segurança

segurança

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Procuradora Eleitoral Se Equivoca e Opina Contra Magno e Roseana

Brasília - A procuradora eleitoral Sandra Cureau (foto) emitiu parecer no último dia 29 em favor do recurso de Vagner Pessoa contra Magno Nota 10. Em completa divergência com a procuradora do Maranhão e com o entendimento do TRE, a procuradora deixou de observar que os processos contra Magno nos tribunais de contas fora um deles anulado e o outro voltado à fase inicial.

Depois do parecer da procuradora – que tem caráter meramente opinativo, pois não vincula os votos dos ministros que julgarão de fato o caso – o processo segue para o relator para que ele vote concordando ou não com a procuradora ou encaminhe-o para apreciação do plenário do TSE.

Também Contra Roseana

Outro parecer emitido por Sandra Cureau que causou estranheza no meio jurídico e na imprensa da capital foi o que ele proferiu contra a candidatura de Roseana Sarney. A procuradora entendeu que, por ter sido condenada pelo TRE por propaganda eleitoral fora de prazo, a candidata do PMDB seria uma “ficha suja”. Por isso deve ter o registro cassado.

Os advogados de Roseana afirmaram que “a Lei da Ficha Limpa ainda suscita muitas dúvidas no meio jurídico. Mas se todo mundo que for condenado por propaganda irregular ficar impedido de ser candidato, corre-se o risco de ficarmos sem quase nenhum representante em Brasília", disseram os representantes da governadora.

Advogados Confiantes

Baseados no parecer contra Roseana, que chamaram de “juridicamente confuso”, os advogados de Magno Nota 10 encararam como normal a atitude da procuradora, que teria abraçado a causa de impedir qualquer candidatura combatida por factóide de adversários como se fosse essa a função do ministério público eleitoral, mas não deixaram de lamentar o que classificaram como desatenção da procuradora.

De Brasília, os defensores de Nota 10 fizeram questão de ressaltar confiança no plenário do TSE no sentido de reconhecer o acerto do Tribunal Regional e garantir o direito de Nota 10 disputar a eleição livre da perseguição de adversários.

Waldir Maranhão Faz Comício Hoje em Chapadinha

O deputado federal Waldir Maranhão (PP), que teria um acordo rompido com a candidata Isamara Meneses (PP), marcou um comício para a noite de hoje, no Bairro Areal, em Chapadinha. Já em companhia de outro deputado estadual – Raimundo Cutrim (DEM) – a vinda de Waldir (foto, com ex-prefeito Isaías e Isamara) é aguardada com expectativa, pois, circula no meio político que o deputado pretenderia falar sobre o desenlace entre ele e Isamara. Pode ser que ele nem ataque a ex-aliada, mas alguma explicação deve sair.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Nota 10 é Vítima de Intriga de Adversários em Barra do Corda


Após a campanha de Magno Nota 10 ganhar volume, com eventos de forte impacto e grande presença popular em Barra do Corda, os adversários de Magno resolveram reagir. Um exemplo disso foi a matéria postada pelo jornalista Décio Sá, em seu blog. Abaixo reproduzo o texto dele – em itálico, depois volto comentando.

“Foi só o blog denunciar o caso de Julião Amim (PDT) e Hélio Soares (PP) em post abaixo para começarem a pipocar em nosso e-mail (blogdodecio@gmail.com) imagens de parcerias inusitadas dos candidatos em todo Maranhão. Essas fotos abaixo foram captadas em Barra do Corda.

O ex-prefeito de Chapadinha Magno Bacelar, o Nota 10 (PV), aparece na parede de uma casa ao lado do candidato ao governo Flávio Dino (PCdoB) e do deputado federal Ribamar Alves (PSB). Em tese, ele deveria aparecer junto da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Bem perto dali, na mesma Barra do Corda, aparece o irmão de Magno, Antonio Bacelar (PV), ao lado de Flávio Dino. Antonio é deputado estadual, mas candidato a deputado federal. Ou seja, Nota 10, ao aparecer apoiando Ribamar Alves, está “traindo” o próprio irmão. Trairagem em família.

Para completar ainda tem o comitê do ex-prefeito juntinho ao do comunista. E assim caminha a fidelidade partidária.”

Comentário Nosso

A matéria tem duas intenções: uma clara e personalíssima de parte dos que plantaram a notícia, destinada a combater Magno Nota 10, outra nas entrelinhas e difusa de parte do jornalista que tem como alvo a classe política.

Da dirigida tentativa de atacar Magno, acho que é o tipo de matéria que as imagens (acima) falam melhor que o texto. Mostram muros de particulares que têm direito de apoiar e, portanto, colocar os nomes que bem desejarem. No caso do comitê é impressionante: será que já denota infidelidade alugar imóvel do lado de candidato a governo de outra coligação?

Aqui vale lembrar que enquanto muitos dos adversários de Magno em Barra do Corda e Chapadinha acompanharam os governos balaios e até xingavam Roseana, Magno rejeitou acordos e encarou pressões para manter lealdade ao grupo. É outro ponto que a tentativa de imputar-lhe infidelidade se perde.

Já na parte que reputo ensaio de constranger políticos da base da governadora em receber apoios de eleitores ou grupos que preferem candidatos a governo e senador de oposição, vejo uma incoerência e uma impossibilidade. A contradição está no patrulhamento dos candidatos coligados e na festiva publicidade apoios de prefeitos de partidos contrários. Não raro se gaba adesões de prefeitos do PDT e PSB.

Vejo, porém, como infrutífero esse policiamento, pois se forem noticiar todas as misturas partidárias darão visibilidade á oposição e vão acabar passando a mensagem de que o grupo, mesmo no governo, precisa ameaçar aliados para impedi-los de pular a cerca.

Isamara Troca de Federal

Depois de passar mais de um ano tendo como parceiro político o deputado federal Waldir Maranhão (PP), com quem tem formado chapa até momento, a candidata Isamara Meneses dá sinal de que teria trocado o seu deputado federal.

Os muros com a propaganda da candidata (foto) estão sendo repintados, onde antes tinha o nome de Maranhão agora aparece o de Paulo Marinho Júnior, filho do ex-prefeito de Caxias, que entrou na disputa em substituição à mãe, deputada Márcia Marinho, que teve a candidatura impugnada pelo TRE.

Várias Versões
Há várias versões sobre a troca. Uma delas sugere que Waldir não cumprira o acordo inicial. Outra que a candidata precisou de mais recursos para a campanha, além do combinado previamente com Waldir Maranhão, que não aceitou os novos termos e liberou a candidata para procurar outro candidato. Uma outra variante dá conta de que Isamara estaria tentando um acerto com outro deputado indicando alguém da família para assumir o novo compromisso, dividir os votos, mas sem perder o apoio nem desagradar Waldir Maranhão.

Na página da candidata, ou por outro meio nada foi informado, até o momento sobram versões e faltam explicações.

Nota 10 Recebe Apoio de Agentes Comunitários de Saúde

O ex-prefeito de Chapadinha e candidato a deputado estadual Magno Nota 10 recebeu apoio de Agentes Comunitários de Saúde de todo o estado. Em reunião com profissionais da saúde, ocorrida na localidade Goiabal, município de Mata Roma, dia 18 de agosto, Magno reiterou compromisso com todo o funcionalismo, lembrando que em seus mandatos de prefeito os salários dos servidores sempre foram pagos em dia e todos os direitos respeitados. Ainda durante sua fala, Nota 10 manifestou satisfação em conhecer lideranças dos ACSs de todos os municípios do Baixo Parnaíba e se colocou à disposição para que seu futuro mandato sirva de elo entre a categoria e os poderes constituídos.

Representando entidade da Regional Baixo Parnaíba, o agente comunitário de Mata Roma, Nonato Lima (foto, ao lado de Nota 10), disse que tem acompanhado o interesse de Nota 10 em resolver os problemas da classe, lembrou que, por intermédio de Magno Nota 10, teve a oportunidade de conversar com a governadora em Chapadinha sobre os problemas dos ACSs. Ainda de acordo com Nonato Lima, Magno conseguiu uma audiência entre Roseana Sarney e o presidente da entidade estadual, Edivan da Conceição Viana, que também é vice-presidente nacional dos Agentes Comunitários de Saúde.

Nonato ressaltou ainda que o entendimento e o apoio a Magno tem se dado de forma discutida por toda a categoria, “não fizemos acordo de cúpula, estamos levando Dr. Magno para as bases e em todo o Maranhão, temos o apoio do presidente estadual Edivan Viana e cada vez Dr. Magno se firma como parceiro e futuro representante de todos nós na Assembleia”, finalizou.

Depois de ouvir as palavras de Nonato, Magno Nota 10 demonstrando satisfação com o encontro, falou da importância da categoria: “além de ser uma parcela do funcionalismo inteligente e politizada os ACSs, é evidente que não se pode falar em saúde preventiva sem incluir os agentes comunitários, por isso me coloco como médico e como homem público como mais um agente comunitário em luta pela saúde da população e em prol de melhorias para a categoria”, ressaltou Magno.

Magno se comprometeu ainda em lutar pela implementação da Emenda Constitucional nº 63 qeu garante piso salarial nacional e plano de cargos e salários aos Agentes Comunitários de Saúde.

No final da reunião – que ainda teve pronunciamento de Jorge ACS, líder da categoria e vereador por Chapadinha – Nonato Lima, em nome do presidente estadual Edivan Viana convocou a todos para participarem da campanha pela eleição de Magno Nota 10.
Da Assessoria

sábado, 28 de agosto de 2010

Nota 10 Lança Página na Internet


O candidato Magno Nota 10 já tem seu site funcionando na internet. A página traz a biografia do candidato e divulga as principais notícias, eventos e destaques da campanha do ex-prefeito Magno Bacelar. Pra conhecer o site é só clicar aqui.

Metralhadora Giratória

No primeiro comício desta campanha, realizado na noite de ontem, o candidato Vagner Pessoa, bem ao seu estilo, fez um discurso que vai dá o que falar. Críticas ácidas pra todo lado, como era esperado Magno e Danúbia foram os alvos principais, mas teria sobrado também pro cunhado Isaías e pra totalidade dos vereadores – sem excluir o sobrinho Marcelo Meneses. O blog está com o áudio. Mais detalhes nas próximas horas.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Barra do Corda Vibra Com a Presença de Nota 10


Da Assessoria

Barra do Corda (MA) Uma onda gigante tomou conta da cidade de Barra do Corda, Região Central do Maranhão. E essa onda tem nome: Magno Bacelar, o Nota Dez. Isso mesmo. Nota Dez arrastou uma multidão de pessoas pelas ruas do Centro e de vários bairros de Barra do Corda, na manhã desta quinta, 26 de agosto.

O movimento aconteceu por ocasião da inauguração do comitê de Nota Dez na cidade. A mobilização começou por volta das 9h30 da manhã, com dezenas de carros e centenas de pessoas que caminharam, voluntariamente, do Bairro Trizidela até o Centro, onde fica o comitê.

Várias lideranças políticas de Barra do Corda e de cidades vizinhas fizeram pronunciamento em defesa da candidatura de Nota Dez. A quantidade de pessoas que compareceram ao evento surpreendeu até mesmo aos coordenadores da campanha de Magno em Barra do Corda. “Sabia que ia dar muita gente, mas não imaginava que seria desse tanto, já que a programação era em plena 10h00 da manhã de um a quinta-feira. Isso mostra o quanto o povo de Barra do Corda quer Dr. Magno como seu representante na Assembléia Legislativa’’, disse um dos colaboradores da campanha de Nota Dez.

Quando Magno chegou ao comitê, o trânsito parou literalmente, numa das ruas mais movimentadas do Centro da cidade. Foi difícil até para o candidato entrar no comitê, tamanha era a manifestação de carinho recebida por ele. As pessoas o abraçavam e diziam que “agora Barra do Corda tinha um homem com coragem de enfrentar os coronéis da cidade”, referindo-se ao grupo político que administra o município.

Depois de um breve discurso, Magno liderou uma caminhada, acompanhado de centenas de simpatizantes, que o seguiam de maneira voluntária. Logo atrás, vinha uma imensa carreata, que chamava a atenção de todos, por onde passava.

Quando chegou ao centro comercial, todos corriam para as portas dos comércios para vê-lo e cumprimentá-lo. Era visível a satisfação das pessoas que o abraçavam calorosamente e diziam palavras de incentivo e apoio ao seu ouvido.

Por onde passava, Magno ficava animado a cada vez que via dezenas de muros e casas com painéis e fotos suas e de seu irmão Antonio Bacelar, candidato a deputado federal.
Nem mesmo o forte calor e o cansaço de mais de 10 km de caminhada fez as pessoas desistirem de acompanhar o candidato e sua comitiva. A passeata terminou por volta de meio-dia, na avenida principal do Bairro Trizidela, o maior da cidade. À tarde Magno participou de reuniões com lideranças políticas que vieram de outros municípios, vizinhos a Barra do Corda.

À noite, estava programada uma grande concentração no Bairro Altamira, mas Nota dez pediu que cancelassem, em função do cansaço de todos que participaram da caminhada. Durante todo o dia, o principal comentário na cidade foi o “arrastão de Nota Dez”, que fez muita gente pedir fotos, banners e cartazes de Nota Dez. A coordenação do comitê local anunciou para o próximo dia 4, um grande comício em Barra do Corda, para sacramentar de vez sua força na região.

Magno é bastante conhecido em Barra do Corda, onde tem um hospital e outros negócios. Na sua primeira eleição para deputado estadual, em 1998, Nota Dez veio a Barra do Corda apenas duas vezes (pois teve que visitar praticamente todos os municípios do Maranhão)e conseguiu uma expressiva votação, de quase 3 mil eleitores.

Campanha em Chapadinha
Magno informou aos eleitores de Chapadinha, que sua campanha será intensificada na cidade daqui a uma semana, quando fará grandes concentrações nos principais bairros da cidade. “Peço a todos que não se preocupem e não dêem ouvidos àqueles que querem desestabilizar minha candidatura, espalhando boatos maldosos pela região. Ainda não pude fazer nossas manifestações em Chapadinha porque tenho que visitar mais de 70 municípios onde tenho muita aceitação, mas peço que todos se empenhem em prol de nossa candidatura, pois Chapadinha precisa, mais do que nunca, de um representante legítimo na assembléia Legislativa do estado”, disse Nota Dez ao povo de Chapadinha.

Caxias
Nesta sexta, 27, será a vez de Caxias receber Magno Nota Dez. Foi ali, onde tirou mais de 5 mil votos na primeira vez que se candidatou e se elegeu o deputado estadual mas vota do interior do estado, que Magno começou sua trajetória na política, quando atuou como médico durante vários anos e depois partiu para ser prefeito da cidade de Aldeias Altas (onde ganhou o título de prefeito Nota Dez, dado pelos vereadores locais). ]

Pra ver mais fotos clique aqui.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Factóide Contra Magno Nem Chegou a Brasília


Os blogs da oposição têm ajudado a espalhar uma onda de boatos contra o candidato Magno Nota 10. A mais nova foi que o julgamento seria realizado amanhã. Só que não existe sessão às sextas-feiras, conforme se verifica na reprodução acima que não registra julgamentos para o dia 27. Se o internauta tiver ainda o cuidado de acessar site do TSE (no item acompanhamento push digitar o nome de Magno Augusto Bacelar Nunes, clique aqui e confira) verá que o processo que os adversários armaram contra Magno sequer chegou ao Tribunal.

Em contato com o blog, os advogados de Nota 10 informaram que o processo, quando chegar ainda deve ser remetido á procuradoria para parecer, antes de ser julgado. Pelas estimativas dos advogados, o processo ainda deve ser julgado no mês de setembro. Segundo os mesmos deixaram claro, certos de mais uma vitória em favor de Magno, a torcida é que o processo chegue ao fim o quanto antes.

Já Pode?

Depois de a Justiça Eleitoral divulgar que só seria permitido uso de carros de som até o tamanho do tipo caminhão 3/4, os trios elétricos grande começam a aparecer. Em Chapadinha um Caminhão Mercedes Benz (foto) circula desde as primeiras horas de hoje com som ligado. A população que não consegue entender o que está valendo mesmo em matéria de lei eleitoral pergunta: trio elétrico já pode?

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Campanha de Roseana Tem Novo Coordenador em Chapadinha

O Comitê Central da campanha da governadora Roseana no estado enviou o ex-prefeito de Nina Rodrigues, Jones Braga (foto), para Coordenar a campanha em Chapadinha e Região. Jones é antigo partidário do grupo Sarney, tem livre trânsito com as forças políticas que disputam prestígio com a governadora em Chapadinha e já se encontra na cidade tomando as primeiras providências para instalar um comitê regional da candidata.

Justiça Eleitoral Coíbe Abusos em Chapadinha

O TRE decidiu na tarde desta segunda-feira (23) proibir o uso de plotagem com propaganda dos candidatos em carros que superem os 4 m². Pelo que se ver, a maioria candidatos estão descumprindo a decisão. A Justiça Eleitoral pode multar e, em casos extremos, até mandar apreender os carros.

Em Chapadinha a Justiça Eleitoral já detectou irregularidades com relação ao uso de cavaletes e equipamentos sonoros, que estariam deixando de observar a lei. Em ofício o juiz eleitoral Mário Henrique Mesquita Reis expediu ofício advertindo as coligações para cessem as irregularidades no prazo de 24 horas e convocou as partes para uma audiência hoje às 11 horas no Fórum da Comarca.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

IBOPE Fará Pesquisa pra Deputado no Maranhão


O Ibope Inteligência lançou nesta quarta-feira uma pesquisa que irá avaliar a intenção de voto da população de 11 Estados, mais o Distrito Federal, para os cargos de deputado estadual e federal. O serviço será comercializado por meio do site www.ibope.com/deputados2010 e oferecerá aos assinantes as seguintes informações:

- Ranking dos 10 candidatos mais citados no seu Estado;

- Ranking dos 10 candidatos mais citados da sua coligação;

- Participação da coligação no total de incidências do seu Estado;

- Posição do candidato/contratante no ranking do Estado;

- Posição do candidato/contratante no ranking da coligação;

- Estimativa de cadeiras por partido para cada estado na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados.

Estas informações serão obtidas por meio de entrevistas domiciliares, face a face, com amostras representativas do eleitorado dos 11 Estados pesquisados: Bahia, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. O Distrito Federal também será alvo da pesquisa.

O estudo traz a intenção de voto espontânea para os cargos de deputado estadual e federal. Serão realizadas, no mínimo, 3 mil entrevistas acumuladas em três rodadas de pesquisa em cada Estado. Os dados serão atualizados em intervalos de, aproximadamente, duas semanas. Como esta pesquisa não está registrada na Justiça eleitoral, seus resultados não podem ser divulgados.

O Ibope Inteligência é uma organização do Grupo Ibope que contribui para seus clientes terem conhecimento e compreensão adequados da sociedade e dos mercados onde atuam, auxiliando na tomada de decisões táticas, na elaboração de estratégias e no planejamento dos negócios.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Coordenação de Campanha de Roseana Desagrada Aliados em Chapadinha e Região


A chegada dos trios elétricos e a instalação de um comitê eleitoral, ontem (18), sob o comando de Eric Marinho (foto) gerou mal-estar entre os aliados da governadora em Chapadinha. A colocação de Eric, que é advogado da Secretaria Estadual de Educação, apóia três candidatos a deputado estadual (César Pires – DEM, Ricardo Murad – PMDB e, ainda, o petista Edmilson Carneiro) e pretende disputar a prefeitura de Chapadinha nas próximas eleições, como coordenador da campanha da governadora Roseana Sarney conseguiu desagradar ás principais lideranças que a apóiam na Região.

Os ex-prefeitos Magno Nota 10, Isaías Fortes e o ex-deputado Talvane Hortegal, adversários em nível local, se uniram nas manifestações de estranheza e contrariedade com o comando da campanha da candidata Roseana pela escolha de Eric.

A estranheza seria por conta de que Roseana Sarney, sabendo das enormes rivalidades locais, em campanhas anteriores sempre ter optado por enviar um representante neutro e com livre trânsito entre os grupos divergentes que a apóiam.

A contrariedade estaria no fato de o postulante a prefeito Eric Marinho, não chegar a 1% das intenções de votos, segundo adversários, e aparecer como principal articulador de uma campanha que precisa ter de grande maioria para vencer logo no primeiro turno.

Segundo fonte do grupo de Isaías Fortes não haveria maiores divergências entre ele e Marinho – além do fato de o ex-prefeito não acreditar na viabilidade mas espera contar com o apoio de Eric para um dos filhos nas próximas eleições, tendo colocado até a vaga de vice á disposição do advogado – mas daí a submeter-se ao comando dele seria inaceitável.

Já com relação a Magno e Talvane, as hostilidades são mais visíveis. O grupo de Magno/Danúbia acusa Eric de colocar pessoas na imprensa para atacá-los sistematicamente, embora ele mesmo evite aparecer e negue vínculo com tais ataques. Talvane – que foi candidato do PT à prefeitura em 2008 e é roseanista de carteirinha – por sua vez, encara, junto à esposa Licinha, que é gestora da Regional de Educação, uma acirrada disputa de bastidores pelo cargo. De olho na legenda do PT para 2012, Eric desejaria retirar Licinha e colocar no cargo a petista histórica e professora Maria Coelho.

Pelo que se percebe da disposição de Magno e Talvane, a tentativa de inflar quem quer que seja artificialmente e usando a estrutura eleitoral da governadora Roseana vai ter reação e naturalmente pode gerar dificuldades para a candidata, teriam alertado.




quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Avenida do Areal Começa a Ser Asfaltada

Frente do Centro de Saúde Benu Mendes

Logo nas primeiras horas da manhã de hoje, ainda nem bem o dia havia clareado por completo e operários já preparavam a primeira parte da Avenida do Areal para receber asfalto. Por volta das 9 horas as primeiras caçambas já despejavam asfalto sobre o calçamento da via.

Segundo informações da prefeitura, ao todo serão asfaltados 2,5 km de avenida, nos dois sentidos, começando no término da Rua Ananias Albuquerque até o colégio João Gomes.De acordo com o representante da construtora e encarregado do serviço, Joaquim Macêdo, se tudo correr normalmente, a avenida será asfaltada por completo até o domingo, 22.

Ataliba Vieira

Ouvido pelo radialista Jota Coutinho, Mirante AM, o Secretário de Obras do Município, Dr. José Almeida, esclareceu que diferente da recuperação da Avenida Ataliba Vieira, que a prefeitura vem tocando com recursos próprios, “a obra do Areal é um projeto específico para aquele Bairro, com alocação de recursos de convênios exclusivamente para atender esta antiga reivindicação daquela comunidade”, disse.

Ainda sobre a Avenida Ataliba, incluindo a entrada da cidade, a prefeita Danúbia Carneiro declarou que a conclusão de obra iniciada com recursos próprios é uma das prioridades de sua gestão. “Temos tentado de todas as formas viabilizar recursos para concluir mais esta realização do nosso governo e acreditamos que muito em breve, da mesmo forma como acontece no Areal, estaremos assistindo a retomada dos trabalhos e marcando data para a entrega da obra da Avenida Ataliba Vieira á população chapadinhense ”, finalizou a prefeita.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Vagner Sofre Mais Uma Derrota no TRE

O jornalista Décio Sá, de O Estado do Maranhão, acaba de noticiar, em seu blog, que Vagner Pessoa (foto ao lado da governadora Roseana Sarney) sofreu mais uma derrota na tentativa de retirar Magno Nota 10 da disputa eleitoral deste ano. Abaixo reproduzo, em itálico, trecho da matéria em que cita o caso. Volto em seguida acrescentando informações.

“ O ex-deputado Vagner Pessoa (PTdoB) teve negado o recurso através do qual queria ver cassado o adversário, ex-prefeito de Chapadinha Magno Bacelar, o “Nota 10″ (PV). Ele é acusado de ter contas rejeitadas no TCE e TCU. Também ex-deputado, “Nota 10″ teve seu registro deferido no início do mês.” Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.
Depois de perder por unanimidade no julgamento do início do mês, Vagner, por meio de seus advogados teria entrado com um recurso chamado de Embargos de Declaração, que serve para exigir que o juiz ou tribunal esclareça obscuridade ou omissão no teor da sentença, no caso em questão o TRE não reconheceu ter havido qualquer ponto obscuro ou omisso na decisão, rejeitou o recurso de Pessoa e novamente aprovou a candidatura de Magno Nota 10.
Foto: Blog de Vagner Pessoa

Areal Começa a Receber Asfalto Amanhã


A principal via do Bairro do Areal (foto) começa a receber asfalto amanhã (18). Os detalhes do início da obra foram acertados na manhã de hoje entre a prefeita Danúbia Carneiro e a Construtora Educoncil, contratada para realizar a pavimentação nos dois sentidos da avenida.

O asfaltamento da Avenida – que num trecho leva o nome de Raimundo Oliveira, mais diante recebe o nome do ex-presidente José Sarney – é uma antiga aspiração da comunidade do Areal e dos bairros vizinhos e saiu como fruto de uma parceria entre os governos estadual e municipal.

A construtora que realiza outras obras na cidade de Vargem Grande informou que as máquinas já se encontram em Chapadinha para começar os trabalhos nas primeiras horas desta quarta-feira. De acordo o encarregado de obras da prefeitura, Reginaldo Marinho, como a Avenida já é toda calçada e pronta para receber a camada asfáltica, a estimativa é que a obra não demore mais que uma semana para ser concluída.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Notas e Notícias – 16 de Agosto 2010


O Povo Festeiro
Diferente da maioria que adora tais festas, este blogueiro tem severas críticas aos festivais de prêmios e sorteios. Prefiro os governos primando por políticas públicas. Isso é uma opinião de cunho ideológico nosso. Mas observando o noticiário sobre a Festa do Dia dos Pais, podemos fazer algumas considerações: 1 – que é do conhecimento de todos que estes sorteios estão desde o ano 2000 previstos em lei municipal, o que afasta por completo qualquer suposta ilegalidade; 2 – o que a prefeita ou qualquer pessoa não poderia fazer era pedir votos ou manifestar-se favoravelmente a este ou aquele candidato; 3 – que independente de sorteio o povo lotou a praça, demonstrando que gosta mesmo é de festa.

Fumaça e Fogo
Os blogs têm noticiado um suposto entrevero entre Licinha, Talvane x Danúbia e Magno que na medida em que as partes silenciam, parece ter algo no ar além da vontade da oposição em intrigá-los.

Fogo e Fumaça
Por falar em Licinha e Talvane, uma auditoria sofrida pela Regional de Educação sugere que não é só com Danúbia que o casal vem travando combate nos bastidores. Fonte da Regional suspeita que a auditoria tenha sido orquestrada pelo advogado e pretenso candidato a prefeito Erick Marinho. Erick é superintendente da SEDUC e já teria tentado tirar Licinha do cargo de gestora em Chapadinha.

Definição de Levi
Depois de analisar propostas de vários políticos o ex-candidato a prefeito pelo PDT, Levi Pontes teria batido o martelo e deve apoiar o ex-chefe da casa civil Aderson Lago. Até ai nenhuma surpresa, já que Aderson, como um dos operadores políticos e financeiros do governo Jackson Lago, deu apoio a Levi até o último momento. A surpresa no caso ficou por conta do deputado federal que deve ser o roseanista Ricardo Archer Filho.

Fora do Barco?
Ainda sobre a posição política de Levi Pontes fontes dão como certo que ele leva consigo um antigo membro do governo Magno Bacelar e a da atual administração Danúbia Carneiro. Nesta época de campanha eleitoral boatos minam a todo minuto, mas pela quebra de um vínculo duradouro – em se confirmando – a mudança de rumos vai repercutir.

Foto: Willian Fernandes

Horário Eleitoral Começa Amanhã

O horário eleitoral gratuito começa amanhã e promete esquentar ainda mais a disputa eleitoral deste ano. As propagandas serão exibidas às terças, quintas e sábados para os presidenciáveis e candidatos a deputado federal, e às segundas, quartas e sextas para os candidatos a governador, senador e deputado estadual.

A transmissão ocorrerá em dois horários: às 13h e às 20h30 na TV, e 7h e 12h nas rádios. Ao todo, serão 45 dias de programa - vai até o dia 30 de setembro. Cada exibição terá 50 minutos, o que corresponde a cerca de uma hora e quarenta por dia, ou 75 horas durante todo o processo.

domingo, 15 de agosto de 2010

Flávio Sobe Roseana e Jackson Descem


A última pesquisa eleitoral da Escutec, encomendada pelo jornal O Estado e divulgada neste sábado (14). Mostra que apenas o candidato Flávio Dino cresceu em intenções de votos. Enquanto Roseana tinha 50,4% na pesquisa anterior, do dia 25 de julho, aparece agora com 49,6%; Jackson Lago (PDT), que tinha 25,8%, agora tem 23,7%. Diferente dos correntes que perderam pontos, Flávio Dino (PCdoB), agora tem 18,2%, contra 16,8% da pesquisa de julho.

“Os números mostram que a campanha não deslanchou efetivamente, o que é normal e até previsível. Não houve fato político que justificasse uma alteração dos números”, explicou o presidente da Escutec, jornalista Fernando Júnior. Para ele, esta estabilização só deverá mudar com o início da propaganda eleitoral.

Assim como analisa o jornalista e presidente da Escutec, a classe política aguarda ansiosa o início da propaganda eleitoral na TV nesta terça-feira (17) para que a campanha esquente e possa trazer maiores alterações no quadro.

Em São Luís, embora Roseana tenha 46,4%, chama atenção o fato de Flávio Dino se encontrar bem a frente de Jackson (ex-prefeito da Capita). Flavio tem 31,9% e Jackson Lago vem com 10,8%.

Flávio é considerado bom de televisão, cresce e está bem perto de tirar o segundo lugar de Jackson Lago. O desempenho de Flávio na televisão pode precipitar essa ultrapassem e garantir um segundo turno imprevisível.

Ilustração: Imirante

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Faz de Conta


Por: Almir Moreira – Advogado

A campanha para governador por parte da candidata oficial se desenvolve morna e sem sal. Os fatos atestam. Embora a propaganda eleitoral já tenha sido autorizada não se ver nada na rua. É sintomático, indica a ocorrência de segundo turno para escolha do governador. Tivessem segurança sobre a vitória em primeiro turno os partidários da candidata oficial estariam com a propaganda eleitoral bastante avançada. Certamente, também os velhos métodos para conquista de lideranças – candidatos a deputados, prefeitos, vereadores, lideres comunitários, chefes políticos sem mandato - estariam em prática. Como a eleição não se resolverá em primeiro turno a estratégia é só deflagrá-la quando se iniciar a outra etapa, o segundo turno.

Enquanto isso, a candidata oficial faz que paga e as tais lideranças fazem de conta que a apóiam. É um jogo. A candidata quer voto e as lideranças: umas querem dinheiro vivo, outras apoio político transvertido de obras, respeito ou plano concreto de desenvolvimento.

O que se nota bem é a indiferença recíproca destes protagonistas. Aos eleitores as favas. Esta é uma eleição diferente o Poder Político do grupo da candidata oficial está desgastado. A prática política originária da Republica dos Coronéis dá sinais de cansaço. Os Partidos e os grupos políticos começam a perceber que têm vida própria, e que sempre são usados levianamente. Sabem como nesse período eleitoral é normal se acender uma vela pra Deus e outra pro o Diabo. Parece que agora não haverá repositório para este círio. É uma faca de dois gumes, e o perigo reside neste ponto, pois no segundo turno a conversa é outra, e aí, o faz de conta pode mudar para o conhecido me engana que eu gosto. A liderança interiorana com sua vida resolvida, ante o resultado das eleições proporcionais – deputados e senadores já eleitos – pode se posicionar conforme a maré ou deixar a maré correr frouxa.

Sinto muito, candidata guerreira, com todo respeito, essa estratégia cansou o desgaste é grande, o agrada a todos de antes feito indiscriminadamente transformou-se em algo anacrônico e estúpido em razão de por todos na mesma vala comum. Chapadinha ainda está sob ressaca dessa política, fiéis aliados foram postos de lado, preteridos por adversários políticos ou por novos good boys.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Imprensa da Capital Inclui Nota 10 Entre os Eleitos


O jornalista Marcos Déça (O Estado do Maranhão) produziu matéria especulando quanto as chances de vitória de cada candidato a deputado estadual e uma estimativa a cerca da composição de cada bancada na Assembleia Legislativa para o próximo ano. Dos políticos da região surgem como virtualmente eleitos os candidatos Magno Nota 10 e Marcos Caldas. A relação ainda traz com chance – a depender das coligações – os candidatos Vagner Pessoa e Edmilson Carneiro. Veja, abaixo e em itálico, os principais trechos, incluindo os comentários do jornalista. Em seguida acrescento análises nossas sobre a matéria.
1 – Chapão PMDB/DEM/PTB/PV - Mantém a estimativa de eleger até 17 deputados. Vinte e um disputam as vagas. São eles: Ricardo Murad (PMDB), Max Barros (DEM), Victor Mendes (PV), Raimundo Cutrim (DEM), César Pires (DEM), Rigo Teles (PV), Roberto Costa (PMDB), Stênio Rezende (PMDB), Carlos Filho (PV), Carlos Alberto Milhomem (DEM), Vianei Bringel (PMDB) e Antonio Pereira (DEM) como os praticamente eleitos, e mais: Alberto Franco (PMDB), Arnaldo Melo (PMDB), Chico Gomes (DEM), Edilázio Júnior (PV), Fábio Braga (PMDB), Magno Bacelar (DEM), Manoel Ribeiro (PTB) e Jura Filho (PMDB) e Paulinho Fonseca (PMDB).

Comentário: Neste grupo, apenas pequenas alterações, sobretudo influenciadas pela aprovação da candidatura de Magno Nota Dez e impugnações de candidatos como Hemetério Weba (PV) e Márcia Marinho (PMDB) – esta última deve ser substituído pelo Filho, Paulo Fonseca.

2 – Coligação PRB, PHS, PSL e PMN: Apesar de alguns mais otimistas apontarem até cinco deputados nesta chapa, o mais provável é que ela mantenha o prognóstico inicial, de eleger quatro.

Disputam com mais chances os seguintes candidatos: Marcos Caldas (PRB), Rogério Cafeteira (PMN), Canindé Barros (PSL), Carlinhos Florêncio (PMN) e Eduardo Braide (PMN). Também têm chances Daniel Macedo (PSL), Nonato Aragão (PSL) e Edson Souza (PMN).

3 – Chapa PRTB/PRP/PSL/PMN: elege três, mas pode chegar a quatro, dependendo do desempenho nas urnas. Os mais cotados são: Alexandre Almeida (PTdoB), Jota Pinto (PR), Darcy Terceiro (PRTB) e Marly Abdalla (PRP). Também tem chances Wagner Pessoa (PTdoB).
Comentário: o volume de campanha apresentado por Wagner Pessoa no Baixo Parnaíba leva a crer que ele pode ultrapassar Marly Abdalla e garantir a vaga.

7 – PT: estima-se para o PT uma bancada de dois deputados estaduais, embora haja a possibilidade – remota – de chegar a três. Concorrem com mais chances os candidatos Francisca Primo, José Carlos Nunes, Edmilson Carneiro e Valdinar Barros.
Nossa Análise

Magno Nota Dez – Além de ser realista a previsão de que a coligação dele pode chegar a eleger 22 deputados e levando em conta que da lista de Marcos Déça apenas Ricado Murad, Raimundo Cutrim, Edilázio Júnior e Victor Mendes têm potencial semelhante ao de Magno, pode-se dizer que – mantido o quadro – a eleição de Nota 10 é garantida.

Marcos Caldas – Primeiro de uma coligação de pode eleger cinco, pelo que se verifica entre apoios e estrutura de campanha a eleição de Caldas parece certa.

Vagner Pessoa – Este blog já disse em matérias passadas que ainda que remotas, o ex-deputado tem chance de eleição. Quanto ao volume de campanha mencionado por Déça, ele é restrito a Chapadinha onde até agora Vagner apresenta mais força que a sobrinha Isamara.

Edmilson Carneiro – Fontes internas do PT avaliam que Edmilson Carneiro – ex-diretor do Programa Luz Para Todos - disputa o primeiro lugar com o ex-diretor da Caixa Econômica, José Carlos Nunes o que deve se definir com a eleição de ambos.

Isamara Menezes – na coligação da filha de Isaías, que tem a perspectiva de eleger de dois a três parlamentares, foram listados Hélio Soares, Penaldon Moreira, João Batista e Léo Cunha. Sem apoio em outras regiões e em clara desvantagem até mesmo com relação ao tio Vagner, Izamara e a candidata local com os piores prognósticos nestas eleições.

Em quiser conferir a íntegra da matéria é só clicar aqui.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Nota 10 e Isaías: Diferentes Até no Que Parece Igual


Além de se enrolar nas diferenças do que seja deferido ou indeferido e confundir sentença com parecer, setores da oposição tentam igualar a situação que levou Magno Nota 10 a ter sua candidatura aprovada por seis a zero no TRE com o ocorrido na eleição anterior, quando o ex-prefeito Isaías passou pelo Tribunal Regional mas foi, depois, cassado pelo TSE.

De igual, ambos episódios só tem o placar no TRE. Daí pra frente tudo é diferente. A começar por quem propôs a ação de impugnação: no caso de Isaías foi, a promotoria de Chapadinha; no de Magno, o adversário Vagner Pessoa. Isaías na época tinha condenação consolidada no TCU, coisa que não aconteceu com Magno. Nota 10 chegou a figurar numa lista que foi alterada depois que ele mesmo encaminhou certidão que deixava claro que sua inclusão foi equivocada, uma vez que o próprio Tribunal de Contas já anulara as sentenças que havia contra o ex-prefeito Magno.

O próprio entendimento do TRE acerca de julgamento de impugnações referentes a contas rejeitadas pelos tribunais de contas hoje é diferente. Tanto que, a exemplo de Fufuca Dantas, Emetério Weba e Chico Leitoa, nenhum político incluído nas listas obteve sucesso no Corte Eleitoral Maranhense.

As diferenças não param por ai, na sessão que concluiu pela liberação da candidatura de Nota 10, a própria procuradora eleitoral deu parecer favorável a ele; na de Isaías – em 2008 – a procuradoria não só defendeu que ele não podia ser candidato como recorreu da decisão.

Durante a sessão que julgou o factóide de Vagner contra Magno a defesa de Nota 10 questionou a motivação alegada pelos adversários de Magno e pediu que estes apresentassem a lista em que Bacelar se encontrava como detentor de contas rejeitadas de forma definitiva. Como os opositores nada mostraram, tanto a procuradora Carolina da Hora em seu parecer quanto na sentença extraída do voto de todos os juízes que compõem a corte Magno teve a candidatura deferida (aprovada) pelo TRE.

Enquanto Magno segue sem nenhuma restrição juridicamente relevante contra sua candidatura e seus adversários inventam ações sem fundamento contra ele, apenas com intuito de perseguir e gerar especulações e boatos contra sua eleição, a situação do ex-prefeito Isaías é penosa.

Depois de ter levado uma candidatura impossível até o final, ter obtido – com ajuda do rolo compressor do governo balaio de Jackson Lago – sucesso eleitoral, Isaías Fortes viu seu sonho desfeito pela correta aplicação da lei pelo TSE, agora ele tem mais duas condenações por contas rejeitadas pela Câmara Municipal e Tribunal de Contas – que o tornam inelegível por mais oito anos, no mínimo.

Do ponto de vista dos seguidores de Isaías, é compreensível a tentativa de igualar momentos tão distintos quanto o dele que está fora do jogo político "pelo resto da vida e mais seis meses" com o de Magno Bacelar que tem condição jurídica tranqüila, cacife eleitoral invejado até por caciques da política maranhense e amplas perspectivas de sair com uma das maiores votações do estado.

O resto é pura desinformação!

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

“Ficha Limpa” é o Ovo da Serpente

Vez por outra alguém tem uma idéia sobre uma lei que a primeira vista parece interessante. Foi o que aconteceu no caso da Lei Complementar 135, carinhosamente chamada de “Ficha Limpa”. Convocada a contribuir com assinatura a população atendeu e chancelou a proposta. Ajeita daqui e dali e aprovou-se uma lei que prometia exterminar a corrupção com um só tiro.

O fato é que toda lei tem que estar de acordo com o que fala a constituição. Embora as duas casas do Congresso Nacional tenham comissões que avaliam à adequação dos projetos de lei aos preceitos da Carta Magna, não raro elas passam batido. Quando isso acontece, os tribunais podem deixar de aplicá-las com base no princípio de que nenhuma norma pode ir contra a lei maior que a é Constituição.

O problema de achar a lei constitucional ou não, segue até que o Supremo Tribunal Federal exerça o controle - que é sua função - e dê a palavra final sobre a validade dela.

Longe de ser uma obsessão legalista de juristas, o respeito à constituição é fator básico das liberdades, garantias e direitos de qualquer cidadão. É a Carta Magna que garante coisas fundamentais como a livre expressão de idéias, a certeza de que se você for processado terá ampla oportunidade de defesa, que qualquer um de nós sempre será inocente até que fique provado o contrário, além do direito de trabalhar, ter propriedade, saúde, educação e etc.

Imaginem que nem sempre foi assim. Não faz muito tempo, um jornalista ou intelectual discordante podia ser arrancado de casa e levado preso sem processo e ao bel-prazer dos poderosos; sem julgamento pessoas eram torturadas e executadas... Eram tempos em que as constituições eram fracas e os governos ditatoriais, fortíssimos.

Não por acaso o principal argumento dos militares de 64 para “prender e arrebentar” era o mesmo combate à corrupção de hoje.

O pior de tudo é que muitos corações puros e mentes bem intencionadas não acordaram para o perigo de quebrar as regras do devido processo legal e da presunção de inocência. A Lei da “Ficha Limpa”, em consonância com a turba enfurecida diz: todos os acusados de corrupção são culpados até que se prove o contrário.

O que a constituição pronuncia com todas as letras é que: “ficha limpa” é qualquer cidadão que não tenha sido condenado por sentença judicial transitada em julgado. Isso vale para o senador acusado de empregar fantasmas em seu gabinete e para um cidadão comum suspeito de um crime qualquer.

A pergunta capital que se faz aos simpatizantes da “Ficha Limpa” é a seguinte: você aceitaria pagar qualquer pena antes de término de seu processo para ver um político fustigado também antes do tempo?

No agrado fácil à manipulável opinião pública, primeiro pune-se quem ainda não se provou culpado; depois rever-se-á a maioridade penal pra condenar meninos pobres de 11 ou 12 anos; mais adiante, trabalhos forçados e castigos físicos para presos e, por último, o sonho de consumo dos intolerantes – a pena de morte.

Por não ter dúvida de que a Lei Complementar 135 coloca em risco o estado de direito, e disso tenho medo que me pelo, espero que o Supremo guardião da Constituição Cidadã ponha termo neste ovo de serpente.
Em tempo: abaixo tem o artigo do Dr. Almir Moreira sobre o tema e em concordância com o nosso. Quem tiver outra opinião e quiser divulgá-la é só mandar para o e-mail: chapandre@hotmail.com, que publicaremos com o maior prazer.

FICHA SUJA CONTRA DEMOCRACIA


Por: Almir Moreira - Advogado
A inoperância do Congresso Nacional ensejou a intromissão indevida do Poder Judiciário em questões que não lhe compete. Já há algum tempo o Judiciário vem emitindo opinião sobre a razoabilidade de algumas leis. Fez isso quando tratou a respeito de matéria legal a respeito da composição das Câmaras Municipais, e agora repete a mesma postura na apelidada Lei Ficha Limpa. Na verdade legisla. É aí, que reside o perigo, pois ao se imiscuir em atribuições de outro Poder passa a impressão que tudo pode, e assim a democracia vai se enfraquecendo e a Constituição sendo desrespeitada.

Esta Lei Ficha Limpa, fruto da sociedade é uma aspiração legitima. É uma forma de moralizar a política. Visa impedir a participação no pleito eleitoral daqueles que cometeram certos delitos. Isso por certo prazo. Nada mais justo. Contudo, essa Lei feita ao sabor da emoção, antes de preservar a democracia dar brecha para uma escalada para sua derrocada, pois atinge direitos fundamentais, fere de morte a Constituição e põe por terra regras sobre a edição de uma Lei. O Direito é ciência e, ciência social, com regras próprias e fundamentos consagrados para sua realização. Quando o Direito estabelecido não é respeitado a democracia é enfraquecida. E quais são os direitos previstos na Constituição que a Lei Ficha Limpa – Ficha suja contra a democracia – atinge? Ela tinge o direito da presunção de inocência, que diz: ninguém pode ser considerado culpado até o transito em julgado da sentença, melhor dizendo, alguém só pode ser considerado culpado após exaurido todos os recursos legais eventualmente manejados pelos interessados. Este direito é uma conquista da humanidade, nem sempre vivemos protegidos desta forma, isso é para preservar o direito de defesa e não permitir arbitrariedade. Ao estabelecer a Lei Ficha Limpa, que a condenação em qualquer órgão colegiado da justiça nos casos nela descritos é o suficiente para impedir o direito de ser votado, o direito da presunção de inocência previsto na Constituição é violado. Fulmina também de morte o principio de que a Lei não retroage para prejudicar. E, ainda no plano eleitoral fere outro principio consagrado na Constituição o de que Lei eleitoral só é tem validade no ano seguinte a sua edição.

A perdurar com estar – o Judiciário TSE a deu força - a nossa democracia será enfraquecida. É elementar, é básico, é fundamental nas democracias modernas o respeito aos direitos individuais e ao pactuado na Constituição Federal. O direito de participação popular nos assuntos do Estado é tão grande no ordenamento jurídico brasileiro, que a Lei Ficha Limpa pôde ser proposta. Porém, há normas para serem obedecidas, senão ficaremos ao sabor dos ventos, e aí, estaremos em campo fértil para fascistas e autoritários prosperarem.

O Judiciário – também inoperante – não pode ser refém de ninguém, e não pode ser o primeiro a solapar o Direito. A Lei Ficha Limpa é inconstitucional e uma afronta a ciência do Direito. Causa-me espécie ver uma das entidades mais lutadoras pelas liberdades, a OAB se curvar a esse surto populista autoritário.

A moralidade pública deve ser preservada, mas ela também se submete aos limites do estado de direito.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Por Seis a Zero Justiça Aprova Candidatura de Magno Nota Dez

Por unanimidade o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão aprovou a candidatura de Magno Bacelar na tarde desta quarta-feira. Por seis votos pró e nenhum dos juízes que compõem a corte eleitoral contra e com parecer da procuradora Carolina da Hora favorável á candidatura de Nota Dez, o TRE-MA rejeitou o pedido de Vagner Pessoa contra Magno Bacelar.

Mesmo tendo sido unânime a decisão, ainda cabe recurso ao TSE. Mas, como a própria representante do Ministério Público se posicionou em favor da candidatura de Magno Bacelar, apenas o ex-deputado Vagner Pessoa pode insistir na tolice que as vozes mais balizadas do direito maranhense acabam repelir.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Notas de Bastidores - 3 de agosto 2010

Factóide na Pauta
O pedido de impugnação contra Magno Bacelar, feito pelo adversário Vagner Pessoa e considerado sem chance de prosperar, deve entrar na pauta do Tribunal Regional Eleitoral ainda esta semana. Ontem o TRE-MA aprovou a candidatura do ex-governador José Reinaldo para o senado e cassou os registros de Fufuca Dantas (PMDB) e de Hemetério Weba (PV), por contas rejeitadas.

Jogo Sêxtuplo
O blog do Cardoso noticia que pelo menos seis deputados estaduais, sendo quatro candidatos à reeleição e outros dois apoiando nome de filhos, estão “araras” com o prefeito de Coelho Neto, Soliney Silva. Segundo o jornalista, os parlamentares colocaram as suas emendas para o município de Coelho Neto, confiantes na retribuição. Como é impossível apoiar seis candidatos em um município como Coelho Neto, cinco daqueles já pediram à governadora Roseana Sarney que bloqueasse os recursos para o município em que Soliney é prefeito.

Deputado Até o Fim
O deputado Paulo Neto teve o pedido de cassação que corria contra ele rejeitado ontem pelo TRE-MA. Paulo mudou de partido e sua antiga legenda o PSB tentou tirar-lhe o mandato. A defesa de Paulo alegou que ele sofria perseguição do próprio partido. A justiça eleitoral concordou e o livrou da cassação.

Paulo e Nota 10
Por falar em Paulo Neto, a maioria de seus correligionários em Chapadinha está compondo o grupo de apoio a Dr. Magno. Capitaneados pelo advogado e ex-candidato a vice-prefeito na Chapa do PDT, Élcio Aguiar, os militantes que seguem a orientação de Paulo Neto foram recebidos com festa pelo grupo de Magno e Danúbia e não escondem o entusiasmo.

Lançamento “Nota 10”
O lançamento da campanha do Dr. Magno Nota 10 está marcado para o próximo dia 14 de agosto (sábado) em Chapadinha. Magno pretende reunir as principais lideranças de outros municípios que o acompanham para que eles sintam a vibração do povo de Chapadinha com relação a sua liderança e mostrar a seus companheiros locais a dimensão que a “Campanha Nota 10” vem ganhando em todo o estado.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Se Tudo Fosse Igual


Por: Emir Sader – Cientista Político

Há uma tese que corre em setores políticos distintos que, pelos equívocos que contém e pelas conseqüências desastrosas que gera, deve ser analisada com precisão. É a tese de que o PT e o PSDB seriam a mesma coisa, assim como os governos do FHC e do Lula.
A tese leva a uma espécie de “terceirismo” entre a direita e a esquerda, buscando definir uma eqüidistância em relação às candidaturas da Dilma e do Serra. Em 2006 essa posição levou a que alguns setores da esquerda propusessem o voto branco ou nulo diante da alternativa de Lula ou Alckmin, como se fosse igual para o Brasil qualquer um deles que fosse eleito.
Se os governos de FHC e Lula fossem iguais, a desigualdade teria diminuído e não aumentado durante o governo de FHC. Se fossem iguais, o extraordinário apoio popular que tem Lula teria sido dado também ao governo FHC que, ao contrário, terminou seu mandato com uma imensa rejeição da população brasileira.Se fossem iguais, a reação do Brasil diante da mais grave crise econômica internacional desde 1929 teria sido a mesma de FHC em 1999: elevar a taxa de juros a 48%, pedir novo empréstimo ao FMI, assinar a corresponde Carta de Intenções (deles), cortar recursos das políticas sociais, aumentando a recessão e o desemprego, que levou o Brasil à uma profunda e prolongada recessão, de que só saímos no governo Lula.
Enquanto que o Lula reagiu diante da crise incentivando a retomada do crescimento da economia, baixando as taxas de juros, mantendo o poder aquisitivo dos salários, intensificando as políticas sociais, e fazendo assim que superássemos rapidamente a crise.Se fossem iguais, não teria sentido a luta contra a ALCA – Área de Livre Comércio das Américas -, que FHC propugnava e que o governo Lula inviabilizou, para fortalecer os processos de integração regional. Dizer que são governos iguais ou similares é dizer que tanto faz privilegiar alianças subordinadas com os EUA ou aliar-se prioritariamente com os países do Sul do mundo, com os Brics entre eles.
Se fossem iguais os governos FHC e Lula, o Estado mínimo a que tinha sido reduzido o Estado brasileiro seria o mesmo que o Estado indutor do crescimento e a garantia da extensão dos direitos sociais da maioria pobre da população. O desenvolvimento, suprimido do discurso de FHC, foi resgatado como objetivo estratégico pelo governo Lula, articulado intrinsecamente a políticas sociais e de distribuição de renda.Se fossem iguais, a maioria dos trabalhadores continuaria a não ter carteira de trabalho assinado, predominando o emprego informal sobre o formal. O poder aquisitivo dos salários teria continuado a cair, ao invés de ser elevado acima da inflação.
É grave que haja setores na esquerda que não consigam distinguir essas diferenças, entre a direita e a esquerda. Perdem a capacidade de identificar onde está a direita – o inimigo fundamental do campo popular -, correndo o grave risco de fazer o jogo dela, em detrimento da força e da unidade da esquerda.