segurança

segurança

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Notas e Notícias

Ataque Humanitário
A cineasta e ativista brasileira Iara Lee (foto) estava a bordo de um dos barcos do comboio humanitário a caminho da Faixa de Gaza atacado hoje por tropas israelenses. Ainda não há informações sobre a situação da brasileira nem dos demais ativistas. O governo brasileiro cobra notícias de Iara Lee ás autoridades de Israel.

Comissão de Frente
Uma denúncia de que certos “doutores” da Secretaria de Estado da Educação estariam pedindo comissão de 30% para liberação de verbas e contratos de fornecedores está sendo investigada pelo Ministério Público. O fato, ainda pouco abordado na imprensa da capital, pode ter forte repercussão em Chapadinha.


Quem não é visto...
Depois de disputar o cargo de deputado estadual e de ser vice na chapa de Talvane Hortegal, o empresário Gomes está analisando a possibilidade de tentar uma vaga na câmara federal. A estratégia é sair como único candidato a federal de Chapadinha, conseguir votos pra reforçar a legenda, quem sabe arriscar uma boa suplência e manter visibilidade para o futuro.


Flavio Cresce 5 Pontos, Afirma Estadão
Matéria assinada pela jornalista Luciana Nunes Leal, de O Estado de S. Paulo, informa que o pré-candidato Flávio Dino (PCdoB) cresceu cinco pontos, enquanto Roseana Sarney (PMDB) e Jackson Lago (PDT) ficaram estacionados. Segundo a jornalista Roseana Sarney estaria na frente com 48%. Em segundo ficou Jackson Lago (PDT), com 24%. Flávio Dino, em terceiro, tem 18%.

Vagner e Paulo Neto
Segundo informações de fontes políticas de Chapadinha e Mata Roma, o pré-candidato Vagner Pessoa está bem perto de herdar os votos de Paulo Neto, numa eventual desistência do parlamentar que passa por problemas de saúde. Neto e Pessoa andam tão afinados que o primeiro mandou comitiva de Mata Roma e Anapurus para fazer número na visita da governadora Roseana à casa de Vagner em Chapadinha.

Briga de Estrelas
Mesmo na base petista aliada à governadora em Chapadinha há uma briga ferrenha por cargos. Nos bastidores, a atual gestora da educação, Licinha Hortegal, esposa de Talvane Hortegal, candidato a prefeito pela legenda nas últimas eleições e a militante histórica Maria Coelho travam uma disputa pelo controle da pasta. Talvane, que é amigo da governadora antes mesmo de ser petista, diz que não perde a parada. Já os petistas mais antigos garantem que o cargo é do partido e esperam emplacar Maria Coelho como gestora.

Comentários
Temos recebido um bom número de comentários que não publicamos por conta de termos pejorativos dedicados a políticos de todos os lados e cores partidárias. Como já avisei anteriormente, criticar pode, xingar não. Até porque a falta de elegância sempre prejudica o debate. Espero que entendam.

domingo, 30 de maio de 2010

Inelegível: Isaias na “Lista Negra" do TCE


O Tribunal de Contas do Estado encaminhou nesta quinta-feira (27) ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a relação dos gestores públicos que tiveram suas contas julgadas irregulares ou receberam parecer prévio pela desaprovação de suas contas nos últimos cinco anos. São 1.600 processos julgados entre contas de prefeitos e presidentes de câmaras municipais.Além dos gestores com contas rejeitadas, o Tribunal encaminha ao TRE a relação dos gestores declarados inadimplentes nos últimos cinco anos.
Conhecida como “lista negra” pelas graves implicações que traz para as pretensões políticas dos incluídos e aliados, a lista encaminhadas neste ano pelo TCE maranhense traz um número de processos superior à lista encaminhada em 2008, que apresentava 1.350 processos O aumento se deve a uma maior celeridade alcançada pelo Tribunal na análise e julgamento das prestações de contas. Muitas das contas julgadas são relativas ao exercício de 2007, portanto apresentadas ao órgão há dois anos.
Outra diferença diz respeito à aprovação da lista pelo Pleno do TCE, providência adotada a partir deste ano. “A apreciação e aprovação da lista pelo colegiado com o devido parecer do Ministério Público de Contas dá a ela a força de uma decisão do Tribunal”, avalia o presidente em exercício do TCE, conselheiro Edmar Cutrim.
Além do presidente do TRE, a relação de gestores foi encaminhada ao Corregedor-Geral Eleitoral do Maranhão, à Procuradoria Regional Eleitoral do Maranhão, ao Presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão e à Procuradoria Geral de Justiça do Estado.
A lista traz algumas curiosidades: no município de Timon, de 94 a 2003, todas as contas foram rejeitadas em um total de 14 processos; em Tutóia, todas as contas foram rejeitadas de 97 a 2006. A Câmara Municipal de Cidelândia teve todas as suas contas reprovadas entre os anos de 2001 e 2007; Centro do Guilherme, todas as contas entre 2002 e 2007; Matões do Norte, todas as contas entre 2002 e 2007; Trezidela do Vale, todas as contas entre 2000 e 2006; Vitória do Mearim, todas as contas de 2001 e 2006; Santa Filomena do Maranhão, todas as contas de 1999 a 2007.
Nos municípios de Nina Rodrigues e São Domingos do Doca Bezerra, os atuais gestores são integrantes da lista do TCE e no município de São Domingos do Azeitão, o mesmo gestor teve um total de oito contas reprovadas pelo TCE.Vale lembrar que este é o terceiro pleito em que vigora o entendimento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que alterou a Súmula nº 01, em relação aos pretensos candidatos com contas reprovadas nos últimos cinco anos. Antes das eleições de 2006, bastava que o candidato ajuizasse uma ação para suspender a inelegibilidade. A partir desse pleito, a justiça eleitoral passou a exigir a obtenção de liminar ou tutela antecipada para suspender os efeitos da rejeição de contas.
CHAPADINHA
Prefeitura Municipal de ChapadinhaProcesso Natureza Gestor Dt. Transito Exercício Deliberação4757/2001 Prestação de Contas Isaias Fortes Menezes 26/12/2007 2000 pela desaprovação
Fonte: site do TCE Maranhão, onde se encontra a lista completa dos gestores irregulares.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Roseana na Chapada.



Por: Almir Moreira

A Governadora Roseana esteve recentemente entre nós, por aqui chegou de surpresa, veio acompanhada de seu vice de um ou dois Secretários e de sua patota mais intima, entre eles um ex-vendedor de cerveja. Sua visita não teve nada de protocolar, tudo indica que a Prefeita e as demais lideranças políticas do Município foram avisadas de última hora. Até mesmo o leal amigo Magno Bacelar parece ter sido surpreendido. Não se sabe oficialmente o que ela aqui veio fazer, não houve inauguração de obra do Estado ou lançamento de algum programa de governo.


A repentina visita não tem explicação e, pegou a todos de “calças curtas”. A Prefeita se viu obrigada a ultimar alguns preparativos para inaugurar obras e os outros recalcitrantes da aventura de José Reinaldo se organizaram para o toma lá dá cá. Ah, quase me esquecia, o PT batia a poeira e se esbaldava com a notícia da vinda da Governadora socialista. Passados oito anos do Governo Lula, o PT maranhense se rendeu e reconheceu que o amigão de Lula aqui é o Senador José Sarney.

A Governadora foi ao gabinete da Prefeita, a casa do ex- Prefeito Isaias e ouviu da residência do ex-Deputado Vagner Pessoa, este em palanque montado no seu jardim, esculhambar os seus aliados de origem, Magno Bacelar e Danúbia Carneiro. Foi ao Parque Aquático Torre do Sol para jantar com seus aliados de origem e não jantou. Neste jantar de fome fez um pronunciamento melancólico limitou-se a falar sobre os seus “Vivas”. Viva Luz, Viva água, Viva Casa, enfim Viva prá todo gosto. No segundo dia ninguém mais a viu tornou-se uma visagem.


Logo em seguida a sua volta aos Leões restou a pergunta – que muito me fizeram – qual a repercussão dessa visita? De plano respondo: nenhuma, porque Roseana foi nenhuma. Foi como se não estivesse vindo, desde sua chegada era evidente sua vontade de partir. Comparo essa visita como a uma criança ao tomar um remédio a contragosto, engole rápido para logo, se vê livre do fardo.


Infelizmente, não se pode dizer que foi proveitosa essa estada, nada foi anunciado se alguém tirou proveito foi ela, candidata a reeleição.


A repercussão foi nenhuma porque a sociedade não soube de sua vinda, a redoma que a protege no Governo se estendeu até aqui.


Um Governo ausente do Povo, que desconsidera as lideranças populares e políticas onde passar pouco será notado. Ademais, em que pese o floreado dos tais “Vivas” não há programas ou políticas públicas de apelo popular, não há nada de novo capaz de motivar a sociedade.


Mas, nada acontece por acontecer, esse desleixo se deve ao fato de que a Governadora está senhoria da situação política no Estado e no Município. Aqueles dois Leões dispostos na entrada do Palácio do Governo continuam gordos e ágeis na política do fura poço, faz estrada, ponte e outros, moeda para os políticos tradicionais se rederem ao seu apelo.

No nosso meio as duas grandes alas – uso o termo tradicional para indicar grupos políticos divergentes – a apóiam, e o PT também já participa de banquetes como o do ofertado no Parque Aquático Torre do Sol.


A atitude da Governadora em Chapadinha não deve espantar ninguém, é fruto do que é a situação política no Estado: políticos de todos os matizes a apóiam.


A Governadora veio e ninguém a viu foi embora e não disse adeus, cuidado: “os ausentes fazem sempre mal em voltar”.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Vereadores Reagem Contra Ausência de Roseana


O cancelamento da participação da governadora em sessão solene que seria realizada no Palácio Legislativo na sexta-feira(21) teve forte repercussão na sessão ordinária do parlamento, realizada na segunda-feira(24). Para a maioria dos vereadores a ausência de Roseana Sarney foi uma desconsideração com o poder legislativo.

Dos vereadores que ocuparam a tribuna todos manifestaram insatisfação com a governadora do Estado. Para a vereadora Francisca Aguiar o ponto negativo da visita de Roseana foi o cancelamento de sua ida à Câmara: “nós vereadores teríamos a oportunidade de dialogar com a governadora nesta ocasião, acho que a governadora deveria ter considerado o vereador como ligação entre ela e o povo, mas infelizmente não foi isso que aconteceu”, ressaltou.

O vereador Emerson Aguiar (PTB), reclamou que foi inclusive barrado pela segurança de Roseana na prefeitura e também considerou um desprestigio o cancelamento da visita. Para o parlamentar, “os vereadores são os multiplicadores de votos até mesmo para que ela (a governadora) possa ter sucesso no seu objetivo eleitoral”, disse.

Para a Vereadora Hilda Pontes (PDT) “assim como a governadora visitou o poder executivo também deveria ter vindo ao poder legislativo, o que realmente não foi bom”, reclamou informando que todo o evento fora acertado previamente com a assessoria do governo do estado.

Em aparte a Emerson(foto), o vereador Antonio Peroba(PSB) também lamentou o fato e questionou parlamentares que se diziam oposição e que agora manifestam voto na governadora, o que foi entendido como uma indireta ao vereador Marcelo Menezes (PSDB).

Voto Contra
Pelo menos dois vereadores manifestaram intenção de não votar na governadora Roseana Sarney: Emerson Aguiar que foi eleito pelo grupo de Isaías, mas hoje compõem a base de apoio do governo municipal e Antonio Peroba que se elegeu e ainda acompanha o grupo de Isaías Fortes. Segundo informações ambos estariam inclinados a votar em Flávio Dino.
Correlação Local
Para conhecimento dos leitores de outras cidades, o sistema partidário estadual não tem qualquer relação com a manifestação dos vereadores de Chapadinha. Aqui o que vale e a ideologia local, que divide a Câmara em dois blocos: um de oposição – ligado ao ex-prefeito Isaías, circunspeto ao filho Marcelo Menezes e Antonio Peroba – e outro que segue a liderança de Magno Bacelar e da Prefeita Danúbia, composto por 8 vereadores.

Sebastião Pinheiro Homenageado na Internet


Por iniciativa de Raimundo Aguiar, um chapadinhense radicado em Manaus há muitos anos, o médico Manoel Sebastião Pinheiro foi homenageado com a criação de uma comunidade no site de relacionamento Orkut.

No texto que justifica a homenagem Raimundo lembra de Sebastião Pinheiro como pioneiro da medicina no município e faz referência à participação do médico na política. “Criei esta comunidade justamente para falar da pessoa certa, na hora certa e esta figura que homenageio, é nada mais nada menos que este grande médico de Chapadinha o Dr. Manoel Sebastião Pinheiro”, explicou.

Com relação á participação na vida pública, Raimundo considera que a seriedade de Sebastião Pinheiro, que teve dois mandatos de deputado estadual, tenha atrapalhado seu desempenho: “em determinado momento, você partiu pra vida pública, galgando um lugar na política de Chapadinha não deu certo, pois, os políticos honestos, e compromissados com o dever público, não têm carreira permanente no cenário político brasileiro”, finalizou.

Quem quiser acompanhar o tributo pode clicar aqui.


terça-feira, 25 de maio de 2010

Roseana Entre os que “São” e os que “Estão”


Antes dos comentários abaixo é necessário ler a correta matéria de William Fernandes (blog da TV Mirante) sobre a visita de Roseana Sarney a Chapadinha.
Previsão do Blog
Como o blog previu antes, a visita da governadora Roseana, do ponto de vista político, foi marcada pela tentativa de agradar a todos os grupos políticos dispostos a apoiá-la. Mas, nesse sentido, a visita da governadora se mostrou infrutífera. Roseana não disse o que Isaías queria ouvir (promessas de obras, convênios e liberação de verbas de projetos que ele deixou na administração de Jackson Lago) e Magno reclamou porque a governadora participou de eventos onde os antigos balaios usaram a presença de Roseana para desancar ataques contra ele e contra a prefeita Danúbia.
Na casa de Isaías
Isaías que costumava mobilizar grande número de seguidores em sua residência optou por uma conversa mais reservada com Roseana. A conversa serviria para Isaías selar definitivamente apoio à governadora, o que parece ainda não ter ocorrido. Os blogs da família noticiam que a governadora foi recebida, mas nada falam sobre a posição de Isaías quanto à reeleição de Roseana.
O Comício de Vagner
Vagner Pessoa que disputa com a sobrinha Izamara, os votos do grupo, fez um evento até maior que o do cunhado Isaías. Em frente à sua casa Vagner movimentou aliados e fez um discurso duríssimo contra Magno e Danúbia, na presença de Roseana. Em seu pronunciamento a governadora preferiu não entrar na polêmica e só falou de seu governo.
Calor no “Torres do Sol”
O grupo de Magno reuniu mais de 500 pessoas em um jantar no Parque Aquático Torres do Sol. Retida pelos adversários de Magno, a governadora acabou chegando atrasada ao jantar. Quando chegou ouviu a prefeita Danúbia fazer defesa de seu governo e algumas reivindicações em nome da comunidade. Já o discurso de Magno foi mais acalorado.
“Amigos do Poder”
Magno iniciou suas palavras com o velho estilo de não deixar “almoço pra janta”, reafirmou que a autoridade da prefeita Danúbia tinha que ser respeitada: “autoridade aqui é a prefeita Danúbia”, disse. Magno seguiu defendendo a administração de Danúbia e atacando os adversários a quem tratou como interesseiros: “até outro dia eles estavam do outro lado. São amigos do poder”, criticou, fazendo referência ao tempo em que Isaías estava com o governo Jackson e Zé Reinaldo; e lembrando que ele (Magno) manteve-se leal a Roseana e que Chapadinha até foi discriminada por isso.
O tempo dos “Balaios”
A certa altura do discurso de Magno, um assessor da governadora chegou a pedi-lo que encerrasse as palavras e acabou dando a senha para mais um desabafo: “se ela (Roseana) perdeu tempo com meia dúzia de “balaios”, deve ter paciência em ouvir um amigo sincero que fala para um povo que sempre esteve com ela”, retrucou Magno sob aplausos de correligionários. Já o pronunciamento da governadora foi na mesma linha adotada nos eventos anteriores, tratou de assuntos de governo e passou longe das controvérsias paroquiais.
Na Casa de Danúbia
Do Torres do Sol Roseana Sarney foi dormir na residência da prefeita Danúbia e, pela manhã, conversou com lideranças municipais e regionais ligadas a Magno, deixando claro que apesar do mal-estar da noite anterior a amizade entre Magno, Danúbia e Roseana continua intacta. Afinal, ninguém passa a noite e toma café com inimigos.
Vila Izamara
Na inauguração da Avenida do Bairro, Roseana observou cerca de 5 mil pessoas que comemoravam a conclusão da obra, mas, junto com outros pré-candidatos, não participou da festa porque a prefeitura sorteava prêmios o que poderia ensejar ações contra ela na justiça eleitoral.
Câmara Vazia
Segundo sua assessoria a governadora deixou de participar da Sessão Solene na Câmara porque precisou antecipar seu retorno à Capital devido à chegada de autoridades federais que a aguardavam em São Luis. Alguns vereadores não aceitaram a versão e levaram como desfeita a ausência da governadora na sede do parlamento municipal.
Vox Populi
Os acontecimentos da vinda da governadora foram muito didáticos ao exporem o comportamento dos políticos locais com relação aos detentores do poder estadual. A divisão entre os que são Roseana (Magno e Danúbia) e os que estão Roseana (Isaías e Cia) e a escolha da governadora em obter sua reeleição tentando agradar a gregos, baianos, “pebalaios” e “cambirimbas”, serão julgadas pelo povo em breve.

domingo, 23 de maio de 2010

Nota

Problemas operacionais têm impedido o blog de ser atualizado da forma como gostaríamos. Esperamos solucionar tais problemas amanhã, quando retomaremos as atividades, comentando a visita da governadora Roseana Sarney a Chapadinha. Até amanhã.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Senado Aprova Ficha Limpa

O Senado aprovou por unanimidade nesta quarta-feira o projeto de lei chamado de Ficha Limpa, que impede o registro de candidaturas de políticos com condenação por crimes graves. Pelo entendimento dos parlamentares, caberá à Justiça decidir sobre a validade da lei já para as eleições de outubro.

A inelegibilidade será de oito anos após o cumprimento da pena.

"O Senado está fazendo a sua parte", disse o líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR). "A melhoria do projeto será feita a posteriori", completou Jucá, salientando que a votação do projeto foi feita a partir de um entendimento político.

O acordo entre governo e oposição para a votação do Ficha Limpa prevê a apreciação dos projetos do pré-sal, prioritários para o governo, ainda neste primeiro semestre. A aprovação se deu também sob a garantia de votação ainda nesta quarta-feira da medida provisória que a reajusta as aposentadorias acima de um salário mínimo.

De iniciativa popular, o projeto Ficha Limpa reuniu 1,6 milhão de assinaturas e chegou ao Congresso em setembro do ano passado, sendo aprovado pelos deputados na semana passada.

O texto impede que políticos com condenação na Justiça por decisão de um colegiado disputem eleições. Permite, no entanto, que o político condenado possa recorrer para tentar suspender a inelegibilidade e participar da eleição. Pela manhã, o projeto passou sem modificações na Comissão de Constituição e Justiça, onde ganhou urgência constitucional.

"Houve uma pressão popular, uma pressão da imprensa, acho que mesmo aqueles que eram contra o projeto se convenceram de que não dava para se interpor diante da vontade popular, da vontade da sociedade", disse o relator do projeto na comissão, Demóstenes Torres (DEM-GO).
Houve apenas duas emendas de redação, o que não devolve o projeto à Câmara e agora segue à sanção presidencial.

Com Informações de O Globo

terça-feira, 18 de maio de 2010

Morre Jornalista Walter Rodrigues


O site do Jornal Pequeno noticiou minutos atrás a morte do jornalista Walter Rodrigues. Segundo o JP, Walter teria morrido vítima de ataque cardíaco em sua residência. Durante muito tempo Walter Rodrigues publicou o periódico “Colunão” encartado nas páginas dominicais do Jornal Pequeno, até iniciar uma acirrada briga com a família Bogéa, proprietária do matutino. Dono de um texto bem cuidado e agradável, Walter não dispensava uma boa polêmica. O jornalismo maranhense está de luto.

Forças Políticas Disputam Roseana

Além da programação oficial da prefeitura de Chapadinha e de um jantar oferecido em sua homenagem por Magno Bacelar e Danúbia Carneiro, a governadora Roseana Sarney também será recebida com festa pelo grupo do ex-prefeito Isaías Fortes, conforme anunciam blogs da família dele.

Candidata á reeleição e ciente de que votos e apoios não se recusam, Roseana prestigiará a todos. Uma fonte palaciana informa que a governadora irá à residência do ex-prefeito, na sexta-feira, pela manhã, após cumprir agenda oficial previamente acertada com prefeitura(veja post abaixo).

Pode até causar estranheza, mas a política de Chapadinha sempre foi assim: com dois grupos principais apoiando os detentores de poder e disputando espaço no governo do estado. A exceção foi o período entre o rompimento de Zé Reinaldo com o grupo Sarney até o fim do mandato de Jackson Lago, quando Isaías acompanhou a ambos e Magno preferiu manter fidelidade a Roseana e ao grupo Sarney mesmo em tempos de vacas magras.

Visita de Roseana: Programação Oficial

O Gabinete da Prefeita Danúbia Carneiro divulgou agora a pouco a programação oficial da visita da governadora Roseana Sarney à cidade de Chapadinha, nos dias 20 e 21 próximos. Confira .


segunda-feira, 17 de maio de 2010

Roseana em Chapadinha na Quinta



A governadora Roseana Sarney chega nesta quinta-feira (20) a Chapadinha. Roseana será homenageada pela prefeita Danúbia e por Magno Bacelar com um jantar oferecido no Parque Aquático Torres do Sol.

Roseana pernoita em Chapadinha e na sexta-feira (21) participa da inauguração da primeira etapa da Avenida Ataliba Vieira.

Alterado às 10:40h de terça-feira, 18 de maio, para correção da data da programação da Governadora em Chapadinha.


sexta-feira, 14 de maio de 2010

A Arte de Escrever


O professor Ivandro Coelho manda artigo a respeito do texto “Onde Está a Verdade?”. Publico na íntegra. Volto comentando depois em outro post.

Caro Alex,

Segue uma pequena contribuição ao debate sobre o texto “Onde está a verdade?”. Especificamente sobre o parágrafo em que você – ao justificar sua posição, digamos, tolerante em relação aos erros gramaticais cometidos pelos outros – afirma: “ainda que por tortuosos meios o que vale é a informação e o argumento”.

Se você me permite, discordo de sua opinião. Como você sabe, sou um dos que torcem o nariz para as gafes gramaticais dos outros. E o nariz, a boca e o resto do corpo para as minhas próprias falhas. Quando as cometo – e olhe que não são poucas -, sinto vontade de tomar chumbinho...rsrs

É verdade que todo mundo erra - inclusive eu, você e o Luís Fernando Veríssimo. Certo. Mas isso não justifica o fato de que devamos ser lenientes com os absurdos que se comete diariamente contra a nossa língua materna. Principalmente quem trabalha com a informação.

Penso que o cuidado com a Língua de Camões – riquíssima, aliás, e cheia de possibilidades sintáticas que outras línguas não têm – deve ser um princípio básico de quem se propõe a escrever para determinado público. Além, é claro, de outros três requisitos fundamentais: clareza, elegância e criatividade.

Isso, no meu entender, não tem nada de “patrulhamento”, mas sobretudo de respeito ao leitor e a si próprio como profissional. Uma coisa é escrever diário, carta de amor, bilhetinho para a vovó; outra é escrever sobre acontecimentos políticos e culturais num veículo de grande alcance. No último caso, o compromisso com os fatos deve estar intimamente associado ao rigor lingüístico.

A crença de que informação e argumento importam mais do que a maneira como eles se expressam parte de uma idéia - comum até entre lingüistas, mas a meu ver equivocada -, segundo a qual pensamento e linguagem são duas coisas distintas. Não são. Na verdade estão intimamente associadas.

Por melhor que seja um argumento, ele só tem força quando expresso com clareza e objetividade. Uma escrita torta é reflexo de um pensamento torto, geralmente provocado pelo desconhecimento da língua materna e pela falta de leitura. Coisa muito comum na internet – essa babel eletrônica onde muitos falam, mas quase ninguém diz nada. Felizmente você é uma das exceções.

Só para relembrar o tempo em que discutíamos literatura, há um livro muito interessante que poderia enriquecer ainda mais esse debate. Trata-se de A Arte de Escrever, de Schopenhauer, uma coletânea de cinco dos vários ensaios escritos por ele no livro Parerga e Paralipomena (Acessórios e Remanescentes). Fala sobre escrita, estilo, leitura, crítica e pensamento literário.

Por Ivandro Coelho – Professor e Jornalista.

O SUS NOSSO DE CADA DIA

Por Almir Moreira - Advogado.
O Sistema Único de Saúde (SUS) foi gerado na 8ª Conferência Nacional de Saúde, reunida em 1986, no curso do processo de redemocratização do país e nas vésperas da realização da Constituinte de 1988. As resoluções de 1986 serviram de base para o SUS, posteriormente regulamentado pela Lei nº 8.080/90. Anterior ao SUS a saúde prestada no setor público era assim: socorria os pacientes que tinham direito aos Institutos de Assistência, que já haviam sido centralizados no antigo INAMPS. Quem não tivesse direito e acesso ao INAMPS, tinha que ser atendido em outro sistema paralelo, que eram os sistemas públicos estaduais e municipais. O Sistema Único de Saúde, como o nome diz, unificou o acesso da população a tudo isso e, a partir de alguns princípios, como o da universalidade, tornou o sistema acessível a todos. Outro principio importante o da hierarquização, fundava-se na idéia de criação de um sistema abrangente desde a saúde básica, passando pela atenção primária e secundária, até a hospitalar de alta complexidade integrando a população neste sistema de atendimento de forma ampla. Todas as patologias e doenças estariam cobertas pelo SUS.

Porém, paralelo a Constituição de 1988 até agora, no mundo e no Brasil, foi implementado um modelo de política econômica denominada de neoliberalismo. Esta política pressupõe que a atuação da economia e das políticas de governo sejam balizadas pelos chamados mercados, retirando o caráter universal das políticas públicas e tornando-as pontuais, para acudirem problemas específicos. Destarte, o SUS desde o seu inicio conviveu com esta realidade política e econômica adversa, que gerou o seu desfinanciamento progressivo, com a conseqüente falta de recursos, pois a Constituição de 1988 previa que a verba para o SUS seria de 30% do orçamento da seguridade social. Esse percentual atualmente, pelo menos, daria o dobro do orçamento atual do Sistema. Com o tempo, artifícios legais diminuíram o seu orçamento. Hoje, mais de 20 anos depois, o SUS, ainda está em processo de afirmação, vez que ainda não conseguiu estabelecer regras adequadas e permanentes de financiamento.

O SUS atende a 80% da população brasileira, e consome 45% do total de gasto com saúde no país. Enquanto o setor de saúde suplementar, representado pelos planos de saúde, com menos usuários, que representam 20% da população consomem 55% desse total de gastos. Esses dados demonstram sobejamente a necessidade de um financiamento mais justo para o sistema público. Nos últimos 20 anos, a União diminuiu sua participação total nos gastos com a saúde de 75%, em 1980, para 49%, em 2005, na ordem inversa os municípios e estados saíram de 25% para 51%. Constata-se que a União, proporcionalmente, diminuiu significativamente o seu financiamento para a saúde nesse período. Hoje, o Brasil investe menos na saúde do que a Colômbia, Venezuela, Argentina, Cuba e Uruguai. Este quadro de desfinanciamento do sistema público começou a gerar impasses naturais para o crescimento do SUS, da infância à adolescência, não conseguindo a implantação das suas propostas iniciais.Várias tentativas foram feitas para minimizar esse problema, como por exemplo a CPMF, e que acabou tendo a sua finalidade desvirtuada.

A constituição do SUS gerou ainda a possibilidade de um sistema complementar, as clínicas privadas conveniadas e remuneradas pela tabela SUS. Principalmente, no interior do Brasil, as clínicas conveniadas são responsáveis pela maioria dos atendimentos. Elas são pagas pela tabela SUS, que está completamente defasada, provocando a esses conveniados uma situação de dificuldades e desassistência à população. Os valores pagos pela tabela não cobrem as despesas das unidades de saúde conveniadas. Na assistência pública o dia-a-dia tem mostrado os problemas decorrentes do baixo financiamento do sistema, como a falta de expansão, a falta de reequipamento das unidades e a remuneração vergonhosa dos profissionais, o que gera dificuldades para a própria gestão do SUS. Sem dinheiro ninguém faz milagre. Os recursos humanos hoje constituem matéria central na viabilidade do SUS. O sistema não tem conseguido uma aderência dos profissionais de forma permanente por causa da má remuneração e das precárias condições de trabalho. O SUS para dá certo precisa definitivamente de um financiamento adequado. O desafio nosso é tornar a saúde uma prioridade de governo, as pesquisas de opinião mostram: a saúde é o principal problema. O Brasil gasta mais de R$ 100 bilhões/ano com juros da sua dívida pública, certamente pode, diminuindo o superávit primário, face à grande arrecadação de impostos gerada pelo desenvolvimento econômico, atender aos anseios da população brasileira, aumentando o orçamento da saúde.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Entidades Ameaçam Boicotar Conferência


Depois que a Câmara Municipal aprovou uma lei que proíbe a eleição de membros do Conselho de Saúde por mais de dois mandatos consecutivos, entidades da sociedade civil ameaçam boicotar a 13ª Conferência, que terá início nesta sexta-feira(14), na sede do Aldeota Clube.

A primeira entidade a se manifestar a respeito foi o Sindicato Patronal do Setor Rural, dirigido pelo ex-vereador José Luzia. Luzia enviou ofício comunicando que o sindicato não mandaria mais delegados ao encontro.
O governo municipal, por meio da Secretaria de Saúde, insiste no convite á sociedade civil. A secretária Maria José Coutinho informou que mandou ofício-convite a todas as entidades sociais. “Estamos fazendo tudo para que a Conferência tenha a participação de todos e seja bastante representativa, vou usar os meios de comunicação para reforçar o convite”, concluiu a secretária.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Vereador Marcelo Sofre Nove Condenações


O vereador Marcelo Menezes (PSDB) foi condenado em nove processos que tramitavam contra ele por crimes como calúnia e injúria. Entre as principais vítimas estão adversários políticos como a prefeita Danúbia Carneiro e o ex-prefeito Magno Bacelar, além de outros membros do atual governo municipal como o advogado Luciano Carvalho Pereira.

Marcelo, que é filho do ex-prefeito Isaías Fortes, tem sido a principal voz da oposição local desde que assumiu a Câmara Municipal em 2005 e tem marcado seu mandato por discursos violentos, com uso de termos impublicáveis e ameaças contra adversários.





No caso do processo Nº. 41540/2008, que foi movido pelo advogado Luciano Carvalho, Marcelo teria dito, em um comício ocorrido em 07 de setembro de 2008, no Bairro Terras Duras, que Luciano enriquecera por conta de desvios de recursos públicos e ainda teria ameaçado cortar a garganta do advogado.

Ao noticiar o episódio e propor a ação penal, o advogado anexou um cd com a gravação de áudio do pronunciamento que serviu de prova. Na instrução do processo enquanto a defesa sustentava que o vereador não teve a intenção de ofender a honra subjetiva da vítima, o mesmo Marcelo reafirmou que Luciano teria cometido o crime de enriquecimento ilícito.



Como o parlamentar reafirmou em juízo o teor das acusações sem apresentar provas, a juíza Andrea Lago considerou o testemunho como confissão do crime e condenou o réu Marcelo Menezes a detenção de 8 meses e 13 dias e multas, que foram suspensos por dois anos mediante cumprimento no mesmo período da proibição de freqüentar bares e estabelecimento congêneres, não se afastar da comarca por mais de 10 dias sem prévia autorização da Justiça e comparecimento mensal em juízo para justificar suas atividades.

Nos demais processos as vítimas foram Danúbia e Magno e o crime praticado por Marcelo Menezes foi o de injúria (veja, abaixo, relação dos processos e o quadro com diferença entre os crimes contra a honra de acordo com definição do Código Penal Brasileiro).

Os processos julgados até agora são da época da campanha política de 2008, estão sendo apreciados pela Justiça Eleitoral e ainda cabem recurso. Existem outros processos em curso que podem agravar a situação de Marcelo Menezes, pois perdendo os benefícios da primariedade pode ser preso e com isso ficar sujeito a perda do mandato.


Um Novo Começo*


A realidade da imprensa escrita em nossa região é tão desfavorável que já não temos conta dos inúmeros editorais em que anunciávamos a retomada deste e de outros periódicos ao longo dos tempos.

Seja por limitações individuais dos editores ou por dificuldades inerentes à própria sociedade, é certo afirmar que, lançar um noticioso como a Folha do Baixo Parnaíba se configura muito mais uma aventura do que um negócio; muito mais uma militância do que um trabalho remunerado.
Estas dúvidas e riscos suscitam uma pergunta: vale à pena tentar novamente?

Antes de responder precisamos lembrar que apesar de toda a agilidade do rádio e da televisão, por mais importantes que sejam, as noticias não passam de palavras ao vento, dissipadas pelas seqüências frenéticas típicas destes meios.
Já o jornal impresso tem o registro histórico como marca. Traz, portanto, a possibilidade da pesquisa em tempo futuro. É por assim dizer a memória da vida em sociedade e por isso, é um feito que vai além do trabalho de colocar tinta em um papel.

Esse trabalho especial para os editores encontra respaldo na alma do povo. Sempre que alguém desconhecido pergunta quando o jornal volta a circular acaba por responder que sempre vale muito tentar um novo começo.

*Editorial da Folha do Baixo Parnaíba

Folha de Volta


A 9ª edição do Jornal Folha do Baixo Parnaíba começou a circular hoje em Chapadinha e Região com os seguintes destaques:
* Fim do Drama – Avenida Ataliba Recebe Asfalto
* Eleições 2010 – Pré-Candidaturas Agitam Cenário Político
* UFMA – Calouros Debatem Pesquisa e Iniciação Científica
* Chapadinha Comemora Centenário de Amélia Almeida
* Prefeitura Inaugura Cras na Vila Izamara
* Vereador Marcelo Sofre Nove Condenações
* Imprensa Local Ganha Dois Novos Veículos
* Ginásio de Esportes Prestes a Cair
Nota: a maioria das matérias o leitor do blog já leu aqui antes da edição impressa. As inéditas, postaremos nas próximas horas.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Câmara Quer Limitar Duração de Mandato de Conselheiros

A Câmara Municipal de Chapadinha convoca Sessão Extraordinária para amanhã (12), às 10h, para tratar de mudança na Lei que disciplina a composição dos membros do Conselho de Saúde. A alteração pretende estabelecer que cada membro da organização tenha direito de eleição para um mandato, podendo ser reeleito para mais um período consecutivo.

Enquanto a oposição ver no fato um golpe para afastar pessoas indesejáveis, a bancada governista defende o projeto como forma democrática de renovar a representação popular, evitando que pessoas passem até 20 anos numa função que pode ser desempenhada por outras, sem prejuízo das diversas opiniões que compõem a sociedade chapadinhense.
Nota de Atualização (12 de maio de 2010, 15 horas): Sem maiores problemas, a bancada governista aprovou a lei como pretendia.

Dois Comentários e Nenhuma Discordância

Sobre a repercussão do texto anterior, pinço dois comentários: o primeiro do filósofo e professor Jânio Ayres e o segundo do blogueiro Antenor Ferreira. Leiam, depois volto comentando.
Professor Jânio:
“Não concordo justamente porque toda e qualquer mensagem tem um fundo ideológico, um objetivo a ser alcançado e, de certa forma, o objetivo é de quem escreve, e não de quem lê.Agora, muitas vezes, há o falseamento e a fantasia sobre a mensagem para que ela se torne aprazível a quem lerá. Contudo, não devemos nos abster da noção de que a mesma é intensional e visa convencer o leitor daquilo que o emissor transmite.Não existe neutralidade na mensagem. Isso é uma ilusão.”

Para ler o artigo na íntegra, clique aqui.

Antenor Ferreira
“Um deles usando textos pragmáticos e um tanto retrógrados, tenta de todas as formas ludibriar a mente de nosso público, tanto que se perde nas próprias palavras, afinal de contas, se eu não puder confiar na veracidade sequer do que escrevo, quem pode confiar em minhas palavras? Aí fica a interrogação ao nobre jornalista do por que do título de tal postagem ONDE ESTÁ A VERDADE? , se nem ele sabe o que diz.”

Para ler o artigo na íntegra, clique aqui.

Comento
Na opinião do professor Jânio, que frisa inicialmente concordância, não vejo discórdia porque eu mesmo afastei qualquer pretensão de neutralidade, mas comungo da necessidade de se alertar aos leitores que não existem escritores desinteressados em termos ideológicos. A honestidade intelectual consiste em influenciar com bons argumentos, abrir debates importantes e permitir que a consciência dos leitores estabeleça cada verdade pessoal.

No segundo comentário, acho que não há desacordo por pura impossibilidade de diálogo, uma vez que o autor não conseguiu entender meu texto antes divergir. Quem sabe na próxima!

Onde está a Verdade?


Vivemos em Chapadinha um momento muito rico do ponto de vista da Imprensa e a internet tem desempenhado um papel muito importante na divulgação de informações e idéias.

Hoje, quase todo mundo tem se aventurado a escrever e a opinar sobre assuntos que vão da trivial falta de educação no trânsito por parte de autoridades ou simples mortais até ao inarredável tema da saúde. Embora alguns torçam o nariz para as gafes gramaticais dos outros, não compartilho dessa “patrulha lingüística”. Devemos aproveitar ao máximo a vontade do escritor – isso me faz lembrar o trecho de uma música: “todo mundo erra um dia, todo mundo vai errar” – ainda que por tortuosos meios o que vale é a informação e o argumento.

No rumo da salutar disputa pela notícia em primeira mão e da contestação das análises sempre aparece alguém esquecendo o tema pra agredir o oponente. Em geral, a tolice surge no sentido de desqualificar jornalistas aliados do governo municipal, nem que para tanto se esqueçam seus próprios vínculos com outras esferas de poder ou com donos de emissoras de que têm explícitas pretensões políticas.
Este blog fala por si. O leitor sempre sabe quando estou passando uma informação, quando estou fazendo uma análise e quando estou emitindo uma opinião. Não engano ninguém. Sabe também, que tenho um lado - no sentido de ter mais concordância com determinado grupo em detrimento de outro - por razões já tão claras quanto as críticas que ouso fazer no esgotar do debate partidário interno. Para confirmar o que digo é só recuar alguns posts atrás.

Ao longo do tempo, muitos combatentes da lide em jornais, rádios e TVs sempre se debateram com a questão de fundo de todo texto jornalístico: onde está a verdade? A verdade estaria em quem “cata notas” para atacar os governos ou em quem os defende? A certeza da verdade (ou o identificar do mais imparcial dos jornalistas) é como a aspiração da infalibilidade, apenas um dogmazinho a mais pra ser quebrado.

Para mim, francamente, a resposta a tal questão é mais simples do que se pensa. A verdade não está no que eu escrevo, nem nas páginas divergentes. A verdade está na inteligência e no discernimento dos leitores. É para estes que escrevo.

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Pré-Candidaturas Agitam Cenário Político


A vitória de Magno Bacelar no TRE definiu o quadro de candidaturas em Chapadinha e na Região do Baixo Parnaíba. Grupos e partidos políticos agora trabalham para ampliar as candidaturas e fortalecer as alianças.

A movimentação política de Chapadinha tende a contaminar as disputas por votos na região - com destaque para as pré-candidaturas ao cargo de deputado estadual. Até o momento é possível dividir estes pré-candidatos em dois grupos distintos. Um primeiro pelotão com candidatos de maior potencial eleitoral e outro grupo intermediário quanto à expectativa de votação em âmbito municipal.

Na Briga Pela Pole
Magno Bacelar (PV)
- É o franco favorito para ter a maior votação em Chapadinha e região. Bacelar conta com um grupo político unido que comanda a prefeitura, tem apoio de 8 dos 10 vereadores, vem recebendo apoio de lideranças importantes no Baixo Parnaíba e em todo Estado. Por isso, Magno é pré-candidato a deputado estadual com eleição tida como certa na previsão de analistas e tendo chances concretas inclusive de disputar as primeiras posições entre os mais votados no estado.

Izamara Menezes (PP) - Conta com o apoio do pai, o ex-prefeito Isaías Fortes, que tem tradição de grande potencial de transferência de votos. Além de um grupo dividido, com o tio Vagner Pessoa também disputando o mesmo cargo e tirando votos de dentro do grupo, Izamara até o momento só tem Chapadinha como base eleitoral e que praticamente inviabiliza sua eleição.

Paulo Neto (PSB) - Enfrenta problemas pessoais que ameaçam sua competitividade já demonstrada em eleições anteriores. Além da prematura e traumática perda da filha, há rumores de que Paulo passa por problemas de saúde que tornariam incerta sua participação no próximo pleito.

Vagner Pessoa (PT do B) – Ex-deputado polêmico e com fama de “furão” e antigo balaio, Vagner Pessoa tem colado com o ex-senador Chiquinho Escórcio que é muito influente no grupo Sarney. Como fruto dessa dobradinha Vagner afirma ter apoio de alguns prefeitos e lideranças de outros municípios. Mantido esse quadro Vagner pode até não superar a votação da sobrinha Izamara em Chapadinha, mas, com certeza tem mais chances de ser eleito do que ela.

Pelotão Intermediário
Marcos Caldas (PRB) – Deputado na briga pela reeleição Caldas tem o apoio do ex-candidato a vice na chapa de Isaías e ex-presidente da câmara Aldy Saraiva o que lhe dá perspectiva de boa votação em Chapadinha reforçando a possibilidade de uma reeleição avaliada como muito provável.

Domingos Paz (PSB) – liderança de trabalhadores rurais, deputado e ex-secretário do governo Jackson, Paz tem o apoio do empresário Gomes e de sindicalistas. Pode ter boa votação.

Edmilson Carneiro (PT) – ex-coordenador do Programa Luz Para todos, Edmilson que é suplente de deputado, conseguiu a proeza de unificar o PT de Chapadinha em torno de seu nome. Petista afinado com a direção nacional, Edmilson defende a aliança com Roseana Sarney, tem o apoio do secretário de trabalho Zé Antonio Heluy, e foi importante na articulação que levou o PT a ocupar pastas de peso no governo estadual. Com essa somatória de fatores e com uma relação estreita com a própria governadora Edmilson vai para disputa com forças ampliadas.

Prefeita Danúbia Carneiro se Reúne com Conservadoras

Na manhã desta quinta-feira (06) a Prefeita de Chapadinha Danúbia Carneiro(foto) e a Secretária Municipal de Educação, Enir Lima, se reuniram com as conservadoras. A pauta da reunião foi o contrato que a Prefeitura estabelecerá com uma empresa (em processo de licitação) para execução dos serviços.

Segundo a Prefeita será uma exigência no estabelecimento do contrato que as conservadoras possam ser pagas na própria localidade, a Prefeita destacou ainda: “Estaremos acompanhando todo o trabalho desempenhado pela empresa que for contratada, isso objetiva garantir que os serviços sejam prestados com qualidade”, ressaltou a Prefeita.

Ficou estabelecido que no dia 22 de cada mês as conservadoras receberão os seus proventos sendo que uma equipe da Prefeitura estará supervisionando os trabalhos desempenhados pela organização que for contratada, para que haja fiscalização e se evite qualquer tipo de transtorno para as conservadoras.

Segundo a Secretária de Educação, Enir Lima, as medidas tomadas neste ano visam garantir que não ocorram os problemas ocasionados no ano passado. “Estamos tendo mais cautela na contratação das empresas que prestam serviço, queremos assegurar que todos os trabalhadores e trabalhadoras que prestam serviço para o município possam receber seu salário", ressaltou a Secretária.

Por: Jhonny Gomes-da ASCOM

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Notas de Bastidores

Ficha Limpa
A Câmara aprovou na noite de ontem, por 388 votos a favor e um contrário, o texto base do projeto que veta a candidatura dos políticos com condenação na Justiça, chamado Ficha Limpa. A votação, no entanto, continuará nesta quarta-feira, porque foram apresentados 11 destaques que podem modificar o texto aprovado. Entre as modificações, a maioria tenta flexibilizar ainda mais a proposta. Há, no entanto, a tentativa de torná-lo mais rigoroso. Mas, de acordo com parlamentares mais experientes o projeto não deverá sofrer alterações
Nova decisão
O presidente nacional do PT, Eduardo Dutra, disse hoje (à Folha Online) que o partido no Maranhão terá de realizar um novo encontro para definir quem o partido irá apoiar para o governo do Estado. Recentemente a legenda garantiu apoio a Flávio Dino (PC do B). Mas, o diretório estadual deliberou pela participação no governo de Roseana, com três secretarias. É aguardar pra ver o que vai dá.

Falando Nisso...
Por falar em Flávio Dino, a visita do pré-candidato ao governo do estado quase passa sem o registro da imprensa. Conversei com vários blogueiros, radialista e jornalista e todos afirmaram que não tiveram conhecimento prévio da reunião. O único veiculo que cobriu o evento só fez porque resolveu, por acaso, ver o que acontecia no Sindicato Rural.

Frente da Traição
O público que compareceu ao STTR para a reunião com Flávio Dino ficou abaixo das expectativas. Enquanto alguns organizadores atribuíam a baixa presença á falta de divulgação, outros colocavam a culpa no ex-governador Zé Reinaldo que não consegue se livrar da pecha de traidor.

Normal
Embora alguns tenham estranhado a participação do professor Francejane (foto) reunião com Flávio Dino e Zé Reinaldo o fato não tem nada de absurdo. Francejane é leal ao grupo de Isaías que tem a filha Izamara como pré-candidata pelo PP, da base de Roseana, mas o próprio Isaias ainda não definiu em quem vota pra governador.

Mágoa Pragmática
Em conversas reservadas Isaias manifesta mágoa ao atribuir à influência da família Sarney sua derrota no TSE. Mas o que deve definir mesmo seu destino é o pragmatismo. Se ele sentir que Flavio tem chance pode até ir com ele, do contrário não vai arriscar ficar quatro anos longe do poder estadual.

Foto: Blog Interligado

terça-feira, 4 de maio de 2010

Prazo para Regularizar Título de Eleitor Termina Amanhã

Acaba amanhã (05 de maio) o prazo para os brasileiros que querem tirar ou transferir o título de eleitor. Para atender interessados, os cartórios ampliaram em duas horas o horário de atendimento.

Em Chapadinha as filas começaram a crescer desde a semana passada (foto).
Os eleitores que querem tirar o título devem apresentar o documento de identidade e os comprovantes de residência e de quitação militar.

Já aqueles que têm o objetivo de trocar o domicílio eleitoral, precisam estar munidos do título, do documento de identidade e dos comprovantes de residência e de votação ou de justificação.
O voto é facultativo para jovens entre 16 e 18 anos, maiores de 70 e analfabetos.