Publicidade

Publicidade

terça-feira, 24 de maio de 2016

Asfalto e a Adesão da Doce Ilusão



Longe da militância de internet de um lado e de outro, o cidadão comum observa calado os movimentos que Belezinha vem empreendendo com o objetivo de passar mais quatro anos à frente da prefeitura.

Mudanças de lado, aquisições de ex-adversários, asfalto e velhas promessas como a Rodoviária fazem parte do pacote já conhecido.

Só pra lembrar volto mostrar partindo dos mesmos blogs/rádios de sempre que o “tapete negro de ano eleitoral” ou “o mais pretinho de boca de urna” não são garantias de vitória.



Nas fotos vejam o estardalhaço com as obras do governo Danúbia, a qualidade do asfalto bem superior ao atual e o desfecho eleitoral de 2012 que todos conhecemos.   

Só se pode dizer que esse esforço de Belezinha começa a dar certo, com todo risco de um segundo mandato bem pior que o primeiro, se seus adversários pisarem feio na bola.  Com a palavra a oposição.    

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Belezinha Denunciada por Crime Ambiental Envolvendo a Júnior Construções

Denúncia de Agressão ao Rio Munim em 2014

Blogs do Maranhão inteiro repercutiram notícia oficial do Ministério Público Federal / MPF sobre processo que move contra Belezinha por crime ambiental cometido na Zona Rural de Chapadinha. O que a notícia não diz é que este não é o primeiro processo que Belezinha responde por degradar a natureza extraindo de forma predatória material de beira de rio. Outro detalhe interessante é que enquanto a Promotoria de Chapadinha aceita que a Loja Júnior Construções (Comercial Júnior) não pertence a Belezinha, na ação do MPF ela é responsabilizada e assume operação envolvendo a empresa na extração e comercialização de material. Deixo a Matéria do G1 e depois volto, em outro post, com informações de processos por crime ambiental que Belezinha é ré e também sobre a diferença de postura do MP federal comparada com o MP local.

“O Ministério Público Federal (MPF) denunciou a prefeita de Chapadinha – município localizado a 246 km de São Luís - Maria Ducilene Pontes Cordeiro (PRB), por crime ambiental ao explorar recursos minerais de forma irregular, por meio da extração de areia e cascalho. Segundo a denúncia, a prefeita permitia todas essas operações, mas não possuía licença ambiental.

O pedido de prisão feito pelo procurador regional da República, Ronaldo Albo alegou que fiscais do Departamento Nacional de Produção Mineral do Estado do Maranhão (DNPM/MA) identificaram atividades ambientais sem prescrição legal na localidade Santa Clara, em Chapadinha. Ainda conforme a denúncia, toda a produção era vendida para a loja de material de construção Comercial Júnior ao preço de R$ 36,00 por metro cúbico.

Ao se defender da denúncia, a prefeita afirmou que praticou o serviço de remoção de areia e cascalho em Santa Clara enquanto ainda possuía a licença ambiental, expedida pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema). No entanto, como os recursos minerais são bens da União, haveria a necessidade de autorização expedida pelo DNPM, que não foi expedida.

Durante a perícia ficou constatada a extração de 7.161,75 m³ de recursos minerais, cujo valor foi estimado em mais de 267 mil reais. Até o oferecimento da denúncia, não havia sido verificada nenhuma atividade de recuperação da área pela prefeita.

O pedido de prisão tramita no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília. Se condenada a prefeita Maria Dulce Pontes Cordeiro poderá cumprir pena que vai de um a cinco anos, além de multa.

O G1 entrou em contato com a prefeitura de Chapadinha para pedir posicionamento sobre a denúncia contra a prefeita da cidade e aguarda retorno. A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) foi contatada para confirmar se houve a concessão da licença à prefeitura de Chapadinha e até quando ela vigorou e aguarda respostas.


A reportagem do G1 também entrou em contato com a empresa de materiais de construção Comercial Júnior, mencionada na denúncia. Por telefone, foi informado que ninguém com permissão para falar sobre o assunto estava disponível”. (G1/Globo)

A Ação do Crime e a Reação das Forças de Segurança


Três ônibus foram incendiados no início da noite desta quinta-feira (19) na região metropolitana de São Luis.

Segundo informações do secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, os ataques tiveram início por volta das 19h30 na Vila Roseana Sarney, no município de Paço do Lumiar, e nos bairros da Cidade Operária e Liberdade, na capital.

“Confirmados nós tivemos apenas esses três primeiros ataques que foram na área de Paço do Lumiar, Cidade Operária e Liberdade em São Luís”, revelou o secretário de Segurança do Maranhão.

Ainda conforme o secretário, equipes especiais das Polícias Militar e Civil, além do Grupo Tático Aéreo (GTA) e o Serviço de Inteligência já foram acionados para tentar conter novos ataques em São Luís. “Nós já acionamos todas as polícias e isso inclui o pessoal da Civil e Militar, e mais o GTA e o Serviço de Inteligência para fazer a segurança”.

Por telefone, o assessor de Comunicação do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão (Sttrema), Ciro Mineiro, disse ao G1 que a ordem a partir de agora é recolher todas as frotas de ônibus que circulam em toda a região metropolitana da capital a fim de evitar novos ataques nesta noite. “A direção do sindicato se reuniu e achou melhor propor o toque de recolher em todas as linhas até no máximo dez horas da noite”, finalizou. (G1) 


Governo Reage
Nota Oficial
Os episódios de incêndios criminosos a ônibus estavam há mais de 17 meses sem ocorrer. Neste período, foi feita a opção clara de enfrentar as facções criminosas, resultando em sucessivas apreensões de grande quantidade de armas e drogas. Além disso, o Estado recuperou sua autoridade sobre o sistema penitenciário.

Tais medidas geram reações de vários tipos, entre os quais eventos como os de ontem.

Informamos que os bandidos que determinaram e executaram tais ações já foram localizados e sofrerão as penas previstas em lei.

Além disso, tranquilizamos a todos em face de grande mobilização das forças de segurança realizada desde ontem e que continuará hoje, inclusive no período noturno.

Alertamos que uma das técnicas dos bandidos envolve a disseminação de pânico por mensagens falsas via WhatsApp, exatamente para tentar mostrar força diante da firme ação do Estado.

Pedimos que as pessoas de bem não espalhem tais mensagens, baseando-se apenas nas informações e orientações emanadas das autoridades policiais.

O Governo do Estado tem investido muito no fortalecimento das nossas Polícias, com mais policiais, armas e viaturas. Esse processo é contínuo e progressivamente vai resultar no fim dessas ações de grupos de crime organizado que, infelizmente, atuam há muitos anos no Maranhão.


A força da lei, das pessoas de bem e da Polícia  vai vencer.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Dona de Tudo! Belezinha Só Precisa Comprar a Internet

Esse esforço que inclui obras de boca de urna, domínio da mídia, perseguição a quem critica e aquisição de antigos opositores com que Belezinha tenta dominar e enganar o povo, seria um golpe perfeito se não fosse um detalhe: a força da Internet.

Quando a prefeita diz que vai asfaltar 17 ruas vem um internauta e mostra que o asfalto de qualidade duvidosa vai cobrir alguns pedaços de ruas que não chegam a 100 metros cada. Todo dia tem gente denunciando com fotos que a Rodoviária nunca foi além da ordem de serviço. 

Enquanto a propaganda oficial fala da reforma de uma escola, vários outros prédios escolares desabando na Zona Rural são estampados via Redes Sociais. (Acima foto da escola do Povoado Conceição)

Enfermaria do HAPA
Além do abandono das escolas do interior, a qualidade das reformas recém realizadas com material fornecido pela Loja Júnior Construções (da família de Belezinha), que não resistem uma chuva, também não escapam da fiscalização do povo. Foi o que aconteceu com o teto de uma sala desabou na Escola Almada Lima. Na ocasião a imprensa foi impedida de entrar na escola, mas ficou o registro do trabalho de operários do lado de fora. (foto abaixo)

Na saúde, a imprensa de Belezinha cobra a conclusão do Hospital Regional e não diz palavra sobre a precariedade do HAPA, eis que surgem usuários de posse dos implacáveis smartphones a escancarar a realidade. “Sujeira pra todo lado, reboco caindo, falta de lençóis, aparelhos quebrados e péssimo atendimento são as marcas da Incompetência Administrativa”, lamenta o usuário que tirou e enviou as fotos no último sábado.


Libertária em sua essência e tecnologicamente incontrolável, a Internet vai continuar mostrando o que tanto os poderosos desejam esconder, frustrando gente que paga elogios e compra silêncio de alguns. Viva a Internet.     

Mais Fotos da Situação do HAPA e da Escola do Povoado Conceição







Homenagem: Levi Pontes Recebe Medalha do Mérito Militar


Os deputados Dr. Levi Pontes (PC do B) e Cabo Campos (DEM), o Coronel Marcos Pimentel e o Tenente Coronel Everaldo Santana, integrantes do Gabinete Militar da Assembleia, foram agraciados, nesta terça-feira (17), no auditório do Palácio Henrique de La Roque, com a medalha do Mérito Militar “Governador Luís Antonio Domingues da Silva”.  “É uma honra e um prazer receber essa homenagem e ver o reconhecimento do trabalho da gloriosa Polícia Militar”, afirmou o deputado Levi Pontes, que é militar reformado da PM.

O secretário Chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, presidiu a cerimônia representando o governador Flávio Dino (PC do B), que não compareceu por motivo de doença. O evento marcou o aniversário de 104 anos do Gabinete Militar, no Maranhão, criado em 1912 pelo então governador Luís Antônio Domingues da Silva. “Estamos aqui para demonstrar a nossa gratidão àqueles que prestam um serviço silencioso e eficiente ao governador e ao vice-governador e, consequentemente, ao povo do Maranhão, os militares do Gabinete Militar e os militares de um modo geral”, disse Marcelo.

Segundo o deputado Cabo Campos, a cerimônia de entrega da medalha do Mérito Militar é uma honraria muito grande e que engrandece ainda mais a instituição Polícia Militar. “É muito importante a sociedade reconhecer o trabalho desses homens e mulheres que dedicam suas vidas para nos proteger e, em especial, para proteger o governador e vice-governador do Maranhão por parte dos que integram o Gabinete Militar”, observou.

Coube ao Chefe do Gabinete Militar do Governo do Estado, Tenente Coronel Sílvio Costa Leite, abrir a cerimônia. Ele destacou o fato de, pela primeira vez, a medalha do Mérito Militar estar sendo entregue a militares escolhidos pelos diversos setores da Polícia, diferente de outros anos quando uma elite dos militares indicava. “Sentimo-nos uma grande família. Somos semeadores e temos muito orgulho da função que desempenhamos. Reconhecemos em nosso governador um verdadeiro líder, pois se preocupa com as atuais e futuras gerações”, ressaltou.

“Sinto-me muito feliz em ter meu trabalho reconhecido e o de outros militares que muito já fizeram e fazem pelo Maranhão”, declarou o Tenente Coronel Everaldo Santana, do Gabinete Militar da Assembleia. “É motivo de muita honra receber esta comenda”, acrescentou o Coronel Marcos Pimentel, também do Gabinete Militar desta Casa.



terça-feira, 17 de maio de 2016

Belezinha Nega Ser Dona da Júnior Construções e Promotoria Arquiva Denúncias

Belezinha Comandando Natal da Loja que Jura não Ser Sua

Um ofício da Promotoria de Justiça de Chapadinha em resposta ao vereador Marcelo Menezes / PRP sobre denúncias de fornecimento de material pela empresa Júnior Construções à administração municipal, mostra o quanto a prefeita Belezinha tem liberdade para agir como bem quer no trato da prefeitura, misturando negócios privados com a coisa pública, sem sofrer fiscalização.
Utilizando farto material fotográfico e de vídeo publicados por este o blog o vereador Marcelo fez a denúncia de que a empresa Menezes e Pontes & Cia (Júnior Construções) estaria fornecendo para a prefeitura, mais precisamente em obra da reforma da Escola Manoel José de Santana.
Pelo que se entende da resposta do Ministério Público de Chapadinha – apesar dos reiterados flagrantes em vídeo e fotos – um simples ofício de Belezinha bastou para que a promotoria determinasse o arquivamento de denúncia. “Em resposta ao nosso expediente, foi-nos enviados pela prefeita Municipal de Chapadinha, o ofício nº 025/2016-GAB de 02/02/2016, onde  gestora municipal (Ducilene Belezinha) informa que não pertence sob qualquer forma do quadro societário da empresa Menezes e Pontes & Cia. Afirmou ainda que o município de Chapadinha, na atual gestão, jamais adquiriu qualquer bem ou material da empresa acima referida”, relata a promotoria de Chapadinha.
Ofício da Promotoria de Chapadinha 
“Portando, observa-se que não se configurou como verdadeira a informação no blog referido (blog do Alexandre), nem a denúncia (do vereador Marcelo) endereçada a esta Promotoria de Justiça. Diante do exposto, resolvo promover o arquivamento desta Notícia Fato”, decidiu o Ministério Público.
No resumo da história a promotoria de Chapadinha acreditou que a loja não é da prefeita e que a Júnior Construções nunca forneceu material à prefeitura com base em mero ofício emitido pela própria gestora que seria alvo de investigação.
Enquanto toda cidade sabe que a loja Júnior Construções pertence a Belezinha e sua família e não há quem não tenha visto os carros da empresa desembarcando produtos em obras do município o Ministério Público com um ofício de Belezinha manda arquivar o caso. Veja o quadro de fotos abaixo. 
Comparando, é como se os procuradores da Operação Lava-Jato tivessem desistido de investigar o Petrolão - na fase inicial - com base em um ofício da Petrobras assegurando honestidade em todas as operações da estatal.
Essa é a fiscalização que temos.    
Fotos em Diversas Obras e Até Nota de Entrega Evidenciam Negócios entre Loja de Belezinha e Prefeitura 
Nota de Entrega ao HAPA
  
Obra da Praça da Bíblia

Escola do Povoado Conceição 

Escola Amélia Mendes
    

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Ao Lado de Levi, Flávio Dino Confirma Participação em Campanhas de Aliados


O Partido Comunista do Brasil (PCdoB), do Maranhão, promoveu neste sábado (14) encontro com os presidentes municipais da legenda e pré-candidatos a prefeito e vereador nas eleições de 2016. O evento, realizado na Assembleia Legislativa, foi comandando pelo presidente estadual do partido, Márcio Jerry, e contou com a participação do governador Flávio Dino.

O encontro contou com a participação de lideranças de todas as regiões do Maranhão e serviu como importante espaço de diálogo e alinhamento de diretrizes e ideologias das políticas do PCdoB para o estado. Na ocasião, além do debate acerca do posicionamento político do partido na conjuntura estadual e nacional, os pré-candidatos participaram de palestras sobre regras eleitorais, propaganda política, redes sociais e espaço destinado para sanar dúvidas.

Em sua fala o governador Flávio Dino criticou o modelo de financiamento empresarial de campanha. “O modelo tradicional de financiamento da política também deu errado no Estado. Basta olhar a quantidade de gente inelegível pelo resto da vida. Por causa de tanta conta rejeitada, tanto processo, tanta coisa. E a gente não pode repetir isso. Porque depois quem paga em primeiro lugar é a população”, disse o governador.


Flávio Dino finalizou seu discurso realçando que apoiará os pré-candidatos do partido, participará de caminhadas e a maior ajuda que dará para o PCdoB será governar bem o Maranhão. “Tenham a certeza que vale a pena. Vale a pena a gente fazer bem feito, o melhor, se dedicar a uma causa, se sacrificar por ela, a gente olhar aos mais pobres como iguais, a gente se indignar com as injustiças, sentir como nossas as dores alheiras, ter respeito autêntico pelos outros, acreditar numa política diferente, ser combatente da causa da justiça, acreditar no Maranhão e no Brasil, viver para transformar, vale a pena”, finalizou.