Publicidade

Publicidade

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Chapadinha Ganha Nova Casa Lotérica

Mais um grande empreendimento será inaugurado em Chapadinha. Trata-se da “S. S. LOTERIAS”, empresa do ramo de prestação de serviços, do empresário Zé Baleco. Localizada na Avenida Ataliba Almeida 1625-A (Próximo a Rodoviária), a “S. S. LOTERIAS” atenderá a população no setor de jogos e loterias administrados pela CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. A S. S. LOTERIAS disponibiliza os serviços sociais do Governo Federal como: Bolsa Família, Auxilio Natalidade, Seguro Desemprego, Saques de FGTS, Plano de Capitalização, Cadastro para aquisição da casa própria, abertura de contas poupança e conta corrente, entre outros.
Além disso, a “S. S. LOTERIAS” recebe pagamentos de contas de Água, Luz, Telefones, Cartões de Credito e Boletos Bancários de qualquer natureza prestados pelas agências da Caixa Econômica, prometendo atendimento rápido, eficiente e de qualidade.
De acordo com empresário Zé Baleco, a S.S. LOTERIAS nasce com o propósito de bem servir à comunidade chapadinhense e traz como princípios o compromisso com o cliente, a honradez, a lealdade, a honestidade e a verdade. “Estas são qualidades que sempre pautaram a minha vida profissional como empresário” disse Zé Baleco.
O empresário faz questão de convidar a todos para a inauguração que será nesta sexta-feira, (30) a partir das 8h30 horas.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Magno Denuncia Complô de Deputados


O ex-prefeito Magno Bacelar disse hoje ao repórter Jota Coutinho, da Mirante Am, que estariam formando um complô contra sua provável candidatura a deputado estadual. Sem citar nome dos envolvidos Bacelar declarou ter conhecimento da ação de dois deputados e outro político importante contra ele. Ainda de acordo com o ex-prefeito, o grupo estaria oferecendo dinheiro a vereadores de Chapadinha para votarem contra as contas de sua gestão.

Tabelinha
Na semana passada (leia matéria abaixo), o deputado Paulo Neto chegou a denunciar que a suposta armação em Viana teria sido negociada por R$ 50 mil. Depois de nada provar e ser duramente respondido por Magno e pela prefeita Danúbia, o deputado de Mata Roma entrou em profundo silêncio, talvez por temer a volta do caso Bertin ao noticiário.
No mesmo momento em que Magno Bacelar falava á Mirante, o jornal “O Imparcial” circulava com uma a seguinte manchete: “Prefeito Paga Jogadores com Verbas da Saúde, Diz Deputado” (veja reprodução da capa). Já no texto da matéria o deputado Marcos Caldas (que é de Brejo) é menos enfático, não diz a qual cidade se refere e limita-se a dizer: “não posso revelar nada ainda, pois essa informação chegou apenas como denúncia”.
Neste caso parece que o deputado Paulo Neto, sobre forte marcação, resolveu fazer tabelinha com Marcos Caldas. Em comum, até o momento, ambos têm a falta de prova e pouquíssima firmeza nas acusações.
Em política ganha quem ocupa espaço. Paulo e Marcos desejam defender suas bases principais contra a entrada de Magno e ainda ocupar o espaço da oposição em Chapadinha, que tem o ex-prefeito Isaías como líder.
Campeão de Votos
Os deputados têm razões de sobra para temer a disputa com Magno na região do Baixo Parnaíba. Bacelar é tido como político arrojado e vencedor. Na última vez em que disputou eleição pra deputado (1998) foi eleito em segundo lugar com 34 mil votos, perdendo apenas para o poderoso Manoel Ribeiro, presidente da Assembleia a época.
Os mais recentes lances dessa batalha política revelam duas personagens da história: Paulo Neto e Marcos Caldas. O outro fica para os próximos capítulos dessa trama que ainda vai reder muito, pois, Magno não costuma dar sossego a contrário e enfrentá-lo sem passado limpo é tarefa penosa.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

CPI Disso e Daquilo


De acordo com informações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a tarifa cobrada pela Cemar é 72% maior do que a praticada pela Companhia Energética de Brasília (CEB), que tem o maior PIB per capita do Brasil e 43% maior que a da Eletropaulo, maior distribuidora do Brasil e que serve o Estado de São Paulo. Como se não bastasse a cobrança considerada abusiva, a Cemar, de acordo com o Procon/Ma, figura em segundo lugar no ranking de reclamações do órgão.

Enquanto isso o assunto mais relevante que os deputados da Região conseguem enxergar é FUTEBOL.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Paulo Neto Não Prova Denúncia e Relembra Caso Bertin

Até agora o deputado Paulo Neto não conseguiu provar a acusação de que diretores e atletas do Chapadinha Futebol Clube receberam 50 mil para entregar o jogo em Viana. Depois de afirmar ao jornalista Décio Sá (O Estado do Maranhão) que apresentaria prova do suposto suborno em discurso na Assembleia, Paulo Neto recuou e declarou que em momento algum acusou Danúbia de participação no caso. “Eu não tenho prova. Esse foi o noticiário de quando o time chegou na cidade. É o povo todo de Chapadinha quem diz que houve o pagamento de R$ 50 mil", disse o parlamentar.

Em Chapadinha a informação dos 50 mil causou surpresa uma vez que nenhum setor da imprensa – mesmo a que faz oposição ao grupo de Magno e Danúbia – levantou a questão.

Além do descrédito de fazer uma denúncia sem sustentar o que disse ou apresentar provas, Paulo Neto antecipou um tema extremamente delicado para ele e sua família: a morte do prefeito Bertin, de Presidente Vargas - a esquerda da foto, ao lado do ex-governador Jackson Lago, enquanto Paulo aparece entre José Reinaldo (ex-governador) e Julião Amim (deputado federal).

Como a encrenca da segunda divisão do maranhense acabou chamando atenção do mundo pela atipicidade do placar de 11 a 0 e pelo emaranhado de acusação de armações, manobras e conchavos futebolísticos, imaginem se a imprensa nacional descobrir que na mesma região do pitoresco futebol, um prefeito foi abatido sem que as autoridades consigam encontrar os culpados depois de quase três anos.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Crise do Galo Esquenta Política


Paulo Neto Acusa Galo de Receber 50 Mil
Quem voltou ao noticiário tirando casquinha da polêmica da derrota do Chapadinha foi o deputado Paulo Neto. Neto que estava sumido da mídia desde o esquecimento do caso Bertin – prefeito de Presidente Vargas assassinado sem que até hoje a polícia tenha apontado satisfatoriamente os culpados, voltou à tona denunciando suposta armação durante o jogo do Chapadinha contra o Viana, pela segunda divisão estadual. O parlamentar declarou que o Chapadinha teria recebido 50 mil reais para e que esse dinheiro seria usado pra colocar os salários dos atletas em dia: “essa molecagem custou R$ 50 mil. Se tu estivesse sem receber, vendo teus filhos passando fome, farias o quê? Ninguém aguenta uma situação dessa”, declarou. “Essa molecagem custou R$ 50 mil. Se tu estivesse sem receber, vendo teus filhos passando fome, farias o quê? Ninguém aguenta uma situação dessa”, declarou.

Neto anunciou que faria um discurso hoje apresentando fatos que comprovariam o que dissera. No discurso da tribuna da Assembleia, o deputado afirmou não ter prova sobre a armação e que se baseara em comentários do povo da cidade de Chapadinha.

Danúbia: Paulo Neto é o Pior Bandido
Em entrevista ao Globo Esporte a Prefeita Danúbia respondeu ao Deputado Paulo Neto de forma dura. Veja Abaixo o teor da resposta da Prefeita.

Conversas e brigas políticas. Essas foram as justificativas da prefeita de Chapadinha, Danúbia Carneiro (PR), para as acusações de armação de resultado e suborno na derrota do time de sua cidade para o Viana, por 11 a 0, pela Série B do Maranhense. Indagada sobre as longas conversas que teve com o prefeito vianense no intervalo da partida, ela explicou:

- Realmente teve a conversa para que eu fosse apresentada ao prefeito de Viana. Não foi relacionada ao jogo. Não tenho envolvimento com o time, sou apenas madrinha. Falamos muito do governo do estado, eleição, quem seria candidato a deputado.

Neste domingo, o deputado Paulo Neto (PHS), seu adversário político, revelou que a prefeita e o ex-prefeito e atual presidente do Chapadinha, Magno Bacellar, teriam concordado com o pagamento de R$ 50 mil para os jogadores entregarem a partida e para solucionar problemas de salários atrasados. Informação também rechaçada.

- Nunca recebemos dinheiro. Não fomos para Viana negociar, fomos para jogar. Isso não existe. Dou a minha palavra. Se fosse para receber R$ 50 mil, eu não sairia de Chapadinha para entregar campeonato ao Viana. Nem proposta teve. Mas sempre fazem bandidagem com os pequenos no Campeonato Maranhense. Paulo Neto nem pode falar nada. É o pior bandido do Baixo Parnaíba. Quem acompanha sabe. Agora ele vai ter que provar. Isso não vai ser um trampolim político.

A revolta de Danúbia Carneiro, no entanto, não é somente com o rival das urnas. Durante a partida em Viana, ela admitiu que vestiu a camisa de torcedora e não aceitou a atuação passiva do Chapadinha.

- Quando já estava perdendo de quatro, cinco a zero eles disseram que não era de propósito e eu chamei de filho da p… Esculhambei como torcedora. Saí do estádio sem cumprimentar o time. De tanta raiva pelos jogadores não vestirem a camisa como deviam.

Por fim, a política sugeriu uma solução para toda a polêmica:
- Acho que devia cancelar tudo e colocar os jogos em São Luís. Que vença o melhor. Tem que repetir, mas com juiz de fora. Não aceitamos árbitro maranhenses.
A Federação abriu uma sindicância para apurar os fatos e espera anunciar uma solução dentro de 10 dias.

Magno Pede Investigação Geral
Depois de ouvir o discurso do Deputado Paulo Neto o ex-prefeito e atual secretário do governo do estado Magno Bacelar, em entrevista á Rádio Mirante de São Luis, disse nada temer quanto a uma provável investigação sobre o jogo da segunda divisão. Para o ex-prefeito, estão tentando usar o resultado do jogo com objetivo político, se declarou extremamente surpreso com a leviandade de um deputado que, sem apresentar uma prova sequer anda enlameado o nome de uma cidade inteira e disse que é hora do Maranhão inteiro exigir o esclarecimento definitivo da morte do prefeito Bertin.

Danúbia Reafirma Entrevista ao Globo Esposte
Indagada pelo radialista Geraldo Castro sobre haver usado o termo “pior bandido do Baixo Parnaíba” em referência ao deputado Paulo Neto, Danúbia citou alguns fatos da vida de Paulo Neto, como o caso da corrupção em Presidente Vargas, o assassinato de Bertin e ainda, de forma indireta a prisão de familiares do deputado para dizer que “por, tudo isso, ele não tem comportamento compatível com uma pessoa pública ou com um representante do povo”, finalizou Danúbia.

Com Informações de Décio Sá e Globo Esporte

Ivandro Coêlho Abre Preparatório para Concurso do Estado

Do professor Ivandro Coêlho, um dos mestres que mais conhece a língua portuguesa no Maranhão, recebo a informação da abertura de inscrições para curso ministrado por ele e por Paulo Sérgio com vistas a preparar candidatos para o concurso que o Governo do Estado abriu recentemente para diversas vagas. Veja o anúncio abaixo e boa sorte aos que disputarão vagas no serviço público.

Você que pretende ingressar no serviço público e ter uma vida estabilizada, não perca tempo. Prepare-se já! Faça sua inscrição no Curso Preparatório para o Concurso do Governo do Estado. O curso será ministrado pelos professores Ivandro Coêlho e Paulo Sérgio, que irão lecionar as disciplinas Língua Portuguesa e Fundamentos da Educação. As aulas terão início no dia 07 novembro (sábado), no Centro Educacional Raimundo Araújo (sala de computação). Horário: aos sábados, das 14h às 18h (tarde) e das 19h às 21h30 (noite); e aos domingos: das 14 às 18h. O valor das inscrições é R$ 100,00 e as vagas são limitadas. Maiores informações pelos telefones 8869-5052 (falar com Ezenilde), 3471-0222 (falar com Francilene pela Manhã).

Obs: Os professores Ivandro Coêlho e Paulo Sérgio têm vasta experiência em concursos públicos. Ivandro foi aprovado em 1º lugar por duas vezes no concurso para professor do estado para a disciplina Língua Portuguesa (2004 e 2006) Recentemente foi aprovado em primeiro lugar no concurso para Técnico em Assuntos Educacionais da Ufma (2009). Paulo Sérgio também foi aprovado em 1º lugar no concurso para Supervisor do Estado (2004) e primeiro lugar para Técnico em Assuntos Educacionais da Ufma (2006)

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Futebol: Meia Verdade, Mentira Inteira


Vejo a repercussão da derrota do Galo por 11 a 0 chegar em nível nacional e mundo a fora sem que as pessoas que tenham visto a inexplicável goleada fossem confrontadas com a totalidade dos fatos e o contexto que a produziram direta e indiretamente.
O Moto Clube, time grande da Capital, fora rebaixado no campeonato de 2009. Devendo, pois, como manda a boa regra esportiva, disputar a segunda divisão em 2010. A Federação Maranhense, a quem caberia zelar pela regra, inventou a participação do Moto rebaixado em 2009, na série B do mesmo ano. Disso sabia a imprensa da capital que só teve dedos para apontar o Galo como vilão. Nada disso sabem os jornalistas nacionais e internacionais – pelo menos ainda não.

Os Jornais da Ilha censuram o placar de 11, mas reputam heroísmo á vitória do Moto sobre o Santa Quitéria por 5 x 1 (com 4 gols de pênaltis) . Incorpora-se ao enredo de chanchada, a escalação do prefeito-presidente do Santa Quitéria, o popular Manin, como titular do time aos 52 anos de idade. Nem se o Moto enfrentasse o time dos aposentados da Praça João Lisboa a imprensa míope lhe tiraria os méritos de "Papão do Norte".

Basta ver a tabela dos jogos do certame pra se concluir que ele fora feito criteriosamente pra retornar a fórceps o Moto à primeira divisão.
Não tenho dados para afirmar categoricamente que tenha ocorrido, mas a atitude de ir para o sacrifício para não permitir a imposição dos grandes da capital contra os pequeninos do interior, e de assim, expor os intestinos de uma federação moralmente carcomida aos olhos do mundo; num gesto extremo e humanamente justificável, tenha a imolação do Chapadinha, dos jogadores, diretores, torcida e toda a cidade valido cada uma das onze estacas cravadas no Galo.
Imagem: recorte do Jornal Pequeno

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Investimentos: Empregos ou Rebotalhos?


Reportagem abaixo, do Site Imirante, festeja a vinda de investimento para o Maranhão. Veja a matéria. Depois volto comentando.

Maranhão garante R$ 60 bilhões até 2015

SÃO LUÍS – Foi anunciado hoje (14), durante o “Painel Empresarial 2009 – Oportunidades e Parcerias" investimentos de R$ 60 bilhões de reais para o Maranhão durante a construção de novas empresas e ampliação de outras como a Alcoa e a Ambev.

Estão sendo aguardados pelo menos 10 grandes empreendimentos para o Estado. Os maiores deles são: a refinaria Premium da Petrobras, uma fábrica de celulose da Suzano em Imperatriz, a usina hidrelétrica de Estreito e uma termelétrica em São Luís.

Segundo o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, só para a refinaria Premium, em Bacabeira, serão necessários 27 mil trabalhadores na fase de construção e montagem. Desse total, 22.600 vão passar por um treinamento. Na fase da construção vão ser utilizados 11.500 trabalhadores e 11.100 para a montagem da refinaria. ‘O Estado precisa correr atrás disso agora, fazendo parcerias com instituições que qualifiquem os trabalhadores, caso contrário, teremos que trazer gente de fora’ afirmou Gabrielli.

O Maranhão ganhou a preferência dos empresários porque encontraram aqui uma posição geográfica privilegiada nas regiões Norte e Nordeste do país. Mas ainda são necessários investimentos nas áreas de transporte, como a melhoria da malha viária e a ampliação do Porto do Itaqui.

Segundo a governadora Roseana Sarney, esses problemas serão resolvidos com a parceria entre o governo e as empresas.

Veja os valores dos principais investimentos por empresa:
- Refinaria Premium da Petrobras – R$ 40 bilhões;
- Ampliação da Alcoa, que produz alumina – R$ 5 bilhões;
- Fábrica de celulose da Suzano em Imperatriz – R$ 4 bilhões;
- Usina hidrelétrica em Estreito – R$ 3,6 bilhões;
- Termelétrica de São Luís – R$ 1,5 bilhão;
- Construção do atracadouro da Vale – R$ 4 bilhões;
- Construção da aciaria em Açailândia – R$ 300 milhões;
- Ampliação da fábrica da Ambev – R$ 144 milhões;
- Mineradora Arizona em Godofredo Viana – R$ 80 milhões;
- OGX vai procurar gás natural na bacia do Parnaíba - 60 milhões;

Comentário Nosso
Inegavelmente a chegada de investimento com o potencial destes anunciados hoje tem o poder de gerar expectativas e chances concretas de emprego e melhoria de vida para a população local. Há, no caso, um entrave histórico: a falta de qualificação da mão-de-obra maranhense. Com tal deficiência as melhores posições acabam indo para pessoas vindas de fora do estado. Ou se encara o problema de frente ou vamos ficar sempre com todos os impactos ambientais dos empreendimentos e apenas o rebotalho dos postos de trabalho.

sábado, 10 de outubro de 2009

Falta de Revisão Pode Suspender 1,5 milhão do Bolsa Família

Cerca de 1,5 milhão de beneficiários do Bolsa Família podem ter o pagamento suspenso a partir de novembro caso não apresentem dados para revisão cadastral do programa. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), dos cerca de 3 milhões de beneficiários que deveriam se recadastrar este ano, até setembro 1,7 milhão foram às prefeituras. O prazo termina em 31 de outubro.

Os beneficiários do Bolsa Família são recadastrados a cada dois anos, ou seja, em 2009, apenas parte dos cerca de 12 milhões de famílias precisam atualizar os dados. Para saber se precisa revisar as informações este ano, o beneficiário deve checar seu extrato de pagamento, onde o MDS incluiu avisos sobre a revisão de cadastro.

Quem tiver o benefício bloqueado em novembro terá que procurar a prefeitura e solicitar a atualização de seus dados para que o pagamento seja liberado, desde que mantidos os critérios de participação no programa. Quem não atualizar os dados até janeiro de 2010 terá o benefício cancelado.

Para as prefeituras, termina dia 31 o prazo para verificar a renda de cerca de 600 mil famílias que apresentaram dados diferentes no cruzamento com a Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2007, do Ministério do Trabalho, e as inconsistências apontadas em auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU).

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

É RIO 2016

É impossível prever quais serão os maiores atletas do planeta daqui a sete anos. Possível, sim, é saber em que palco eles vão brilhar: o Rio de Janeiro. Em uma sexta-feira histórica para o esporte brasileiro, os cariocas conquistaram em Copenhague o direito de sediar os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016. Até a cerimônia de abertura no Maracanã, serão mais de 2.400 dias. Tempo de sobra para viver intensamente cada modalidade, moldar novos ídolos e, acima de tudo, deixar a cidade ainda mais maravilhosa. Superadas as rivais Madri, Tóquio e Chicago, finalmente dá para dizer com todas as letras: a bola está com o Rio.

Quando o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Jacques Rogge, abriu o envelope com os cinco anéis olímpicos e anunciou a vitória do Rio, foram duas explosões simultâneas de alegria. Na Praia de Copacabana, a multidão que aguardava o resultado soltou o grito e começou a comemorar sob uma chuva de papel picado. Dentro do Bella Center, os integrantes da delegação brasileira repetiram a festa de forma efusiva. Sem conter as lágrimas, Pelé comandava a celebração, abraçando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o governador Sérgio Cabral, o prefeito Eduardo Paes e os esportistas da comitiva. Entre gritos e abraços, difícil era encontrar no auditório um brasileiro que não estivesse chorando.

Enquanto isso, no Air Force One, Barack Obama já voltava para casa, com as mãos vazias e uma decepcionante eliminação na primeira rodada. A população japonesa, em sua maioria contra a candidatura, pôde festejar a saída na segunda fase. Madri surpreendeu e avançou à final, mas não conseguiu emplacar duas Olimpíadas seguidas na Europa. E a vitória brasileira sobre os espanhóis na última rodada veio com sobras: 66 votos contra 32.

Na primeira fase, Chicago foi eliminada com apenas 18 votos. Madri liderou a primeira parcial, com 18, seguida por Rio (26) e Tóquio (22). A segunda etapa já teve o Rio bem na frente, com 46, contra 29 dos espanhóis e 20 dos japoneses, que saíram da briga.O Brasil, que lutava há mais de uma década pelo direito de sediar os Jogos, ganhou a disputa na lágrima, da mesma forma como costuma festejar suas conquistas em cima do pódio em competições mundo afora. Com uma apresentação marcada pelo tom emotivo nesta sexta-feira, o Rio deu a cartada final para convencer os integrantes do Comitê Olímpico Internacional a plantar o movimento olímpico na América do Sul pela primeira vez. A estratégia funcionou bem.



Com Informações do Globo Esporte

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Bastidores da Política

As Dúvidas de Paulo
Enquanto os colegas de bancada Afonso Manoel e José Lima já se desfiliaram do PSB e foram integrar partidos da base roseanista na Assembleia, o futuro do deputado Paulo Neto ainda é incerto. O partido ameaça tomar a vaga dos infiéis na justiça e Paulo Neto não sabe se encara correr o risco de perder o mandato. Outra opção seria continuar no PSB e apoiar um parente pra deputado estadual. Contudo a avaliação é que Paulo Neto tem menos chances de voltar ao parlamento estadual que Afonso e Lima, por isso as dúvidas de Paulo.

Vagner Rifado
Uma fonte ligada a Isaías informou que o ex-prefeito já teria decidido lançar a filha Isamara como candidata a deputada estadual em 2010, uma reunião em família, ocorrida durante o último final de semana, teria resolvido o nome. Ainda de acordo com a fonte, a dificuldade agora é convencer o destemido cunhado e ex-deputado Vagner Pessoa a aceitar a imposição.
Abacaxi de Caldas
Outro que enfrenta dificuldades é deputado brejense Marcos Caldas. Depois de rejeitada sua entrada no PT o deputado se depara com uma situação completamente inusitada: seu partido o persegue a tal ponto que formará coligação só na chapa de deputado federal, na tentativa de eleger o vereador de São Luis Lourival Mendes. Se ficar no partido Marcos Caldas não se elegerá se sair corre o risco de perder o mandato por infidelidade.

Nota 10
Sem ainda se decidir quanto a uma provável candidatura a deputado estadual, quem está sendo cortejado pelos partidos políticos é o ex-prefeito Magno Bacelar. Bacelar está deixando o DEM em busca de um partido mais afinado com o presidente Lula em nível nacional. Campeão de votos na última eleição que disputou (2º colocado em 1998, perdendo apenas para o poderoso presidente da Assembleia da época, deputado Manoel Ribeiro), Magno já foi convidado pelo PMDB, da Governadora Roseana, pelo PV de Sarney Filho, pelo PR da prefeita Danúbia e por outras legendas menores em busca de um grande puxador de votos. Nota Dez deve bater o martelo nos próximos dias.