias de ponte de safena. Antonio já saiu da UTI, mas continua no Hospital Somar, na capital piauiense, à espera da cirurgia, que será realizada na próxima quarta-feira, dia 2 de fevereiro. De acordo com os médicos, a cirurgia deverá durar em torno de cinco horas.

Antonio agradeceu a todos que se preocupam com ele e diz que está bem e que está tudo tranqüilo. O secretário disse que a viagem a Teresina aconteceu no momento certo. “Graças a Deus eu estava aqui quando sofri o infarto, caso contrário eu poderia ter morrido, pois fui direto para um hospital especializado”, comemorou, falando com a voz lenta e um pouco baixa.

Ficam aqui, mais do que nunca, a nossa torcida e as nossas orações pelo amigo Antonio do Nilo. Tenha muita fé em Deus, que tudo dará certo, companheiro. Com certeza, muita gente fará orações pela sua recuperação.