sábado, 19 de agosto de 2017

A Oposição Entre a Gangorra da Futilidade e o Xingamento Venal


Passados quase 8 meses desde a posse do Magno, ainda estou esperando a oposição confrontar o governo com alguma coisa que valha um bom debate ou que desperte a atenção do povo com seriedade, mas viro pra todo lado e só vejo insulto, polêmicas fúteis e nos bastidores o que mais tem são xingadores se oferecendo pra entrar no estafe da prefeitura.

Estes últimos dias uma foto do prefeito com uma celebridade e a retirada de um parquinho que perturbava missas viraram questão de vida e morte ou salvação municipal em blogs e nas redes sociais.

Contra a sensata providência de garantir o silêncio na Matriz, apelaram até para o estado laico como direito de perturbar celebrações e cobraram imediata colocação do parquinho em outro local que ainda precisa ser escolhido e preparado para receber os equipamentos. Se isso não for a baboseira brincando na gangorra da desimportância, me chamem logo e Estado Islâmico!!!!

E a foto do Magno com a Sabrina Sato na Cabana do Sol? Bom, sem floreio, digo que assim como o detalhe de a empresária Belezinha preferir um churrasquinho divido com três começais no Retorno da Forquilha não teve relação com o fato de ela ter deixado de pagar Abono ou 13 horas para professores, o salário em dia dos servidores não corre risco algum com o médico e pecuarista Magno Bacelar almoçando onde pode pagar desde antes de ser prefeito (de Aldeias Altas, nos anos 90). Ah, a fato com a Sabrina Sato é uma questão de gosto, tietagem simples que não combina com blog que se pretenda sério.

Já aqueles valentões do Rádio e do Facebook, eles são figurinhas carimbadas, ouvintes e leitores os conhecem faz tempo, sabe bem que emprestaram a boca suja pra todos os governos passados e o que está em jogo agora é se eles ganham ou não boquinha na prefeitura.

Enquanto o método da imundice verbal não funciona e parece que não vai colar mesmo, a oposição deixa passar temas e confrontos mais rentáveis para ela e importantes para a sociedade.     

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

"Nenhuma Medida Será Feita Sem Diálogo com os Servidores e a População", Diz Magno em Resposta a Blog de Oposição


Lamento que um blogueiro tenha tirado de contexto um trecho da minha fala na abertura do semestre letivo da FAP para tentar, de maneira sensacionalista, colocar os professores contra mim e meu governo. 

Os professores foram a categoria que me recebeu de braços abertos desde a primeira eleição que concorri em Chapadinha e que sempre valorizei em todos os meus mandatos. Formamos mais de 300 professores só no convênio com a UESPI, garantimos os salários em dia, no governo Danúbia foi feito um Plano de Carreiras que aumentou ainda mais os seus vencimentos. Eu fico feliz de ver o quanto os professores avançaram.

No início deste mandato cumpri sem vacilar o compromisso de campanha de instituir a carga horária de 13 horas em sala de aula. Não medi esforços e continuamos enfrentando todas as dificuldades financeiras que o Brasil vem sofrendo para manter tudo isso, mas não há lei que revogue a matemática. 

Não temos como pagar mais com menos receita. O Fundeb de Chapadinha já apresentava queda de receitas em comparação ao ano passado mesmo antes do sequestro de mais de R$ 2 milhões, que foram repassados adiantadamente para o governo anterior e ninguém viu o seu destino. A ex-prefeita sequer deixou de reserva para podermos pagar os concursados que ela nomeou depois de ter perdido a eleição. 

O momento é grave e começamos cortando na carne. Pedi para a Câmara Municipal cortar o meu salário pela metade, minha equipe de secretários provavelmente é a que recebe o menor salário do Maranhão (R$ 2.500) e toda a economia possível está sendo feita para manter as contas equilibradas e priorizando o pagamento dos nossos servidores .

Respeitamos a lei e nenhuma medida dura que o governo seja obrigado a tomar será feita sem diálogo com os servidores e a população, mas acredito que a tempestade logo passará, a economia do país voltará a crescer e Chapadinha terá dias melhores .

Magno Bacelar
Prefeito de Chapadinha

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Chapadinha - Quebradeiras de Coco Firmam Convênio para Produção de Óleo de Babaçu

Juvenal Neres Representante da ASA/Maranhão

Foi realizada nesta terça-feira (15), no Povoado Canto do Ferreira, distrito de Chapadinha (MA), a solenidade que marca a oficialização do convênio de cooperação financeira entre a Fundação Banco do Brasil (FBB) e a Associação das Quebradeiras de Coco dos Projetos de Assentamento de Chapadinha (MA). O aporte de recursos é da ordem de 238 mil reais destinados à construção e compra de equipamentos para a produção de óleo de coco babaçu, advindo da produção extrativista local e regional, fortalecendo a economia popular e solidária e promovendo o extrativismo sustentável dos babaçuais.

Estiveram presentes na solenidade a Presidenta da Associação, Sra. Gracilene Cardoso, o coordenador executivo da Rede ASA Maranhão, Juvenal Neres, a representante da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), Sra. Luciene Figueiredo, o prefeito municipal de Chapadinha (MA), Magno Bacelar, o representante da Câmara Municipal de Chapadinha, vereador Netinho do Vale, o Diretor do SEBRAE – Escritório Regional de Chapadinha, David a representante da UFMA – Campus Chapadinha, profa. Dra. Ana Paula Ribeiro, o gestor regional da AGERP-MA (Escritório Regional de Chapadinha), Gilvanildo Ramos. A presidenta da associação e uma das beneficiárias em sua fala de destaque, Gracilene Cardoso, relata a importância desta grande obra para as mulheres, para a comunidade e para a zona rural de Chapadinha: “Foi e está sendo uma luta árdua e agradeço a todos os envolvidos até aqui. Sem parcerias não seríamos o suficiente para enfrentar este desafio”, relata. Para o coordenador da Rede ASA Maranhão, “o papel da ASA é de visibilizar os excluídos historicamente e empoderar o povo camponês. Iniciativas como essa faz com que passamos a acreditar cada vez mais no potencial da mulher extrativista e camponesa, assim como o potencial dos nossos companheiros agricultores, precisamos cada vez mais fazer com que os camponeses se sintam os protagonistas de suas histórias. Estamos felizes com a conquista das mulheres do Canto do Ferreira!”, relatou Neres.

Para o prefeito de Chapadinha, estas parcerias são importantes para o município e sempre serão bem-vindas as contribuições para a população rural do município, pois desenvolve a cadeia produtiva e fortalece a economia local, dando mais rentabilidade e qualidade de vida às famílias.

Esta conquista é fruto da iniciativa das extrativistas, com a parceria e assessoria da Articulação Semiárido (Rede ASA Maranhão), do curso de Agronomia da UFMA – Campus Universitário de Chapadinha, por meio dos professores doutores James Ribeiro Azevedo e Telmo José Mendes, a Agência Estadual de Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (AGERP – Escritório Regional de Chapadinha) e do Serviço Brasileiro de Apoio ao Empreendedorismo (SEBRAE – Escritório Regional de Chapadinha), que todos atuaram na construção do projeto e continuarão prestando toda a assessoria durante a implantação do projeto, até que as próprias mulheres possam ter todas as condições de administrar o empreendimento.

Histórico da luta das mulheres quebradeiras de coco - A Associação das Mulheres Quebradeiras de Coco dos Projetos de Assentamento de Chapadinha – MA foi fundada em 2007 por 30 mulheres das comunidades Canto do Ferreira, Paiol, Nova Belém e Vila Borges. As mulheres decidiram constituir essa organização para agregar valor ao coco babaçu devido ao baixo preço da amêndoa e o desperdício do mesocarpo.

A primeira atividade realizada foi em 2007 com uma capacitação em aproveitamento do mesocarpo realizada pelas mulheres quebradeiras de coco do município de Itapecuru Mirim. No ano de 2008, as mulheres participaram de uma capacitação em artesanato de babaçu e em produção de hortaliças, sendo capacitadas 16 pessoas. A entidade que promoveu a capacitação foi o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR). A produção de hortaliças iniciou-se com o apoio financeiro da Fundação ABRINQ, adquirido por meio da Agência Estadual de Pesquisa e Extensão Rural (AGERP).

Em 2009, seis mulheres participaram de uma feira em Chapadinha e comercializaram biscoito, óleo e mesocarpo de babaçu. A comercialização desses produtos estimulou as mulheres e, no ano seguinte, passaram a comercializá-los, através do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), para quatro escolas municipais

Nos anos de 2011 e 2012 foram comercializados os mesmos subprodutos do babaçu através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) para oito escolas, dois Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) e uma Casa de Passagem. Em 2012, as mulheres foram capacitadas em alimentação saudável realizada pela fundação ABRINQ com apoio da ASA, UFMA e da Universidade de São Paulo (USP).

As mulheres estiveram presentes em várias feiras de agricultura familiar em municípios do Maranhão e em outros estados, expondo e comercializando subprodutos do coco babaçu e da produção familiar. Essas viagens foram apoiadas pela ASA, FETAEMA e CONTAG. Atualmente estão concluindo uma capacitação em gerenciamento de negócios promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e SENAR.


Hoje, a Associação possui 32 associadas do Assentamento Canto do Ferreira. Estão sendo comercializados através do PNAE subprodutos do babaçu (biscoito, bolos, mesocarpo e óleo) para 26 escolas municipais e diversos gêneros alimentícios produzidos pela mão de obra familiar e livre de agrotóxicos.

TV de Sarney Engana Chico Pinheiro e Faz Jornalista passar Vexame nas Redes


O grupo político e econômico comandado pela família Sarney conseguiu emplacar no Bom Dia Brasil a “denúncia” que fabricou para impedir a entrega do Hospital de Traumatologia e Ortopedia pelo Governo do Maranhão. Mas não foi o bastante: os sarneyzistas ocultaram uma informação da equipe do Bom Dia Brasil, o que submeteu o apresentador Chico Pinheiro a uma situação no mínimo constrangedora.
A “reportagem” exibida pelo Bom Dia Brasil foi feita pela TV Mirante, que é afiliada da Globo no Maranhão e de propriedade dos Sarney. Ou seja, o Bom Dia Brasil apenas recebeu o material e veiculou. Ao fim da “reportagem”, o Bom Dia Brasil não leu a nota do Governo do Maranhão esclarecendo a suposta denúncia.
Como manda o manual de jornalismo de qualquer emissora – até mesmo o da Mirante – é sempre obrigatório ouvir o outro lado. Não se pode fazer uma denúncia e não ouvir quem está sendo alvo dessa denúncia.
Como a nota de esclarecimento não foi lida, internautas fizeram no Twitter uma enxurrada de críticas ao apresentador.
Logo em seguida, o jornalista disse pelo Twitter que a nota tinha sido divulgada após a “reportagem”. Mas a nota tinha sido divulgada havia dois dias. Tinha sido, inclusive, lida pela Mirante.
Ao que tudo indica, a Mirante, que produziu a “reportagem”, escondeu essa nota do Bom Dia Brasil, fazendo que Chico Pinheiro sofresse uma nova enxurrada de críticas nas redes.
Aluguel do prédio
Os veículos de comunicação da família Sarney vêm “denunciando” que a reforma do novo hospital de ortopedia está sendo feito num prédio alugado. Mas isso é absolutamente corriqueiro tanto na iniciativa privada quanto da pública.
O valor da reforma do prédio será descontado do aluguel pago pelo Governo do Maranhão, conforme prevê a lei. Além disso, o aluguel de um prédio já existente representou uma solução mais barata e mais rápida que a construção de um novo imóvel.
Blog Marrapá


quarta-feira, 16 de agosto de 2017

"Apesar desses absurdos ataques, vamos continuar a investir e ampliar serviços públicos", diz Governador Flávio Dino


O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), se manifestou, na manhã desta quarta-feira (16), através do Twitter, sobre a polêmica reforma da Clínica Eldorado onde brevemente estará funcionando o Hospital de Traumatologia e Ortopedia de São Luís, o primeiro dessa especialidade no Estado. A previsão de entrega é para o segundo semestre deste ano.

Hoje, o Bom Dia Brasil, da Rede Globo de Televisão criticou o pagamento do aluguel do local onde já deveria estar funcionando o hospital. Porém, o prédio passa por uma ampla reforma até que fique pronto para ser entregue à população. A obra está sendo coordenada pelas Secretarias de Estado de Saúde (SES) e Infraestrutura (Sinfra).

A unidade terá três centros cirúrgicos com capacidade inicial para 400 cirurgias, com a capacidade de 34 leitos, sendo oito pediátricos e 26 para adultos. O hospital contará, ainda, com 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Inconformado com as críticas e com a forma como a oposição se coloca diante dos fatos, Flávio Dino disparou:


Do Blog do Minard.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Levi Pontes Rebate Oposição e Fala Sobre Hospital de Traumatologia e Ortopedia


O deputado estadual Levi Pontes (PCdoB) durante discurso na Sessão desta segunda-feira (14), rebateu denúncias feitas pela deputada Andréa Murad acerca do dinheiro gasto pelo governo com a reforma da Clínica Eldorado, local que em breve funcionará o Hospital de Traumatologia e Ortopedia.
Com o Hospital de Traumatologia e Ortopedia, o Maranhão será o primeiro estado do Nordeste com uma unidade de alta complexidade destinada ao exclusivo atendimento trauma ortopédico, ambulatorial e cirúrgico, no sistema público de saúde. O HTO ofertará aos pacientes atendimentos com tecnologia de ponta, capaz de realizar procedimentos como alongamento ósseo e o implante de próteses articulares, assim como o tratamento de crianças com doenças musculoesqueléticas.
“ O HTO será entregue à população neste semestre e o aluguel de uma estrutura existente representou uma solução mais barata que a construção de um imóvel novo e o valor da reforma será descontado do aluguel conforme expressa previsão do artigo 35 da Lei n. 8.245/91”, explicou o parlamentar.
A unidade disponibilizará 44 leitos, sendo 10 para Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O corpo clínico será formado por mais de 45 médicos ortopedistas, alguns com diploma internacional, com especialização em cirurgias de ombro e cotovelo, joelho, quadril, coluna, mão e microcirurgia, pé e tornozelo, trauma e ortopediatria.

Levi Pontes ressaltou que o papel da oposição não pode ser desvirtuado e que as informações precisam ser repassadas com legitimidade. “O que eu vejo aqui são discursos sem verdades, apenas para a mídia”, concluiu.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Câmara de Chapadinha Sedia Evento sobre Marcos Jurídicos


Nos dias 15 a 17 de agosto, a Câmara de Chapadinha (MA), irá receber dois especialistas do Senado para conduzirem a Oficina Interlegis de Marcos Jurídicos. Até o momento, mais de 50 pessoas já se inscreveram para participar do treinamento no qual os instrutores utilizam o Regimento Interno da câmara anfitriã e a Lei Orgânica do município como base para propor a atualização dos textos dentro de parâmetros constitucionais e atentos às necessidades locais.
O assessor jurídico Tairone Messias e o consultor Rafael Inácio realizarão o trabalho. A programação compreende uma palestra sobre a importância do Regimento Interno e da LOM e orientações a respeito de organização do município; políticas públicas municipais; competências e funções do vereador entre outros tópicos. O curso terá duração de 24 horas-aula.
O servidor da Câmara de Chapadinha (MA) Marcos Crispim, esteve na manhã desta quarta-feira, 09/08, para fazer os acertos finais para o treinamento e demonstrou sua satisfação com o apoio que tem recebido do ILB: “O Programa Interlegis tem se mostrado bastante parceiro. Certamente que essa iniciativa só vai melhorar nosso trabalho junto à casa”, afirmou. Os textos dos marcos jurídicos da Câmara são da década de 90.
Crispim também enfatizou a importância do apoio de um senador do Estado para a execução desses eventos do ILB, agradecendo o empenho do Senador Roberto Rocha. Francisco Biondo, coordenador do ILB e a servidora Dalva Dutra receberam o assessor.

Do site da Interlegis