Publicidade

Publicidade

terça-feira, 3 de maio de 2016

“Ela é Boa Administradora na Júnior Construção Dela”, Diz Márcia Sobre Belezinha


A presidente da Câmara Municipal, vereadora Márcia Gomes / PP, fez o mais contundente discurso contra a prefeita Belezinha em sua fala na sessão da última quinta-feira, dia 28. Márcia falou da falta de entendimento da prefeita com os demais poderes e com a sociedade organizada, lamentou a tentativa por parte de Belezinha de evitar o custeio do tratamento e a ajuda de 2 salários mínimos ao garoto Daniel, criticou duramente a falta de sensibilidade da gestora e taxou Belezinha de prefeita perseguidora.

“São situações perseguidoras e a prefeita vem neste caminho ruim e ela (Belezinha) vem batendo nesta tecla. Se a pessoa mudou de partido persegue. Se a pessoa falou mal persegue. Isso tem que acabar gente, nós estamos numa democracia”, disse a presidente citando a APAE e da Associação Real Brasil como exemplo de entidades perseguidas por Belezinha.

Sobre a tentativa barrar a ajuda de custo e assistência ao garoto Daniel conseguida na justiça de Chapadinha, a vereadora Márcia reagiu indignada: “uma prefeita que o dinheiro não sai do bolso (dela) recorrer contra o pagamento de 2 salários mínimos a uma criança que tá perdendo a visão? Recorrer pra deixar uma criança dessa cega e sem dinheiro para comprar um colírio? Isso dói e é esse tipo de gente que quer voltar ou se manter na prefeitura”, lamentou Márcia Gomes.


“Daqui pra frente ao vou dizer qual é a personalidade desta prefeita, ela é boa administradora na Júnior Construção dela, ela nasceu mesmo foi pra ficar atrás mesmo de um balcão porque só pensa em ganhar dinheiro”, finalizou a presidente da Câmara Municipal. 

Veja Vídeo/Reportagem do Portal Chapadinha

Sábado Dia 7: Flávio Dino Confirma Presença em Chapadinha


Durante a inauguração do Restaurante Popular do Bairro do Anjo da Guarda em São Luís – na tarde da segunda-feira, dia 2 – o governador Flávio Dino fez questão de confirmar sua presença na inauguração da unidade do Restaurante Popular em Chapadinha.

A inauguração do Restaurante Popular de Chapadinha acontece na manhã do próximo sábado, dia 7.

Umas das primeiras reivindicações do deputado Levi Pontes / PC do B, o Restaurante Popular vai garantir alimentação saudável e nutritiva a baixo custo, apenas R$ 2 por refeição, fornecendo 1.000 refeições no almoço e uma estimativa de 550 no jantar.

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Levi Pontes Agradece Manifestações de Solidariedade Pelo Falecimento de Sua Mãe


Em nome de toda a família, o deputado Levi Pontes agradeceu a solidariedade de toda à sociedade de Chapadinha por ocasião do falecimento de sua mãe senhora Beatriz Pontes.

“Foram inúmeras manifestações de conforto que recebemos nestes dias difíceis para todos nós. Das amigas de longas datas, às irmãs em Cristo à homenagem prestada pela Assembleia de Deus de Chapadinha, ficamos comovidos com todos os atos de apreço e consideração”, disse o deputado.

“Em nome de meu pai Antonio Pontes de Aguiar, de minhas irmãs, genros, noras e netos e bisnetos da nossa inesquecível Beatriz quero agradecer enormemente as manifestações de carinho e apreço que compartilhamos”, finalizou Levi Pontes.

PGR envia pedidos de inquérito contra Aécio e cúpula do PMDB


A Procuradoria Geral da República (PGR) enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira (2) um pacote de pedidos de aberturas de inquéritos com base na delação do senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS). Dentre eles, duas investigações contra o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), e outra que atinge a cúpula do PMDB no Senado, como o presidente da Casa Renan Calheiros (AL).
Caso o ministro Teori Zavascki determine a abertura dos inquéritos, Aécio passará a ser oficialmente investigado em desdobramento da Operação Lava Jato. São duas linhas de apuração contra o senador: uma, a suspeita do recebimento de propina de Furnas, e outra, a acusação de que maquiou dados do Banco Rural para esconder o mensalão do PSDB.
No caso do Banco Rural, também deve ser investigado o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), próximo a Aécio e que, segundo Delcídio, sabia que os dados estavam sendo maquiados.
Outro inquérito solicitado pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot, que envolve Renan, é contra os senadores do PMDB Romero Jucá (RR), Jader Barbalho (PA) e Valdir Raupp (RO) sob suspeita do recebimento de propina das obras da hidrelétrica de Belo Monte.
Neste caso, a PGR pediu que os fatos relativos a Belo Monte sejam distribuídos nos inquéritos já existentes contra esses senadores, sem a abertura de um procedimento específico sobre o caso.

Uma quarta investigação é contra o ministro do Tribunal de Contas da União Vital do Rêgo e o deputado petista Marco Maia (PT-RS) pela participação na CPI Mista da Petrobras realizada em 2014. Eles foram acusados de participar de um esquema para achacar empresas investigadas pela CPI em troca de recursos para a campanha. Vital era o presidente da comissão e, Maia, o relator. (Com informações da PGR)

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Luto: Morre Beatriz Pontes, esposa do ex-Deputado Antonio Pontes de Aguiar e Mãe do Deputado Levi Pontes

Adicionar legenda
Faleceu no final da tarde de hoje a senhora Beatriz Pontes, que era esposa do ex-deputado Pontes de Aguiar e mãe do atual Deputado Estadual Levi Pontes (PC DO B). Dona Beatriz que tinha 87 anos e enfrentava problemas saúde, morreu em sua residência em São Luís.


O velório deve acontecer em Chapadinha. Em instantes mais informações. 

Belezinha e a Coerência da Lacraia


Muito se tem falado a respeito da provável união entre os grupos de oposição ao governo Belezinha com foco principal na incoerência da aproximação de velhos adversários, na especulação sobre o poder eleitoral e prognósticos com e sem unidade da oposição e na falta de programas e de propostas.

Com relação ao programa, os atores políticos – não só da oposição – precisam entender que no caminho rumo à prefeitura, os projetos e propostas são muito mais que formalidades ou peças de propaganda, são as idéias os primeiros passos que não podem ser subestimados.  A sociedade espera propostas realistas.   

Sobre a força eleitoral da oposição, nem é preciso entender de estratégia ou marketing para sacar que unir é melhor que separar. Por outro ângulo, não vejo a união de todos contra Belezinha como única possibilidade de derrotar a atual prefeita. Chapadinha tem tradição de polarização entre duas candidaturas e quem insistir em aventuras isoladas ou o faz pra marcar posição ou assume o risco de um grande fracasso. Anotem: podemos ter vários candidatos, mas apenas dois concorrerão pra valer. 

As Contradições  
Aliados diretos, indiretos ou pretensos futuros aderentes à “Arca da Muié” criticam a tendência de união de antigos concorrentes como se isso fosse alguma novidade na política e como se o grupo de Belezinha não tivesse – na administração e na política – dezenas de ex-integrantes dos governos Isaías, Magno e Danúbia em posição de destaque.


Do advogado que tentou cassar o mandato de Belezinha e depois recuou mediante nomeação à ex-secretária de educação de Danúbia que denunciou a dona da Júnior Construções por crime eleitoral, o que culminou com a prisão da então empresária pela Polícia Federal (no pleito de 2010), passando pelo dono de Rádio que a insultou por telefone em 2012 e a criticava todos os dias de 2013 e 2014, Belezinha foi acolhendo ex-desafetos e, se seu governo é um bicho que tem a cabeça dela e o tronco do Aluísio mas, como lacraia interesseira, caminha com centenas de pernas que já carregaram Magno e Isaías. 

E os incoerentes são sempre os outros.   

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Em acusação enviada à Justiça MP pede até 29 anos de cadeia para Roseana


O Ministério Público do Maranhão enviou para a Justiça (7ª Vara Criminal – juiz Fernando Luiz Mendes Cuz) acusação contra Roseana Sarney e Ricardo Murad, e outras 15 pessoas, dentre funcionários públicos e empreiteiros, por praticarem diversos crimes com a finalidade de enriquecimento às custas das verbas da saúde pública, bem como para financiar as campanhas eleitorais da ex-governadora e do ex-secretário nas eleições de 2010.
O promotor Lindonjonson Gonçalves de Sousa acusa a montagem de uma verdadeira associação criminosa para dilapidar recursos  públicos a partir do programa Saúde é Vida e a construção de 64 unidades hospitalares de baixa complexidade, de 20 leitos, em vários municípios do estado, que consumiu entre 2009 e 2010, cerca de R$ 151 milhões.
Somados os crimes de fraude à licitação, dispensa ilegal de licitação, favorecimento em dispensa ilegal de licitação, admissão irregular de licitante, contratos superfaturados, peculato e associação criminosa, listados pelo Ministério Público, Roseana e Ricardo podem pegar até 29 anos de prisão.
Roseana seria uma espécie de sócia oculta do esquema montado pelo ex-secretário para desviar recursos das construções dos 64 hospitais. Segundo Lindonjonson Gonçalves de Souza,  o ex-secretário Murad e seus substitutos e sucessores reportavam-se diretamente a ex-governadora, ocasionando solidariedade entre os gestores, na mesma decisão administrativa, com atos diversos, mas finalidades, objetivos e benefícios comuns.
O MP ainda ressalta que as transações e transferências de recursos para empresas contratadas sem licitação, no montante de R$ 57 milhões, serviram para abastecer sua campanha eleitoral e seu partido, o PMDB, em 2010, na quantia de R$ 1.950.000,00, para ser exato.
Além disso, explica o Ministério Público na acusação enviada à Justiça, que “o Secretário de Saúde, sr. Ricardo Murad era seu colaborador, do mesmo modo que os demais servidores públicos eram auxiliares deste, tendo encabeçado, na condição do cargo que ocupava, os atos de divulgação das obras, inaugurações e ampla campanha publicitária pré-eleitoral, pondo os negócios dos hospitais em grande quantidade, como atos administrativos de seu governo, assim todos praticavam atos administrativos em seu nome”. Continue lendo (aqui