Publicidade

Publicidade

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Exclusivo! Magno Fala Sobre Transição e Futuros Secretários

Magno e Danúbia Visitando o Sistema de Educação do Paraná em Novembro


Direto de São Paulo – onde se encontra acompanhando a ex-prefeita Danúbia, que passa por tratamento de saúde – o prefeito eleito Magno Bacelar conversou com o titular do blog e falou da transição e da montagem de sua futura equipe de governo.

Com relação à transição, Magno Bacelar lamentou a demora do início dos trabalhos, declarou confiar na equipe indicada por ele, que espera receber todas as informações necessárias para começar bem o seu governo e apontou a paralisação de serviços essenciais como principal preocupação no momento.

“Apesar do atraso da transição tenho confiança na nossa equipe, torço para que todas as informações sejam repassadas e que a prefeita que encerra seu mandato não penalize a população pelo resultado da eleição ou tente boicotar o início da nossa gestão para tirar proveito político”, disse Magno. “Neste momento mais do que apontar erros ou irregularidades do passado, queremos evitar que serviços essenciais como a saúde e os benefícios do Bolsa Família, por exemplo, sofram problemas de falta de continuidade. A prioridade é garantir a normalidade dos serviços públicos”, completou o prefeito eleito.

Sobre a formação do secretariado o prefeito Magno considerou natural a ansiedade e a expectativa, mas – lembrando de sua experiência de 3 mandatos anteriores como prefeito, pediu paciência adiantando que seus secretários serão escolhidos levando em conta critérios técnicos e políticos.

“É natural a expectativa, mas quero garantir que escolherei bem os meus auxiliares. Ouvindo os aliados e a sociedade, no momento certo anunciarei os nomes que levarei em conta a formação técnica para cada área, lealdade política ao nosso grupo e sensibilidade para ouvir o povo”, finalizou o prefeito Magno.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Urgente! Suspeita de Desvio de Equipamentos Públicos da Casa de Saúde em São Luís


O blog recebeu a imagem acima de um usuário da Casa de Saúde mantida pela prefeitura de Chapadinha em São Luís, na foto um carro particular é utilizado para retirar do local móveis e equipamentos que estavam no órgão.

A suspeita é de estariam sucateando a Unidade e retirando indevidamente equipamentos que foram adquiridos pela Secretaria de Saúde, mas que permanecem sem tombamento patrimonial.

O blog entrou em contato com o secretário de saúde Alan Monteles, mas até agora não teve resposta.    

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Com 1,2 Milhão de Alunos Governo do Estado Aumenta em 18% Número de Atendidos pelo Bolsa Escola


O Governo do Maranhão vai atender aproximadamente 1,2 milhão de crianças e adolescentes, na segunda etapa do programa Bolsa Escola (Mais Bolsa Família), que inicia no dia de 17 de janeiro. A ação, que visa promover mais dignidade ao ensino de alunos matriculados regularmente na rede pública, é realizada por meio da transferência de recursos para a compra de materiais escolares que lhes garantam condições mais adequadas de aprendizado.

Para atender a demanda de comprar dos beneficiários do ‘Bolsa Escola’, o Governo do Maranhão aumentou em cerca de 60% o número de estabelecimentos comerciais habilitados à venda dos materiais escolares contemplados pelo Programa Bolsa Escola (Mais Bolsa Família), para a segunda etapa da ação.

O número de estabelecimentos comerciais aptos a venderem os materiais escolares passou de 834 para 1.413 habilitados à comercialização dos produtos, a partir de janeiro. Também foi acrescido o número de estudantes atendidos pelo programa, foram 982.681 alunos beneficiados em 2016, número que chegará a 1.161.514 em 2017.

Para a execução do ‘Bolsa Escola (Mais Bolsa Família), em 2017, o Governo do Maranhão disponibilizou recursos da ordem de R$ 59,2 milhões, beneficiando aproximadamente 610 mil famílias maranhenses com a iniciativa. O valor do repasse também foi acrescido de R$ 46,00 para R$ 51,00 por filho matriculado regularmente em escola pública.

“É um programa de grande alcance social que, além de promover mais dignidade aos alunos da rede pública, eleva também sua autoestima porque eles passam a adquirir materiais escolares que, na grande maioria das vezes, não teriam condições de comprar”, afirmou Neto Evangelista, titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), órgão responsável pela execução do Bolsa Escola (Mais Bolsa Família).

A transferência do recurso aos beneficiários é disponibilizada em cota única, no início de cada ano, para a compra de material escolar. A retirada do benefício é feita por meio de um cartão de débito que, à medida que forem recebidos pelos beneficiários, são desbloqueados pelo órgão executor do programa. Os beneficiários têm até 90 dias para realizar a compra dos produtos nos estabelecimentos habilitados pelo Governo do Estado, nos municípios. Podem ser adquiridos todos os produtos com finalidade escolar.

A iniciativa é destinada a crianças e adolescente de 4 a 17 anos, contribuindo para a permanência dos alunos em sala de aula, e, consequentemente, a redução dos índices de abandono e evasão escolar.

Desenvolvido com recursos oriundos do Fundo Maranhense de Combate à Pobreza (Fumacop), o Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) concede uma espécie de 13º do Bolsa Família e amplia a rede de favorecidos do programa, já que não impõe limites de filhos por família.

sábado, 3 de dezembro de 2016

Levi Pontes e Flávio Dino Prestigiam 2º Dia da AGRITEC em Chapadinha.


Blog Alexandre Cunha.
O deputado Estadual Levi Pontes participou na manhã desta sexta-feira (2), da Feira da Agricultura Familiar e de Agrotecnologica do Maranhão (Agritec) que acontece em Chapadinha, desde ontem, dia 01, e se estenderá até amanhã, sábado (3).
Ao lado do Governador Flavio Dino e demais autoridades politicas Levi visitou estandes montados no pátio onde está sendo realizado o evento. 
Região do Baixo Parnaíba recebe a nona edição do evento, realizado desde 2015, que encerrou o calendário de atividades deste ano.
Ao fazer uso da Palavra o deputado Levi Pontes falou um pouco da mudança em que o setor da agricultura vem passado no Maranhão. “Com um país que se encontra em crise, e o Maranhão não se faz diferente disso, mas mesmo assim todas as atividades da sociedade o governo do Estado do Maranhão encontra se presente. E o que me encanta governador é saber que há poucos anos passados havia um desmonte na agricultura do Estado do Maranhão e agora tem um olhar todo diferenciado com o programa “mais produção” que envolve diversas secretarias em prol desse benefício”; destacou o Deputado. 
Que completou sua fala “O governador e sua equipe sabem que, sem a agricultura familiar, agricultura de subsistência não se pode desenvolver o estado do Maranhão, e por isso que damos as boas vindas e o povo de Chapadinha está de parabéns por receber mais essa feira”.
Vídeo: Levi fala ao público presente no evento:  
A Feira se consolida, cada vez mais, como principal espaço para troca de experiências e ampliação do conhecimento tecnológico em benefício dos agricultores familiares do Maranhão e já tem garantida mais cinco edições para o ano de 2017.
O governador visitou os espaços tecnológicos montados na megaestrutura da Agritec e constatou técnicas como o sistema de dessalinização que será utilizado no Programa Água Doce e as cisternas do Programa Segunda Água, além do funcionamento das casas de farinha.  As vitrines atraem muitos visitantes em busca de informações de como utilizar tecnologias de baixo custo, mas de grande eficiência para a geração de renda e desenvolvimento da agricultura familiar.
Em seu discurso, Flávio Dino enfatizou que a cidade de Chapadinha foi escolhida pela importância para a Região do Baixo Parnaíba. “A Agritec é importante porque significa que nós estamos aqui reunindo produtores para ter a oportunidade de tecnologia, de nós tratarmos experiências, cursos, eventos que são importantes para a capacitação da produção familiar”, destacou.
Durante o evento, o Governo do Estado entregou 18 kits do programa ‘Mais Feiras’, 260 forragedeiras para agricultores familiares beneficiários do ‘Mais Produção’ na cadeia produtiva da ovinocaprinocultura, mais de 1300 toneladas de sementes – por meio do programa ‘Mais Sementes – além de 11 carros que serão utilizados para dar apoio aos serviços de assistência técnica e extensão rural e fortalecer a infraestrutura da Agerp/MA, beneficiando os municípios do Baixo Parnaíba. 

De acordo com o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, a Agritec é uma política iniciada em 2015 e que leva conhecimento acerca de programas como Segunda Água e Cisternas, que durante décadas teve recursos garantidos para a implantação no estado mas, por falta de interesse de governantes do passado, nunca chegou a ser implantada de fato no Maranhão. “Nós cumprimos nossa meta de realizar 5 Agritecs em 2016. É uma política que veio para ficar porque leva conhecimento. Sempre digo com muito otimismo, fé e esperança: nós avançaremos”, sublinhou.
Novas edições
Flávio Dino falou dos investimentos milionários que estão sendo implantados para o desenvolvimento da agricultura familiar em todo o Maranhão e garantiu que em 2017 o Governo do Estado realizará mais cinco Agritecs em 2017 nas cidades de Paraibano, Barra do Corda, Santa Luzia, Itapecuru e Cururupu. “Para que esse trabalho continue, porque é um trabalho que está dando resultado”, enfatizou o governador.
O presidente Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Estado do Maranhão (Fetaema), Chico Miguel, destacou que as Agritecs são espaços democráticos onde os agricultores familiares trocam conhecimentos em tecnologia e vedem sua produção. “Hoje o estado está se aparelhando para o futuro, para que a gente possa, em breve, tirar o Maranhão do atraso, fazendo dele um grande celeiro da agricultura familiar para possamos deixar de ser dependente de outros estados no consumo”, realçou.
“Hoje a gente tem a Agritec que não existia, tem distribuição de sementes que nunca teve no nosso estado, tem tecnologia a disposição. E assim a gente vai melhorando a produção para que tenha mais comida e haja emprego, oportunidade de trabalho, que esse é o caminho principal para desenvolver o Maranhão. É a soberania popular em favor dos que mais precisam se traduzindo em políticas públicas para quem mais precisa com esse grande foco de elevação da produção”, completou o governador Flávio Dino.
Veja maias algumas fotos do evento, registradas pelo Blog Alexandre Cunha: 

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Levi Pontes Participa de Audiência e Reclama do Banco do Brasil de Chapadinha e Região

Deputado Levi ao lado do Superintendente do BB Kaobarg Júnior 

O deputado Levi Pontes / PC do B, participou da Audiência Pública realizada no Plenarinho da Assembleia, na tarde da última terça-feira (29), sobre o fechamento de agências do Banco do Brasil (BB), em São Luís, especificamente, a do Bairro Anjo da Guarda, e no interior do Estado.

Compondo a mesa dos debates ao lado de outros deputados, do Superintendente Estadual do BB, Ingo Kaobarg Júnior, do Diretor do Procon do Maranhão, Duarte Júnior, entre outros, o deputado Levi Pontes voltou a chamar atenção para o drama dos usuários do Banco do Brasil no interior do estado e especialmente em Chapadinha.

Em sua fala Levi Pontes questionou o atendimento deficiente das agências do BB por falta de funcionários e a falta de dinheiro nos caixas eletrônicos, principalmente em dias de feriados e finais de semana. “Como explicar essa situação que acontece nas agências do interior do estado”, disse o parlamentar.


Levi lembrou vários pronunciamentos que fez da tribuna da Assembleia sobre o drama dos que precisam de serviços bancários em Chapadinha e outros municípios do Maranhão. “Em 14 de dezembro de 2015 constatei e denunciei que por quatro finais de semanas seguidos o Banco do Brasil de Chapadinha deixou a população sem dinheiro disponível nos caixas eletrônicos” lembrou. “A situação, permanece praticamente a mesma”, reclamou o deputado.

Apesar de outros deputados terem narrado fatos parecidos o superintendente do Banco do Brasil insistiu na defesa do fechamento de Agências e se limitou a prometer melhorias no atendimento virtual (via Caixas Eletrônicas e Internet).

Ao fim da audiência, os deputados deliberaram pela formação de uma comissão de deputados das bancadas federal e estadual para ir à direção do BB, em Brasília debater o assunto e buscar alternativas.


Saúde: Magno x Danúbia e o Temor dos Erros Repetidos

Carro da Funerária, Foto da Denúncia de 2012

Noticiado como briga por espaço na futura gestão, o desentendimento entre um médico e uma enfermeira ligados ao grupo de Magno Bacelar teve como pano de fundo uma questão da mais alta relevância pública: a gestão da saúde.

A discussão via watshaap (grupo do Blog do Foguinho) teve início quando se debatia o comando da saúde no governo Magno Bacelar e o drama vivido no período de Danúbia Carneiro sobre o tema. O temor era de que fatos lastimáveis como transporte de doentes por carro de funerária,  descaso com pacientes e falta de medicamentos a roupa de cama voltassem a se registrar com a repetição de gestores daquela época na equipe da saúde que inicia seus trabalhos em janeiro.

O vereador eleito Júnior Carneiro/PV, irmão da ex-prefeita, participou do debate reconhecendo o drama da saúde de então como o principal fator de desgaste de Danúbia, que sequer chegou a disputar a própria reeleição em 2012. “Só acho que no período que minha irmã foi prefeita o que acabou com ela foi a saúde”, disse o vereador eleito. “Tenho certeza que Dr. Magno não vai cometer o mesmo erro”, finalizou Júnior Carneiro.  

Embora o debate tenha se perdido em meio a futricas, quem viveu aqueles tempos sabe que a preocupação com a saúde faz todo sentido e deve ser colocada acima de egos, expectativa de cargos, preferências pessoais e cores partidárias.   

Governo do Estado e Sistema SAF Realizam Agritec em Chapadinha

Governador Flávio Dino na Agritec de Santa Inês

O Governo do Estado, por meio do Sistema SAF, e parceiros abrem a última Feira de Agricultura familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec) de 2016. A feira começa nesta quinta-feira (01), na Av. Agostinho Ribeiro, bairro Areal, no município de Chapadinha, território Baixo Parnaíba. Prossegue até sábado (03).

O Sistema de Agricultura Familiar, Sistema SAF, é formado pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp/MA) e Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma).

Os parceiros na realização da feira são a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MA), prefeitura de Chapadinha e os movimentos sociais.

Os setores ligados aos movimentos sociais participantes são Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB), Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Maranhão (Fetaema), Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Na Agricultura Familiar do Maranhão (Fetraf-MA), Associação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas do Maranhão (Aconeruq) e Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

A Agritec integra um conjunto de ações para o desenvolvimento do setor rural em todo o estado. Tem o objetivo de levar conhecimento e acesso às novas tecnologias fáceis e de baixo custo aos agricultores familiares do Maranhão. Esta será a 9ª edição da feira e, só este ano, com a realização de quatro edições foram capacitados 6.255 agricultores familiares do Estado.

A feira já está no seu segundo ano. Em 2015, foram quatro feiras, realizadas nos municípios de São Bento, Caxias, Açailândia e Bacabal, capacitando ao todo 4.888 agricultores e movimentando R$ 3.085.404,20 em comercialização e contratos com instituições financeiras. Este ano já foram realizadas quatro Agritecs nos municípios de Codó, Grajaú, Zé Doca e Viana e deixou 6.255 agricultores capacitados, além disso a Feira movimentou R$ 8.681.581,43.

SERVIÇO:
O QUÊ: Início da Agritec do Território Baixo Parnaíba – Chapadinha;
QUANDO: No período de 1 a 3 de dezembro;

ONDE: Av. Agostinho Ribeiro, bairro Areal, em Chapadinha.