sábado, 23 de maio de 2015

Arca da Muié, Blitz, Árvores Malditas, Secretários Duplos e Outras Notas


Arca da Muié
Dois comentários implacáveis sobre a matéria da “Arca da Muié”: muita gente querendo (inbox e pelo zapzap) saber quem era o “aliado do outro lado” que o Aluízio visitou a revelou o plano e também por redes sociais um amigo comum disse que o dono da rádio não deve se preocupar em encher Arca da Muié porque se essa afundar ele já mostrou que sabe entrar em outra barca, na boa. Será?

Blitz e Canalhice  
Como fiscalização sempre incomoda e o número de pessoas andando de forma irregular no trânsito em Chapadinha é pra lá de elevado, os blogs, secretários de Belezinha e demais viúvas do Sarney tentam inflar insatisfação contra Flávio Dino porque a operação é feita pela Polícia Militar. Se a prefeitura prefere o trânsito sem regras e com elevados índices de acidentes não deveria ter participado da ação com seus agentes de trânsito.

Blitz e Paz no Trânsito
Exploração canalha a parte, os governos municipais, estaduais e federal têm é que fazer cumprir a lei e com mais fiscalização e menos velórios por mortes no trânsito a sociedade saberá reconhecer.   

Árvores Malditas
Circula nos blogs governistas um texto sem assinatura e com pretensão de trabalho científico que tenta justificar a arrancada das árvores da Praça da Bíblia. O curioso que todo o “lereado” taxando as figueiras de “árvores do mal” não diz uma palavra sobre a transferência de planta do mesmo tipo que gerou ameaça prisão e multa (de até um milhão) ao Inaldo, depois de ele substituir (no Abriga Central) o irmão da Prefeita, em cumprimento a ordem do TJMA.

Secretários Duplos
Mesmo alguns blogs desavisados tirando onda do processo do MP contra Danúbia e ex-secretários o governo Belezinha tem muito pouco a ganhar com o fato por dois motivos principais: a prefeitura continua pagando a Gratificação Especial de Desempenho aos atuais secretários, incluindo a Irmã da Prefeita que chegou a faturar 11 mil reais por mês e boa parte dos ex-secretários de Danúbia já estão no grupo e nas secretárias de Belezinha a base das mesmas GED.

Secretários Duplos 2
Só pra se ter uma idéia da duplicidade de nomes entre os secretários municipais William Fernandes (atual de comunicação e ex de cultura do governo Danúbia), Zezinho Lima (ex e atual de trabalho e renda) e Maria Coelho (adjunto de Danúbia e secretária de educação de Belezinha), são alguns dos nomes constantes na lista do processo do MP contra a ex-prefeita Danúbia. Há, ainda, outros secretários de Danúbia prestando serviços e bem colocados no atual governo e desempenhando funções no grupo de Belezinha.

Danúbia pra Belezinha, Efeito Orloff: Eu Sou Você Amanhã
O processo contra Danúbia também é mau presságio pra Belezinha porque também existem representações contra ela não só por pagamento de gratificações supostamente indevidas, mas também pela nomeação das duas filhas para seu gabinete enquanto moram em São Luís, no que ficou conhecido como Nepotismo Fantasma, que o Ministério Público agora fica desafiado a enfrentar.  

Foto: Foguinho

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Irmão Gomes Participa do 1º Encontro de Superintendentes Regionais

Irmão Gomes e Levi Pontes

O Superintendente Regional de Articulação Política do Baixo Parnaíba, Irmão Gomes, participou na manhã de hoje de seu primeiro ato como integrante do governo Flávio Dino, no 1º Encontro de Superintendentes Regionais, que aconteceu no Palácio dos Leões.

Além dos Superintendentes de Articulação das 31 regionais o encontro contou com a presença do Governador Flávio Dino, do Secretário da SEAP, Márcio Jerry, além de deputados estaduais e outros secretários de estado.

O evento – segundo o governo do estado – tem o objetivo de assegurar suporte às ações, programas e atividades governamentais nas regiões e acompanhar a execução de políticas públicas, fortalecendo a participação popular no processo de monitoramento e controle social, além de articular e mobilizar o poder público e a sociedade civil local em torno da agenda governamental.

Governador Flávio Dino com Superintendentes 

Ouvido por nossa reportagem Irmão Gomes destacou o novo momento da política estadual e ressaltou a importância das superintendências. “O Maranhão vive um momento ímpar, um momento primoroso, onde o governo busca aproximação com o povo e estas superintendências servirão muito pra isso. Vai ser uma presença constante do governo Maranhão a fora. Nossa região que é uma região carente, no Baixo Parnaíba nos teremos condições de acompanhar mais de perto questões como o melhoramento do IDH”, declarou o superintendente Gomes.

Também presente no encontro o deputado Levi Pontes faz questão de reafirmar o compromisso da Assembleia com a descentralização das decisões políticas. “É importante que a Assembleia Legislativa participe desse processo de descentralização para que possamos ajuda-los no sentido de fazer esse elo entre os municípios e o governo, aproximando muito mais o governo do povo, ouvindo as reais necessidades do povo”, defendeu Levi Pontes.


O Encontro de Superintendentes Regionais prossegue por toda a tarde de hoje com capacitações, debates e oficinas de trabalho.  

Vídeos de Irmão Gomes e Deputado Levi Pontes



MP Confirma Processo Contra Ex-Prefeita e 38 Secretários, Danúbia Nega Irregularidades


Conforme o blog atencipou ontem, o site do Ministério Público trouxe hoje mais detalhes sobre o processo que move contra Danúbia e outros 38 ex-gestores de Chapadinha. Abaixo a matéria do MP, em seguida a palavra da ex-prefeita sobre o caso.

“O Ministério Público do Maranhão (MP) ajuizou Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa contra a ex-prefeita de Chapadinha Danúbia Carneiro e 38 ex-secretários municipais de sua gestão, requerendo, liminarmente, a determinação do ressarcimento do valor de mais de R$ 1,2 milhão aos cofres públicos.

A ação foi motivada pelo recebimento indevido pelos ex-secretários da Gratificação Especial de Desempenho (GED, criada pela Lei Municipal nº 1.083/2009, sancionada em janeiro de 2009 pela ex-prefeita).

Originalmente, a bonificação era destinada somente a servidores municipais comuns. Entretanto, a vantagem foi estendida a todos os titulares das pastas da gestão de Danúbia Carneiro, que administrou o município entre os anos de 2009 e 2012.

LEGISLAÇÃO – Segundo o representante do MP, a extensão da GED a todos os ex-secretários municipais desrespeitou a Lei Orgânica do Municipal e as Constituições Estadual e Federal, que determinam que secretários municipais só podem receber como remuneração o subsídio mensal fixado pelas respectivas Câmaras de Vereadores.

Ele explica, ainda, que os subsídios de secretários municipais devem ser pagos em parcela única, sem acréscimo de qualquer outra espécie de vantagem.

“A ex-prefeita desrespeitou, tanto as normas constitucionais, quanto a municipal, determinando o pagamento da gratificação a trinta e oito ex-secretários municipais, de forma ilegal e indevida”, afirma o promotor.

Entre os ex-gestores que receberam indevidamente a GED, chamam a atenção os casos da ex-secretária de Saúde e Saneamento, Maria José Pereira Coutinho, e da ex-secretária adjunta da pasta, Marize Bacelar Nunes Pereira. As duas ex-gestoras receberam R$ 172 mil e R$ 102 mil, respectivamente.

PEDIDOS – Para possibilitar o ressarcimento aos cofres municipais, o Ministério Público do Maranhão requer que seja determinado o bloqueio de todas as operações bancárias sob o nome dos 38 ex-secretários.

Também solicita que o mesmo seja realizado quanto à ex-prefeita Danúbia Carneiro do valor total desfalcado do Município de Chapadinha, no valor de R$ 1.278.596,22, para garantir a eventual incapacidade econômica dos ex-secretários para ressarcimento.”

Danúbia Nega Irregularidades
Ouvida pelo blog, a ex-prefeita Danúbia Carneiro disse que os pagamentos feitos aos secretários de sua gestão basearam-se na legislação vigente e em parecer de seu setor jurídico, que no curso do processo vai provar que os pagamentos não foram ilegais e garantiu nada temer. O blog não conseguiu ouvir as duas ex-secretárias citadas.


quinta-feira, 21 de maio de 2015

Belezinha Assume “Arca” e Promete Apresentar Aquisições em 20 Dias



Falando abertamente e sem a menor cerimônia em propostas, ajudas, contratos, obras, citando nomes e marcando dia para apresentação dos cooptados, a dupla Aluízio e Belezinha assumiu – durante entrevista ao programa Direto ao Assunto, da Rádio Mirante – o projeto da construção de uma Arca para aliciar opositores e aumentar seu grupo político.

Depois que o apresentador do programa (Léo Castro) disse: “tomara que a Arca da prefeita encha que nem a de Noé”, o secretário Aluízio Santos contou como surgiu o termo.  Aluízio confirmou ter falado em Arca durante conversa na casa de alguém que definiu como “aliado do outro lado”. “Nós estamos convidando para um grande projeto, a construção de uma grande Arca”, disse Aluízio, alegando ter se inspirado na Bíblia.

Ainda citando a Bíblia, Aluízio prenunciou que aqueles que não aceitarem entrar na Arca morreriam afogados. “Você ver que Noé passou 100 anos construindo a Arca e convidou todo mundo.  Aqueles que não foram morreram todos no dilúvio”, completou.

De acordo com Aluízio, dentro de 20 dias ele e Belezinha apresentarão as novas conquistas do grupo. “Daqui uns 20 dias vocês vão tá convidados para um grande momento que nós vamos fazer na história de Chapadinha, onde nós vamos convidar uns que estão construindo essa Arca conosco e outros que tão vindo já e que eu acho importante apresentar todos para a sociedade de Chapadinha logo”, anunciou. 

Aluízio também declarou que pretende fazer tudo para evitar desgaste aos que mudarem de lado. “Quando chega trinta dias para ter as convenções eu corro atrás de um aliado e de uma pessoa e sai aquela história fulano comprou fulano (...) então a gente tá trazendo as pessoas, fazendo proposta de ajudar, pra ajudar a construção dessa Arca, deste projeto de desenvolvimento (...) porque é chato você chegar ali 30 dias pra campanha você convidar alguém pra vir fazer parte, ai você queima a pessoa perante a sociedade de Chapadinha”, finalizou Aluízio.

Entre risadas e confissões despercebidas, Belezinha abre sua temporada de compra e eu – pare evitar blasfêmias – retiro o termo “Arca de Noé” e conto 20 dias para ver quem vai ter coragem de se assumir mercadoria e colocar a cara na “Arca da Muié”. 

MP Promove Ação Contra Danúbia e Ex-Secretários


O promotor Douglas Nojosa acaba de entrar com uma Ação Civil Pública contra a ex-prefeita Danúbia Carneiro pelo pagamento de gratificações a ex-secretários consideradas ilegais. A ação também cobra devolução de recursos a pelo menos 30 pessoas, entre antigos secretários e adjuntos fazem parte da lista.

Em Instantes mais detalhes. 

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Enquanto Eles Mentem... Este Blog Prova Denúncias com Documentos


Ouvi trechos da entrevista que a prefeita Belezinha e o secretário Aluízio concederam na tarde de hoje à Rádio Mirante e pude constatar que este blog continua pautando o debate político local e exercendo o papel de contrapor o governo municipal a ponto de ser repercutido por toda a mídia governista incluindo rádios e TVs.

Belezinha e Aluízio falaram dos tapumes, defenderam a derrubada das árvores que passaram a ser consideradas daninhas e assumiram a “Operação Arca de Noé”.

Vamos tratar detalhadamente de cada assunto e se possível disponibilizar áudios para humor dos internautas, mas por hoje republico documento que deixa claro que a planilha da obra da Praça da Bíblia aponta despesa superior a 25 mil reais com tábuas que não agüentam uma chuva.

Em sua declaração Aluízio disse que os 25 mil reais seriam resultado de uma noite mal dormida (talvez do vereador Manin Lopes / PT que denunciou o fato em primeira mão ou do blogueiro Alexandre Pinheiro, que publicou os documentos).


Aluízio ainda declarou (pasmem!) que todas as informações sobre a obra estão em uma placa colocada no local. Veja abaixo a placa do secretário com o valor de 277 mil por uma reforma e o documento apresentado pelo blog que mostra como - de despesa em despesa superfaturada - a obra chegou a tal valor e tire sua conclusão sobre quem precisa dormir direito e quem deve parar de mentir acordado.     



Saúde: Levi Pontes Defende Aluguel de Prédio e Fala Sobre Críticas por Interesses Contrariados


O deputado Levi Pontes / Solidariedade ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (20), para defender o governo a respeito do prédio alugado na Avenida dos Holandeses pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).  

Levi Pontes informou que o prédio alugado vai abrigar a Secretaria Adjunta da Atenção Primária à Saúde com os departamentos de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente, do Idoso, de Estratégia do Programa de Saúde da Família.

De acordo com Levi, o prédio também vai abrigar os departamentos de Saúde Bucal, de DST/Aids e Hepatite Viral, o Programa dos Mais Médicos, Sala de Situação, o Sistema de Informação e da Atenção Primária e da Política e Equidade.

O parlamentar informou ainda que o prédio abrigará mais a Segunda Secretaria Adjunta e a de Vigilância em Saúde, com os departamentos de Vigilância Epidemiológica, Vigilância Ambiental, Vigilância em Saúde do Trabalhador, Vigilância Sanitária.

INTERESSES CONTRARIADOS
Conforme Levi, também vão funcionar no prédio alugado pela SES o Programa Leite é Vida, a Coordenação das Unidades Gestoras Regionais de Saúde, os Setores de Endemias e, por último, a Comissão Setorial de Licitação do Governo do Maranhão.
Ao ouvir as críticas da Oposição, Levi Pontes ficou surpreso com a deputada Andréa Murad (PMDB), que apesar de só conhecer o prédio por meio de fotos, alega não suportar os ambientes da saúde.

Na ocasião, Levi revelou que o prédio foi alugado por R$ 43 mil e o dono resolveu não mais alugar o imóvel para a SES, pois não recebeu o vencimento de outubro, novembro e dezembro de 2014.

Na avaliação de Levi, é importante alugar um prédio numa avenida que fique perto de tudo, pois possibilita maior mobilidade para a população acessar os serviços básicos de saúde.

“Não creio que existam outros interesses por trás disso. Quando se fala em alugar um prédio, sempre lembramos do prédio do Edinho Lobão. Talvez alguns interesses estejam sendo contrariados”, disse Levi.

Agência Assembleia