quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Belezinha: Relatório do INCRA Desmascara Propaganda Enganosa Sobre Estradas

Trecho Entre Chapada Limpa e Santana em 26/01/15

Enquanto o governo municipal enche a boca pra dizer que fez estradas de qualidade e com recursos próprios, a realidade mostra que além de péssimas e custeadas com dinheiro da União ou do Estado, há fortes indícios de desvio de recursos como sugere um relatório do INCRA sobre convênio anunciado como a última maravilha em termos de estradas do interior.

A qualidade das obras pagas por órgãos estaduais e federais e tocadas por empresas ligadas a Belezinha são sistematicamente reprovadas pelos moradores por relatórios oficiais como o que foi divulgado pelo vereador Manin Lopes / PT em 2014, que aponta claros sinais de desvios de verbas e corrupção.

Campanha Eleitoral: Inácio e Belezinha "Inaugurando" Estrada do Maceno 

No dia 21 de setembro de 2014 o então candidato a deputado estadual Zé Inácio (ex superintendente do INCRA) visitava a localidade Maceno acompanhado de toda a cúpula do governo Belezinha, dando a obra como concluída.

Quatro dias antes da visita eleitoral, em 17 de setembro, os engenheiros do INCRA, Djalma Furtado de Mendonça Neto e Elpídio Régis Neto, em companhia do engenheiro da prefeitura Edvaldo Paz Nunes estiveram na mesma estrada e constataram um quadro muito diferente do anunciado pelo executivo municipal.

Recorte do Relatório do INCRA, Clique pra Ampliar

Estrada Costela de Vaca
Na primeira parte examinada pela equipe do INCRA, da BR 222 à Localidade Maceno (mesmo local do evento político), o relatório é demolidor contra o discurso oficial. “O trecho apresenta condições semelhantes às da época em que foi legitimado (o convênio), já com “costela de vaca” no seu leito estradal, material de revestimento com pouca piçarra e alto teor de finos. Essas deformações decorrem da falta de capacidade de suporte da estrada, conseqüência da carência de material laterítico no revestimento primário e ausência de compactação com equipamento adequado, no caso, rolo compactador”, diz o relatório do INCRA, em linguagem técnica, para evidenciar a enganação.     

Ainda no relatório de vistoria técnica sobre o convênio entre prefeitura de Chapadinha e INCRA, consta a falta de transparência na ausência de placas informativas e que a empresa contratada pela prefeitura deixou de fazer bueiros e pontes previstos no contrato. “Em relação ao que pode ser visivelmente detectado, notamos que a placa da obra não foi instalada, que não houve compactação com rolo, que o nível da estrada está abaixo do terreno natural, que não foram executados os envalamentos e saídas laterais, que a plataforma está sem conformação, que as jazidas encontraram-se ao lado da pista (dentro do trecho), que não houve construção e nem recuperação de bueiros e que não houve recuperação da ponte prevista em planilha”, conclui o relatório.

Trecho 2: Mesmos Vícios
Ainda na parte do relatório a que o blog teve acesso, no segundo trecho, 15 quilômetros do Maceno à Chapada Limpa, o INCRA aponta as mesmas irregularidades. “Do povoado Maceno até o início da Reserva Extrativista Chapada Limpa, o trecho apresenta os mesmos vícios constritivos dos relatados no trecho 1”, registra o relatório oficial do INCRA.

1,2 Milhão Liberado e Nada de Estradas

Outros Trechos: Nada Foi Feito
Conforme relato dos presidentes de associações e a presença do titular do blog (no dia 26 de Janeiro de 2015) confirma, no restante do percurso contemplado pelo convênio nada (absolutamente nada) foi feito. Da Chapada Limpa ao Povoado Santana (10 Km) nenhuma obra existe; da Santana ao Povoado Laranjeira (18,5 Km) continua como há décadas; da Laranjeira ao Povoado Arrodeio (10 Km) nem raspagem houve; da Tiririca ao Cercadinha (4 Km) da mesma forma não teve obra e; por fim, completando os 85,86 Km contratados, nos 13,33 Km da Laranjeira ao Juçaral nenhuma pá de piçarra foi colocado.

R$ 1.121.646,19 Pagos e Nada de Estradas
Ainda de acordo com o relatório do INCRA foram liberados R$ 1.121.646,19, cerca de 45,93% dos 2.591,646,19 previstos e o que se verificou por relatos de moradores, visita ao local e relatório foram obras pessimamente feitas, recursos aplicados ninguém sabe com o que e promessas abandonadas.    

Em tempo: com este post, o blog fecha a série de três matérias sobre este convênio do INCRA e até o momento ninguém da prefeitura se manifestou sobre o assunto. Abaixo mais fotos.     

Depois do Povoado Estrela/ Areia onde deveria ter Aterramento

Ladeira do Chapada Limpa 1/Risco de Cortar a Qualquer Momento

Estrada Sem Piçarra / Trecho Considerado Concluído

Buraco na Cabeceira da Ponte

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Servidores do Estado Recebem Dia 31


O governador Flávio Dino determinou o pagamento dos servidores para o próximo sábado (31). Previsto para o dia 3 de fevereiro, o pagamento ainda no mês de janeiro beneficiará cerca de 112 mil servidores ativos e inativos.
“Após adotarmos medidas austeras como a reduzir os gastos com custeio da administração tivemos condições de garantir o pagamento ainda no mês trabalhado. Conforme asseguramos antes, sempre que o governo tiver disponibilidade financeira vamos realizar o pagamento dos servidores no mês trabalhado. A valorização dos servidores públicos é um compromisso de nossa gestão”, disse o governador.
O governo passado deixou saldo de R$ 24 milhões em caixa e uma dívida de cerca de R$ 1,3 bilhão, com uma grande parcela dos pagamentos vencidas e outras vencendo neste mês de janeiro. Ainda assim, após a determinação do governador de contingenciamento de 30% do custeio do tesouro, a redução dos contratos vigentes e a melhor aplicação dos recursos públicos, 112 mil servidores receberão os salários no dia 31 de janeiro.
“A antecipação só foi possível devido ao corte de 30% do custeio e revisão dos contratos determinados pelo governador Flávio Dino”, Explicou a secretária Cynthia Mota (Planejamento).
Entre os servidores que compõem a estrutura da administração estadual, são 74 mil são ativos – entre efetivos, comissionados e temporários das administrações direta e indireta – e 38 mil inativos, considerando aposentados e pensionistas.

De acordo com o secretário Felipe Camarão (Gestão e Previdência) o calendário divulgado anteriormente permanece inalterado. “Sabemos da importância do servidor para a garantia dos serviços públicos com qualidade à população e a diretriz do governador Flávio Dino é que todos os esforços sejam feitos para que possamos pagar os vencimentos no mês trabalhado. No entanto, não podemos antecipar com precisão a estimativa de receitas do Estado e isto faz com que haja necessidade de mantermos, por enquanto, o calendário de pagamento previamente divulgado”, disse.

Marca do Novo Governo


Ao lado dos secretários adjuntos, Ribamar Praseres e Marco Aurélio Oliveira, o secretário de Estado de Comunicação Social, Robson Paz, apresentou à imprensa na tarde desta quarta-feira (28), no auditório do Palácio dos Leões, marca e slogan da nova gestão do Governo do Estado.


Pela figura do mapa do Maranhão colorido com as cores da bandeira maranhense e nacional simultaneamente como unidade da federação, apresenta-se a ideia de um governo plural feito para todos os maranhenses.

Portal Gaditas

Sobre a Saúde do Padre Neves...


Para evitar especulações sobre o estado de saúde do Padre Manuel Neves, assim como acontece com a professora e líder sindical Neldan Araújo – além de todas as orações e pensamentos positivos quanto à recuperação de ambos - o blog adota idêntica postura de só divulgar informes oficiais da paróquia (no caso de Neves) e da família (com relação a Neldan).

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Paróquia Confirma Agravamento da Saúde de Padre Neves

O Padre Casimiro João usou sua página da rede social Facebook para confirmar a gravidade do estado de saúde do Padre Manoel Neves e para pedir orações pelo restabelecimento do líder da Igreja Católica de Chapadinha.

“Amigos e paroquianos, tenho a confirmar as notícias que estão circulando sobre a saúde de nosso vigário padre Manoel Neves. Conforme telefonema da enfermeira SOFIA SILVA nesta tarde, nosso vigário fez uma cirurgia para tirar ácido úrico, porém, após a mesma ele não acordou mais e presentemente encontra-se nos cuidados intensivos só ligado às máquinas, mas está desacordado” comunicou o Padre Casimiro . 

“Convido todos que lerem para rezarmos o santo terço amanhã na igreja matriz às 06.h da manhã junto com as mulheres do TERÇO. E após o terço a santa missa na intenção da saúde do P.Neves. Obrigado a todos” finalizou o sacerdote. 

Moradores de Assentamentos Denunciam Abandono de Obras e Estradas Mal Feitas


O INCRA destinou, em outubro de 2013, cerca de 2 milhões e Meio de Reais (R$ de 2.441.646,19), para construção de estradas em assentamentos de Chapadinha, quando o então superintendente do órgão Zé Inácio era pré-candidato a deputado estadual. Depois de o candidato eleito com apoio de Belezinha na maior parte das estradas nada foi feito e onde tem algum serviço, moradores  e lideranças comunitárias questionam a qualidade das obras.

Em vídeo gravado no gabinete do vereador Manin Lopes / PT, em novembro de 2014, vários foram as reclamações de descaso e abandono feitas por moradores.

Antonio Viana da localidade Cercadinho diz que andaram por lá só prometendo fazer, mas que até o momento nada foi feito. “Estamos vendo o inverno chegar e nós ficarmos na mesma que estávamos sempre, na dificuldade pra sair e vir pra cidade”, disse o agricultor indagando onde está o dinheiro (se o gato comeu!). Veja os depoimentos completos no vídeo abaixo.

Presidente da Associação do Cercadinho, o senhor Francisco Nascimento, repete a avaliação de Antonio Viana e reivindica: “Já tá completando ano e nossa faixa tá do mesmo jeito. Então eu quero saber como vai ficar essa situação”, reclama o líder comunitário.

Falando em nome da comunidade Paiol, Antonio Cunca (que também é presidente da associação de moradores) disse que a estrada já foi dada como concluída, mas questiona a qualidade do serviço. “No nosso povoado a estrada está como concluída, mas de uma péssima qualidade, porque tem lugar que empresa apenas raspou, não botou nada de material e onde precisava de tubulação ela (a empresa) também não colocou”, revelou o morador, acrescentando que do jeito que está tem um trecho que alaga em até 150 metros de extensão e, por fim, indaga se vai ficar deste jeito mesmo.

Seguem os Relatos:
“Na estrada do Pai Gonçalo só foi espalhado o barro. O que eles têm colocado muito é barro nessas estradas e nós sabemos o barro na chuva o que ele faz é virar massapé”, disse o produtor rural Raimundo do Oh.

“Estou aqui querendo saber o motivo e o que está atrapalhando essa estrada ligando da Santana e até o povoado Rodeio” (...). Tivemos em uma reunião, dia 31 (de outubro de 2014), com o Renê do INCRA ele disse que metade do dinheiro tinha sido liberada e nem a metade da estrada tava feita”, relatou Antonio Aceudânio da comunidade de Santana.

“Eu fiquei sabendo sobre a estrada que é um recurso do governo federal via INCRA e prefeitura é que o Rogério Baiano (Empreiteiro) que é o chefe da obra, disse que ele não vai concluir a estrada porque não tá saindo dinheiro e se a prefeita quiser fazer obra ele disse pra ele fazer por conta dela”, contou o líder da Reserva Extrativista da Chapada Limpa.

Novela Continua
A manhã você vai ver fotos recentes das localidades, ficar sabendo como se encontram as estradas que deveriam estar prontas e todos os detalhes de um relatório oficial do INCRA sobre o convênio. Não Perca!       


Veja o Vídeo Completo

Bebelu Brincando...


Não Entendeu? Então clique aqui e aqui