segurança

segurança

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Magno Bacelar Entrega ao PV Documentos Para Registro de Candidatura


O ex-prefeito Magno Bacelar entregou na tarde de hoje toda a documentação necessária para o registro de sua candidatura a deputado estadual pelo Partido Verdade. Em contato com o blog Magno fez questão de ressaltar que não existe qualquer embaraço para sua candidatura.

Ainda de acordo com o ex-prefeito, há uma campanha de desinformação contra sua candidatura. “Vejo os grupos adversários muito preocupados com minha pretensão de representar o povo do Maranhão. Ao invés de cuidar de seus candidatos eles ficam especulando contra meu nome, mas o povo é inteligente e no final o prejuízo será todo deles (dos adversários)”, declarou.

Magno se disse empolgado com a receptividade que vem tendo em Chapadinha, Região do Baixo Parnaíba e em todo o Estado. “Estou muito satisfeito com o apoio que venho recebendo de expressivas lideranças. Nossa preocupação agora é organizar a campanha, que pelo tamanho e quantidade de municípios envolvidos vai merecer atenção redobrada”, finalizou.

Com as certidões e comprovantes necessários para o registro da candidatura o ex-prefeito aguarda apenas o encaminhamento dos documentos pelo PV ao Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão e o início da propaganda eleitoral para iniciar a campanha.

Convenção Homologa Flávio Dino

A convenção do PCdoB, marcada para esta quarta-feira, 30, vai homologar a aliança da legenda com o PSB. Serão oficializados também os nomes dos candidatos a deputado federal, estadual e a senador. PcdoB e PSB aguardam também uma definição do PPS, que também pode se integrar à candidatura de Flávio Dino ao governo. A convenção será realizada a partir das 16h, no auditório Fernando Falcão, na Assembléia Legislativa.
Os três partidos irão para a campanha pregando a renovação no cenário político e administrativo do Maranhão. Para o presidente do PCdoB e coordenador de campanha Márcio Jerry, a candidatura de Flávio Dino é a expressão do sentimento de mudança que está disseminado em todo o Maranhão. “A população sente que é hora de ser diferente. Quer um governo que trabalhe para todos os maranhenses e não só para uma família”, disse Márcio Jerry.
Esse sentimento de mudança também é defendido pelo próprio Flávio Dino, que lembrou que o projeto de mudar o Maranhão atende a um anseio popular. “Encaro este desafio com um forte sentido de responsabilidade e de compromisso com o povo. Não se trata de uma pretensão, pessoal, de um mero desejo meu. Mas de uma convocação feita pelo povo, por centenas de lideranças e movimentos sociais”, disse Flávio Dino.
Flávio Dino analisou ainda a conjuntura maranhense atual. Ele lembrou que o Maranhão é um estado rico e com um grande potencial de crescimento. “Mas para isso é preciso mudar o comando da política, que fracassou e empurrou o estado para as últimas colocações em todos os indicadores sociais”, analisou.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Os Incômodos de Dilma e Serra


Reportagem do jornal O Globo deste domingo aponta a governadora Roseana Sarney (PMDB) e o ex-governador Jackson Lago (PDT) como aliados incômodos das candidaturas presidenciáveis de Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB).

A matéria “Incômodos para quem?” assinada pelos repórteres Chico de Gois e Luiza Damé anota que tanto Dilma quanto Serra, se “aliam a conhecidos expoentes da cena política brasileira cujo histórico é de escândalos [...] com apoiadores que se destacaram nos últimos anos por desvio de todo tipo…”.

Sobre Jackson Lago a reportagem anota que ele foi cassado no TSE por abuso de poder econômico e que “pode ficar sem registro por causa da Ficha Limpa”.

Um dos coordenadores da campanha de Dilma e secretário-geral do PT, José Eduardo Cardozo afirmou ao jornal que “apoio não se rejeita em campanha eleitoral”.

Com Informações de O Globo e Blog do Itevaldo

quinta-feira, 24 de junho de 2010

TCU Retira Magno Bacelar dos Inelegíveis

O rol dos inelegíveis enviado pelo TCU ao Tribunal Superior Eleitoral acaba de ser retificada com a retirada do nome do ex-prefeito Magno Bacelar da lista. Com a correção do erro que deixou de observar um recurso do ex-prefeito anulando um processo e voltando outro à fase inicial, não resta qualquer embaraço para a candidatura de Magno Bacelar, que neste momento participa da convenção que homologará a candidatura de Roseana Sarney ao Governo do Estado.

Quem quiser conferir a lista retificada clique aqui.


Ivandro Volta a Se Apresentar no São João do Maranhão


Depois de empolgar o público do Projeto Reviver em show realizado no último sábado (19), o cantor e compositor Ivandro Coelho (na foto concedendo entrevista ao também cantor e apresentador Beto Pereira) volta aos palcos amanhã (25). A apresentação será no Viva do Anil ás 8 da noite.

terça-feira, 22 de junho de 2010

TCU: Certidão Retira Magno Bacelar da Lista de Inelegíveis


O ex-prefeito Magno Bacelar já está de posse de certidão que reconhece o efeito suspensivo à condenação por contas irregulares que o colocou no rol dos inelegíveis do Tribunal de Contas da União.

Segundo o texto da certidão, o ex-prefeito entrou com o recurso em tempo hábil e no dia 28 de abril de 2010 obteve sucesso, suspendendo os efeitos da decisão que o tornava inelegível.

Para os advogados a condenação do ex-prefeito sem direito a defesa foi um absurdo jurídico corrigido pelo recurso de 28 de abril e a inclusão de Magno na lista de ontem (21 de junho) foi um erro do próprio TCU quando desconsiderou uma decisão daquela mesma Corte de Contas.

Garantidos pela certidão os advogados do pré-candidato pelo PV entrarão como uma liminar para que a lista do TCU seja ratificada com a exclusão de Magno Bacelar.






Alterado às 20:30h, para postagem da imagem da certidão (acima).

Isaías e Magno na Lista do TCU


O Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou ontem (21) uma lista com os nomes de 4.922 gestores públicos que estariam impedidos de disputar as eleições de outubro.


Eles ficaram inelegíveis porque tiveram suas contas rejeitadas por supostas irregularidades ou mau uso do dinheiro da União em convênios de Estados e Municípios com entidades federais.


A grande maioria dos integrantes da lista é de funcionários de carreira ou ocupantes de cargos de confiança; e, destes, muitos não pretendem disputar eleições. No entanto, quem estiver com essa pretensão poderá ser barrado na Justiça Eleitoral.


Em Chapadinha, as duas maiores lideranças políticas do município figuram na lista. Os ex-prefeitos Isaías Fortes e Magno Bacelar - há três inclusões no caso do primeiro e uma contra Bacelar. (veja recortes abaixos)


A lista ainda não é definitiva e pode ser revista com a exclusão de nomes ou com a inclusão de outros agentes públicos.


Isaías Fortes
O ex-prefeito Isaías, que já estaria inelegível até 2014, segundo a contagem mais favorável a ele, aparece com três novas condenações o que pode acarretar mais oito anos de sem condições de disputar cargos políticos.


Magno Bacelar
Contra o ex-prefeito e ex-deputado Magno Bacelar havia dois processos relativos a convênios de sua gestão com o Governo Federal. Segundo Magno Bacelar ambos tinham como alvo convênios celebrados com MEC para a formação continuada de professores, realizados com a Faculdade do Baixo Parnaíba.


Os advogados do ex-prefeito informaram que um dos processos foi anulado por completo por erro de citação que impossibilitou a defesa de Magno. Já no segundo caso, motivo da inclusão do nome de Bacelar na lista de ontem, o processo voltou – pelo mesmo motivo – à fase inicial, abrindo possibilidade de ampla defesa para o ex-prefeito.


Ouvido por nossa reportagem, Magno estranhou sua inclusão na lista uma vez que nos dois casos o que aconteceu foram erros formais e plenamente sanáveis. “Você pode acessar os sites dos tribunais e digitar o nome de qualquer gestor do País que vai encontrar processo contra ele. Uma coisa é responder processo e outra bem diferente é ser condenado”, disse.


Magno já orientou seus advogados a requererem certidão sobre a situação do processo que se encontra na fase inicial para posterior retirada do seu nome da lista dos inelegíveis. Ainda segundo Magno sua pré-campanha a deputado estadual prossegue normalmente.







segunda-feira, 21 de junho de 2010

Vereadores Samuel e Emerson Podem Apoiar Flávio Dino


Os vereadores Emerson Aguiar e Samuel Nistron (foto), do bloco de sustentação da prefeita Danúbia, foram procurados por lideranças ligadas ao candidato ao governo Flávio Dino. Simpático à causa de Flávio, o advogado e militante político Almir Moreira também participa da articulação. Segundo informações o grupo está bem próximo de engrossar o caldo da candidatura oposicionista.

sábado, 19 de junho de 2010

Ivandro Coelho Faz Show em São Luis


O cantor e compositor chapadinhense Ivandro Coelho (foto) se apresenta hoje às 19h, no Canto da Cultura, área do Projeto Reviver, no Centro Histórico de São Luis. O show faz parte da programação especial dos festejos juninos organizada pelo Governo do Estado. Além de hoje, Ivandro volta aos palcos no próximo final de semana em local que ainda será definido.

Fundador do PT Retoma Greve de Fome


Menos de um dia depois de anunciar que suspenderia a greve de fome, o militante histórico do PT Manoel da Conceição, 75, (foto) decidiu voltar ao protesto ao lado do deputado Domingos Dutra (PT-MA). A decisão foi tomada porque o acordo com o diretório nacional a respeito do apoio do partido no Maranhão não avançou.

Deputados federais petistas tentaram conversar com a cúpula do partido para tentar permitir uma dissidência de Dutra e Conceição. Na prática, eles esperavam que os militantes maranhenses fossem liberados para defender a candidatura do deputado Flávio Dino (PC do B) ao governo estadual.

"Queremos, pelo menos, que o PT volte atrás e decida ficar neutro na disputa eleitoral no Maranhão", afirmou Dutra, em greve de fome desde a última sexta-feira. "Não queremos ficar como pedintes, sem poder apoiar quem defendemos."

O PT no Estado havia definido, em março, o apoio a Dino, mas a direção nacional decidiu defender a reeleição da governadora Roseana Sarney (PMDB), em nome da aliança em torno da candidata Dilma Rousseff. Com isso, a direção agradou o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), pai de Roseana.

Nesta quinta-feira um grupo de 200 agricultores rurais esteve no Congresso para mostrar solidariedade a Dutra e Manoel. Aplaudido, o deputado emocionou-se com a manifestação. Segundo o vereador de Buritis (MG), Jorge Augusto (PT), que liderou a visita, o diretório nacional deveria dialogar mais. "Eles são patrimônios do partido."

(Folha Online)

Flávio Dino e Jackson Lago Reafirmam Candidaturas


Os pré-candidatos ao governo do estado Flávio Dino e Jackson Lago reafirmaram ontem (18) a determinação de ambos na manutenção de suas candidaturas, no campo oposicionista à família Sarney.

Flávio Dino em visita à sede do PT em solidariedade aos petistas que encerravam uma greve de fome em protesto contra a decisão do diretório nacional que colocou a legenda na aliança com a governadora Roseana Sarney. Acompanhando Flávio, os dirigentes nacionais do PC do B, Marcus Sokol e Renato Simões, reafirmaram a candidatura do partido ao governo do estado no Maranhão, mesmo contra a vontade do presidente Lula.

Já o ex-governador Jackson Lago, em entrevista coletiva na sede do PDT em São Luís, garantiu que será candidato ao governo e entende que a decisão do TSE, que estende a Ficha Limpa aos condenados por órgão colegiado antes da promulgação da Lei, não lhe atinge. “A decisão do TSE já era esperada. Mas, a candidatura está mantida. Serei candidato. Nossa ficha é absolutamente limpa. Não houve nenhuma decisão contra mim, já que se trata de uma definição administrativa e não jurisdicional. – garantiu.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Ausência Atrevida


Por: Almir Moreira - Advogado

Escondido por trás de um panfleto, um verme assacou contra honra de muita gente em nossa cidade. Muita gente, porque da forma como faz termina por atingir toda a sociedade. Não poupa: padre, político, empresário e etc. Igualmente a um cachorro com o mal da raiva morde a quem quer que seja. Não critica e nem aponta solução, e o pior, se esconde como um bicho na toca – ou será numa banca? Não se propõe a nada, não põe a sua cara a tapa como fazem todos os que foram achincalhados. Todos nós erramos, não somos santos, mas todos os atingidos pelo veneno destilado por esse verme agem às claras e participam dos eventos mais importantes do Município – quer seja de ordem econômica, política ou cultural.

Certamente, o verme escrevente está longe de amarrar as sandálias dos que figuram no seu panfleto de mau gosto. Como um anônimo pode tisnar figuras como: Padre Neves, baluarte nas lutas populares e na formação cristã do nosso Povo, Ivandro Coelho, intelectual, educador e artista de respeito, Alexandre Pinheiro, intelectual e jornalista sério, Samuel Nistron, vereador de seis mandatos, Graça Nunes, filha de ilibada família chapadinhense, Magno Bacelar, ex-prefeito municipal, consagrado por ter implantado mudanças importantes na administração do município, Danubia Caneiro, atual Prefeita, corajosa para esta empreitada ou a família do ex-prefeito Isaias Fortes, este reconhecido como uma das lideranças políticas mais importantes daqui?

Francamente, no que me atinge não dou importância nenhuma. Sei que toda ausência é atrevida, e neste caso o escrevente indubitavelmente é uma pessoa – um verme – recalcada, covarde e medrosa. O maior mal que faz com esta vociferação pejorativa não é contra quem elencou no seu Panfleto de meia tigela, é na verdade contra a própria sociedade, pois em última analise cultiva a desinformação, a alienação e a maldade.

Cuidado, verme escrevente, porque agora, embora seja recorrente no uso deste expediente, sobretudo próximo a período eleitoral, extravasaste por completo, lançou lama contra as autoridades do Judiciário e do Ministério Público. A Juíza Andrea Lago e os Promotores de Justiça Fabio Meneses e Doracy Moreira, estes últimos conhecidos no Maranhão como intransigentes na defesa da Lei, foram taxados de corruptos. Decerto investigações estão sendo feitas.

Os “detetives da Praça Cel. Luis Vieira” já começaram a dá a sua contribuição, dizem que o verme estar alojado em outras Praias, cuidado para não chegarem ao escritório do seu chefe, pois desta vez deixaste muito rastro.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Erick Marinho Deve Apoiar Edmilson Carneiro

Tudo indica que o advogado Erick Marinho apoiará o candidato a deputado estadual pelo PT Edmilson Carneiro (foto). Edmilson, que trabalhou pela indicação do petista Anselmo Raposo na Educação do Estado, foi decisivo na permanência de Erick como Superintendente Jurídico da SEDUC.

Além retribuir ao Partido dos Trabalhadores pela manutenção no cargo, Marinho deseja se filiar ao PT para tentar o sonho de ser prefeito de Chapadinha e vê no apoio a Edmilson Carneiro uma porta de entrada na agremiação.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Paulo Neto Desiste da Reeleição


Fonte do Palácio dos Leões informa que o deputado Paulo Neto (foto) teria finalmente desistido de concorrer à reeleição devido aos problemas de saúde que vem enfrentando. Quanto à escolha de quem apoiar para estadual, que esteve bem próximo de ser Vagner Pessoa, parece que a opção será o deputado Tatá Milhomem. Milhomem deve ser votado pelo grupo de Paulo Neto em Mata Roma e Chapadinha.

domingo, 13 de junho de 2010

A Pátria de Chuteiras

Por: Almir Moreira - Advogado Palmeirense
O polêmico Nelson Rodrigues definia a Seleção Brasileira de futebol como: a Pátria de Chuteiras. Particularmente, nunca pensei assim. Mesmo a emocionante conquista de 1958 aliada às travessuras de Pelé e Mané, não me comoveram ao ponto de pensar assim. Perdão por neste aspecto não ser politicamente correto. Futebol é importante, sim, mas não a este ponto. A verdadeira expressão da pátria é constituída de honestidade, saúde, educação e empregos para todos. Pátria de chuteiras é coisa do passado, de um período de ditadura política, tempos em que usavam a copa do mundo para mascarar uma situação terrível para o povo.

Futebol é esporte.... e paramos por aí.Se o Brasil perder, tudo bem. Se ganhar, ótimo. Já temos enormes problemas internos para serem resolvidos. Seja um ou outro resultado, os nossos problemas continuam. A crônica esportiva de um modo geral - escrita, falada e televisiva, precisa atenuar essa carga emocional que transfere aos torcedores em geral. É preciso desmistificar essa áurea indevida para o futebol, e suscitar no cidadão, que gosta de esportes, a refletir e se iluminar para outras realidades do nosso Brasil.

A seleção, de fato, ainda é o nosso maior produto cultural e o que melhor define o nosso povo e o nosso tempo. Os símbolos do Brasil, mais consagrados são: um hino que ninguém sabe a letra, uma bandeira que ninguém sabe o que está escrito. Mas, quando a canarinho aparece em qualquer lugar nós imediatamente nos identificamos. Porém, nem por isso podemos dizer ou incentivar ser esta uma “Pátria de Chuteiras”.

O mundo do futebol mudou muito. O futebol virou um negócio rentável. Futebol é uma coisa que está encrava na cultura brasileira, mesmo não gostando acabamos criando aquele amor pelo esporte, mas só pelo esporte, e penso que é assim que deve ser visto. E, assim, também não tem sentido, a Seleção – que não é mais o “escrete nacional”, antes de viajar para a África ter ido ao Palácio do Governo beijar a mão do Presidente da República. Não estamos mais nos tempos medievais quando o Rei da Inglaterra, Ricardo Coração de Leão, era tido como entidade divina e os meros mortais estavam obrigados a ajoelharem-se diante dele.

Paixão mesmo, confesso, tenho pelo meu Palestra, campeão do século XX, reconhecido pela FIFA.

Um desejo de esportista, que vença o melhor, e tomara seja o Brasil.

sábado, 12 de junho de 2010

As Peripécias do Blogueiro Plenipotenciário


Gente, não tenho nada contra o blogueiro “independente”. Juro! Tão singelo quando ele se zanga e chama um buraco de tragédia, um defeito no sinal de escândalo e a troca do local de instalação de uma placa por outro de verdadeiro absurdo. Voluntarioso ao sair com uma câmera fotografando carros em desacordo com o código, ainda que só encontre veículos de pessoas ligadas a determinado grupo político. Merecia uma medalha da CIRETRAN.

Acho que fui cruel com ele. Dizer que ele é mantido por Erick Marinho, foi demais. Certamente nosso herói subsiste de seus grandes feitos à humanidade e se alimenta da energia emanada de sua enorme aprovação popular. Este verdadeiro Mandela chapadinhense não merecia tamanha injustiça.

Vejam vocês que tive a audácia em considerá-lo despreparado. Pois é... quanta falta de sensibilidade a minha! Quem nunca cometeu um errinho a toa? Um n antes de p e b; usar pousar ao invés de posar; são coisas que os adversários usam “inrresponsavelmente” para tentar “denegre-lo”. Não desanime meu caro, isso é bobagem.

Nós temos sorte de tê-lo entre nós. Vai que os americanos descobrem seu poder de solucionar todos os problemas com um dedo na tecla. Perderíamos você pros "states' e lá, bastaria reles crítica ao Obama e pronto: tapava-se o vazamento de petróleo no golfo. Cão quem duvida!

sexta-feira, 11 de junho de 2010

PT Nacional Define Apoio a Roseana Sarney


Acabo de ser informado que a reunião do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhados decidiu pela aliança com o PMDB no Maranhão. Antes o encontro que definiu aliança com Flávio Dino foi anulado por 44 a 30 votos. E 43 votos a 30 foi o placar favorável a Roseana Sarney.

Marone Morre Vítima de Acidente

O funcionário público Marone Pereira morreu vítima de acidente automobilístico nas primeiras horas da tarde de hoje. Ele trafegava de moto por uma estrada da Zona Rural do Município quando, em uma curva, se chocou de frente com outro veículo que vinha no sentido contrário. Marone era muito conhecido no meio político local. Segundo informações o corpo ainda não havia chegado ao hospital, mas já era grande o número de pessoas em sua residência.

O Drama Político da Desinteligência Familiar


O vereador Marcelo Menezes volta a dedicar algumas horas do trabalho de seu escritor fantasma a este jornalista. A mesma ladainha de sempre: faz referências a minha silueta de ontem e de hoje, acusa-me de bajulador e etc. Novo mesmo foi o fato de medir as palavras. Efeito, talvez, das NOVE condenações por crimes contra a honra. Uma vez que breve passagem de olhos por este blog basta para me excluir dos aduladores gratuitos ou pagos. Passo ao resto.
A Polêmica Flácida

É claro que tanto o infantil desdém de Magno com relação a minha obesidade no passado, quanto a tola insistência no tema pelo vereador Marcelo e seu escritor (que agora suspeito ser escritora, dada admiração generosa que percebo - e agradeço) são gestos de quem não tem muito o que falar do adversário e tática de quem não quer entrar a fundo e a sério no que importa ao debate público.

Briga Pelos Mesmos Votos

O motivo deste novo ataque , suponho, são as análises que tenho feito sobre a disputa política que envolve os membros da família do vereador contra o tio Vagner. Neste aspecto vejo que Vagner Pessoa os incomoda mais do que eu que apenas exponho a situação que pode fazer minguar o pátrio poder em detrimento ao fortalecimento do tio. Análises políticas se combatem com argumentos e fatos que o vereador não tem a oferecer. Mesmo porque apenas a acepção literal não basta para dar sentido ao título acima – o problema maior deles é este.
Vênia Pra Concordar

Com licença! Permitam-me concordar com o vereador no que se percebe que o governo não vive seu melhor momento. Não por conta do trabalho do vereador ou de outros críticos. Embora a candidatura de Magno Bacelar vá de “vento em popa”, porque independente de qualquer coisa - tem ampla penetração popular em Chapadinha e viabilidade natural Maranhão a fora. Já a gestão municipal local tem os problemas administrativos de sempre que seguem empurrados para debaixo do tapete e desgastam a prefeita. Neste ponto o vereador Marcelo até ajuda, pois Danúbia precisa assentar a cabeça, usar as críticas pra corrigir erros e deixar de facilitar a ação de seus algozes declarados e anônimos.
Opúsculo Dispositivo

Por não ser dado a enxergar doença, nem desejar mal a ninguém e como sinal de boa vontade para que continue melhorando seu papel de opositor, recomendo ao vereador Marcelo Manezes um dispositivo tecnológico nem tão novo para alguns, mas que pode ser de grande valia se o parlamentar dele se tornar usuário habitual. A estrovenga não tem cabos, circuitos elétricos, baterias e dispensa qualquer forma de conexão. Sendo compacto e portátil, pode ser utilizado em qualquer lugar. Em inglês o invento recebeu nome de “Book”, aqui puseram-lhe o nome de “Livro”. Não custa experimentar!

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Rico por Natureza e Campeão de Miséria


Por: Almir Moreira, Advogado
Caminhamos para as eleições de 2010. Os maranhenses irão eleger o Presidente da República e o vice, o Governador do Estado e os vices, dois Senadores, Deputados Federais e Deputados Estaduais. O Maranhão continua mergulhado em todas as mazelas que o persegue há tempos, em razão da forma como é dirigido historicamente: sob um olhar privatista. Um novo período se abriu com a eleição de Jackson Lago, sua prematura queda impediu que se constatasse realmente se algo novo surgia na política maranhense. As eleições definirão quem ocupará o cargo mais importante do Estado o que significa dizer se haverá continuidade ou não desse modo de Governar. O grande projeto, antes da mesmice de sempre – os candidatos apresentam programas - é de fato romper com essa prática privatista. Privatista é tratar o Estado como se fosse seu – do grupo que o governa. É desenvolver as ações de Governo de forma fechada, com os olhos voltados exclusivamente para a economia de mercado; prestigiando a chamada política tradicional, aquela que reedita a figura dos coronéis e chefes políticos de outrora.
Os programas ou plataformas de Governo até os imbecis têm. E, no geral se assemelham, sobretudo nesta época da história, onde todos se dizem democratas e possuídos pelos apelos do capitalismo monopolista. Contudo, o caráter para Governar ou nos representar no Parlamento, só a autoridade do tempo pode atestar quem de fato o tem. No Maranhão o tempo não atesta a favor de quem se diz responsável, hoje e há muitos anos, por essa saúde e educação, que não tem. Por este Estado, cantado em verso e prosa como rico por natureza, e campeão de miséria. A Autoridade do tempo não testemunha a favor de quem estimula uma prática política dissimulada, aquela que acena para os mais variados grupos políticos nos Municípios. Aquela que não distingue os que têm competência e condições para propor e executar, daqueles que fazem da política comércio de oficio. Outro dia aqui, sem nenhuma cerimônia, a Governadora candidata, passeava sem desvelo pelas casas dos seus aliados de sempre, e dos que a xingavam ou continuam xingando por traz da porta. Até a fração do PT, os neo-petistas foram merecedores do “respeito” da candidata, outrora para esta sectários, estimuladores de greves e de invasão de propriedade, agora vistos como fieis aliados. E, a candidata, certamente para estes: uma socialista do primeiro momento.
É situado nesse contexto, que precisamos nos posicionar. As mudanças não se dão de uma única vez – só as revoluções têm este caráter – mas, em saltos e sobressaltos, o voto indireto para a eleição de Tancredo Neves, embora incrustado num ambiente autoritário, foi um avanço, pois ali findava a ditadura militar. O Governo Lula, com todos os seus vícios iniciou, ainda que seja de uma forma paternalista a inclusão social de muitos dos brasileiros e aprofundou a democracia. Foi neste sentido, que o Maranhão votou em Jackson Lago. É neste sentido, que devemos buscar a nova esperança, e nova esperança a política maranhense revelou para o Brasil, a figura reconhecida como proba e competente, o jovem Flávio Dino. Sobre este se pode dizer com segurança, tem a autoridade do tempo a seu favor. Se há um “Viva” a ser comemorado é esta nova perspectiva que se aproxima.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Seguranças de Prefeito do PT Acusados de Tortura Contra Jornalista


O jornal O Globo noticiou um seqüestro seguido de tortura contra o jornalista Gilvan Luiz. Revela a matéria que guardas municipais teriam cometido o crime e suspeita-se do envolvimento de membros do Partido dos Trabalhadores no episódio.

O delegado da Polícia Civil de Juazeiro do Norte, Levi Leal, anunciou, esta tarde, em entrevista coletiva, a solução parcial do crime de seqüestro seguido de tortura contra o jornalista Gilvan Luiz, do Jornal Sem Nome.

Foram indiciados dois guardas municipais – Cícero Fecundo Sampaio e Resilânio Jargeu dos Santos – que trabalhavam como seguranças do prefeito Manoel Santana do PT, segundo o delegado.

O terceiro indiciado, Ademilton Alves Vieira, é o dono do carro Corolla usado no seqüestro. O jornalista fazia oposição ao prefeito em seu jornal. A Polícia Civil resolveu o crime porque o guarda Cícero Sampaio deixou cair seu celular dentro do Corolla.

O delegado Levi Leal não apresentou o mandante do crime. Alegou precisar de mais três meses para descobri-lo.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, deputado Heitor Férrer, afirma não aceitar o que chamou de "operação abafa". O delegado Levi Leal disse que a autoria intelectual do crime tem fortes ligações "com gente do PT de Juazeiro do Norte", mas inocentou o prefeito Manoel Santana.

“O prefeito Santana não conhecia os guardas envolvidos no seqüestro seguido de tortura e não conseguiu identificá-los e nada sabia. Fizeram essa operação para ajudá-lo em sua administração, mas o prefeito nada sabia”, garantiu o delegado.

Não Esqueçam o Que Eu Escrevi

Tava demorando... mas até que enfim alguém resolveu esmiuçar coisa que escrevi a respeito da política no passado. Francamente esperava alguém mais habilidoso e inteligente a me confrontar com tais contradições. Mas que nada, a lembrancinha parte da auto-intitulada “impressa séria”, inerte quando trabalhava em uma emissora ligada ao governo. Agora posando de arauto da verdade e mártir da oposição às expensas do pretenso candidato a prefeito Erick Marinho.

No que diz respeito ao que escrevi na Folha de Chapadinha ou no Jornal Espantalho, rejeito categoricamente a saída simples e pequena do “esqueçam o que eu escrevi”. O que ali está escrito faz parte de uma postura e uma análise da conjuntura de então. Da análise desta conjuntura que já tratei neste blog com frases assim: “na política como em alguns momentos fora dela, a opção em tela é entre o ‘mais ruim’ e o ‘menos ruim’, (...) em Chapadinha, na última eleição municipal, por exemplo, imagino que como eu, muitos não tiveram alternativas no rigor de seu pensamento, nenhum dos candidatos correspondia a justas expectativas, (...) na exclusão de quem fatalmente atrasaria salários, desorganizaria por completo a administração e de saldo trataria os reclames com a pesadíssima mão da truculência, escolhemos alguém que com todas as demasias biográficas tinha feições menos danosas ao corpo social de nossa cidade.” Estes trechos explicam – para quem tem o mínimo de discernimento – que a impossibilidade de sucesso de uma terceira via e o risco de ajudar involuntariamente qualquer retrocesso foi o dilema que me fez repensar o posicionamento com relação a estratégia adotada anteriormente.

Quanto aos fatos da matéria reproduzida, referente à denúncia de que a CGU encontrara indícios de corrupção na gestão do ex-secretário Levi Pontes, com evidente responsabilidade legal indireta de Magno como Prefeito, eles são de uma verdade inafastável. Tanto que este jornalista nunca foi desmentido ou processado. Assim, tenta-se desqualificar nosso trabalho, mas acaba-se realçando responsabilidades e critérios profissionais adquiridos ao longo do tempo.

Renunciar ou não a um texto é coisa de quem escreve algo aproveitável e importante. Posso até um dia fazer isto. Mas há pessoas que estariam impedidas de dizer: “esqueçam o que escrevi” - porque não conseguem escrever satisfatoriamente nem bilhete pedindo dinheiro ao delegado ou ao português da padaria, como vocês sabem bem.

No mais, lembrei da frase de Fred Zinnemann que assino em baixo e que cai como luva para os tais que não se olham no espelho e julgam todos por si: “Eu não disponho de nenhuma janela para olhar a consciência de outro homem; eu não condeno ninguém”.

Vagner Pessoa e Paulo Neto Querem Afastar Gerente da CAEMA de Chapadinha


Enquanto anunciava o incremento de vazão do abastecimento de água de Chapadinha na ordem de 40 metros cúbicos por hora, passando dos atuais 190 para 230 metros cúbicos, o que proporcionaria a resolução de grande parte dos problemas de abastecimento na Rua do Matadouro, Rua do Comércio, Rua do Oeste, Travessa João Lopes, Travessa Machado da Ponte e da Travessa Saraiva com a execução de interligações em anéis da rede de distribuição e, divulgava um estudo técnico para solucionar problemas apresentados em várias ruas do bairro das Terras Duras, o Gerente de Negócios da CAEMA, Roberval Soares Lima (foto) tinha o cargo ameaçado por personalidades políticas locais.

Uma articulação capitaneada pelo ex-deputado Vagner Pessoa, com apoio do deputado Paulo Neto e do ex-senador Chiquinho Escórcio pretenderia substituir o técnico Roberval Lima da Gerência local da CAEMA e colocar uma pessoa mais afinada com o projeto político do grupo.

Entre os possíveis substitutos figuram pessoas que já passaram pelo órgão como Ziza Trajano, funcionário aposentado da CAEMA e o químico Jonas Garreto, ex-gerente da instituição no governo Jackson Lago por indicação de Paulo Neto. Além da Gerência, cargos de chefias intermediárias também seriam alvos da cobiça dos políticos.

Água e Votos
A Companhia de Águas e Esgotos do Maranhão, como o próprio nome indica, trata de bens vitais para a população, mas também é uma dessas estatais perfeitas para quem deseja transformá-la em máquina eleitoral. Uma conta de água dispensada, um emprego para um cabo eleitoral, além das verbas que recebe, faz dos escritórios regionais da CAEMA um verdadeiro “filé” na politicagem.

Caminhão de Motivos
Segundo fonte da CAEMA, além da eventual utilização eleitoral, um fato recente aumentou insatisfação contra o atual comando a autarquia. Um familiar de um pré-candidato teria solicitado apoio de um caminhão da empresa para transportar eleitores que fariam claque em evento com a participação da governadora Roseana Sarney. A recusa da “sugestão” foi recebida como desfeita e culminou com os atuais dirigentes ganhando novos e poderosos inimigos.

Política Calça-Curta
A troca de pessoas que realizam trabalho correto por pessoas subservientes não é nenhuma novidade em Chapadinha e talvez seja um cacoete comum a todos os grupos políticos - uns mais, outros nem tanto. A história do município é permeada de exemplos. Antes da exigência do concurso, delegados de polícia eram indicados com dois critérios básicos em seus currículos: obediência cega ao chefe político e a truculência oferecida aos opositores destes. Mais recentemente cita-se uma atrapalhada gestão indicada para a área da educação que avançou até nas caixas escolares deixando um rastro de irregularidades na pasta. Será este o caminho das águas e esgotos de Chapadinha?

Foto: Souza Neto

terça-feira, 8 de junho de 2010

A Anistia e Velhas e Novas Perseguições


Anistia no Maranhão
Na passagem da Caravana da Anistia do Ministério da Justiça, por São Luis, o militante Ruy Frazão Soares, o ex-deputado Sálvio Dino (pai do Deputado Federal Flávio Dino) e Manoel da Conceição serão homenageados, em sessão hoje, 14 horas, na Assembleia Legislativa do Maranhão, por meio da entrega, em mãos, da portaria do Ministro de Estado da Justiça que os declara anistiados. É preciso que a sociedade saiba e entenda que o Estado está pedindo perdão pelos erros cometidos. E é, desta forma, que se garante o resgate da dignidade do perseguido político”, disse Paulo Abrão, presidente da Comissão de Anistia.

História Local
Em Chapadinha a maior vítima da ditadura militar foi o enfermeiro e ex-vereador Eduardo Luis da Silva. Eduardo chegou a ser preso e levado ao 24º Batalhão de Caçadores e, como era funcionário de órgão público federal, foi transferido várias vezes e além de ter sofrido outras duras formas de perseguição. Eduardo Luis aguarda o mesmo reconhecimento e Chapadinha espera esse dia de justiça e reencontro com a história.
O Processo
O ex-deputado Vagner Pessoa, pré-candidato nestas eleições, voltou a usar a Rádio Cultura – de sua propriedade, no último sábado (5) – para bater nos adversários. Desta vez Pessoa parece ter ido além de todos os limites. Além dos alvos de sempre (Magno e Danúbia) Vagner teria se referido à secretária de saúde Maria José Coutinho com termos considerados racistas e preconceituosos. De posse das gravações, os advogados da Dra. Coutinho preparam uma ação contra o ex-parlamentar. Vale lembrar que se caracterizado, tal crime é inafiançável.

A Estratégia
Vagner parte de uma estratégia bem pensada em termos eleitorais. Ao agrado do eleitor que disputa com a sobrinha Izamara, que deseja ataques contra Magno, Vagner vai ficando na mídia tentando se habilitar como nome certo para enfrentar o Nota Dez.

Sem Mídia, Sem Voto
Impedida de usar a Rádio do tio, Izamara já tem a hegemonia ameaçada entre os próprios seguidores do pai Isaías, que começam pender em favor de Vagner. Para romper o silêncio e contra-atacar Izamara e Marcelo anunciam edição de um jornal impresso. Vem chumbo grosso contra a dupla Magno e Danúbia.

Forças Ocultas 2
Depois de o professor João Damiane ter caído em meio à pressão de vereadores, agora é a vez da secretária Enir Lima (educação) passar pelo mesmo problema. Segundo revelou uma liderança dos professores, há uma queda de braço entre o projeto de melhorar a educação contra velhos interesses eleitorais. Esperamos um desfecho diferente desta vez.

Pelo Cano
Na esfera estadual o alvo da tentativa de substituição do trabalho correto pelo uso eleitoreiro das instituições públicas pode ser a Caema. Com a ajuda do deputado Paulo Neto e de Chiquinho Escórcio, Vagner Pessoa “bate no peito” e diz que o gerente do órgão em Chapadinha, Roberval Soares Lima, não fica no cargo. Mais detalhes nas próximas horas.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Partidos Definem Datas para as Convenções


Por Thamia Tavares: O Imparcial
Está marcada para 26 de junho a data para convenção das siglas PCdoB e PSDB. Os comunistas irão formalizar o nome do deputado federal, Flávio Dino, ao governo do estado. O PSDB integra a chapa de apoio ao ex-governo, Jackson Lago (PDT). O PT, que ainda tenta findar uma briga interna entre seus partidários marcou para 19 de junho a data da convenção.
No caso da aliança PDT/PSDB, os tucanos detêm amplo espaço na chapa majoritária com os nomes do deputado federal Roberto Rocha e ministro Edison Vidigal como prováveis candidatos ao Senado. O PT, por sua vez, marcou a data para 19 de junho. Mas as disparidades entre as tendências políticas dentro do partido deixam militantes mais ansiosos pelo dia 11 de junho, data prometida pelo Diretório Nacional para divulgar decisão do rumo que será tomado pela instância estadual.
“O momento é de espera e aguardando a decisão do PT Nacional”, disse o presidente do Diretório Estadual do PT, Raimundo Monteiro.
O PMDB da governadora do estado, Roseana Sarney, ainda não definiu data para a convenção e parece mais ansioso que o próprio PT pela chagada do 11 de junho. Segundo o presidente do Diretório Estadual do PMDB, Remi Ribeiro, a data ainda não foi definida porque o partido aguarda a decisão do PT Nacional que decidirá se a instância estadual vai se aliar ao PMDB, ao PCdoB ou a nenhuma das duas siglas.

Classificados da Infâmia

Escravos Fugido.
ATTENÇÃO
"Fugio desde o dia 13 de agosto do corrente anno o escravo Luiz, com os signaes seguintes: alto e bem feito de corpo, tem dentes limados e perfeitos e o dedo mínimo do pé cortado; quando falla com mêdo é bastante gago. Este escravo é natural do Sobral e ha toda certeza que seguio para dito lugar por terra. pede-se por tanto a sua apprehensão a qualquer pessoa, que será bem recompensado; a ntender-se com o seu senhor na rua Direita n. 112, ou na rua de Apollo n.43, armazém de assucar. "

O anúncio acima, tirado de um respeitável jornal da época da escravidão no Brasil, é um dos muitos registros históricos dessa infâmia compactuada por amplos setores da imprensa, igreja e do judiciário.

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Cegar Nunca Perder a Memória Jamais


No diário fácil da oposição a cegueira é via de mão única. Serve exclusivamente para apontar os erros do governo e satanizar setores da mídia que pensam diferente deles. Na parte que me toca, fico muito a vontade pra recusar a carapuça da encoberta alienante da realidade. Aqui mesmo neste espaço já reclamei da saúde (veja) e critiquei a postura dos governantes atuais (aqui) . Mas o que difere minhas cobranças das demais? Simples. Enxergo os problemas, cobro soluções e reconheço quando apresentam melhoria, mas não me permito esquecer um tempo em que as coisas eram bem piores. Tempos que tanto ameaçam voltar que foram majoritários (em 2008) no engodo de uma candidatura impossível.

Agora correntes ideológicas fazem da justa crítica a administração um banquete farto para os operadores do atraso. Reclama-se dos problemas dos hospitais para proveito dos que sofreram intervenção, dadas mazelas generalizadas da Secretaria de Saúde de então; escandalizam-se com as condições das vias públicas para deleite dos que não colocaram um grão de asfalto no chão da Chapada; aviltam-se com a chamada falta de transparência para agrado dos que faziam o dinheiro sumir no percurso do Banco do Brasil ao Paço Municipal.

Neste diapasão seguem ofuscados pela certeza de que toda manifestação contrária ao poder é isenta de dolo ou malícia. Que a imprensa deles é ungida pela divina boa vontade supra-santa. Já os contrários fedem a enxofre e carregam com sangue inocente suas penas do mal. São os desígnios de quem faz do maniqueísmo uma profissão de fé.

Se há de fato inocentes úteis entre eles, gente que pensa defender o bem comum embora facilite o caminho para o mal de todos, existem outros interesses ocultos neste combate sem tréguas ao governo, a este jornalista e ao sistema Mirante de Chapadinha: um rancor eterno contra nós como questionadores de antigas pretensas vestais e novíssimas ambições políticas que precisam irrigar com silêncio os votos do retrocesso.

Insisto que aqui não se quer calar ninguém. Só não abrimos mão de alertar que este olhar microscópico de hoje – não por acaso – é cego, surdo e mudo com relação às agruras do perigoso passado recente.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Pesquisadores do CCAA Analisam a Qualidade do Peixe Comercializado em Chapadinha

Avaliar as condições de oferta e a qualidade do pescado consumido no município de Chapadinha. Este é o principal objetivo do projeto de extensão coordenado pela professora Dra. Jane Mello Lopes, do Centro de Ciências Agrárias e Ambientais (CCAA) da UFMA. O projeto – que tem o apoio da Ufma, por meio de bolsas de extensão - será desenvolvido durante um ano entre pequenos comerciantes de peixe e a comunidade chapadinhense. “Pretendemos orientar os comerciantes quanto à melhor forma de higienização dos peixes durante a manipulação, a fim de que a população consumidora receba um produto de melhor qualidade”, explica.

De acordo com Jane Lopes, o consumo de peixes aumentou significativamente nos últimos anos em Chapadinha - município pólo na região do baixo Parnaíba. O mercado central da cidade possui atualmente 21 boxes de comercialização do pescado. No entanto, as condições de venda nos estabelecimentos, em geral, são péssimas. “Alguns apresentam condições muito rudimentares no que diz respeito à higiene e aos cuidados com a manipulação dos produtos”, disse a professora Jane. Segundo ela, essas práticas inadequadas durante a manipulação contribui para a baixa qualidade do pescado na região, uma vez que “a maioria dos vendedores ignora ou não sabe as regras indispensáveis de higiene”. Daí a necessidade verificar as condições higiênico-sanitárias dos locais de comercialização de peixe em Chapadinha.

Trabalho educativo - Além do aspecto higiênico-sanitário dos locais de comercialização, os pesquisadores também pretendem fazer um levantamento das condições sócio-econômicas das famílias dos comerciantes, que têm a venda do pescado como única fonte de renda. “É fundamental para a nossa pesquisa obter informações sobre a situação econômica, social e cultural dessas pessoas, pois assim poderemos realizar melhor o trabalho de orientação e acompanhamento técnico dos vendedores”, disse.

De acordo com a professora, serão realizadas várias atividades de caráter sócio-educativo, entre elas a divulgação de informações sobre os programas sociais destinados às famílias carentes e a realização de palestras sobre temas relevantes (Prevenção de Álcool e Drogas, DST’s/AIDS, Gravidez Precoce, Violência Doméstica; Higiene Bucal, etc.).

Além da professora Jane Lopes, também participam do projeto as professoras Cristiane Rego de Oliveira (CCAA); Izumy Pinheiro Doihara (CCAA) e Taciana Galba Tenório (CCAA); as alunas Raiza Flanilsa Reinaldo (Zootecnia), Jakeline Almeida Carneiro (Biologia), Ariana Maiara de Sousa Almeida (Biologia) e a assistente social Ezenilde Rocha Mendes.

Por Ivandro Coelho

terça-feira, 1 de junho de 2010

PT pode ter Candidatura Própria no Maranhão


Os dirigentes nacionais do PT, Luiz Eduardo Cardoso e Paulo Frateschi, que vieram ao Maranhão investigar a denúncia de compra de delegados do partido, voltaram para Brasília convencidos de que a situação política do PT no estado é mais grave do que imaginavam.


Segundo informou o jornalista Robert Lobato, observadores petistas que acompanharam a reunião dos dirigentes com os membros da executiva estadual, há uma forte tendência para que o partido tome a decisão consensual de apresentar candidatura própria ao governo do Maranhão.


A proposta teria sido ventilada pelo próprio Luiz Eduardo Cardoso numa tentativa de repactuar o partido, que vive uma profunda crise política no estado.

A tese da candidatura própria conta com a simpatia de muitos “flavistas” que estiveram conversando reservadamente com o secretário-geral do PT, mas precisa ser bem costurada com a direção nacional do partido e com o Lula, já que o presidente da República é o maior interessado em encontrar uma solução pacificadora para situação maranhense, uma das mais complicadas do país.

Com informações de Robert Lobato

Secretária de Educação Participa de Seminário na Paraíba


A secretária municipal de educação de Chapadinha, Enir Ferreira Lima, se encontra em Campina Grande, onde participa do Seminário Nacional sobre Educação Contextualizada para a Convivência com o Semiárido, que acontece no Auditório da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP). O evento, que teve início nesta segunda-feira (31) encerra-se nesta quarta-feira, dia 2. Acompanham a secretária, a presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais (Sindchap) Neldan Rocha e Juvenal Neres (ASA).

O Seminário tem por objetivo contribuir para a interação e debate entre profissionais da educação, pesquisadores, gestores de programas e políticas públicas, estudantes e o público em geral visando à produção coletiva de subsídios voltados ao aperfeiçoamento e implementação de políticas públicas que contemplem os princípios e preceitos da educação contextualizada para a convivência com o Semiárido brasileiro. Neste sentido, deseja-se, particularmente, durante o Seminário, oferecer contribuições ao processo de produção e ampla utilização de livros didáticos e paradidáticos da Educação Básica e ao aumento das oportunidades de oferta de cursos de capacitação voltados aos profissionais desse nível educacional, na região.

Público ParticipanteProfissionais da educação, pesquisadores, gestores de programas e políticas públicas, estudantes e o público geral interessado.

Segundo a organização do encontro, um dos maiores desafios, historicamente enfrentados para inserção do currículo escolar na realidade da região – Educação Contextualizada –, reside na formação dos professores da Educação Básica. Mesmo aqueles com habilitação em Cursos de Licenciatura Plena enfrentam sérias dificuldades na contextualização dos componentes da Base Comum Nacional do currículo. Por outro lado, na implementação dos projetos político-pedagógicos das escolas da região, mesmo para os que tenham sido construídos de forma participativa, com base em princípios e preceitos da educação contextualizada, como aqui referidos, novos desafios têm de ser superados, destacando-se, dentre eles, o da produção de livros didáticos e/ou paradidáticos, alicerçados em tais princípios e preceitos, voltados à Educação Básica, e sua ampla utilização por professores, estudantes e gestores dessas escolas.
Por: Sousa Neto - Ascom/SEMED (com informações do site iParaíba)